Categorias
Libertadores 2016 Notícias

Libertadores 2016: o Nacional do Uruguai

 

Por Luciano Pasqualini

Este é o segundo de uma série de 4 artigos para aquecimento sobre a Libertadores. São artigos curtos que resumem os desafios, algumas curiosidades inéditas e um plano de viagem para os interessados.

O primeiro foi sobre o nosso adversário que vem da Pré.

O de hoje é sobre Nacional do Uruguai.

***

Club Nacional de Football

club_nacional_futbolClub Nacional de Football, ou simplesmente Nacional, o Rei de Copas é um dos times mais antigos do continente (fundado em 1899) e tem uma história belíssima, de muitas conquistas locais e internacionais, com destaque para os 3 Mundiais conquistados de forma épica e incontestável, e sempre com elencos locais e sem grande investimento.

Após conquistar o Mundial em 1971, chegou novamente à final da Libertadores em 1980 contra o Internacional de Falcão, empatou de forma épica no Beira Rio, com mais de 30,000 uruguaios invadindo Porto Alegre e venceu o jogo da volta em Montevidéu conquistando a Taça. No mundial enfrentaram o Nottingham Forest na primeira final jogada em Tokyo e venceram por 1 a 0.

Em 1988 enfrentaram o campeão europeu PSV de Romário e Koeman, empataram no tempo normal, tomaram gol na prorrogação e arrancaram empate no último minuto levando a decisão para os penais, onde venceram por 7 a 6. Time copeiro, venceu ainda 45 campeonatos uruguaios, incluindo o último 2014/15.

Tradição e Confiança

Este histórico de superação faz com que a torcida e o time sempre acreditem ser possível conquistar o mundo, independente do elenco que começa a competição, como neste ano, mais uma vez com elenco simples sem grandes destaques.

Já disputaram 42 competições – recorde absoluto, e no sorteio deste ano receberam uma premiação da Conmebol por irem para a 20ª participação consecutiva, mais um recorde. O lado positivo – para eles – é que estão bem acostumados à competição. O lado negativo é que possuem uma série de eliminações precoces e resultados ruins.

Elenco

O time atual é bem modesto, uma defesa sólida e experiente, incluindo o Eguren como cabeça de área, combinando com um meio e ataque jovem, muitos formados em casa, mesclando com o experiente atacante Ivan Alonso de 36 que faz o contra-ponto da garotada. O cara é bom. Vejam os gols do artilheiro e aproveitem para sentir o clima do estádio. https://www.youtube.com/watch?v=KSd7h7bTpMI

Quanto ao Abreu – sim, aquele que passou com sucesso pelo Botafogo, aos 39 anos não deve continuar no Nacional.

Estádio

O Palmeiras já fez vários jogos em Montevidéu, quase sempre no Centenário, incluindo a Mercosul de 1998 quando enfrentamos o próprio Nacional e vencemos por 5 a 0, num treino para a Libertadores do ano seguinte (reveja aqui https://www.youtube.com/watch?v=NVX4ZVQfjNs) e em 2009 quando fomos eliminados empatando em 0 a 0 (no jogo de ida havia sido 1 a 1). Detalhe que Cleiton Xavier estava neste time e terá a chance da esforra. Em suma, o retrospecto no Centenário não é ruim, mas …

… nos últimos anos o Nacional reformou e vem mandando seus jogos no histórico estádio Gran Parque Central, o mais antigo do continente, hoje modernizado e que comporta mais de 26.000 torcedores. É lá que devemos jogar em 16 de Março, no alçapão onde a torcida fica mais próxima, mas a pressão parece ocorrer para os dois lados, e o histórico não tem sido muito bom para eles. Em 2014 mandaram duas partidas pela Libertadores e perderam as duas. Em 2015 decidiram a fase pré-Liberadores no estádio e foram eliminados pelo Palestino, depois seguiram na Sulamericana onde também perderam em casa. Por isso em alguns casos eles tem optado por voltar a jogar no Centenário. De qualquer forma são estádios bem localizados, no centro de Montevidéu, distantes 5 minutos um do outro, e em qualquer um a torcida palmeirense estará presente.

Que tal viajar e ver o jogo?

torcidaCaso seja confirmado para 16 de Março, os voos estão bem mais caros que a estreia, praticamente o dobro, saindo em torno de R$ 1.600,00 o bate-volta. Quem sabe não aparece um fretado. Se alguém tiver uma dica diferente ou souber de promoção, comente abaixo e deixe as dicas de Montevidéu para os colegas.

 

Curiosidade Histórica

  • O Palestra Italia já jogou no Gran Parque Central, isto em 1925 contra a Seleção do Uruguai, sendo a nossa primeira partida jogada fora do País, em excursão que depois ainda passou pela Argentina. O adversário maior foi o juiz, mas vale o registro desta primazia, e retorno ao “Parque Central”.

curiosidade

 

***

 

9 respostas em “Libertadores 2016: o Nacional do Uruguai”

No primeiro jogo de 1971 eu estava lá no Pacaembu, na tarde de um Domingo frio e garoento. Ali vi um dos 10 maiores times de todos os tempos jogar: Manga; Ubiñas, Gallardo, Rojas e Blanco; Montero Castillo e Esparrago; Cubillas, Artime, Prieto e Morales. Tomamos 3 X 0 (2 de Artime e um de Prieto). Lá em Montevidéu, César marcou o primeiro de pênalti e então Artime veio para cima fazendo 2 e perdemos de 3 X 1. Note-se que eles ganharam de goleada lá e aqui, 2 vezes em seguida da segunda Academia do Palmeiras: Leão; Eurico, Luís Pereira (Baldocchi), Alfredo e Zeca; Dudu e Ademir da Ghia; Edu Bala, César, Hector Silva e Pio.

Eu esperava muito das contratações feitas no Palmeiras já para 2016, mas pelo jeito o seu Paulo Nobre é fascinado a trazer jogadores com contrato de produtividade, até agora só vieram jogadores de SÉRIE-B, queremos jogadores que vestem o nosso manto para serem titulares, se for para trazer jogadores apostas então tragam jogadores que vem da base, que tem muito mais futuro. Diretoria cadê os reforços de nível e renomados??? O Palmeiras neste ano de 2015 está lucrando R$ 40 MILHÕES DE REAIS no programa de sócio torcedor AVANTI está indo este dinheiro todo pra onde???

Minha análise das contratações feitas até o momento:

Boas contratações- Erik, Vagner e Régis

Incógnitas – Edu Dracena e Rodrigo

Contratações desnecessárias – Roger Carvalho e Moisés.

Espero ainda a contratação de um grande jogador, aquele que veste a camisa, coloca a bola debaixo do braço e conduza o Verdão para a conquista de mais títulos nesse ano. FORÇA PAULO NOBRE E MATTOS!

Idem. E como já comentei várias vezes: o pior não é investir numa aposta que provavelmente não vingará, como Moisés, mas fazer contrato longo com alguém que passará a maior parte do tempo sendo emprestado pra lá e pra cá gerando custo para o clube. Isso é “andar com as próprias pernas”?

Luciano, você saberia dizer se o Palmeiras vai fretar o vôo para o Uruguai (jogo do Nacional) ou vai em Vôo de carreira? se vai de carreira sabe como ir com eles? alguém tem sabe? A idéia é ir assistir Palmeiras e Nacional lá no centenário.. Outra coisa, sobre hotéis etc etc o post vai informar também? EU TE SIGO EM TODA PAAAAARTEE. COMA FORÇA DA PAIXÃOOO.

Os comentários estão desativados.