Categorias
Campeonato Brasileiro 2015 Pós Jogo

Pós Jogo Palmeiras 0x2 Coritiba: não vai mesmo

 

O Palmeiras perdeu mais uma para o ex-quase-rebaixado Coritiba por 0x2 em pleno Allianz Parque.

Jogando com um time de reservas o Palmeiras não criou, não atacou, e defendeu mal. O jogo foi muito fraco e o Coritiba abriu o placar no primeiro tempo, quase não foi ameaçado e completou o placar no final do 2o tempo.

Jogo prá esquecer.

Agora é pensar na Copa do Brasil prá ver se o ano se salva.

Saudações Alviverdes!

130 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 0x2 Coritiba: não vai mesmo”

Sempre a mesma história em todos os clubes, que esta na ‘cadeira’ é cornetado por quem esta de fora e vice versa quando as coisas se invertem após a escolha dos sócios.
Tem que continuar evoluindo, o centro de treinamento ja é um pequeno ainda, mas importante passo.
E, a mentalidade do bom e barato não funcionou. A patrocinadora está ai, que tragam reforços de qualidade como um meia de criação habilidoso e pensante no meio-campo que é a parte fundamental do time, volantes melhores do que amaral ou giroto, e um xerifão argentino que todos os clubes gostam para a zaga ao lado de vitor hugo!

Dentro do elenco todo dá pra contar nos dedos das mãos (talvez até uma mão só) aqueles com ambição e espírito de competidor. O negócio é chegar com dinheiro (mais) e dizer que depois do jogo vai ter reavaliação do elenco pro ano que vem.

Renato, pena que a maioria dos palmeirenses não prestaram atenção nos comentários do Kfuro, netos, cerettas, Gambazeks e outros no vídeo……. afirmando que seríamos goleados….que não havia a menor chance do Palmeiras ganhar esse título e por as vai. Todos videntes. Está lá no vídeo. Que eu saiba, ainda estamos na disputa, mesmo com futebol co…va…rde que jogamos. (Também estou muito p da vida com a falta de gana e talento dos caras no 1. jogo). E na quinta-feira o tal de carlos ceretta do sportv afirmou olhando para a câmera que o Palmeiras nåo pode reclamar de erros de arbitragem…….pq jogou mal. Então é isso, quem quem joga mal, comete erro na montagem do elenco, tem jogadores ruins……………… tem que aceitar e ficar quietinho. Olha a que ponto chegou o futebol tupiniquim quando um cara afirma isso na tv e nós torcedores aceitamos isso. Ontem o vasco teve um pênalti, que a press imediatamente vendeu como legal “pela intenção do goleiro”…… e o Nenê que estava pendurado com 2 amarelos, segurou 2x…..repito….2 vezes o adversário na frente do árbitro e não recebeu o 3. amarelo. E a regra é clara, segurou, cartão……..são 2 pesos e duas medidas, de acordo com a camisa. Quando nós torcedores aceitamos isso, pq ficamos perdendo tempo torcendo?

O vídeo do Gabriel é espetacular mas a vdd é q esse tipo de coisa só mexe com o torcedor. Jogadores do nível de RM e Alecpança podem até se sentir incomodados mas dentro das 4 linhas o que manda é quem é bom de bola e quem não é.

A culpa é do Gabriel Santoro , aquele que sempre produz excelentes vídeos com imagens que deixam qualquer palmeirense emocionado. O vídeo que ele produziu “QUEREMOS A COPA !” não surtiu efeito , talvez não contagiou os jogadores , treinador e presidente.
Poxa Gabriel , assim não dá ! E a decisão é agora , 4a feira. Faça algo melhor pô !

Rafael Marques provoca o Santos e diz q meia dúzia de gatos pingados não formam um alçapão kkkk. Alecsono diz q tem certeza q o Palmeiras será campeão, isso q ele nem pode jogar kkk….se fosse Edmundo, Evair, Alex ou Djalminha falando eu ficaria tranquilo mas vindo desses caras fico pensando: eles estão do nosso lado ou contra a gente? Rsrs….não seria mais inteligente trabalhar quietinho sem dar munição pró adversário? Os caras não jogam poha nenhuma e quer provocar kkkkk…tão parecendo o m..do David Braz.

Bom, eu quero ver meu time campeão, mesmo com todos os erros tirar qualquer um do sério. E quarta-feira é a única e última oportunidade em 2015………………… seria interessante a Crefisa, por exemplo, fazer uma campanha tipo…………”10 mil reais para cada chute ao gol do adversário e de qualquer lugar”……………ou da diretoria…….. “cada jogador deve chutar ao menos 3 vezes ao gol adversário no jogo, 50 mil para cada que fizer isso…………………………….. que se gaste o impossível, para que esses caras tenham ver…gon…ha e aprendam a arriscar e chutar ao gol. A serem egoístas. Quem sabe? Essa final é o que está mantendo a torcida ainda sem revolta.

Respeito todas as opiniões, mas não da pra manter um técnico cujo time faz um mês que não vence uma partida, perdeu 8 dos últimos 10 jogos. E além de tudo apresenta um futebol sofrível sem criatividade sem padrão tático sem jogadas ensaiadas e que dá todo espaço do mundo pra seus adversários. Uma lástima. Claro q o elenco é fraco mas nem os times do Z4 tem um retrospecto desse na reta final do campeonato. Vou torcer apoiar e vibrar muito se formos campeões mas um bom trabalho exige frieza e assim q o juiz apitar o fim do jogo quarta feira espero q os super diretores da SEP comecem o planejamento 2016 demitindo o MO.

Se ganhar a Copa do Brasil, eu manteria o Marcelo Oliveira. Devido aos ótimos trabalhos recentes dele (Coritiba e Cruzeiro), ele deve ter a chance de montar um time reforçado desde o começo do ano para, aí sim, ser avaliado e cobrado. Com bons reforços e o trabalho iniciado em janeiro, o Marcelo Oliveira não terá desculpas para um eventual desempenho ruim.

as vezes percebo que a torcida se empolga muito fácil, acredito que pela carência de títulos nos últimos 15 anos, naquela sequencia de vitorias do brasileiro na chegada do MO tinha gente falando que eramos imbatíveis que íamos ser campeões mundiais jogando muita responsabilidade nas costas dos jogadores que não eram tudo aquilo que pensamos

Pessoal, são 3 coisas diferentes: 1- qualidade do elenco, neste quesito não dá para culpar o treinador, uma vez que ele veio depois das cintratações; 2- padrão de jogo, isso sim é culpa do MO, ele já fez 6 meses no comando do time e a cada jogo fica pior; 3- vontade, disposição, garra, palavras que não se aplicam a esse time em campo. Não importa se não temos mais chances no brasileiro, tem que respeitar a camisa e principalmente quem pagou e foi ao estádio, o descaso de muitos com o jogo de ontem foi vergonhoso, e isso ocorreu sob o olhar complacente do MO. Resumo da ópera: se não formos campeões na quarta feira, tem que demitir o treinador porque ele não vai ter clima seja junto a torcida, diretoria ou mesmo junto ao elenco.

A barca para partir já foi escalada ontem. Falta incluir o Clayton Xinelinho, Felipe Gabriel (será que existe). Quanto ao MO independentemente do resultado contra os sardinhas acho que deva ser mantido. Só se vier o Cuca. Precisamos de uma lateral direito reserva (Rudinei da Ponte), um zagueiro, um lateral esquerdo urgente, um meia esquerda, um volante e um 9.

Concordo com o Cuca, com a barca incluindo os chinelinhos e com os reforços, só acho que já temos volantes aos montes. Considerando que o Gabriel (que eu nunca achei uma Brastemp mas cuja ausência provou o quanto o elenco é desigual) voltará em fevereiro, fase na qual estaremos naquela disputa sem fim de jogos inúteis do paulistinha, deveríamos buscar uns três meias (incluindo um canhoto), assim quem sabe acertamos pelo menos uma contratação.

Pois é. Nos vários fóruns de discussão palmeirenses há sempre os superpalmeirenses que policiam o comportamento dos torcedores incrédulos.
Não se trata de ser “gamba”…”bambi”…”modinha”, e outros adjetivos que visam atacar quem vê o óbvio: O Palmeiras está, há tempos, apresentando um péssimo futebol. Não tem desempenho consistente. Não tem um elenco equilibrado.
Todos estamos torcendo muito para a conquista da Copa do Brasil, o que salvaria um ano que começou com uma avalanche de contratações e consequentemente a formação de um elenco sem qualquer planejamento. Mas, para dizer a verdade, estamos acreditando na mística da camisa, da mística da torcida e num apagão do adversários que em diversas vezes neste ano provou que está acima, ou pelo menos pratica um futebol melhor.
O que me incomoda é ler por aí que estamos no caminho certo, que após um ano em que quase fomos rebaixados, viramos protagonistas novamente. Protagonistas? Será mesmo?

Parabéns, Wagner. Além de concordar com absolutamente tudo o que está em seu texto, ele é a prova de que a lucidez de alguns compensa o fanatismo e o deslumbramento de outros. Torcer é assim mesmo, mexe com paixão, mas ser apaixonado não precisa ser sinônimo de ser cego. Como milhões de palmeirenses, vou torcer pelo título até o último minuto de jogo ou mesmo até o último pênalti ser cobrado, mas vou torcer muito mais a partir da quinta-feira para que um eventual título não seja usado para fins eleitoreiros e para que a filosofia de trabalho a partir de 2016 seja realmente profissional.

Não sou a favor do continuismo, mas vejam algumas opiniões sobre o futebol brasileiro e europeu;
1a Quais as principais diferenças estruturais entre os clubes brasileiros e os europeus?
R: As diferenças não são tão grandes . A maior é na organização. Pr Ex, o Inter-rs tem um bom estádio, muitos sócio-torcedores, mas não um bom gramado. O que o jogador precisa é de bons gramados, boas instalações, boa equipe médica. Essa é a diferença pra Europa. Às vezes o clube não tem um centro de treinamento tão bom, mas não passa por esses problemas.
===========================
– Neste ponto, como você vê as diferenças nos modelos de gestão? O Brasil cresceria com uma profissionalização maior entre os dirigentes de clubes?
R: Claro. Na Europa, os clubes são geridos por um mesmo Presidente por anos. Não é como o Brasil, onde dirigentes acumulam dividas e, em 4 ou 5 anos, deixam os problemas para os sucessores. Lá o dono do clube é quem paga, de uma maneira ou outra. Além disso, existe uma organização que gerencia os gastos. Se o West Ham-fc, não tem orçamento para grandes gastos, ele será controlado, não pode entrar no vermelho. Existe um freio.

Não vejo o técnico bi campeão brasileiro sendo o maior dos problemas do Verdão, o elenco é constituido de metade de jogadores fracos, e outros lesionados.
O cruzeiro mudou pro Mano Menezes e perdeu g4, o Inter também, flamengo nem se fala o tanto que trocou tecnico, e só perde.
O Vasco trocou 5x, contratou jogador, e continua desesperado até a ultima rodada pra nao cair.
O Verdão não precisa de trienador, precisa de reforços pontuais.

O Palmeiras não precisa de outro técnico nem de reforços “pontuais”, apenas de jogadores DE VERDADE e de uma gestão que goste, entenda e faça tudo pelo FUTEBOL. O restante virá naturalmente, mesmo que demore um tempo.

Eduardo concordo com seus comentários e longe de defender a atual gestão, você não acha que esta difícil de encontrar jogadores que decidam e bons tecnicamente no futebol brasileiro atual?

Fernando – esta dificil encontrar boas peças até na selenike com dunga, a questão é melhorar a base, e manter a mesma filosofia do profissional como fa zo barcelona. quanto a administração, não é a pior, longe disso, mas tanto que esta na administração, como fora, se criticam, só mudam os nomes. é preciso prfossionalizar de verdade, futebol não é para amadores.
Ja o Marcleo Oliveira não deve suportar a pressão interna, poi so Verdão é diferente de times como chapecoense, cruzeiro, vasco. só tem 3 grandes de repercussão semelhante ao Palmeiras;
Flamengo, os Galinhas de itaquera, eo Jd Leonor.

Precisa de reforços pontuais sim, porque com amaral e giroto de reserva do bons como gabriel e arouca não dá, e o valdisney saiu, precisa de um meia mais capacitado do que o robinho, os caras erram passes de 2 metros, muito diferente de 1993-1994 não acha?

É o q eu falo…Esse Alexandre mato.s não manja nada ….montou um time no cruzeiro onde os caras q ele contratou pra ser reserva q deram certo. Foi pura sorte Pq os medalhões q ele achou q ia dar certo nenhum deu. No Palmeiras contratou uma pancada de jogador meia boca mas nunca me enganou. O elenco é fraco cheio de Perebas. Se não tiver um cara q entende do assunto não adianta nada, pode ter a grana q for, vão continuar contratando cabeludos.

Ai que está, não foi o Nobre, e vários torcedores, que queriam o Cleiton Xavier?? Será que o Mattos não queria jogadores mais qualificados, e o Nobre impôs limites?

Tente me explicar porque temos que ser otimistas com os últimos 15 anos que não viraram quase 40
graças a terceirização do futebol que é isso que o clube precisa, só a separação do social com o futebol não resolve já que no meio de tantos dirigentes não há um único que se salva.

Sinceramente, ficaria surpreso se o Palmeiras ganhasse hoje. Jogou com o time totalmente reserva e desmotivado contra um outro time tentando fugir desesperadamente do rebaixamento. É chato perder, ainda mais perder em casa. Apesar de tudo, o pessoal que está opinando aqui no 3VV está chato demais. É tanto pessimismo que não os deixa ver nada de bom, um pessimismo que cega. Vamos aguardar o desfecho de quarta-feira, com possibilidades reais de ser positivo e, aí sim, opinarmos sobre o futuro do Palmeiras.

A questão não é o jogo de hoje, Reynaldo. Que a derrota era quase certa, isso qualquer pessoa que acompanha o Palmeiras de perto sabia. Acho muito pior no entanto gente que só quer ver coisas boas e fica (aí sim) cega em meio a tanta incompetência graças a uma final que caiu no nosso colo. Um clube que contrata 25 jogadores numa única temporada não pode se dar ao luxo de perder oito e empatar duas das últimas dez partidas no campeonato mais importante do país, aquele que realmente determina o verdadeiro nível de uma equipe no cenário nacional (ao contrário de mata-matas em que muitas vezes a sorte e a arbitragem decidem). A única coisa comum em todos os times escalados no Palmeiras nestes últimos meses é a completa falta de padrão de jogo e de esquema tático. Se tanta gente chegou e se já havia alguém que se aproveitasse ali, não dá para se conformar que tenhamos um “time reserva” ou “misto” tão ruim assim. Se de tantas contratações não se conseguiu obter um “onze” minimamente competitivo, isso para mim se chama “fracasso”, e infelizmente a enorme alegria de um possível título na quarta-feira não vai – nem pode – apagar isso. Nem “passando uma borracha”. Ou você quer me convencer de que com o título na Copa do Brasil e mais algumas contratações de “peso” (de verdade e não pelos critérios dessa administração) estaremos prontos para o bi da América? Seria fácil demais estar “chato” apenas pelo jogo de hoje, seria mais uma vez exercer o papel de “analistas de resultados”. A chatice e o pessimismo desse momento são naturais e totalmente justificáveis para os torcedores que sabem que, independentemente do resultado da próxima quarta, a vida do Palmeiras – e a dos palmeirenses – continuará depois dela.

Reynaldo concordo com você temos que torcer e temos que ser realistas. Sim acredito que possamos ser campeão, não pelo que o MO fez mas pelo que o Palmeiras já demonstrou jogar. infelismento MO tem se apresentado como uma péssima escolha o OO fazia um trabalho mais interessante porém colhendo resultados fracos em um momento. Não acredito que a final caiu no colo e sim que galgamos chegar aonde é o lugar do Palmeiras, disputando títulos, infelizmente tecnicamente não estamos bem no momento mas o time já mostrou que sabe jogar, vamos dar uma pausa de 1 semana esquecendo as rusgas políticas vamos contagiar nosso time vibrar em nosso estádio, fazer o time rival sentir que há uma força diante deles que eles nem idéia fazem. AVANTI PALMEIRAS!!!

É justamente disso que estou falando. O cara pode ser até bom, mas o time dele está caindo… E ainda falam do volante do Flu, do volante da Ponte (como se não tivéssemos volantes…), do lateral da Chapecoense, times que praticamente passaram os quase oito meses de campeonato apenas participando, sem jamais disputar nada. Gente que virá para um clube que paga em dia e no qual não há obrigação de vitórias, de títulos. Mais mesmice e previsibilidade numa instituição que parou no tempo.

Mas o ct esta em reformas, e todos os times são assim, os gambas são tão diferentes politicamente do Palmeiras? quem é situação hoje, será oposição amanhã e vice versa, tem que fazer é como clube empresa. Totalmente separado de amadores do feldo, sejam eles oposição ou situação.

Esse time de hoje foi a rapa do fundo da baciada, que coisa ridicula.. Deveriam pegar o DVD desse jogo e deixar Nobrão e Mattos de castigo a madrugada toda assistindo isso.

Deixa quieto, é perigoso eles prestarem atenção em algum “baciável” (como diz o Gustavo Aroni) do Coritiba e trazê-lo para 2016. Aliás, você nunca lê uma notícia dando conta que o Palmeiras vai tirar alguém do campeão ou do vice, mas sempre vão buscar meio time de quem caiu ou ficou do 14º lugar pra baixo o campeonato inteiro, seria só coincidência não ganharmos brasileiros há 22 anos?

O que isso ajuda a instituição Palmeiras?
Vocês querem a interdição do estádio?!!

Tem doido pra tudo! e existem plameirenses do quanto pior melhor , vocês são a prova!

Ultimo 10 jogos 8 derrotas ! Temos grande chance de terminar o campeonato em 13* lugar ou seja 3 acima da zona de rebaixamento !!!
Difícil acreditar q esse time será campeão mas torcedor tem q acreditar ate o ultimo mmto quem sabe será nossa redenção !?!

Não tenho dúvidas de que com todos esses erros dentro e fora de campo, se ganharmos o título na quarta-feira muitos torcedores de resultados vão tripudiar quem criticou e critica essa administração pífia. Um acesso por osmose em 2013, um quase rebaixamento em 2014 e uma campanha ridícula, na “segunda página” da classificação na temporada em que o objetivo era “vaga na Libertadores” (a qual, veja só, está a “apenas” uma vitória de ser obtida) em 2015. O título é possível e vai ajudar a tratar muitas feridas que o palmeirense teve nestas últimas temporadas, mas não pode mascarar a tremenda incompetência dessa administração.

Que time medonho o de hoje. Que os outros salvem o ano quarta feira.

Fim de papo. Como ao SPFC basta um empate em Goiânia, Palmeiras e Santos praticamente disputam a vaga do terceiro paulista na Libertadores de 2016 (de nada adiantou, portanto, o adiamento da primeira partida da final da CB, solicitada pelo presidente do Santos para que o clube praiano já chegasse à decisão com “a vaga garantida” no torneio continental). O Vasco precisa ganhar ou ganhar do Coritiba e depende do Fluminense para mesmo assim não cair. A diferença entre mais um final de ano melancólico ou uma redenção para o Palmeiras está nos próximos 90 minutos.

Não se preocupe, para muita gente o Gabriel Jesus não joga nada e o Rafa Marques é o “cara dos clássicos”. Pensando bem e falando sério, se o Palmeiras ganhou seus dois últimos títulos nacionais com gols de Alberto (Copa dos Campeões 2000) e Betinho (Copa do Brasil 2012), seremos campeões agora com gol de Mouche.

Entre o começo da partida e o do 2º tempo, o Vasco conseguiu atrasar o jogo em quase meia hora para saber do resultado que precisaria. O pênalti que vai determinando a vitória sobre o Santos (que por tabela mata dois coelhos com um tiro só, já que praticamente coloca o SPFC na Libertadores) não existiu, e o Nenê, pendurado há várias rodadas com dois amarelos, já fez pelo menos umas três faltas para cartão e vai sair de campo ileso. Eurico Miranda pode ser mil coisas nojentas e podres, e merece cair pra série J, mas se tivéssemos dirigentes minimamente comprometidos com o Palmeiras dessa maneira não seríamos a piada pronta do século XXI.

Os comentários estão desativados.