Pós Jogo Palmeiras 3×3 Corinthians: Verdão faz 3 mas cede empate

 

 

É o Dérbi! Não precisa dizer mais nada! 3×3 em um grande jogo.

Quem esperava um joguinho fechado, com dois times pensando primeiro em se defender, se surpreendeu. Palmeiras e Corinthians foram pro pau e o que se viu no Allianz Parque foi um jogo que lembrou as grandes partidas do dérbi da década de 70.

O Palmeiras logo saiu na frente com Lucas chutando na direita e a bola resvalando na defesa corintiana e tirando Cassio da jogada. Eram 18 do 1o tempo.

Seis minutos depois Arana apareceu na frente de Prass e empatava. Eles nem comemoraram direito. Lucas que estava incendiando a defesa corintiana cruzou na cabeça de Robinho que desempatou. 2×1.

O jogo era aberto. As chances apareciam dos dois lados. Prass cuidava bem da meta palmeirense. Até que aos 37 uma confusão na área palmeirense – e a zaga bateu cabeça – e Amaral faz contra depois que Prass espalmou.

Mas ainda no final teríamos um escanteio vindo da esquerda e Dudu, com muito oportunismo desviou de cabeça. 3×2.

Era um jogão.

Teve tempo ainda para um lance discutível – possível pênalti de Cassio em Gabriel Jesus. O juiz nada deu. E fim do 1o tempo.

No 2o tempo os times vieram com estratégias diferentes. O Corinthians veio prá cima buscar o empate. O Palmeiras de MO cuidava do contra-ataque. Chances apareciam pros dois lados e o Palmeiras teve oportunidade de fechar o jogo com G. Jesus e Vitor Hugo em cabeçadas (uma, defendeu Cassio; a outra foi prá fora). Zé Roberto também perdeu o dele.

Era um jogo bom. Mas perigoso.

O time nos 15 minutos finais parece ter sentido a correria. Entrou João Pedro no lugar de Robinho, Cristaldo no de Alecsandro. Aos 33 o castigo. Cruzamento na área e Love cabeceia. Outro vacilo da defesa. Dudu saiu e entrou Alione. Cassio ainda faria uma grande defesa no final do jogo, em cabeçada de Leandro Almeida.

A gente lamenta não ganhar do eterno rival. Mas deve ao menos reconhecer que hoje o time jogou bem do meio prá frente, além de Lucas ter se destacado na lateral  (Dudu foi o outro destaque). O time conseguiu fazer três gols na melhor defesa do campeonato. Mas tomou três gols por vacilo.

O título parece algo muito distante (15 pontos pro próprio Corinthians, faltando 15 rodadas). A Libertadores está a 3 pontos de distância. Mas o maior desafio é evitar as instabilidades contra os pequenos. E a falta de time. Na próxima rodada teremos desfalques de Dudu, Robinho, Jesus e Lucas. E é lá em POA contra o Inter. Carne de pescoço.

Saudações Alviverdes!

 

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados