Categorias
Paulistão 2016 Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 1×2 Linense: medonho

 

 

Tudo bem, eram os reservas, mas mesmo assim…

Um jogo patético. Time sem qualquer criatividade, que não chuta a gol de perto ou tampouco de longe. No final ainda acabou “na roda” contra um time do Linense fraco, mas que é minimamente organizado para defender e contra-atacar de quando em vez. Dois contra-ataques, dois gols. A defesa mal posicionada e sem cobertura nas duas vezes.

O tal Régis deixou bastante a desejar, embora tenha ao menos mostrado coragem de tomar a inicativa na organização, sem conseguir qualquer resultado objetivo.
E o tal Moisés, jogou?
Egídio e João Pedro obtusos;
Zagueiros em descompasso nas poucas vezes que o modestíssimo Linense tentou alguma coisa;
Allione no mundo da lua;
Os dois volantes (Sales e Santos) não foram de todo mal na marcação, mas na ajuda à criação de jogadas simplesmente zeraram.
Alecsandro ausente, escorado na desculpa de que a bola não chega (o que é verdade); ao menos bateu bem o pênalti;
Rafael Marques fora de forma, sem ritmo, não criou, não concluiu, não ajudou na marcação e saiu irritado de campo (provavelmente com seu próprio desempenho – que bom!, ao menos o simancol está funcionando);
Eric entrou razoavelmente bem, mas perdeu o gol de empate no último minuto de um jeito xôxo, coisa de dar pena (do pobre torcedor que assistiu ali no Gol Sul, de pertinho).
Cristaldo entrou outra vez sem brilho.
Devo ter esquecido de comentar sobre alguém. Isso sugere o quanto me impressionou o seu futebol na tarde de hoje.

Não se sabe onde o Marcelo Oliveira quer chegar. Em termos de criação de jogadas o time continua muito fraco, e isso vem desde o ano passado. E a observação vale tanto para o time reserva, quanto para o titular. A coisa se resume a alçar a bola na área para o Vitor Hugo nas faltas, jogada que já é mais do que conhecida por todos os adversários.

Enfim, começamos o ano muito mal e, pior, até agora sem grandes perspectivas de melhora. Tomara que a coisa melhore.

***

PRÉ JOGO

O Palmeiras pega o Linense hoje no Allianz Parque às 17 horas.

O time terá muitos reservas. Deve entrar em campo com: Fernando Prass; João Pedro, Roger Carvalho, Thiago Martins e Egídio; Thiago Santos (Matheus Sales) e Moisés; Rafael Marques, Régis e Erik; Alecsandro.

O Linense vem de três empates. Hoje é dia prá golear e ganhar moral para a estreia da Libertadores.

Deixe aqui seu comentário. Este será o post do pós jogo.

185 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 1×2 Linense: medonho”

Nosso elenco pode ser aquela maravilha, mas está longe de ser ruim, como já foi dito por aqui, o técnico nao é ruim, suas conquistas provam isso, mas está cada mais evidente que perdeu o grupo, agora é questão de tempo, se vai cair mesmo, e vai, que seja o quanto antes…

“Valorizado no Boca Juniors, Tobio não deverá voltar ao Palmeiras”. Vejam só, lá no Boca o Tobio é valorizado enquanto aqui no Palmeiras o Tobio é banco e olha lá e desvalorizado. Quem será o culpado???

O time do Palmeiras é meia-boca, mas SCCP e SPFC também são ridículos. Triste momento do futebol paulista.

Na minha opinião nem Tite, nem Guardiola e muito menos Sampaoli daria jeito no Palmeiras, o problema sempre foi estrutural e olha que não é de hoje.

Como esperado….armaram uma “contusão” para LA…….e pode ser que Nathan seja inscrito na Libertadores. E se for jogar lá, pensando em empate…… como todo técnico brasileiro faz….. perde.

Pode treinar dia e noite, falta qualidade no meio campo e o Dracena faz muita falta. Além disso, alguns jogadores tem que ser dispensados urgentemente até pra diminuir a folha e quem sabe sobre
grana pra contratar o craque da 10. Com Egídio e João Vitor nas laterais e Alione na meia não ganha
de ninguém.

Pra esse elenco, nem se um dia tivesse quarenta horas, e eles treinassem todas elas, não sairia um bom futebol. Não dá pra transformar, ainda (quem sabe um dia) isopor em ouro. Melhor andar com as próprias pernas que San Gennaro e a arbitragem faz o resto.

Marcelo Oliveira,,perdeu o grupo de vagabundos Isto é FATO . O cara não gosta muito de dar treino–Se somarem os dias de folga que MO deu pro time, tentando com isso ganhar o GRUPO, em 8 ou 9 meses, daria quase 30 dias de folga !!!Gargamel ja deu no SACO !!!Pelo menos, ja esta dismitificado de que esse elenco , sempre teve quantidade e nunca qualidade !!E a política do sultão continua—-ruim e barato !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

Aparentemente no geral os times grandes estão sofrendo com o início dos pequenos, que tem este campeonato como o mais importante do ano. A única exceção é o SCCP, que joga para não perder e acaba ganhando pelo cansaço, invariavelmente por um gol de diferença.
O Palmeiras, pra variar, está sofrendo mais do que os outros começo a notar que alguns jogadores estão perdendo a paciência com o treinador, que, por sua vez, não ajuda muito nas escalações confusas e declarações no calor do momento.
De qualquer maneira, o primeiro torneio que nos interessa começará apenas na terça e um bom desempenho e mandatório para recuperar a autoestima do grupo e do torcedor.

E se não fossem as arbitragens ajudar os grandes o sofrimento seria maior. Uma vergonha! Agora, o problema do Palmeiras não é treinador, e sim jogador. Vão demitir o Gargamel e nada irá mudar, pode escrever

Sem material humano nem o Guardiola dá jeito. Olhem a Europa, quando o Guardiola anunciou que sairia do Bayern ao final da temporada, o time parou de jogar. Jogador de futebol é uma turma bem difícil. Não tenho dúvida que o time do Palmeiras está boicotando o técnico, nosso elenco é mediano, mas pra ganhar do Linense até o sub 20 ganharia com o pé nas costas, mas para isso teria que jogar futebol, e não fazer o que fizeram ontem no Allianz. Vergonhoso.

Quando realmente quiserem jogar bola, vão ganhar do Linense facilmente, mas a falta de técnica e de técnico vai custar caro contra adversários mais qualificados. O que esse time consegue é ganhar mata-mata de adversários piores (cruzeiro, fluminense e internacional) e contra adversários arrogantes (santos). Se pegarmos adversários assim na libertadores, dá pra ter esperança, mas se pegarmos alguém com técnico inteligente e jogando corretamente nos nossos erros, seremos eliminados com duas derrotas. Nunca vi um time grande com tanta facilidade de perder jogos em casa como o Palmeiras do Século XXI.

Parece que ser palmeirense significa ser uma pessoa que nasceu para sofrer. Mas espera aí , aceita essa condição quem quer. Eu não quero ficar sofrendo por causa de um time de futebol que um dia , num passado bem distante , foi grande , vitorioso. Hoje é só decepção. Gostaria que alguma coisa tocasse na alma do presidente do clube e fizesse ele despertar que esse ano é o último ano do mandato dele e que ele tem tudo para sair como sendo o maior e melhor presidente da história do clube e para isso deveria se lembrar que esse ano é ano de taça libertadores e que temos dois arqui-rivais na disputa. O senhor presidente deveria entender que para esse ano o time deveria ser de alto nível com jogadores para assumirem a responsabilidade e fazerem do Palmeiras o campeão desta libertadores.

Os comentários estão desativados.