Categorias
Opinião

Opinião: quem será o mais valente?

 

Por Vicente Criscio

Levei o meu samba pra mãe de santo rezar
Contra o mau olhado eu carrego meu patuá
Eu levei!
Acredito
Acredito ser o mais valente, nessa luta do rochedo com o mar

É carnaval! Muita gente está na festa pagã brincando, descansando, ou mesmo desligando do Carnaval.

O futebol também dá uma pequena pausa. Tem jogos dos regionais, mas esses campeonatos perderam tanto seu charme que mais se transformaram numa pré temporada com partidas oficiais.

No fim de semana nem Palmeiras jogou. E procuro na inspiração cheia de mensagens ocultas da letra de “É Hoje” para a coluna deste domingo de Carnaval.

A luta do rochedo com o mar que está correndo solta no futebol brasileiro, mas sem muita publicidade (até porque a que menos quer chamar atenção sobre isso é exatamente a Rede Globo), é a disputa pelos direitos do Campeonato Brasileiro a partir do ano de 2019.

A Globo tem os direitos até 2018. E quer renovar. Ou queria… alguns clubes, liderados por Modesto Roma, Presidente do Santos, acordaram que eles têm opção.

Pois é…. a luta do rochedo com o mar… quem será o mais valente?

O Esporte Interativo – até poucos anos atrás uma emissora na internet e que mesclava futebol com ações inovadoras mas de pouco resultado com comércio eletrônico – está (quem diria) comprando os direitos de clubes brasileiros para transmitir o futebol. A jogada tem que ser organizada com os times. Uma emissora pode transmitir a partida de dois times se os dois estão de acordo. Atlético PR e Coritiba já estão com contrato firmado. Santos estava anunciando (clique aqui e leia). Tem ainda outros namorando a emissora (Inter e Grêmio, Fluminense, o São Paulo e, vejam só, o Flamengo).

Mas, quem é hoje o Esporte Interativo? Adquirido pela Turner América Latina, empresa da Time Warner, a gigante de mídia, dona da Warner, TNT, CNN, dentre outras, fatura algumas vezes mais do que a Globo. Aí é uma briga de cachorro muito grande. No Brasil estão comendo pelas beiradas. Compraram a Copa do Nordeste. E eu não me surpreenderia se esse movimento de Copas regionais tivesse o dedo da emissora.

Mas e então?

A Globo desenvolveu desde os anos 90 uma estratégia para dominar o futebol brasileiro. E conseguiu. Seus movimentos recentes – com a implosão do Clube dos 13 e o apoio incondicional de Andres – deram prá emissora controle absoluto do Brasileiro, concentração e favorecimento para dois clubes – já sabemos quais são – e uma perspectiva de transformar os outros grandes do futebol nacional em meros coadjuvantes.

Mas no meio do caminho existia uma pedra. Chamada Esporte Interativo.

Roma, esperto, está se aproveitando da situação. Tem muito pouco a perder.

E o Palmeiras?

Aqui só nos cabe conjecturar. Numa briga dessas, quem se movimenta primeiro (Santos e outros) assume riscos. Pode levar um bom pedaço ou pode perder muito.

Os que hoje se beneficiam do sistema – Corinthians e Flamengo – provavelmente lutam nos bastidores para não mudar nada. Como está, está bom (para eles, claro).

O Palmeiras deveria estar trabalhando para se posicionar bem. Eu do meu lado trabalharia o Esporte Interativo, claramente um caminho para criar a ruptura no sistema. Mas nada errado se a gestão está abordando a Globo. Aí a demanda deveria ser simples. Iguala o contrato com o Corinthians e dá o mesmo número de partidas de transmissão que Corinthians e Flamengo.

Qualquer caminho – por menos que o Palmeirense goste da emissora carioca – é um camino aceitável desde que haja uma estratégia e um planejamento claro. Mas há o pior caminho: não fazer nada. Ficar com o status quo mas sem reposicionar os valores a níveis dos dois queridinhos. Aliás, para quem não lembra, até 2010 era assim. Palmeiras, Corinthians, Flamengo, SPFC e Vasco da Gama ganhavam o mesmo da tv aberta e havia uma pequena diferenciação no pay per view. Em cinco anos, destruiram nossa participação.

A chance para reverter esse erro absurdo e com consequência nefastas para o futuro palmeirense é agora. Mas na disputa do rochedo com o mar, quem será o mais valente?

Bom Carnaval. Saudações Alviverdes!

30 respostas em “Opinião: quem será o mais valente?”

O que ninguem falou aqui , que essa briga è da tv fechada, ou seja, 5% da renda da tv, e o o E.I. Oferece è bem maior que a Sportv, mas sem a receita do Paper View, e com essa soma pode ficar pequena a diferença, mas a TV aberta que è a grande receita e fora a Globo ,não tà tendo alternativa, acho que o modelo ideal, seria o leilão de cada jogo, pois aí passaria UrubusxGambas na globo, Palmeirasx Botafogo na record e Flu x Bambis na band (exemplo) e cada jogo teria seu valor, poderia um patrocinador comprar, uma tv fechada, e depois revender como quizesse.

No APP do VerdãoWeb. Tem essa notícia que o Palmeiras poderia contratar o Tevez, até porque o jogador do Boca está insatisfeito com o time argentino.

Esse é cara que ganha título e, como tal, custa caro, portanto não vem. Mas se vier e o grupo aceitar, aí da pra começar a fazer o estoque de rojões.

A imprensa está louca pra ver o Marcelo Oliveira longe do Palmeiras e a torcida está entrando nessa.
Não falam do título conquistado na Copa do Brasil mas lembram que o time só dá chutão. Agora anunciaram que o prêmio da CB não foi pago, tá explicado o corpo mole contra o São Bento mas a culpa é do técnico.

Vicente, meu caro, muito obrigado por escrever a respeito disso. Vejo a poucos meses essa discussão e não me conformo o fato do Palmeiras não tomar uma posição, e concordo que deveria ser jogado isso com o Esporte Interativo.
Não comento muito, mas sempre leio seus textos, obrigado por ser uma voz que vai contra a maré, muito pelo contrário do que muitos dizem, sei que você não joga contra nem por questões de politicagem. Obvio que você quer o melhor para o Palmeiras e faz criticas muitíssimo pertinentes.
Eu gosto do Paulo Nobre, gosto da gestão dele, para mim é o melhor presidente que eu me lembro atuar, mas concordo e vejo vários erros na administração, na montação do elenco, falta de transparência e etc que deveriam ser melhorados.
Criticas construtivas são sempre pertinentes, sempre há condições (e dever) de melhorar.
Parabéns e continue com o excelente trabalho, não apenas você mas a equipe 3VV! abraços

E saiu o nosso 1º adversário na LA. É o River Plate do Uruguai. San Gennaro continua de prontidão.

Correto no sentido de se posicionar ou de um lado ou de outro, mas jamais ficar em cima do muro. Mas mas importante que isso é liderar a fundação de uma unica liga nacional independente de TV, CBF e qualquer outras entidades que não sejam os clubes. Difícil, quase impossível pelo pensamento individualista em que levantar vantagem para si. Mas a liga é o melhor caminho.

AH se tivesse um presidente, que não fosse menino de recados do sultão do BRÀS, daríamos um belo de um pontapé no rabo da RGT . Mas Paulo Piloto não tá nem aí !! O CARA é juvenil demais……………….

quando penso nisso já me dá um desanimo, a torcida tem q mostrar sua força e dar um chute na bunda dessa cambada, já são quase 40 anos aguentando esse homem e seus asseclas até quando vai ser assim?

Eu não acredito que vou escrever isso, talvez efeito etilico ainda do Carnaval, mas o divisor de agua dessa briga é Palmeiras e SPFW. Se esses dois chegassem a um acordo com a Turner sobre valores iguais ao time do Andres, negociando em conjunto, a RGT teria um problemão. Ou chegariam a um mesmo valor que o Curica ganha hj, ou Palmeiras e SPFW fechariam com EI. Aí, junto com o Santos Inter, Vasco pode ficar interessante. É um jogo pesado, tem ainda o fator CBF pois em teoria eles agradariam a RGT e podem manipular o calendario. (marcando os jogos de quem é EI por exemplo para as mesmas datas, esvaziando o resto do campeonato para a RGT). Fato é que existe uma possibilidade concreta de quebrar essa mafia tenebrosa de Curica e Flamidia. E concordo contigo Vicente, quem fica parado, come o menor pedaço do bolo.

Qualquer aliança entre Palmeiras e SPFC é impensável. O Palmeiras – escaldado por décadas de atitudes desleais daquele clube – é movido por profunda desconfiança em relação ao SPFC (e com toda razão}. Não existe possibilidade de os dois clubes se unirem. Teremos de percorrer outro caminho.

O que o Mauro escreveu seria uma solução histórica, ao mesmo tempo que o texto do Reynaldo reflete a verdade. Em resumo, a falta de união fora de campo só fortalece RGT, SCCP e Flamengo. E nós, vamos continuar comemorando só lucros ou algum dia voltaremos a festejar títulos que não venham apenas pela sorte?

Perfeita a colocação do Levi:
“Quem é o mais valente eu não sei, mas até o momento sei que o mais covarde está sendo o Palmeiras”

Obrigado grande ex-presidente tirone, por prorrogar o contrato com a rgt por 3 anos, até 2018…….. Para isso o Palmeiras foi agraciado com uma comissão de 30 milhões e o ex-presidente e seu filho, torcedor do Chelsea (antes havia trabalhado no Depto. jurídico e o do do Frizzo no Marketing)……..ganharam passagens e ingressos para ver a final da Champions League em Munique, entre Bayern x Chelsea. Por causa desses milhões……. só esse ano, a diferença entre Palmeiras e small club/Flajuto é de 70 milhões. e para o jardim leonor, 10 milhões………….Fora isso, na divisão dos 300 milhões do ppc em 2015………o critério foi uma “pesquisa” do data folha/Ibope……o Palmeiras recebeu 17.739.628 reais……ficando em 8. lugar no ranking do ppv. ……..Quando todos sabem que somos um dos que mais compram ppv, já que nossos jogos não s~åo transmitidos na tv aberta. Ficamos atrás de Cruzeiro, Atl-MG, Grêmio, SP, Vasco……e isso pq somos umas das 3-4 maiores torcidas do Br……………. o mais valente eu não sei, mas o mais covarde, somos nós.

Pois é LEVI, concordo contigo, nós somos covardes e aceita qualquer coisa que vem da RGT. O culpado disso tudo é o ex-presidente Tirone (B1).

Texto muito relevante e oportuna, o negócio é bem por aí mesmo. Se a globo aceitar as cotas de TV e a quantidade de jogos televisionados iguais aos queridinhos da deusa platinada ( time dos Gambás e Urubus), aí podemos entrar num acordo, porém, se a RGT não aceitar então não podemos perder tempo em assinar as cotas de TV com o Esporte Interativo. Na minha opinião, o Palmeiras tem a obrigação de assinar com o Esporte Interativo e dá um pé na bund@ na RGT.

A grande pergunta a ser feita é: quem realmente decide sobre isso? Que não é o presidente acho que não resta dúvida ! A falta de uma Postura transparente deixa tudo nebuloso em relação ao nosso futuro, pelo andar da carruagem vai ficar tudo como está ! SE dependesse apenas de PN poderia haver alguma mudança, SE dependesse dos verdadeiros palmeirenses com certeza haveria alguma mudança, mas todos sabemos quem realmente vai definir as coisas e pra ele pouco importam as cotas e as partidas transmitidas e sim apenas os seus interesses para se manter no poder, a grande dúvida é como ficarão as coisas com o afastamento do seu lacaio da presidência da CBF??? Talvez ai esteja nossa esperança de alguma mudança …

O negócio é bem aí: se for para o Palmeiras ficar com a Globo, então, cotas iguais aos dois queridinhos, nada de ganhar conforme pesquisa arranjada pelo Ibope. Senão, Esporte Interativo.

Valentia, coragem ou mesmo competência não são características das últimas gestões da SEP.
Como esperar um posicionamento adequado em um assunto tão relevante quando o que assistimos nos últimos anos foi um verdadeiro show de incapacidade de gestão?
Basta ver a forma como tratam com os atuais parceiros de negócios ou mesmo a quantas anda a Reforma Estatutária, este último, a meu ver, a pauta mais importante e urgente, mas tratada com desdém pelos atuais mandatários.

Os comentários estão desativados.