Categorias
Opinião

Opinião: o efeito Allianz

 

Por Vicente Criscio

Na onda da celebração pela reentrada ao G4, desta vez dois pontos a frente do 5o colocado e 4 atrás do G3. E aí: o time vai decolar nas 11 últimas rodadas? Vamos chegar no G4? G3? Dá prá brigar pelo título?

Enquanto conjecturamos as possibilidades, quero destacar mais uma vez o fator Allianz Parque.

Enquanto nosso estádio estava ocupado para o show de Rod Stewart (efeito colateral que viabilizou o projeto da Arena) o Palmeiras jogava no velho Pacaembu.

Ok, é também simbolicamente a nossa casa, somos os maiores vencedores no velho Pacaembu, e a celebração da Arrancada Heróica emocionou aqueles que entendem seu significado. Mas o curioso: contra o adversário direto pelo G4, embalado por uma excelente vitória contra o Fluminense, o Pacaembu recebeu público pagante de 21.257 torcedores, com renda bruta de R$ 971.475 e ticket médio de R$ 45,70. Nos dias de hoje, para nós, isso é um pequeno público. Foi a segunda vez que ficamos abaixo de 26 mil torcedores (na anterior, contra o Figueirense, jogamos num sábado a noite, onde a renda foi de R$ 1.350 mil).

O público médio no Allianz em 13 partidas neste Brasileirão foi de 33.090 pagantes. O público do Pacaembu neste último sábado é 36% menor que a média do Brasileirão. E a renda bruta foi de R$ 1.285 mil inferior à média.

Noves fora de tanto número a constatação óbvia: o Allianz Parque impulsionou a venda de Avantis (não é coincidência que o número de sócios cresceu fortemente desde a inauguração do Allianz, um ano atrás) e traz um adicional de receitas de bilheteria impressionante.

Sejamos conservadores. Se em 40 partidas por ano no Allianz ele traz um adicional médio de R$ 1.258 mil por partida, ele traz mais de R$ 50 MM de renda bruta por ano.

E isso sem contar (ainda) com um time campeão, e disputando títulos. Estamos falando em um time em processo de formação, de maneira pragmática brigado “apenas” pelo direito de disputar a Libertadores do ano de 2016.

Caberia um “valuation” até prá saber qual o adicional líquido e quanto vale isso em valor presente nos próximos 30 anos. Faça as contas. Isso é apenas parte do valor que o projeto Arena e o agora Allianz Parque trouxe ao Palmeiras (o correto seria ainda adicionar as receitas de naming rights and supply rights, além de camarotes, shows, etc). Sem falar na auto-estima. E sem falar na alavancagem do Avanti, que permite outras propriedades de marketing a serem ativadas.

E tudo isso no contexto atual. Pode-se imaginar se tivéssemos um time disputando cabeça a cabeça com o Corinthians, e com uma equação coerente de precificação de ingressos? Claro, e por que não: em harmonia e pensando em projetos conjuntos com a parceira?

Saudações Alviverdes!

46 respostas em “Opinião: o efeito Allianz”

Palmeiras no caminho certo, graças e Beluzzo e Paulo Nobre….. doa a quem doer (e são muitos nos dois casos). Há!??, antes que eu esqueça um teve a sorte que o outro não teve….valeu, abraços!!!

Quanto ao importante fator Allianz, acho q dá para a diretoria ter mais inteligência entendendo um pouco a demanda pelo jogo, horário, apelo, ganho esportivo.
Erraram demais em muitos momentos este ano e não podem deixar de aproveitar ao máximo esta enorme vantagem q temos sobre sccp e spfw q é a renda de bilheteria. Até pq nosso acordo de televisão é muito inferior e é um jeito de diminuir este absurdo.
E cabe perguntar: afinal de contas, quando será esta bendita arbitragem?

Título se resume a uma mera possibilidade matemática. Não vou mentir q para assuntos do Palmeiras sou um otimista compulsivo e saí do Pacaembu no sabadão já pensando: “amanhã santos mata o curica no entulhão, abala a confiança por lá e aí serão só 10 pontos. Dá pra sonhar.”
Mas com a atuação patética do santinhos já era. Rezar pro Galo seguir firme na perseguição e chegar no confronto direto 2 pontos atrás só.
Mas o G3 é bem real e possível, só 4 pontos atrás do grêmio q tem um bom e arrumado time, mas tem pouco elenco.
Copa BR temos boas chances, passando por esta asa negra q é o Inter já mostramos q podemos vencer o grêmio tb, ainda mais neste momento q o Verdão parece ter inflexionado para cima de novo. E aí final, mais provavelmente contra o Santos.
Acho q esta semana será a do Xô zica total. Ganharemos de 2×1 no Beira-Rio e domingo metemos 4×0 no spfw voltando a vencer lá depois de 13 longos anos, derrubando técnico e tirando-os da disputa de vez.

perdemos 4 jogos seguidos, ganhamos 3 jogos seguidos, dá pra acreditar sim, o time teria que ganhar todos os jogos até o final, como palmeirense sou que nem você, acredito até o final… acho que um dos dois times da frente pode deslizar até o final, mas vamos ver… o título da copa do brasil é mais real…

Os proximos 4 jogos do calendario definem o ano entre Inter, Gremio, Palmeiras, SPFC e Santos. Desses, quem cair fora da Copa do Brasil apostam tudo no campeonato brasileiro e podem ficar um pouco a frente. Quem continuar na Copa vai estar a 4 jogos de um titulo e brigando pelo G4. Esta na hora de mostrar se realmente temos elenco. Se passar pelo Inter e ganhar de Bambis e Chapecoense temos tudo para terminar bem o ano.

O Allianz Parque é a nossa nova “Parmalat” e com a enorme vantagem de ser permanente, a arena estará sempre à disposição do Palmeiras ao longo das décadas. Temos a faca e o queijo nas mãos, é só cortar e comer. Tem de ser extremamente incompetente em não fazer do Palmeiras o protagonista do Brasil já a partir do ano que vem.

VACCARI- Concordo em genero numero e grau.Alias essa é a melhor saida para o PALMEIRAS voltar a ser grande DE VERDADE. Eu nao sou dos ficam deslumbrados porque estamos no G4. Eu sou do tempo que a disputa era pelo titulo sempre. Eu quero esse PALMEIRAS de volta. E so tem uma pessoa que pode fazer isso. E esse nome é VICENTE CRISCIO. Punto e basta.

eu acho meio idiota ficar fazendo essas comparações em 1992 era um outro momento, o futebol brasileiro era outro, o nível era outro

Para ganharmos títulos e grandes conquistas para o clube não basta ter somente o efeito Allianz Parque, tem que ter um elenco muito competitivo, tem que ter força nos bastidores (coisa que infelizmente o Palmeiras não tem – olha os exemplo dos gambás??), tem que mudar esse Departamento Médico e preparação física que deixam tudo a desejar parece um triângulo das bermudas. Tem que mudar esse atual estatuto do clube que é arcaico e ultrapassado e separar o clube social do futebol. Se realmente o Palmeiras mudar tudo isso aí que eu citei pode ter certeza que o clube voltará as grandes conquistas, mas se continuar do jeito que está podem ter certeza que o clube nunca ganhará um título sequer.

Bom dia. Corrijam-me se estiver errado, mas para a comparação de contas ficar mais justa, seria necessário adicionar os 5% de lucro dos shows, aos quais o Palmeiras tem direito. Abs

Exato, Levi. Parece leviano mas a arbitragem ser sempre a favor do sccp em momentos absolutamente decisivos faz uma MONUMENTAL diferença. 2 casos escancarados: contra o bambi um pênalti absurdo e cristalino no último lance q representaria 1 ponto a menos e contra o Avaí o gol mal anulado tb no final do jogo q representaria 3 pontos a menos (ok, fez um gol no final, mas com 2×1 o Avaí possivelmente não ia mais deixar ter jogo).
Verdade q o sccp tem um time sólido, mas era para estar com no mínimo uns 4-6 pontos a menos do q tem. E vale lembrar, ganhamos 1 e empatamos contra eles.

E no meio desse barulho todo…estamos na semana decisiva. 4ª feira contra nossa pedra no sapato, mas, teremos um time mais forte, com Arouca e Dudu. E domingo, contra as bibas temos que entrar com as facas nos dentes, pois, caso vençamos lá no Natelzao, praticamente tiraremos os bambis da reta, pois, abriremos 5 pontos delas a 10 jogos do fim.

O título já era… mas o G4 (pra garantir mesmo a vaga na Libertadores precisaria ser G3) ainda dá, mas vai depender dos próximos dois jogos, vamos ver como esse Palmeiras do MO vai se comportar daqui pra frente, conseguiu uma certa estabilidade emocional e confiança com 3 vitórias seguidas, que nos levou ao G4 (e contamos com a sorte, fizemos nossa parte, OK, mas a rodada foi mais que perfeita pra nós…). Quero ver agora contra os bambis e, principalmente, contra a Chapecoense, porque nossa tônica até agora tem sido disputar de igual para igual com os times da parte de cima da tabela e perder muitos pontos para os times que lutam contra o rebaixamento, que diga o Goiás… precisamos de estabilidade, se conseguirmos temos time para chegar…

Boas, o Palmeiras errou em cobrar o mesmo preço que cobra na Arena, no Pacaembu. Muito embora frequente este estádio Municipal (e não o outro), a nossa arena pode até valer um ingresso de 80 conto ( e ta caro), mas o Pacaembu não… de bom lá só o gramado, A iluminação, banehiros etc etc valem no máximo 40 conto.

Sbrighi, esses precos do Pacaembu nao tem a ver com o contrato com a WTorre, que tem que pagar a média da renda do Allianz qdo o Palmeiras cede a Arena para shows?

A maioria dos torcedores escrachou a contratação do Thiago (claro que houve erros em algumas contratações)………. mas tudo sempre depende do jogador. Thiago viu a chance de jogar no Pameiras como a chance de sua vida e está mostrando serviço. Quando um jogador quer e tem um pouco de talento para isso, seu trabalho é reconhecido pela torcida. Já um amaral decepcionou, mas infelizmente o treinador tem que dar chance a ele para não perder o grupo. E das chances que teve, n~åo aproveitou. assim como o leandro almeida e no momento o Egídio. 3 fatores negativos…………………Fator positivo: fixar o Gabriel Jesus como titular, o que deu mais tranqüilidade e confiança ao garoto. E os 3 gols que o Barrios fez. Com isso o jogador recebe a confiança do próprio time e o time passa a jogar buscando ele. Uma típica situação win-win nos 2 casos.

Estaríamos no páreo se a arbitragem não tivesse cirurgicamente colaborado com a campanha deles. Estariam hoje talvez junto do galo, ou até com menos pontos. Nós estaríamos as 4, 6 pontos da liderança, senhores. O time se acertou de novo, temos outro bom volante no time e acredito que até o fim do campeonato chegaremos pelo menos em 3º.

Pois e’… li alguns textos do tal Barneschi por aqui, onde ele discutiu com muitos a respeito de jogar em estádios ultrapassados (o Pacaembu e’ um deles), e o mesmo “achou” que somente quem toma chuva, sol no lombo e usa banheiros químicos nesses estádios ultrapassados, são considerados TORCEDORES de “fato e direito”….so’ que, agora ficou mais que claro que a maioria prefere conforto e segurança. Mas, o que mudou de 1 ano pra cá? Simples responder: na Allianz Parque, pais de famílias levam seus filhos, netos e avós pra assistirem aos jogos, diferentemente do Pacaembu, Morumbiba e outros péssimos estádios, isso quando (algumas vezes) lotavam com as tais torcidas uniformizadas (em sua maioria). O que ficou claro, evidente, e’ o fato de na MODERNA E CONFORTÁVEL Allianz Parque tem vaga pra todas as tribos… dos fanáticos torcedores uniformizados ao torcedores que curtem assistir ao espetáculo mais tranquilo, e curtem fazer seus selfies e postar nas redes sociais. E o que há de errado nisso???O tempo mudou, e temos que entender que há espaço a TODAS AS TRIBOS, desde que sejam VERDES e que jogue numa arena confortável. Pois, ficou provado que milhares querem conforto das arenas tbm. Ainda bem que temos a nossa belíssima e confortável arena, e caso tivéssemos jogado contra o Grêmio lá teríamos quase o dobro de público… ou melhor, teríamos as famílias que não quiseram arriscar no Pacaembu. Que bom que estaremos de volta a nossa casa em breve, e lotaremos novamente…seja de uniformizados ou torcedores comuns. E pra mim, não há diferença alguma. Somos todos palmeirenses!!! Cada um torcendo de um jeito. Avanti Palmeiras!!!

Jura que o Palmeiras vai perder Rafael Marques para o FLAMERDA?Com nossa negativa ,a urubuzada ofereceu aos chineses um reserva(Paulinho) e mais 800 mil.Vá lá que 5,7 milhões por um jogador de 31,32 anos é muita grana,mas que tal oferecer-lhes Amaral,Denoni,Wellington,Leandro Almeida,Vinicius,Leandro,Alecssandro ou outro lixo desses e mais 1 milhão em money.Porra ,pagamos Avanti,o ingresso mais caro do campeonato pra quê?
“Time bom ganha jogo,Elenco ganha campeonatos”.E eu e meus filhos queremos gritar. É campeão!!!!!!!!!!!

Sérgio, desde a semana passada a tupiniquim press só tem um objetivo: focar nos jogadores do Palmeiras que terão contratos vencidos. Isso desestabiliza os jogadores e pressiona o clube……..veja bem: todos os times tem jogadores emprestados, mas só os nossos são divulgados. O alvo era o Prass, renovou. Rafael e Zé são as bolas da vez. E a maioria da torcida já começa a cair nas arapucas que ela arma. E lembre-se….Rafael é o carrasco das meninas….e com quem jogamos domingo?…

Impressionante como o Criscio enxerga muito além da onde a vista alcança ! Seria sonhar muito ter um Presidente como ele!

Não entendo essa relautância em não montar um time para ganhar títulos. Não entendo essa priorização da quantidade a qualidade. Não entendo o desprezo com nossos valores da base. A falta de vontade em agir nos bastidores.

Eu não entendo sua visão. Por exemplo, você clama o uso da base, cqra, o Palmeiras subiu uma porrada de moleques nos últimos anos, só veio porcaria ou jogador “razoável”: Deola, Bruno, Nathan, Leandro Amaro, João Pedro, Victor Luis, João Denoni, Caio Mancha, Miguel, Vinicius… cara, me dá até calafrios de ler esses nomes, só perna de pau! Quanto a quantidade, a quantidade foi correta, vieram 25 jogadores, junto com o que já tinha e algumas dispensas naturais (nem todos jogadores serviriqm, isso deveria ser óbvio para todo mundo). O Palmeiras está faturando legal agora, mas quando o ano iniciou, ainda não tinhamos tantas receitas assim, e ao meu ver, o que tinha, foi bem gasto, pois conseguimos montar uma ótima espinha dorsal para futuros títulos. Vocês são muito afobados (mas eu entendo a razão disso), e estão tão viciados em reclamar, que tem dificuldade em enxergar quando coisas boas estão acontecendo. Ainda temos chances reais de pelo menos um título esse ano, e recuperamos a auto-estima e o respeito. Não sei se você já parou para analisar, mas derrubamos vários tabus incoodos que foram se acumulando na última década. Acho que só falta ganhar dos bambis no morumbi, ganhar do inter no sul, e do atletico mineiro (em qualquer lugar).

Só lembrando, que sim, essa diretoria ainda precisa perder um pouco do cinismo que a acomete, e que nem tudo foi acerto. Mas lendo as reclamações dos leitores aqui do site, pqrece que TUDO está errado, e que as coisas boas, nenhuma tem correlação com a diretoria, o que é uma baita falácia. Até os que escrevem aqui (tirando o Barneschi kkkk), apesar de “estarem de olho” e tecerem críticas diversas a situação, ponderam e dão algum crédito as vezes.

Exato! E se levarmos em conta a quantidade de contratações (25), ainda dá pra dizer que o saldo entre os que deram certo e errado é altamente positivo… claramente temos uma ótima base pro “ano que vem”, coisa que há muito não se via…

Sei não, mas enquanto o Palmeiras tenta se livrar de 2014, alguns ditos torcedores o puxam de volta… estamos em 2015, meu caro, vida que segue, olhe pra frente…

Subir a base é ums coisa, ter paciência com ela é outra. Qualquer cara ruim vem de outros timee, jogal mal, erram, não jogam nada, mas continuam tendo oportunidades. E Leandro Almeida, Weldinho, Victor Ramos, Ryder Matos, Amaral, Eguren, Felipe Menezes, Mendieta, Mazinho…não são pernas de pau tambem? Mas cansaram de vestir a camisa do Palmeiras. Se vem um Zé Ninguem do Américs-MG, ou do da décima divisão do fim do mundo, sempre terá mais oprtunidades, paciência, compreensão que os jogadores da base. Esses argentinos todos, já estão aí há algum tempo (exceto o Barrios), o que fizeram pelo Palmeiras até agora? Mas, a paciência com eles é infinita. O problema não é ser ruim, pois tem uma penca deles jogando, o problema é ser da base.

Criscio, é muito evidente o fator positivo Allianz Parque. Com esta arena podemos dar um salto enorme para se tornar um time protagonista nos próximos campeonatos. Nem mesmo o SCCP tem rendas e receitas com o sócio torcedor melhor do que nós. Além de estarmos melhor financeiramente do que eles (por conta de antecipações de receitas de TV e má administração por parte deles). Temos patrocínios na camisa, onde o parceiro está disposto a permanecer com a gente por um bom tempo, que nos dá a maior receita de camisa do país. Com todo este cenário, e se não cometermos erros passados, teremos uma grande chance de voltarmos a ser o time que ano sim e outro também, sermos campeões. Quanto ao preço dos ingressos praticados pela direção do clube, minha opinião é que os preços atualmente estão ajustadas de acordo com que a torcida quer pagar. Digo isto porque se a arena está cheia, os preços estão coerentes. Critiquei muito no início do ano, quando os preços eram absurdos. O que foi corrigido ao longo do campeonato Paulista. Que é caro o ingresso, eu concordo. Mas enquanto a arena atrair público, o preço não deve cair. É a lei da oferta e procura.

Mas é só o Palmeiras o responsável pelos problemas com a parceira? A parceira está a fim de receber apenas a sua parte do contrato e trabalhar junto com o Palmeiras? Ou está tentando de alguma forma levar vantagem? As colocações que você faz sempre remetem a uma WTorre de excelentes intenções e um Palmeiras se esforçando para arrumar confusão. Me desculpe, não tenho o conhecimento das estruturas internas do clube como você, mas não acredito, sinceramente, que seja assim.

Quanto a boa vontade da parceira, o fato de ter construido a Arena ja nao seria uma enorme demosntraçao? Ou eles ainda precosam montar um time e ensinar o PN como fazer gestao?

Exatamente. Esse é o ponto. Ninguém investe no futebol por amor. Há sempre um interesse. No caso da WT, ela visa lucro. E isso não é pecado. Faz parte do jogo. O problema é que as duas partes precisam ganhar. E as duas partes deveriam trabalhar juntas para ganhar mais dinheiro. O sucesso de uma é o sucesos da outra. Só que não pensam assim aqueles que lutam para destruir a parceria, principalmente por causa da maldita política (já que esse projeto veio de outra gestão), por egocentrismo, e quem sabe por quais outros interesses.

Sua vontade de criticar o atual presidente não lhe permite fazer a correta interpretação do texto. Você escreve coisas que eu não disse, na sua ânsia de cornetar a qualquer preço. Você participa da política no clube?

Eu, como todos nós palmeirenses, acompanhei bem de perto todas as notícias sobre a Arena, desde as primeiras tratativas até hoje. Eu me lembro perfeitamente que a informação que saía na imprensa era que a construtora venderia as tais cadeiras especiais, camarotes, etc… e o restante seria do Palmeiras, que também ficaria com toda a bilheteria e seria responsável pela precificação dos ingressos. Quando a Arena ficou pronta o dono da construtora buscou a arbitragem para vender todas as cadeiras e, ainda por cima, fixar o preço dos ingressos. Pra mim esse cara é um belo sem vergonha.

Paulao vamos lá. Primeiro nao culpo o Palmeiras pela arbitragem. Ela é um instrumento que existe para as duas partes procurarem seus direitos. Se o Palmeiras ou a WT acreditam que devem resolver através da arbitragem, que assim seja. O que eu sou contra é o espírito instalado dentro de alguns diretores palmeirenses em nao só pintar a WT como a vilã de toda a história mas fazer isso abertamente, numa guerra pública que só prejudica a nossa imagem. Por exemplo, vc é um dos que acredita que a WT quer fixar o preço. Ela não quer. Ela não pode. O dono do espetáculo – leia-se Palmeiras – define o preço. Mas há regras para repassar esse preço para a WT pagar. Outra: 100% da bilheteria é e sempre foi do Palmeiras. Continua assim. A briga é por conta das cadeiras. Então que cada um apresente seus argumentos. O que eu acho que seja um desperdício de energia e uma enorme perda de oportunidade é não se discutir e se entender a portas fechadas. A briga é sempre escancarada, amadora, parece uma briga de cortiço onde de propósito se envolve público externo. Aí tá errado. Abs

Quanto a isso não tenho dúvidas, e com certeza vc conhece bem melhor que eu o ambiente interno! De fato seria mmuuuuuiiiiitttooooo melhor resolver isso longe do público. Apesar de não te conhecer, pelas ideias que vc coloca aqui neste espaço eu gostaria de vê-lo presidente do verdão! Grande abraço.

Os comentários estão desativados.