Categorias
Drops

DROPS voltando… 11-05-2015: Sampaio, Valdívia, classes e os outros

 

Redação 3VV

Lembra do drops?

Pois é, trouxemos outro estagiário.

Que promete publicar as notícias do dia.

Já começou mal… era prá ter ido ao ar umas 21 horas, horário combinado com o tal estagiário.

***

Lembrando… em dia de jogo do Palmeiras não tem drops.

Vamos às principais notícias desta 2a feira

***

Contra o Sampaio

Tudo pronto para o jogo desta 3a feira contra o Sampaio Correa. Valdivia será poupado. O time empatou a primeira e precisa ganhar para pasar à próxima fase.

Oswaldo não comandou coletivo, mas o provável time é Fernando Prass; Lucas, Nathan (Wellington), Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel e Amaral (Alan Patrick); Rafael Marques, Robinho e Dudu; Cristaldo.

Os 23 jogadores relacionados:

Goleiros: Fernando Prass, Aranha e Jailson
Laterais: Lucas, Zé Roberto, Egídio, Ayrton e João Paulo
Zagueiros: Vitor Hugo, Wellington e Nathan
Volantes: Gabriel, Amaral e Andrei Girotto
Meias: Robinho, Rafael Marques, Alan Patrick e Ryder
Atacantes: Dudu, Cristaldo, Kelvin, Maikon Leite e Leandro

***

Dois jogos

Valdívia pegou dois jogos por conta das ofensas ao árbitro Vinicius Furlan no intervalo da primeira partida da final contra o Santos.

Valdívia vai cumprir no próximo Paulistão.

OO foi absolvido.

Leia mais clicando aqui.

***

Guerra de classes

Texto do Leandro Iamin nO Periquitão obre os xingamentos da torcida no sábado contra a MV.

***

O Rei está nu

Rodrigo barneschi desta vez publicou em seu blog também texto sobre as ofensas da torcida à Mancha no último sábado.

Clique aqui e leia.

***

E o que falam dos outros?

Sobre o rival Corinthians a Coluna De Prima publicou o seguinte:

Motivos da crise
Responsável pelas finanças do Corinthians do final de 2007 ao início deste ano, Raul Corrêa da Silva publicou uma análise sobre a atual crise financeira do clube em uma rede social. Segundo ele, o momento difícil deve-se, entre outros motivos, ao investimento de R$ 120 milhões em dois anos feito pela diretoria de futebol, à crise do país que impede o clube de vender patrocínios e à receita de bilheteria destinada a pagar o empréstimo da Caixa/BNDES para o estádio.

Banco de peso
O ex-diretor financeiro do Corinthians explica ainda que para o clube fechar as contas é fundamental rolar a dívida através de empréstimos ou antecipação de contratos, reduzir os custos no futebol e aponta que contratar “três reservas que juntos são quase 10% do orçamento” arrebenta qualquer planejamento financeiro de um clube.

Boa terça feira.

40 respostas em “DROPS voltando… 11-05-2015: Sampaio, Valdívia, classes e os outros”

Esta questão da torcida tem tantos aspectos, ângulos e nuances q fica muito difícil ter uma opinião justa.
Não sou particularmente simpático a nenhuma torcida organizada, mas acho q ela tem seu papel no estádio sim. E a Mancha puxa os cantos, não há como negar. Prefiro não ficar por perto (geralmente fico do outro lado no gol norte), mas sempre canto junto omitindo qq parte da letra q cite a MV. Pq é o único aspecto q me incomoda um pouco, pois na MINHA OPINIÃO as músicas de incentivo não deveriam citar a torcida, mas somente o Palmeiras (mas ok, entendo).
Dito isto, eu gostaria de saber qual o motivo que o torcedor teve para hostilizar a MV. Dá pena ver q tem gente alienada e imbecil o suficiente para aceitar o discurso da PIG de q na torcida organizada é “tudo bandido”. Sou sócio ouro desde 2012, vou a grande maioria (inclusive todos os clássicos) dos jogos e nem uma única vez senti minha segurança ou a de meu irmão ameaçada no estádio ou nas suas redondezas (nem qdo íamos lá na PQP de Barueri assistir), especialmente por alguma ação da MV.
Então qual é o problema? Dentro do estádio, o “impacto” da MV é só positivo, incentivando o time. Fora, não quero nem saber.
Eles não tendo nenhum privilégio, como era antes com ingressos bancados, tudo ok.
Eu achei válido o protesto e me senti muito bem representado por ter considerado abusivo, de mau gosto, sem timing este aumento estapafúrdio de uma vez só logo depois de perder um título e estando para iniciar o campeonato mais importante do ano.

Eu acho o seguinte: Se alguem acha algum espetaculo caro,não vá. É totalmente errado a meu ver,querer colocar preço no produto alheio.Existe o pay per wieu por apenas r$ 70,00,no conforto da sua casa. Quando vem um artista internacional ,paga-se verdadeiras fortunas para ve-los.Quando atrazavamos salarios ,direito de imagem,etc ,não podiamos contratar ninguem todos eramos infelizes.Agora alguns não estão felizes ,mas como agradar a todos?
Detalhe eu não sou rico, e sequer consegui ir conhecer o Allians Park,mas nem por isso eu vou querer pautar a direção do Verdão.
Acima de tudo e de todos :SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS

Os dois textos sugeridos para leitura são muito bons e para reflexão de ambos os lados, eu sugeriria que um se colocasse na posição do outro e pensássemos na famosa diversidade.
Todos querem ver o estádio pulsando, que só as organizadas conseguem comandar, que por sua vez querem um time forte, só que sem o dinheiro da outra parte é inviável.
Verdade mesmo é que um depende do outro, não adianta ficar falando em vândalos/bandidos contra elite/torcedor de teatro.
Precisamos de uma boa convivência, mesmo que não sejamos simpáticos um ao outro, a seguir assim, estou vendo o dia que nosso time será punido com mandos de campo, ai veremos “o vai toma no cu” de um dos lados novamente.
Eu sou do tempo em que uma bandeira com o nome Luiz escrito no centro tremulava pelos campos, ela estava sempre lá, nem sei se Luiz era o dono da bandeira ou era alguma homenagem, o fato é que comento isso para dizer que tenho certa idade e presenciei o nascimento da Mancha Verde, tem que estar perto dos 50 anos no mínimo.
Desde o princípio sua trajetória tem sido de conflito com os que não integram a torcida.
No começo era com as outras organizadas, principalmente a TUP, talvez por sua irreverencia à época, ela conseguiu diversos seguidores, e seu crescimento rápido deve ter causado “ciúmes” nas outras organizadas, principalmente pela briga por espaço na arquibancada, e assim o relacionamento nunca foi bom.
Por diversas vezes ao longo desses anos presenciei brigas entre nossos torcedores, recentemente tivemos um fato no interior que nos tirou alguns mandos de campo.
Atualmente a rivalidade é com o resto, os “desorganizados”.
Os “desorganizados” imaginam que a Mancha torce muito mais para eles do que para o Palmeiras, os cânticos na maioria exaltam a torcida e não o time, uma quantidade considerável deles nem assistem ao jogo, outros vão para ficar louco, é meio esquisito para quem não é do meio. A Mancha do seu lado pensa que somente quem torce como eles é que torce pelo Palmeiras, querem contrapartidas da diretoria para apoia-los, pois são os únicos, imaginam que se eles não forem ao estádio, ninguém irá, e quando o time está ruim é verdade, são poucos também, mas vão.
Não tenho muito conhecimento do lado Mancha, pois fico do lado dos “desorganizados”, mas fica aí a minha impressão após alguns anos de estádio e televisão. Por que não?
Cada um tem a sua maneira de amar o Palmeiras e merece ser respeitada.
Amor é Amor, não importa como, todos nos amamos nosso Palmeiras, uns cheirando, uns fumando, uns cantando, outros gritando, outros rezando e outros em silêncio.

Vejam a diferença de tratamento………………..1. “Justiça obriga São Paulo a usar renda milionária para quitar dívida de 2002. Clube foi condenado a pagar quase R$ 2,5 milhões à empresa que intermediou, há 13 anos, comissão a empresário de Jorginho Paulista. Bilheteria contra o Cruzeiro salvou……………….pouco destaque……………..2. Pato diz que “Ganso corre e participa mais que Pirlo”, e Neto afirma que “dentro da área nenhum ’10’ do mundo é igual” ao são-paulino…
Significa: O SPFW está precisando muuuuito de dinheiro, cheio de dívidas e salários atrasados, e tem que vender seus jogadores…………………………….Palmeiras: “QUE SITUAÇÃO…Cleiton Xavier tem atrasados do Verdão e débito causa estranheza….. lance……….”Justiça mantém condenação de Danilo, ex-Verdão, por injúria racial”…. globo…… com destaque.

dizer que o ganso “corre” mais que o Pirlo pode ser, pois esse trota o campo todo, não precisa correr…O ganso nasceu na década errada.

Como eu não me convenci com aquela nota oficial da CBF, deixo registrado a minha indignação com o fato ocorrido no último Sábado:

Era só o que me faltava, agora a emissora oficial da ditadura militar e
contumaz sonegadora de impostos juntamente com a confederação de futebol
mais corrupta do mundo se acham no direito de proibir publicidade da empresa Allianz que pagou caro pelos direitos do naming rights no novo estádio do Palmeiras. Ainda bem que a mobilização dos torcedores palmeirenses na Internet fizeram com que os responsáveis por essa arbitrariedade ficassem com os rabinhos entre as pernas e rapidamente voltaram atrás dessa determinação estapafúrdia.

É por isso que digo que o Brasil só vai ser um bom lugar para viver quando a Globo for extinta e seus donos forem presos pelos crimes que cometeram ao longo desses anos.

Concordo…… mas quem vai entrar na briga e jogar pesado com apoio da rgt é o Flamengo. E levar, infelizmente, se ele n ficar no Santos.

Vcs estão de brincadeira né? O q acrescentaria o Robinho no Palmeiras? Precisamos de um centro-avante, não de mais um chupim com mega salário para tocar pandeiro na roda de samba.

Que nossa polícia Militar é despreparada, é chover no MOLHADO !!!é só ver o sarro que o PORTA- DOS FUNDOS ,tira dos PM com o vídeo —-Balas de borracha !!!ISTO é O RANÇO DE ANOS DE DITADURA !!!

Quando comecei a frequentar estádios a partir de 1985 com 15 anos, era bem diferente. A Mancha dava orgulho a todos os torcedores palmeirenses naquela época. Lembro dos clássicos no panetone, as torcidas divididas e aquela festa quando a MV e a TUP entravam enfileirando as bandeiras. Ficava admirando cada bandeira nova que eles levavam a cada jogo e a expectativa de subir um novo bandeirão. A festa quando a corda da divisão das torcidas aumentava o nosso espaço. Saudade daquela época. Hoje porém o que penso em MV é 95% violência. Eu mesmo diminui muito a frequência nos estádios por conta da violência, e agora também pelos preços. Concordo em parte com o amigo acima sobre o conflito social, impunidade . Mas não vejo dos responsáveis da torcida hoje a vontade de mudar a imagem dela, pois são coniventes com a violência. Claro que um jogo silencioso sem o incentivo da MV é ruim. Mas o que ela hoje traz de prejuízo ao time, ou não se lembram que bateram em jogadores, perda de mandos ?? Mas hj é a lei da oferta e procura. O que esta dando certo não se mexe…………

O ingresso esta caro? esta. E nem preciso do Sr. 800 para saber disso, acho que ninguém precisa. A mancha verde torce para o Palmeiras ou para a mancha verde? Há muito tempo torce para ela, ela vive do Palmeiras, mas torce para ela e um pouco para o Palmeiras, o problema é que precisamos desse pouco pois ela leva o resto da torcida.

2 questões a serem tratadas, protesto justo da organizada, mas a perda da oportunidade de retomar um pouco do respeito que já teve, discorro a seguir. Que o aumento do plano de maior adesão das organizadas foi abusivo todos concordam, foi uma tremenda fala de respeito por parte da diretoria, “erraram a mão no sal”, um aumento para 90 reais que fosse, seria até aceitável, o protesto foi legítimo, sem violência, como tem que ser, e acredito que até os demais torcedores entenderam a mensagem e que a grande maioria concorda que os ingressos estão com preços extorsivos. Mas a mancha perdeu a razão no gol de empate, vou dar um exemplo: O pai pede pro filho não pular do sofá que ele pode se machucar e o filho pula uma vez, o pai avisa novamente e o filho continua pulando, dali a pouco o filho cai errado torce o pé ou bate a cabeça e se contorce de dor no chão, o que um pai que ama o filho faz? Deixa o filho se contorcendo de dor pra aprender a lição ou vai acolhe-lo? Mesmo com raiva pelo filho não tê-lo escutado, o Amor pelo filho é maior e o faz acolher aquele filho, o Amor supera a raiva. No momento do 1º gol, aos 36 do segundo tempo, após 81 minutos de protesto com bola rolando, era hora da mancha mostrar que ama mais o Palmeiras do que a si mesma e aos seus propósitos, a mensagem já tinha sido passada, era hora de se levantar e mostrar a sua força, botar o time pra frente, trazer o “torcedor comum” pro seu lado e mostrar que pode fazer a diferença positivamente. O que fizeram os iluminados? Preferiram deixar o filho definhando, isso pra mim não é amor ao Palmeiras, é amor a si própria e aos seus propósitos, é fato que não fizeram aumentar a dor, não foi a organizada que escalou mal, que montou o time de forma desorganizada, que errou passes, mas ao ver o time precisando dela, nada fez pra ajudar, não era o Nobre que estava lá dentro do campo correndo, mesmo que de forma atabalhoada, pra buscar o resultado, era o Palmeiras que estava ali, é o elo que une um sociedade extremamente heterogênea, com culturas diversas e condições financeiras distintas, que a cada jogo se reúne, seja no estádio, seja pelo Brasil afora, que faz o cara num momento de explosão abraçar o cara do lado e depois nunca mais vê-lo na vida… como comecei a minha mensagem, o protesto foi justo e legítimo, mas a organizada perdeu a chance de mostrar que ama mais o Palmeiras do que a si mesma e retomar um pouco do respeito perdido. Avanti Palmeiras!

Que bom que certas coisas estão voltando ao seu lugar… Não era sem tempo!

Os textos do Iamim e do Barneschi sao de leitura obrigatória. Para o bem do Palmeiras… chega de segregação !!!

Vida longa a Vagner Love, Cristian e Ralf no Small Club.

2 questões a serem tratadas, protesto justo da organizada, mas a perda da oportunidade de retomar um pouco do respeito que já teve, discorro a seguir. Que o aumento do plano de maior adesão das organizadas foi abusivo todos concordam, foi uma tremenda fala de respeito por parte da diretoria, “erraram a mão no sal”, um aumento para 90 reais que fosse, seria até aceitável, o protesto foi legítimo, sem violência, como tem que ser, e acredito que até os demais torcedores entenderam a mensagem e que a grande maioria concorda que os ingressos estão com preços extorsivos. Mas a mancha perdeu a razão no gol de empate, vou dar um exemplo: O pai pede pro filho na pular do sofá que ele pode se machucar e o filho pula uma vez, o pai avisa novamente e o filho continua pulando, dali a pouco o filho cai errado torce o pé ou bate a cabeça e se contorce de dor no chão, o que um pai que ama o filho faz? Deixa o filho se contorcendo de dor pra aprender a lição ou vai acolhe-lo? Mesmo com raiva pelo filho não tê-lo escutado, o AMOR pelo filho é maior e o faz acolher aquele filho, o AMOR supera raiva. No momento do 1º gol, aos 36 do segundo tempo, após 81 minutos de protesto com bola rolando, era hora da mancha mostrar que AMA MAIS O PALMEIRAS DO QUE A SI MESMA E AOS SEUS PROPÓSITOS, a mensagem já tinha sido passada, era hora de se levantar e mostrar a sua força, botar o time pra frente, trazer o “torcedor comum” pro seu lado e mostrar que pode fazer a diferença positivamente. O que fizeram os iluminados? Preferiram deixar o filho definhando, isso pra mim não é amor ao Palmeiras, é amor a si própria e aos seus propósitos, é fato que não fizeram aumentar a dor, não foi a organizada que escalou mal, que montou o time de forma desorganizada, que errou passes, mas ao ver o time precisando dela, nada fez pra ajudar, não era o PN que estava lá dentro do campo correndo, mesmo que de forma atabalhoada, pra buscar o resultado, era o PALMEIRAS que estava ali, é o elo que une um sociedade extremamente heterogênea, com culturas diversas e condições financeiras distintas, que a cada jogo se reúne, seja no estádio, seja pelo Brasil afora, que faz o cara num momento de explosão abraçar o cara do lado e depois nunca mais vê-lo na vida… como comecei a minha mensagem, o protesto foi justo e legítimo, mas as a organizada perdeu a chance de mostrar que ama mais o Palmeiras do que a si mesma e retomar um pouco do respeito perdido. Avanti Palmeiras!

Achei o protesto válido e não me incluo naqueles que vaiaram a M.V. mas é difícil julgar qualquer atitude, a organizada por tudo que já fez está errada mesmo quando acerta! É mais notório ainda que as organizadas sem o tal “torcedor comum” ou “sofá” como eles gostam de intitular não vão atingir ninguém com esses protestos, é tão difícil perceber ? A união que todos pregam pelo bem do Palmeiras está longe de ser alcançada, enquanto o machão organizado se achar mais que qualquer outro torcedor e o torcedor comum não assumir que precisa do organizado, Paulo Nobre continuara a brincar de administração de empresas com a Sociedade Esportiva Palmeiras!

Danilo, já discordamos muito em outros posts, mas entendo que seu comentário traz alguns elementos que merecem ser levados em consideração. De fato, há intransigência dos dois lados, e Nobre só se esforça para fazer isso aumentar.

Penso que no quesito preço de ingresso para torcida adversária, a Mancha tem razão e deveria ser ouvida……….o Palmeiras pode baixar o preço sim, para que eles paguem menos nos jogos de fora………………….. no mais, continuamos todos nós torcedores e ela, no fogo amigo. Essas brigas internas no clube, entre torcidas e entre nós nas redes sociais, além de dividir cada vez mais……. evitam de direcionados nosso foco contra quem realmente procura sitemáticamente preju…dicar o Palmeiras. Ha muito tempo perdemos a guerra no 4. poder que é a mídia, por ficarmos no fogo amigo e n~åo ter ninguém nela e fora para nos defender.

Boa 3vv, é muito importante mostrar também, para comparar, como nossos adversários são tratados, ajudados, favorecidos, relativados, tem foco desviado, incentivados…….. quando tem problemas e crise. E como os nossos são imediatamente potencializados pela tupiniquim press e por alguns da própria torcida. Isso ajuda e muito a ver o futebol como um todo no país.

Antes a desculpa era não termos dinheiro, lembram? “Não faremos loucuras” (1º ano); “Não seremos reféns do centenário” (2º ano). Agora que temos dinheiro vamos contratar jogadores de peso ou o Paulo Nobre vai inventar uma desculpa nova?

Esse artigo do Barbeschi foi na veia, tentei cantat e apoiar, no final do 1 tempo já não tinha mais voz! A torcida organizada tem um importante papel e nega- lo ou despreza- lo por problemas ocasionados pela violência , que é geral de toda nossa atual sociedade , e uma postura muito elitista que não deveria ocorrer no futebol, esporte historicamente popular! Em tempo, fui maltratado gratuitamente por um PM na saída do jogo, nada grave, mas um abuso de autoridade gratuito pra cima de um simples torcedor com um filho de 12 anos , essa polícia é muito despreparada!

Interessante o seu depoimento, meu caro Marcelo. Tenho ouvido outros sobre o mesmo motivo: Despreparo de policiais nos jogos de futebol.

Wagner e Marcelo, a PM é completamente despreparada para trabalhar em estádios de futebol e eu venho batendo nessa tecla há muito tempo. Eu escrevi um post sobre o massacre de que foi vítima a nossa torcida antes do Palmeiras x SCCP do turno e houve quem fizesse pouco caso. Nosso presidente, por sinal, se eximiu de fazer qualquer manifestação sobre o assunto. Dois meses depois, tivemos o desprazer de ver um policial militar recebendo uma homenagem dentro da nossa pelos “bons serviços prestados”. Repugnante.

Os comentários estão desativados.