Categorias
Futebol com Números

Oito centímetros

Por Luís Fernando Tredinnick

Amigos, não sei quanto a vocês, mas eu ainda estou remoendo a derrota nos pênaltis. É aquela coisa, se no primeiro jogo o Dudu bate o pênalti uns 8 centímetros para baixo, a história do campeonato teria sido completamente diferente.

Como sabemos que o “se” não importa, o negócio é olhar para frente.

Futebolisticamente parece que estamos na direção certa. Contamos finalmente com alguém competente na arte/ciência de contratar jogadores e contamos com um elenco que tem várias opções (ainda que precise de alguns reforços pontuais). Confesso que o nosso técnico me surpreendeu positivamente nesse curto período.

Em termos de criação de receitas adicionais para mantermos e melhorarmos o nosso futebol, acredito que precisaremos fazer alguns ajustes mais do que revoluções. Acredito que vai melhorar muito a discussão que há sobre o preço dos ingressos e dos planos de sócio-torcedor se olharmos o que acontece com o nosso adversário isento de impostos, já que as receitas encolheram nos últimos anos. Pretendo abordar o assunto nos próximos posts.

Em termos de perenidade – ou seja, em termos de política interna e separação do futebol e do clube social – continuamos na idade da pedra e sem perspectivas de melhora.

O relativo sucesso futebolístico nestes primeiros meses de 2015 em contraste com o vexaminoso ano do Centenário não pode mascarar os problemas existentes e a inevitável, dado as estruturas atuais, contaminação do futebol pela política do clube. Temos condições de trabalhar nos dois fronts ao mesmo tempo e quanto mais rápido trabalharmos melhor será para o Palmeiras e para todos os Palmeirenses.

Malditos 8 centímetros.

Saudações AlviVerdes

* Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras no 3VV explicando, a quem conhece e a quem não conhece, os números do futebol

24 respostas em “Oito centímetros”

Quando times equivalentes jogam, o DETALHE é que decide… Por alguns anos o Palmeiras não perdia no detalhe, perdia porque era muito inferior aos melhores times do país… e em relação aos piores, aí sim, ganhamos e perdemos no DETALHE.. assim foi que nos safanos do rebaixamento em 2014.. Hoje, estamos no caminho certo, nosso time é superior a mais da metade dos times da Série A.. vamos disputar na parte de cima da tabela… Mas, DETALHE não é sorte, é competência .

Não foram só os 8 centímetros que nos tiraram este campeonato. Começamos a perder o campeonato quando sequer mandamos um representante para o sorteio do trio de arbitragem, que diga-se por sinal teve uma atuação brilhante na vila, o santos agradeceu profundamente….

Leiam este post, prestem atenção nas imagens ilustrativa desse absurdo acontecido em Santos e sequer comentado pelos nossos presidente, diretor, técnico…

Interessante esse ponto de vista, mas tenho outro: o bandeira não enxergou os 8 cm , nem os 15 cm do adiantamento, o olho humano não tem essa capacidade daquela distância, o pênalti em cima do RM, o outro penalti do segunda jogo, os amarela distribuidos a large Mao pros nossos jogadores e outras muitas faltas invertidas ou não assinaladas… As duas ou três vindas do modesto Roma na FPF na semana entre uma partida e outra… O Santos comprou esse título, simples assim , se o Dudu tivesse convertido aquele pênalti o Ceretta ia inventar algum pra eles, faltou pre$$ao da nossa diretoria nos bastidores! Eu particularmente não gosto disso, mas é assim que funciona … Depois fica todo mundo perplexo quando o Vrasil toma 7 da Alemanha… Mesmo assim hoje a tarde estarei no Allianz com meu filho, a nossa parte ( torcida) nós fazemos …

Penso o mesmo em relacao ao penalty do Dudu. So torneria a missao mais ardua para o “juiz”. Agora temos que ficar de olho para que nestas proximas 38 finais o fato nao se repita.
Nao quero favorecimento, quero apenas uma arbitragem justa.

Realmente, os tais “8 centímetros” – seriam 8 mesmo? – nos complicaram muito. Os – talvez – também 8 centímetros que o Amaral estava à frente da zaga praiana foram ainda piores. Fiquei pensando: o bandeirinha poderia ter errado e não ter visto o impedimento. Já que eles erram tanto… Afinal, na dúvida, não é pró ataque? Ou o bandeirinha não teve nenhuma dúvida? O fato é que perdemos o título por causa de alguns centímetros. Foi uma pena. O “Paulistinha”, como dizem alguns, perdemos, mas o Brasileirão é nosso.

pirata e henrique zagueiro , poderiam voltar ai o verdao iria buscar esse caneco mais facil

Olha, o Henrique, quando foi embora, não estava jogando muito bem, não. Nervoso, tenso, fazia muitas faltas. Não sei se voltou aos seus melhores momentos. Ele é titular no Napoli?

Não, eventualmente entra na equipe mas tem ficado constantemente no banco de reservas. E já passou da hora de repatriarmos jogadores que tiveram seus momentos por aqui mas que hoje são páginas viradas. Chega, vamos olhar para a frente.

Eduardo, acho que você quis dizer que passou da hora de pararmos de repatriar jogadores. E eu concordo 100%. Apesar de achar que o CX, por causa da postura dele (e da forma que chegou – sem pagarmos por isso) que é bem diferente da maioria, será uma boa contratação.Agora, a grande maioria desses, deu errado. E não estamos falando de craques, estamos falando do Henrique, ou seja, ainda mais chance de dar errado.

Luis, mais uma vez parabens pelo texto. Eu venho batendo nessa tecla faz algum tempo, está tudo muito bom, está tudo muito bem, temos um bom elenco, alguem do ramo comandando o futebol, sucesso com a nova arena, socios torcedores já bateram 120 mil mas, mas…. cade a tão sonhada reforma estatutaria separando o clube do futebol??? Isso é a nossa sobrevivencia no futuro, pois os mesmos ~sobrenomes~que levou o caotica situação vivida nos ultimos anos, continuam por aí, assobrando a SEP porque ainda tem espaço e continuam vivos e se fortalecendo. Quero curtir esse momento que estamos vivendo e creio que realmente temos elenco para ganhar esse brasileiro, mas queria ver essa historia de estatuto resolvido, mas pelo jeito vou ficar querendo…

Caro “quase xará de sobrenome”, compactuo totalmente com seu ponto de vista. Estádio lindo e moderno cheio de sócios-torcedores vira atração de momento sem uma estrutura que nos permita entrar finalmente no século XXI com uma gestão profissional de verdade – e não aquela que permeava o discurso do ocupante do cargo da presidência ao assumir seu primeiro mandato. Se a política nefasta do clube continuar colocando interesses pessoais à frente do bem geral do Palmeiras, daqui a pouco voltaremos a oscilar, a cair de produção, a decepcionar e tudo o que foi plantado pode ser arrasado pelas geadas da vaidade. Também acho que vou morrer – já passei dos cinquenta mas ainda pretendo ficar por aqui um bom tempo – sem ver essas mudanças estatutárias saírem dos discursos e do papel.

Pois é “xara” eu daqui a pouco chego nos 50 e também pretendo ficar bastante tempo por aqui :), o ideal mesmo era essa separação (clube/ futebol) e que fosse criado um modelo de governança para evitar que algum louco ( isso temos de monte) entre lá e resolva administrar o Palmeiras como se fosse uma lanchonete, um restaurante, buteco, enfim… Acho que tem gente lá dentro preocupada com essa mudança, espero que eles tenham força para levar isso pra frente!!.

8 centímetros foi também o quanto o Amaral estava à frente da zaga dos sardinhas quando fez o gol que seria de empate. Duplamente malditos 8 centímetros.

Também acho que estamos no caminho certo! Eu acredito que temos condições de brigar pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa do Brasil. E na minha opinião o trabalho do Oswaldo é muito bom. O time tem um padrão de jogo claro, e temos jogado um futebol moderno. Mais um tempo de lapidação, e com o Cleiton Xavier entrando no lugar do Valdívia, o time vai voar.

Abraços.

Ainda estamos no ano do centenário !!!! O ano do centenário só acaba quando fizermos 101 anos !

Na verdade, Arthur, o centésimo ano da história do Palmeiras começou em 27 de agosto de 2013 e foi completado em 26 de agosto de 2014. Pouca gente presta atenção nisso, mas é a mesma regra pela qual, embora tenhamos comemorado o novo milênio na passagem de 1999 para 2000, o século XX terminou apenas em 31/12/2000, ok?

Os comentários estão desativados.