Categorias
Arenas

Ocupação do Allianz: flexibilidade e time competitivo

Por Claudio Baptista

Após a entrada em operação do Allianz Parque tem ganhado cada vez mais força a discussão sobre como o estádio deve ser colocado a disposição da torcida a fim de atender da melhor forma possível as diferentes demandas, públicos e interesses do torcedor Palmeirense.

O debate sobre esse tema é importante. Ainda que se pudesse prever e planejar a ocupação da nossa casa com antecedência, a utilização do estádio evidenciou a necessidade de certos ajustes.

Como ocupar o Allianz Parque trazendo a maior quantidade possível de torcedores?

No texto do 3VV este último domingo “Opinião: agregar e não segregar” destaco o seguinte trecho:

“Esse equilíbrio – Preço x local do estádio x importância da partida – tem que ser encontrado e está ligado à boa e velha formula da oferta x procura”.

Pois bem, hoje podemos dizer que temos uma única plataforma de venda de ingressos que é o Avanti.

Ainda que dentro deste programa existam planos diferentes, trazendo descontos ou prioridades, o torcedor se vê obrigado a ser um associado. Caso contrário somente conseguirá assistir a jogos menores e mesmo assim terá que pagar bem caro por um ingresso .

No último sábado, o público foi de 28.781 pagantes e renda de R$ 2.004.965,00.

Em primeira análise, é um excelente número, só que tem um porém.

E os mais de 10 mil lugares não ocupados, ou seja, não vendidos? No meu ponto de vista perde-se dinheiro com cada cadeira desocupada mesmo que se decidisse de forma extrema distribuir gratuitamente os ingressos não vendidos.

Pode-se alegar que esta “desocupação” está compensada na receita global do programa Avanti.

Não deixa de ser um argumento, mas não concordo.

Um estádio cheio valoriza o clube. A atmosfera dentro do estádio é mais empolgante, quem assiste em casa gosta de ver o estádio cheio, assim como a emissora de tv, os patrocinadores, etc…

Estamos de certa forma amarrados ao programa de sócio torcedor do clube e nos esquecemos das diversas outras possibilidades de venda de ingressos e ocupação do estádio.

Estas, até que estão presentes como nos casos dos alugueis dos camarotes e a recente entrada de aluguel também de parte das cadeiras, mas estes recursos não estão sendo explorados em sua plenitude. O fato que comprova é o estádio não ter ocupação máxima ou próxima.

Logo, nosso estádio não será mais a novidade e algo terá que ser feito.

Mais importante ainda do que a abertura de outras plataformas de disponibilização de ingressos que atendam aos diversos torcedores do Palmeiras é a montagem de uma equipe que dispute e GANHE TÍTULOS.

O momento é importante. Podemos aproveitá-lo para alavancar o clube e voltarmos ao cenário como protagonistas ou acreditar erroneamente que a torcida vai continuar “bancando” os ingressos da forma como estão sendo comercializados sem a contrapartida através um time vencedor.

A receita está ai e passa obrigatoriamente pela flexibilidade de ingressos para atingir todos os públicos e paralelamente a formação de equipes compatíveis com as tradições do clube.

Como referência, seguem abaixo alguns links quando o 3VV abordou um pouco o tema. Os exemplos e modelos citados não são necessariamente as soluções corretas, mas servem como base para reflexão visando encontrar as mais eficazes.

Outubro/2014
http://3vv.com.br/2014/10/arenas-sabem-vender/

Abri/2013
http://3vv.com.br/2013/04/arenas-lotado/

Abraço,
Claudio.

35 respostas em “Ocupação do Allianz: flexibilidade e time competitivo”

KKKKKK…..DIA PERFEITO FUTEBOLISTICAMENTE falando. Os queridinhos da imprensa maldita foram humilhados dentro da MEGACOMPOSTAGEM. E o cara da FOX so faltou chorar… e o PVC cutucando de leve. Os bambis (VAIDAR chupa…..) mostraram quem esta se apequenando…… AMANHA ´(HJ) é dia de muita alegria para todos NOS PALMEIRENSES. E por favor…. sem bullyng……gozação de leve!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Tchupa bambi! Borá secar a gambazada! Kkkkkkkkkkkkkkkkkk, e nem com o Vaidar prometendo pagar as dívidas , clube bem organizado, modelo de gestão moderna, blá-blá-blá , só essa imprensinha comprada mesmo pra acreditar nessas conversas moles pra boi dormir! Kkkkkkkkkkkkkk

O que mata mesmo é o horário, como levar a molecada em um jogo às 22;00 hrs? fora o frio e a garoa que estava… O ingresso no valor que foi cobrado para o jogo de ontem estava bom.

“Esse equilíbrio – Preço x local do estádio x importância da partida – tem que ser encontrado e está ligado à boa e velha formula da oferta x procura”. Acho cedo ainda para afirmar que esse critério está sendo mal utilizado, nossa média de público é convincente e a arrecadação esta bem alta, é aquela velha lei da oferta e procura, talvez com o passar do tempo os preços sofram alguma queda. Deixo claro que os valores beiram o absurdo em minha opinião, eu como avante até acho compensatório mas sei também que muitas pessoas estão excluídas do estádio com essa decisão, duro encontrar esse ponto de equilíbrio, quero meu time forte e ao mesmo tempo bem financeiramente, como conseguir isso ? Missão para nossa diretoria, eu só desejo sucesso.

Ontem a nossa defesa foi asssustadora! Só não aconteceu uma tragédia porque enfrentamos o Sampaio Corrêa. O Arouca faz muita falta para o ssitema defensivo. Quanto à ocupação da Arena, vejo com otimismo. Nós já temos em sócios-torcedores o triplo da capacidade da Arena. E esse número continuará crescendo inevitavelmente. É uma nova era no futebol brasileiro – e principalmente, é uma nova era para o Palmeiras. (Nesse quesito estmos na vanguarda) – que nunca mais voltará à situação anterior. O que o Palmeiras precisa é aproveitar ao máximo a nova situação sem “esfolar” toda a torcida. Tem de haver, realmente, um equilíbrio.

O Palmeiras é o único clube brasileiro que quando aplica uma goleada de 5 x 1 é criticado pela imprensa esportiva.

Com nenhum outro a avaliação é tão criteriosa e firme desse jeito…

Mas vc há de concordar que goleamos, mas saímos perdendo, tomamos duas bolas na trave e o prass fez pelo menos dois milagres. Poderia ter sido 3×3, 5×4 ou algo parecido. Ou seja, ganhamos mas tomamos um enorme sufoco de um time da segunda divisão. Jogando assim, como enfrentar o campeonato brasileiro?

Camarada, desculpa aí, mas não tem como achar que o jogo foi bom só por causa do placar, na realidade o placar foi um tanto enganoso. Torcemos, vibramos e comemoramos, mas o time foi bem aquém de suas possibilidades, isso é um fato.

Concordo com o Jessé. O jogo não foi bom e temos que melhorar muito, mas, imaginem qualquer dos queridinhos da mídia ganhando de 5 x 1 da forma que ganhamos. As manchetes com certeza incluíriam uma ou mais das seguintes palavras: goleada, show, fantástico, etc.

E graças ao televisionamento constante de seus jogos, Flajuto consegue mais um patrocinador: Jeep……………ou seja, exposição de marca = mais grana para o clube………………já para o Palmeiras, até o nome do estádio é boicotado. E ano que vem eles e small club receberão 70 milhões a mais que o Palmeiras.

Alguns comentários: 1) Enquanto não acabar a briga com a WTorre (arbitragem), a precificação não vai mudar, justamente por causa da questão do valor de ingresso que a construtora terá que repassar ao Palmeiras para cada cadeira vendida. 2) Time brigando por títulos é o melhor incentivo pra lotar o estádio. Veja os estádios da Europa, que não são novidade há muito tempo, mas estão sempre com lotação máxima ou quase. 3) Não vejo grandes problemas em privilegiar o Avanti como plataforma de venda. O barcelona faz exatamente isso e sempre deu muito certo pra eles. Acho que todos podem se associar, o plano mais barato é acessível à maior parte da torcida. Abraços.

Com relação à precificação realmente acho que influi a questão da arbitragem, porque se não me engano eles tem que repassar o valor do ingresso mais barato do ano anterior, né? Muito bem observado, mas em relação ao Avanti, o que pegou foi o reajuste do plano Ouro.

aumentou muito o plano ouro, de 69,99 foi para 109,99, acho que 100,00 estava de bom tamanho.

Esse plano ouro era realmente o melhor, agora ficou meio caro, mas ainda assim vale a pena pra quem vai à maioria dos jogos. Quanto ao aumento das mensalidades, fazia tempo que não acontecia, vamos ficar de olho pra ver se esses novos valores permanecem fixos por um bom tempo, já que subiu bastante e agora não terá mais troca de estadio (disseram que precisaram aumentar por causa da mudança do Pacaembu para o Allianz Parque).

Também não concordo com o preço dos ingressos, mais se não me engano o contrato com a wtorre, caso eles ganhem a disputa, fala do preço médio do ingresso do ano anterior, por isso acho que o nobre está colocando o preço tão alto assim do ingresso, eles seriam obrigado a pagar estádio cheio todo jogo com ingresso alto.

Boa análise! Na realidade sobre a polêmica do reajuste do Avanti só achei muita sacanagem o aumento do Plano Ouro, plano mais aderido pelas torcidas organizadas e isso ficou parecendo algo pessoal, um aumento pra R$ 90,00 seria até razoável, os demais estão de acordo com os seus benefícios e custos. Acho que seria muito bom pra todos que a diretoria revisse esse aumento em específico, que viabilizasse uma forma das torcidas visitantes ficarem no anel superior (ingresso mais barato que o Gol Sul), fechando a lateral e a frente com material transparente e ultra resistente, que entendesse que é muito melhor ter uma renda média de 2 milhões de reais com 36, 37 mil torcedores por jogo do que com 27, 28 mil e que pra isso seria de bom grado reduzir os preços em jogos normais. Acho que a mancha deu um primeiro passo, fazendo um protesto pacífico no sábado (apesar de pra mim ser inconcebível o fato de não ter jogado junto do time a partir do gol de empate, afinal já tinham sido 81 minutos de protesto com bola rolando, a mensagem já tinha sido passada, era hora de mostrar o verdadeiro amor ao Palmeiras) e puxando a massa ontem, agora. No meu ponto de vista, agora caberia à Diretoria dar um passo em direção à trégua e à paz, imagina a repercussão amplamente positiva que teria se o presidente viesse a público já antes do próximo jogo anunciar uma revisão do reajuste do Plano Ouro, e quem sabe do Platina, bem como ingressos com preços mais acessíveis em jogos que não sejam clássicos ou decisões. No momento acho esse um pensamento/vontade utópica da minha parte, só acho que a manutenção desse ambiente conflituoso não fará bem a quem mais importa nesse momento, a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS.

Acho que a questão é simples. Se abaixar uns R$ 10,00 (Gol Norte e Sul), uns R$ 20,00 (Superior) e uns R$30,00 (Centrais) já tá de bom tamanho. Qto aos visitantes, deixa eles no anel Superior, isolados com placas de acrílico/vidro dos lados e na frente (para não jogar nada nos que estão na parte de baixo) e, assim, não perderíamos espaços e aumentaria a renda

concordo com tudo, mas não estou a par dos ingressos desse último jogo, sei que estavam mais baratos (a meia estava cerca de 20 reais) mas não sei se esses esgotaram, é complicado quando temos um transporte ruim como é o de São Paulo, vocês acham que o Palmeiras poderia se envolver nisso também? Sempre acreditei nisso, o clube poderia fortalecer a ida e volta dos torcedores, embutindo no sócio-torcedor/preço do ingresso, mas não sei se é viajar demais… o ponto é que acredito que não lota tanto por valor do ingresso quanto acesso ao estádio, eu moro perto de metrô em São Paulo e mesmo assim, corro risco de chegar em casa muito tarde, caso o metrô feche e todos esses problemas que os paulistanos conhecem bem

Claro, pq se abrisse, venderia uns 3000 ingressos e teria que pagar toda a segurança de um jogo de 40.000 pessoas.
Veja onde ia o custo do jogo…

Ontem a parte de cima fechada e torcedores tentando comprar ingresso, pelo amor, isso é ridículo.

P.N. sempre priorizando o caixa em vez da torcida…

Falando em Allianz Parque, nosso gramado não está legal.
Assim como o OO, nosso gramado está demorando muito para se acertar. Quantos mêses vamos esperar para os dois ficarem bons???

Concordo com o autor! E fico assustado com o fechamento de parte do estádio, mesmo em jogo menor! Era chance de trazer pro Allianz Parque gente que não teve acesso a outros jogos,. Deve ter muito aspone com planilha do Excel pensando errado este negócio! Mas como sempre, ao invés de aceitar o bom debate, atacarão dizendo que reclamamos de tudo. Parabéns pela abordagem lúcida!

Não me parece que se esteja fazendo algum tipo de equalização na precificação dos ingressos. A impressão que fica é simples: associe-se ao Avanti ou então não reclame. Enquanto tudo for novidade (estádio, time, técnico, jogadores, diretor de futebol, etc.) me parece que continuaremos com boas rendas, mas no médio e longo prazo acho que a estratégia vai se esgotar, então é melhor criar um modelo sustentável no longo prazo enquanto ainda estamos na curva ascendente e não na descendente.

Excelente, Clabap. Esse debate tem que ser trazido à discussão, com urgência.

Porque o Oxxxvaldo não testa o Girtto,que veio junto com perna de pau do Vitor Hugo??
Cadê o Alione, o Tóbio??
Me desculpem mas Vitor Hugo, Amaral, etc. é duro.
O Robinho e o Rafael Marques precisam abaixar a bola, não são tudo o que eles pensam.
Descanse Mago você precisa. O Zé Roberto com 41 anos joga todas e você ……
Não dá para entender. Se tivéssemos um técnico de verdade, isso não aconteceria.

Lito, com qual técnico de verdade isso não aconteceria? FElipão, Kleina, Dorival Junior? Aconteceu com todos…esse problema não é do OO, vem de muito antes…querer colocar na conta dele é sacanagem.

Ganhar títulos com Oxxxxvaldo, Vitor Hugo, Vitor Ramos, João Paulo, Renato, Rafael Marques não dá.
Precisamos de um 3, 6, 9 e 10 e um técnico.
Ainda bem que o Oxxx vvaldo deu folga ao chinelinho Valdívia, jogou muito esse ano.
Cadê o Mattos????

Os comentários estão desativados.