Categorias
Campeonato Brasileiro 2015 Jogos

Pös Jogo SPFC 1×1 Palmeiras: com sabor de vitória

 

O Palmeiras empatou com o SPFC no Morumbi em 1×1 nesta tarde de domingo.

Há empates em que se ganha um ponto. Esse foi um deles.

O jogo teve o domínio do time do Morumbi durante toda a 1a etapa. Prass salvou pelo menos duas boas chances do time tricolor, e o Palmeiras jogava observando a partida. Teve apenas uma chance boa, com Robinho, em cabeçada no travessão.

O 2o tempo não mudou muito. E aos 15 o gol deles. Mas começou lá no nosso ataque. Gabriel Jesus teve boa chance, não converteu, depois demorou para ir na bola. Perdeu, e o SPFC veio no contra-ataque. E num chute de fora da área fizeram 0x1.

Aí o Palmeiras foi prá cima. Mas sem coordenação, e faltando criatividade.

Aí entrou o papel do treinador. Nem tanto do lado do Palmeiras, onde MO fez mudanças, mas sem muita efetividade. Mas do lado de lá Osório errou a mão. Prá nossa sorte. Jogou o time prá trás e ficou esperando o Palmeiras no seu campo.

Mas o Verdão não aproveitava as chances. Até que a bola puniu o SPFC. Aos 47 do 2o tempo, quando quase ninguém esperava mais nada, o SPFC tinha tiro de meta. Ceni bateu de lado e recebeu de volta a bola. Sem perna esquerda quis sair jogando com a direita e chutou torto. Bola no pé direito de Robinho. Esse parece que nasceu prá fazer gol no SPFC. Por cobertura. Gol, 1×1, e um ponto ganho.

Nossa nota ruim: Gabriel Jesus ainda precisa entender que precisa jogar mais simples.

O empate manteve o Palmeiras no G4. Mas tá tudo embolado. Próximo jogo é contra a Chapecoense.

Saudações Alviverdes!

248 respostas em “Pös Jogo SPFC 1×1 Palmeiras: com sabor de vitória”

O Clube Social do Palmeiras fechou em julho com saldo negativo de – R$ 938 mil e um déficit acumulado em 2015 de R$ 14,6 milhões. Outra área com deficit é o de Esportes Não Profissionais, que fechou agosto com prejuízo de R$ 183,5 mil e um rombo de quase R$ 2 milhões no ano…………………………………….separar nunca!

Pois é, Levi, enquanto isso lançamos três camisas novas por temporada, daqui a pouco vamos jogar até de roxo, vamos ressuscitar o uniforme do Leão em 1984, sei lá mais o quê, mas departamento de futebol forte (inclusive nos bastidores) e time competitivo para ganhar (ou no mínimo disputar até o final) tudo dentro de campo mesmo “só no ano que vem”…

Eduardo concordo com o que diz mas hoje o nível do futebol brasileiro esta fraco acho dificílimo montar um timaço como aqueles da parmalat

O Palmeiras voltou a fechar um mês com as contas no azul após ter prejuízo de quase R$ 3 milhões em julho. De acordo com dados do balanço financeiro de agosto, o clube teve lucro de R$ 3,2 milhões no período e um acumulado no ano de R$ 5,7 milhões. O saldo positivo deve-se às receitas do Futebol Profissional e Não Profissional, que fechou o mês de agosto com superávit de R$ 4,3 milhões. Já o Clube Social do Palmeiras fechou o período com um rombo de R$ 938 mil e um déficit acumulado em 2015 de R$ 14,6 milhões. Outra área com deficit é o de Esportes Não Profissionais, que fechou agosto com prejuízo de R$ 183,5 mil e um rombo de quase R$ 2 milhões no ano………….. Pois é…… tudo pelo social….. -14,6 milhões…… tenho certeza que esse dinheiro está sendo usado para cobrir os 20 milhões do prédio que a wtorre entrtegou sem “decoração”.

PAULAO- Tanto quanto vc todo PALMEIRENSE quer um time campeão. Mas me interessa quem manda SIM. Na epoca da PARMALAT ganhamos tudo. Otimo. So que quem estava no PUDER era um tal de Mustafa Contursi. A parceria acabou e com ela o PALMEIRAS. Por que? O gestor era(é) um incompetente de primeira grandeza. Ate hj pagamos um preço por esse fato. Que a CREFISA monte um time do nivel do Barça no PALMEIRAS. Mas que saiba quem pode e DEVE ser o gestor do clube.É a minha opinião.

Claro que eu quero boas gestões, Paulo. Jamais gostaria de ganhar títulos na mão grande como faz nosso coirmão da marginal sem número. Na verdade isso é mais um desabafo de quem está esperando o ano que vem há quinze anos, e ele nunca chega. Nesse sentido, se o presidente for o nobre, o sírio libanês ou o dono da crefisa, se ficar campeão sempre, sem mão grande, estarei feliz!!!

a gestão da parmalat teria sido espetacular se não fosse o câncer e teria ganhado muito mais sem ele, na libertadores de 1994 segundo contam ele arrumou uma viagem pra asia e desconcentrou a equipe próximo do duelo contra os bâmbis e aí perdemos, em 1996 não fez o seguro de muller contra o cruzeiro pra ele jogar a final, depois afastou o Brunoro ajudando a desmontar o timaço dos mais de 100 gols e também não permitiu que a co-gestão investisse na base entre outras desgraças

Vou comentar aqui nesse post e quando sair o pré jogo: vim do futuro para dizer que hoje vamos ganhar de 4×1 – Egídio, Jackson e Amaral (x2) para calar os críticos dos melhores jogadores do verdão esse ano. Depois passaremos do Fluminense na semi sem tomar nenhum gol com Jackson melhor em campo nas duas partidas e por fim seremos campeões contra ou Vasco ou Figueirense (minha visão do futuro não estava muito clara e como ambos são preto e branco não consegui distinguir – não eram as sardinhas de jeito nenhum) ganhando de 5×0 no Allianz Parque no último jogo com 4 assistências e um gol do Egídio.

Até o Barcelona defende o fim da Espanholização do futebol: http://verdaoweb.com.br/news.asp?nID=24324 . Brasil sempre remando contra a maré, enquanto os outros países futebolísticos estudam uma melhor forma de distribuição de receitas para diminuir as diferenças, aqui fica cada vez mais evidente o real interesse dos “grandes” do futebol. Por exemplo, todos os times da série B recebem o mesmo valor da RGT (cerca de R$5milhões), com excessão de 3 deles, que recebem mais. Adivinhem a posição destes 3 clubes na tabela do campeonato? Não precisa ser muito bom de matemática pra entender pq um certo small club, que nunca em sua história ganhou nada importante em 90 anos de existência, começou a despontar a partir do novo milênio… São essas “mutretas” que apagam qualquer brilho que o esporte poderia ter…

Apenas se prepare para o ano que vem. Com os 70 milhnøes a mais que ele e o flauto receberão….poderão atravessar qualquer contratação dos adversários. E só para se ter a dimensão do que esse valor significa………. o Palmeiras teria que fazer 31 jogos a mais por ano que os 2 e com renda líquida de 1,7 milhão para chegar a esse valor………….”apenas” 31 jogos a mais e com casa lotada.

O pônei maldito vai receber 10 milhnøes a mais….ou seja teríamos que fazer 6 jogos a mais com casa lotada. Com 10 milhnøes vc compra 1 jogador bom.

Pois é Levi, e a cada ano essa diferença vai aumentar, até chegar no ponto que se encontra o futebol Espanhol hoje, onde tem apenas 2 times disputando o campeonato e o resto participa como coadjuvantes…

Isso sem contar que mesmo com dinheiro a diretoria do Palmeiras continua NÃO SABENDO contratar jogadores, prefere dez “nota 4” do que quatro “nota 10”, o que normalmente faz nosso ano terminar entre setembro e outubro. Quando isso mudar, poderemos até ganhar um ou outro campeonato mais importante e eventualmente fazer frente aos maiores rivais. Enquanto não for diferente, continuaremos vivendo do passado. E só.

E o Palmeiras aceitou, e aceita essa espanholização sem reclamar. Ah, mas o Tirone assinou as cotas até 2018, e blá blá. Tudo bem, mas tem que pelo menos demonstrar, se posicionar, contrário a essa divisão desigual de cotas, peitar a RGT. Não adianta falar, é PERDA (ok?) de tempo.

Eu acho que FALAR é o pior que pode ser feito. Lembra quando o Belluzzo votou contra o Ricardo Teixeira em 2009? Foi o fim dos nossos sonhos naquele ano. O negócio é AGIR. Se Palmeiras, Santos, Vasco, Fluminense, Cruzeiro, Atlético, Grêmio e Inter e outros se unirem e peitarem a RGT, o problema se resolve de imediato, afinal nem a RGT vai querer um campeonato só com seus três queridinhos.

Que seja assim. Agora não adianta o Palmeiras aceitar, sem nenhuma reação (verbal ou articulada com outros clubes), e o torcedor ficar choramingando, do outro lado, que ganha menos em cotas que os rivais. Tem que agir, enfrentar essa emissora de b.o.s.t.a, por cotas iguais.

Porém, devido a letargia do Palmeiras, para defender os interesses do clube, perante aos rivais, seja na negociação das cotas, seja no favorecimento da arbitragem, e principslnente nos bastidores, tenho 99% de certeza que esse assunto ficará para 2019, e tomaremos um passa moleque de novo.

Infelizmente, quanto à atitude de bater a madeira na mesa, o atual mandatário é mais ou menos igual ao anterior, aquele que foi curtir uma praia no Leblon quando caímos em 2012.

O Palmeiras e todos os outros 18 clubes da série A aceitam. Quero ver a reação da RGT se todos os outros clubes se unirem e desistirem de assinar contrato com essa emissora ban.dida. O problema é conseguir fazer os presidentes desses times todos, que diga-se de passagem devem ter o ra.bo preso, a aderir a essa idéia.

O que a Globo fez com o Flamengo e o SCCP foi uma negociata digna de quadrilhas, porque não é verdade que eles dão muito mais audiência. As audiências são parelhas e têm muitas variáveis. Há muitos exemplos, mas posso citar simplesmente o último jogo transmitido pela Globo, Figueirense e SCCP (ao invés de transmitirem o clássico): tiveram apenas 18 pontos. O Palmeiras e até o SPFC e o Santos tranquilamente alcançariam esses números. Mas a Globo – e grande parte da mídia – escondem essa realidade e, ao contrário, divulgam à exaustão o mito de que o SCCP “dá muito mais audiência” e o povão, geralmente desinformado, cai nessa. É dose! O Palmeiras tem de agir rapidamente. Se mexa Paulo Nobre!

O maior exemplo e prova dessa farsa de audiência está no resultado dos públicos em jogos. Quem tem a melhor média de público no ano? Isso levando em consideração que nosso estádio é um dos que tem menos capacidade, se comparado com os demais utilizados pelos times “grandes”. Todos sabemos que a RGT manda no país (no geral, em tudo), mas algo precisa ser feito se quisermos continuar com um mínimo de dignidade com nosso esporte preferido.

é esses dias saiu uma noticia que a Leila pereira estaria querendo ser pré candidata a presidência e que o vovô crefisa até se encontrou com mustafa, agora o que acho estranho é que toda renovação e compra de jogadores a crefisa bota dinheiro pra onde esta indo o dinheiro do sócio-torcedor avanti?

Provável Inter pra amanhã: Alisson; William, Paulão, Réver e Ernando; Rodrigo Dourado, Wellington, Nilton e Alex; Lisandro López e Valdívia. Inter que empatou com o Palmeiras por 1 X 1, no Allianz, pela 5ª rodada do Brasileirão: Alisson (1), Ernando (2), Paulão (3), Juan e Artur; Nicolás Freitas, Nilton (4), Alan Ruschel, Alex (5) e Valdívia (6); Nilmar. Todo cuidado é pouco!

Somos fregueses históricos dessa porcaria de time. Eles virão fechadinhos e sabem que o Palmeiras joga melhor quando é atacado. Portanto, não vão atacar. Some-se a isso o fato de o Palmeiras ter tomado gols em 19 dos últimos 20 jogos. Se o Palmeiras não entrar com a faca nos dentes, perde de 1 a 0 e é eliminado. Mas eu acredito que não vamos perder essa chance e estaremos na semifinal, afinal de contas nosso ataque tem funcionado bem.

É verdade que Allione e Mouche ganham 60 mil dólares (R$ 243.504,00) mensais, cada um, e o Churry 80 mil dólares (R$ 324.672,00) a cada 30 dias?

É verdade que a Crefisa, da possível candidata Leila, vai ajudar o Palmeiras a comprar o Rafael Marques do time da China, e ajudar também o Paulo Nobre a “recomprar” o Gabriel Jesus?

Luanel Messi, vai mandar o Gabriel Jesus de volta pro banco, ou quem sabe pro sub 20. KkKkKkKkKk

Se jogar o que não jogou contra os Bambis, Perde a classificação contra o Inter, e perde pra Chapecoense !!!Aí em pleno começo de outubro ,ja não briga por NADA !!!O único que se salvou contra o Bambi, foi Tiago Santos !!!!

E por falar em….”venda de Lucas”…… não vi em dite algum. ……………Nada. ……….Mas aqui já bateu o desespero…….. alguém está sabendo mais do que Mattos e o presidente.

Quem teve proposta, antes da janela fechar foi o João Pedro….que deveria ter sido vendido (ficou chateado)……. e se o Lucas sair, talvez alguém já tenha ouvido falar que a Janela européia só abre no fim do ano? E que ninguém sai agora.

Só perguntei se era verdade, não afirmei nada, pois ouvi mais de uma pessoa comentando esse assunto, mas também não achei nada a respeito na net. Inclusive um deles achava que o Lucas era emprestado pelo Botafogo ao Palmeiras, e disse que não, que ele tinha vindo em definitivo. Se ficar no Palmeiras, melhor, pois é bom jogador. O que não precisa é trazer Apodi, né João Pedro, né Lucas Taylor? Se fosse pra vir um melhor que o Lucas, aí tudo bem, mas Apodi.

Em compensação, lixos como Luan e Weldinho têm contratos eternos, vão mas sempre voltam com grande risco de serem “reaproveitados”. Tratam-se de materiais não-recicláveis, mas que o Palmeiras insiste em reciclar.

Os comentários estão desativados.