Categorias
Resenha dos Jogos

Pós Jogo Internacional 1×0 Palmeiras: jogo feio, resultado pior

 

O Palmeiras perdeu para o Inter em Porto Alegre por 0x1 na noite desta 4a feira.

O time sofreu com os desfalques. Sem Arouca (poupado) e vários desfalques por cartão o Palmeiras pegou um Inter bem ruinzinho. Mas mesmo assim perdeu.

O jogo teve poucas chances. Muito truncado. O Inter fez o gol quase sem querer, numa cabeçada de muito oportunismo e sorte do volante Nilton. Mas pouco se criava. O Palmeiras teve uma chance de gol no 1o tempo com Girotto. O goleiro Muriel espalmou.

No 2o tempo MO colocou os argentinos Mouche e Allione. O time melhorou mas sofreu com a expulsão de um Leandro Almeida muito estabanado nessa partida. Com 10 em campo o time ainda conseguiu equilibrar a partida. No final o Inter também ficou com um a menos e Jackson perdeu a bola do empate.

No final a derrota nos deixa estacionado com 35 e muitos times se aglomerando em volta dessa pontuação. Lá no G4 a briga continua quente.

Fim de semana é a vez de pegar o Figueirense em casa e fazer três pontos. Assim se reaproximar do G4.

Saudações Alviverdes!

244 respostas em “Pós Jogo Internacional 1×0 Palmeiras: jogo feio, resultado pior”

Eu achava que o Valdivia não jogava só por causa dele, por ser cachaceiro baladeiro e chinelinho mas agora vendo CX8 tendo nova lesão se recuperando da velha (parece piada), tenho certeza que os caras que trabalham no DM do Palmeiras são corintianos. Só pode!

Esqueci de citar, que contrataram um cara para fazer a ligação da defesa com a ofensiva, só que o cara nunca guerreou. Será que ele não serve ou ele não contribui para os cofres oficiais?

Pra quem espera ansiosamente pela morte do sapo-boi, saibam que ele bebe um vinho que o torna praticamente IMORTAL—————-Por isto mesmo o cara é vitalício !!!!OH MY GOD !!

Que Marcelo OLIveira é PANELEIRO,isto é FATO !!!Quando chegou, a primeira coisa que disse:-Não precisamos contratar mais ninguém !!!! Só faltou disser o elenco é fabuloso !!!KAAAAAAA!!! MINEIRO- GARGAMEL………..

Só mais um comentário, vejo muitos mencionarem que estamos em 2014 parte II, e que ano que vem será 2014 parte III. Sou só eu que acho que o Palmeiras ainda está em 2002?? Pior ainda, excluindo a era Parmalat, pra mim o Palmeiras parou no tempo em 1978… coincidência não!?

Pois é. O Sapo Boi faz 75 anos esse mês, seu tempo está acabando (antes tarde do que mais tarde), mas infelizmente ele fez escola dentro da SEP, enraizou suas entranhas em todos os setores e entre muitos conselheiros. Sinceramente, não fosse pelo nome e pelo futebol, o clube social já teria acabado a muito tempo. Por isso o Criscio bate forte na tecla (e eu apóio muito) da separação entre o futebol e o social, pq as alamedas estão contaminadas até suas fundações, e não há dedetização que resolva.

Se formos analisar mais profundamente, Diogo, você está certo. Mais precisamente, paramos em 18 de agosto de 1976, quando Jorge Mendonça fez o gol da vitória sobre o XV de Piracicaba e decretou o 18º título paulista (naquela época, algo muito importante) da nossa história. A diferença em relação ao que veio depois disso até a chegada da Parmalat e entre o que veio após a saída da multinacional italiana e agora é que nos 17 anos de fila ainda tivemos times bons, ganhamos vários clássicos e jamais tivemos campanhas patéticas e vergonhosas (disputamos duas vezes a Taça de Prata, antiga Série B, por conta de maus desempenhos nos campeonatos estaduais de 1980 e 1981). A referência de 2014 como sinônimo de fracasso absoluto é que desde antes do nosso ano de centenário ter começado a catástrofe já estava anunciada (“não seremos reféns do centenário”), de janeiro a dezembro nada foi feito para evitar o pior e ele só não aconteceu plenamente por total incompetência dos adversários. Neste ano melhoramos muito nosso desempenho em clássicos estaduais, mas não gabaritamos o time para disputar títulos. E quase tudo indica que a “perfumaria” vai continuar na próxima temporada, porque falta (como faltou nesses últimos 39 anos, mas mais acentuadamente nos últimos 15) ambição a quem apenas mama nas tetas e no nome do Palmeiras. Traçando um paralelo com a atual situação do país, você não vai mudar a Educação no Brasil apenas colocando mais professores nas escolas nem construindo mais instituições de ensino, é preciso antes disso qualificar e valorizar o que já existe, estabelecer metas ousadas a serem atingidas dentro de um planejamento sério e então transformar a qualidade em quantidade. Tudo o que os nossos governantes e os dirigentes palestrinos não fizeram nem vão fazer, simplesmente porque dá trabalho mas dá resultado, e quando isso acontece fica comprovado que eles, dirigentes e governantes, são dispensáveis.

O Nobre está mais preocupado em puxar o saco do padrinho político dele que hoje é presidente da CBF. De acordo com sua filosofia mercantilista, o torcedor que paga preços altíssimos no Avanti “está fazendo um gol pelo Palmeiras”, mesmo porque os fraquíssimos jogadores que ele contrata não têm essa capacidade. A cada três meses é lançada uma camisa nova, para tocar o coração – e principalmente os bolsos – daquele torcedor mais apaixonado, enquanto que nosso aproveitamento em casa é inferior ao da Chapecoense. Uma das poucas boas revelações dos nossos 101 anos de história faz quatro gols em dois jogos e ao invés de se correr atrás de um meio-campista habilidoso que possa tornar esse garoto o artilheiro do campeonato o máximo de ousadia que se vê é tentar usá-lo como imagem e símbolo de “modernidade” para atrair novos sócios torcedores. Muita gente caiu no sono com essa cantiga de ninar sonhando com um estádio maravilhoso e com recordes de arrecadação e de adesão ao programa de sócios, mas aos poucos todo mundo vai acordando para o pesadelo de um time comum, fraco, sem personalidade nem ambição.

Sérgio ainda tem gente que escreve aqui no 3v, que o Príncipe deveria ter um relacionamento melhor com a dona do futebol brasileiro. Relacionamento de imprensa com o futebol é sancionado pela lei do paga mais. Ela paga? Não. A Record ia pagar mais. Tem que estrilar, brigar, fazer valer os 18 milhões de torcedores. Quanto ao Risek (pra mim é ri, pois -“faz-me rir”-refrão, de uma música popular antiga, que era utilizado para zoar os gambás) ele faz parte da corja que dirige a RGT. Mandaram embora o Sérgio Noronha, o Paulo César Pelezinho e outros, que emboram tenham no coração um clube, eram mais isentos.

O Palmeiras é o time do ano que vem. Entra ano e sai ano e estamos sempre na mesma condição e situação. Somos há pelo menos 15 anos , um time medíocre , sem expressão , sem respeito. Os outros times não respeitam mais o Palmeiras. E com isso , nós torcedores sofremos e não temos expectativa e muito menos perspectiva.
Em 2012 fomos rebaixados. Em 2014 todos viram o nosso sofrimento , fomos salvos na última rodada.
Esse ano , essa irregularidade , essa instabilidade já começa a preocupar. G4 ? Z4 ? O que o Palmeiras vai dar ao seu torcedor ? Meio de tabela ?
Ué ? Aonde está indo o dinheiro das rendas milionárias no Allianz Parque ? Com o dinheiro que está entrando era para estarmos em 1o lugar no campeonato. Sem mais.

Press, press. Todo mundo indignado com os 6 jogos do Dudu. Quando aqueles pseudo jogadores dos marginais só pegaram 4 jogos ao inves de 180 dias, não se deu destaque a isso. E esse árbitro, merecia ter apanhado de verdade. E o Rizek e um gambá fdp., que não merece crédito. Só mesmo uma imprensa, totalmente comprometida com a INVERDADE

Cancelar o avanti só vai piorar as coisas. É exigir do sr. Nobre que use direito esse dinheiro quenão é dele e contrate jogadores de verdade e não esse monte de tranqueira , o Avanti não pode é ser usado como baciada..

O pior é que não é só o Vitor Hugo que teve contusão na cabeça. Quem contratou mais uma vez na base da baciada achando que quantidade resulta em qualidade tendo passado por isso outras vezes sabendo que NUNCA dá certo também deve ter batido a cabeça na hora do parto.

Meros palpites e exercícios de futurologia (e não profetização do apocalipse): ganharemos de Figueirense, Vasco, Coritiba e Ponte Preta em casa, empataremos com Sport, Cruzeiro e Grêmio aqui e com Flu, Bambis e Avaí fora e perderemos de Santos, Atlético PR, Chapecoense e Flamengo fora, terminando com 50 pontos (dez a mais que em 2014) em 9º ou 10º lugar (melhor colocação desde 2009, é bom enfatizar pois isso será usado pelos otimistas de plantão). Na CB perderemos do Inter lá por 1×2 lá e ganharemos por 3×2 aqui. E em janeiro reforçaremos os cofres de América MG, Botafogo, Coritiba, Chapecoense e outros times de ponta do futebol nacional, trazendo mais uns 25 meia-bocas anunciando que “será difícil ganhar da gente”.

No site do globo: “Degastado, Sasha revela que Argel pediu para forçar o terceiro amarelo”………………..será que o jornaleco risek irá cumprir a sua “missão de jornalista” e ligar para o STJD e pedir a suspensão do Sacha, como fez com o Valdívia?……………….. e me pergunto, pq na g…e…n…i do futebol não tem nenhum homem para lembrar disso???? Até quando iremos aguentar regras diferentes para o clube que torcemos e nenhum diretor, presidente, conselheiro, jornalista “palmeirense” e mídia palestrina” se manifestar contra esses absurdos? Todos esses fatores e outros juntos, contribuem para sermos o eterno time do ano que vem. Futebol tupiniquim está dando náu—-seas.

Levi, o atual presidente do Palmeiras é cria do mesmo esquema que colocou seu padrinho político no comando da CBF. Ele estudou com a filha e jogou bola com o filho do Del Nero (ele mesmo contou isso no “Bola da Vez” da ESPN esta semana). Você acha que ele vai colocar essa amizade e os interesses atrelados a ela em risco por causa do Palmeiras? Paulo Nobre é completamente incompetente quando o assunto é futebol, mas burro ele está longe de ser. Sendo assim, não importa o que as arbitragens façam dentro de campo ou o que a sua incapacidade faça fora dele, nada vai mudar em relação ao time.

mais uma vez somos sacos de pancadas !!! se tudo der certo, vamos ficar entre 8o. lugar (no máximo) e 13o. lugar. Copa do Brasil, pode esquecer, já está eliminado. Que sina interminável !!!!!

Era uma vez, num reino bastante amado por todos, um rei, que não manadava, pois ele ia sempre ao oráculo perguntar pro seu feiticeiro, vulgo Sapo-Boi, o que devia fazer. Então o povaréu passou a chamá-lo de Príncipe. E o Príncipe tinha muitas batalhas a guerrear e, orientado pelo Sapo, tentou angariar fundos para isso, e quase, na primeira fase do seu reinado, perdeu a guerra. Deixaria de ser um reino do pimeiro mundo e passaria a ser um do 2º. Mas o reino sobreviveu e eis, que ele resolve modernizar a pátria. Deixou seu exército de lado e resolveu investir em soldados mercenários. Um parêntese na história. Seu exército, prata da casa, era sempre financiado por privados, o governo punha pouco orçamento. Por isso mesmo, não tinha direito a receber nada, caso algum soldado prata da casa, fosse vendido para o exterior. Além do que, não conseguia fazer sua prata da casa ser de boa qualidade. Mas voltemos ao conto. Trouxe um novo comandante para seu exército, considerado o rei da estratégia, muito babado pela mídia mundial. Combinaram que ele podia trazer um bocado de mercenários, seus amigos, que eles dividiam benezes, para tentar ganhar alguma guerra. Contra os vizinhos costumazes, não deu certo. Perderam na hora H. Iniciou-se outra guerra, contra países mais distantes e vizinhos também, composta de várias batalhas. E o estratégista foi perdendo várias. Mas a press fazia questão de proteger o estrategista. Aliás, a press é contra esse país amado. Então o Príncipe, sempre a mando do Sapo Boi, contratou outro comandante, chamado de Bi-vencedor, para seu exército. Mas o contrato era idêntico ao feito com o estrategista: você pode trazer seus homens de confiança. E o Bi-vencedor trouxe um especialista em defesa de sua confiança. O Príncipe, que também tem ganhos, com contratações de mercenários, resolveu trazer um soldado para melhorar sua ofensiva. Só que todos avisaram, que ele tava comprando, gato por lebre. Mas o bolso de cada um, conta mais do que a pátria, ou reino amado. E com o novo defensor, como a nova ofensiva, foram mias batalhas perdidas. Tem um Coronelzinho, prata da casa, que pode salvar várias batalhas. A guerra tá perdida. Tem um outro coronel, que está fora de combate, suspenso pelo inimigo, que deu várias vitórias. Tem outro ferido, que era especialista de defesa. E assim a guerra foi perdida. O reino amado tá uma zorra. O exército é muito numesoso, além da conta, muito dispendioso. Mas o Príncipe jura que as finanças tão em dia. E o povo? Bem povo é povo né? E os 18.000.000 de habitantes acham que tudo vai melhorar. Essa é a esperança.

Nem Esopo contaria essa fábula tão bem, Renato. A dúvida que fica é: se alguém se dispuser a beijar esse sapo-boi, no que será que ele se transformará já que o príncipe é o protagonista? Ou será que se alguém beijar o príncipe ele também se transformará em sapo-boi?

Esqueci de citar, que contrataram um cara para fazer a ligação da defesa com a ofensiva, só que o cara nunca guerreou. Será que ele não serve ou ele não contribui para os cofres oficiais?

Bom dia. Acho que o MO se perdeu no meio do caminho e estamos na fase final sem uma equipe definida. A grande falha dele é a insistência com LA que em nenhum momento justificou a contratação e deve jogar o menos possível. O jogo de ontem era complicado devido os desfalques, mas pelo que vimos dava para ganhar.
Alguns jogadores estão muito burocráticos e devem ser menos utilizados como o Rafa Marques, Egídio e o treinador deve priorizar que está a fim. Acho que o caminho seria uma equipe mais rápida com Jackson na zaga, Thiago MV e Allione G Jesus e Dudu e Kelvin quando voltarem. Ainda dá para buscar o G4

Se o MO insistir nesse ameba do Leandro Almeida perderá o meu respeito por esse treinador e começará a pressionar em cima dele, mas também nós palmeirenses precisaremos a pressionar esse Departamento Médico que a muito tempo eu vinha falando que mais parece um triangulo das bermudas e está fazendo uma diferença enorme e prejudicando o nosso time. REVOLUÇÃO E MUDANÇAS NESSE DEPARTAMENTO MÉDICO JÁ!!!

A diferença entre um time que quer ser campeão e um time medíocre está nos números da tabela.
Corinthians 15 vitórias e 3 derrotas.
Palmeiras 10 vitórias e 9 derrotas.
Simples assim.

A única saída para a torcida é: CANCELAR O AVANTI, pois o dinheiro que foi investido para o time não está tendo retorno, só contratações bisonhas.

E outra coisa precisa ficar bem clara. O problema não é só o Leandro Almeida não. É o time inteiro, é o elenco. A ausência de bom futebol é coletiva, do camisa 1 ao 50…60, sei lá. A mediocridade é geral.

Agora começa a fase mais perigosa para quem tem muitos jogadores emprestados e não os compra e nem sinaliza que continuarão, além do time n~åo ter mais ambição nenhuma……. isso ocorreu ano passado e escapamos na bacia das almas. Palmeiras já sinalizou ao time chinês, dono do passe de Rafael M, que não ficará com o jogador. O time chinês estaria pedindo US$5 mi. ……Robinho teve proposta e n~åo foi vendido… futebol desapareceu. Jo~åo Pedro também teve proposta e já nos tirou 8 pontos com erros, inclusive perdendo gol contra o sport. Quando mo colocou zé na reserva o time ficou compactado, ele voltou e só ontem conseguimos evoluir em relação aos últimos 5 jogos….tomamos só 1. E os torcedores do cpritina avisara sobre o zagueiro Leandro…. que foi….comprado.

fosse o palmeiras, contrataria o barcos novamente, alessandro e cristaldo, sao apenas medianos, contrataria o zagueiro henrique novamente, dispensaria toda a zaga, vitor hugo apenas na reserva, nao se enganem hugo e um zagueiro que treme, azaradissimo, precisamos de dois zagueiros de ponta, e um meia alessandro do inter porto alegre ajudaria bem, nosso goleiro rebate todas eu contrataria o goleiro reserva do gremio ou o fabio, nao adianta culpar os tecnicos, dorival soneca e oswaldo magoo, estao indo muito bem nos seus clubes, infelismente tem muita gente ganhando na compra de jogadores mediocres, e o sr. mattos precisa escolher melhor seus produtos, olhar melhor os arquivos e estatisticas jogadores, osvaldo volante do atletico seria boa compra tambem

Pois é, Levi. O melhor zagueiro que tínhamos (que não era nenhum Luis Pereira nem mesmo um Clebão) foi embora. Vamos cobrar o Marcelo Oliveira, mas com o material humano que ele tem em mãos não dá pra ser muito diferente. Agora, eu queria mesmo saber é quem indica a contratação de Leandro Almeida, Alecsandro, Alan Patrick, Ryder, Vitor Ramos, João Paulo e de Lucas Barrios há quase dois anos sem férias. Se no lugar desse monte de lixo tivéssemos contratado o Conca e efetivado o Jesus como titular desde o começo do campeonato, não estaríamos 16 pontos distantes da liderança.

Leandro Almeida esgotou a paciência da torcida, que já não é das maiores… Com 9 desfalques, contra o nosso maior carrasco, não poderíamos esperar muita coisa… Título já era há tempos, vaga no G4 ainda tá perto… Se esse Inter é o melhor que eles têm, com o nosso time titular podemos passar fácil na Copa do Brasil.

Cara, ontem foram 9(!?) desfalques, não é pouca coisa… se o melhor do Inter foi o que jogou ontem, dá pra passar sim e com facilidade!!!

Já disse isso algumas vezes, outros também disseram, mas como não há provas o que podemos fazer é apenas especular: Deve ter muita gente dentro do Palmeiras enchendo o bolso com essas contratações ridículas!! É inacreditável a capacidade de contratar jogador ruim ou meia boca, sendo que na base tem aos montes com custo zero. Se eu fosse conselheiro pediria uma Auditoria com urgência.

Exatamente, Diogo. É como o “auxílio-apito” que o SCCP recebe: jamais alguém vai admitir publicamente, mas todo mundo sabe como funciona o esquema. Não entra na minha cabeça que alguém possa ter indicado Ryder, Alan Patrick, Vitor Ramos, Leandro Almeida, João Paulo e mais alguns nomes dos quais prefiro me esquecer pensando apenas no bem do Palmeiras. Precisamos de uma “operação lava-a-jato” no clube com urgência, senão 2016 será apenas “2014 – O Terror parte III”.

Os comentários estão desativados.