Categorias
Libertadores 2016 Resenha dos Jogos

Pós Jogo River 2×2 Palmeiras: foi bom … mas não foi bom

 

Começou a Libertadores. O Palmeiras foi lá prá Uruguai e pegou a versão ruim do River Plate. 2×2.

O Palmeiras melhorou comparando com as últimas duas partidas. Sem um meia de vocação mas com um meio campo leve – Arouca e Jean levavam a bola ao ataque – eis que Marcelo Oliveira achou uma formação pouca coisa melhor que nas últimas partidas.

No ataque Dudu era voluntarioso. E Barrios parece que joga no lugar errado.

Mas o Palmeiras dominava. Ninguém reclamou de um pênalti claro pro Palmeiras no 1o tempo. Talvez porque o adversário fosse tão fraco que era inevitável sair gols. E saiu.

Numa jogada que tem cara de ser treinada pelo professor, Dudu voltou pro meio campo e abriu espaço para a subida de Jean. O passe saiu milimétrico e o volante (??) ficou na cara do gol. 1×0. Um belo gol!!

E poderiam ter saído mais. Dos dois lados. O Palmeiras inexplicavelmente se retraiu e o River cresceu. E foi quando a defesa palmeirense mostrou que ainda é fraca…

Logo no início do 2o tempo o ataque do River foi progredindo e num problema de cobertura de Lucas o jogador uruguaio apareceu na cara de Prass. Pênalti. Bem batido. River 1×1.

Na sequência Alecsandro (que havia entrado no lugar de um Barrios numa noite ruim) de peito ajeitou para Gabriel Jesus (que substituiu Erik) que dominou com categoria e bateu na saída do goleiro. 2×1.

Aí de novo a defesa bateu cabeça. Numa jogada de escanteio, os uruguaios empataram. 2×2.

E não saiu muito mais coisa.

O time do River é muito fraco. Era jogo prá vencer e se acalmar. Mas um ponto não é de todo ruim. A regra é clara: empatar fora e ganhar todas em casa. Vamos torcer.

Saudações Alviverdes!

181 respostas em “Pós Jogo River 2×2 Palmeiras: foi bom … mas não foi bom”

Com todo respeito aos torcedores, a SEP é uma zona, não é possível ver tanta mediocridade na administração do futebol. Como pode continuar com os argentinos se eles não jogam? Como pode ter Alecsandro como nosso principal centroavante. CANSEI, É TANTA INCOMPETÊNCIA NO FUTEBOL QUE DA NOJO. Até minha vó sabia que precisaríamos de um lateral direito, um zagueiro, um meia e um centroavante, mas infelizmente o Jeep precisa de volante. Não dá mais ver tanta pouco caso com a torcida. ANO COMEÇOU E ACABOU PARA MIM, PASSA A RÉGUA.

Agora é o Barrios q não joga sábado. Na boa, já ta cansando já. É muita incompetência. Acho q o Marcelo deveria botar o Jesus de centroavante já q ele jogava assim na base e desandava a fazer gols. Barrios esquece e Alecsandro tbm não da pra confiar. O Palmeiras irrita até o mais sereno torcedor.

Eu não queria acreditar , mas parece que o elenco está dividido mesmo. Assim não adianta ficar sofrendo e torcendo por esses jogadores que não estão comprometidos com o clube.

A Taça Obsessão pode durar de 2 jogos (pré-libertadores) , 6 jogos (fase de grupos) , e depois mais 8 jogos se o time conseguir alcançar a grande final. Quero sentir as opiniões de vocês , quantos jogos o Palmeiras irá realizar nessa edição da taça Obsessão ? Abraços !

Temos que ver como Rosario Central e Nacional virão pra Libertadores, e principalmente se perderão pontos para o River genérico. Não paramos na primeira fase desde 1979 (esta é a décima participação desde então), nem mesmo aquele time medonho de 2013 com Kléber ex-Porto e Vinícius de atacantes conseguiu essa façanha, então vou acreditar que passaremos em segundo no grupo e das oitavas nos pênaltis, mas ficaremos nas quartas, completando assim dez jogos. Isso, é claro, considerando que faremos pelo menos quatro das melhores partidas do ano dentro da Libertadores, e que San Gennaro não vá parar no nosso DM, senão f…

Qualquer resultado que não fosse a Vitoria, contra o poderoso “river plate´´, Uruguaio , já demonstra a fragilidade de postura , atitudes e planejamento, que foi marcado, por muitas discussões, e analises criticas , pela mídia palestrina, em diversos veículos, agora fica claro, que não temos um elenco pronto, que temos um “técnico´´, fora de orbita, que os passos a serem dados, devem ser outros, que os resultados serão os já conhecidos, que a frustração sera , a mesma, e que o TITULO é um desejo , mas não uma certeza, esta é a sina desta administração, fazer certo, ainda é uma incógnita , pois os argumentos toscos superam, os atos corretos !

Já tinha dado pra perceber, depois do clássico de domingo, que o time do SPFC é bem meia-boca, assim como o do SCCP, assim como é o do Palmeiras. Mas não é por eles estarem fracos que temos que ficar no mesmo nível deles, e nos contentar com futebol medíocre. Ousadia!

Tite é o maior símbolo do futebol eficiente feito para resultados que impera no Brasil hoje, aquela coisa feia construída por arrogantes (embora posem de bons moços) teóricos da bola e especialistas em esquemas táticos que entre outras coisas desaguou nos 7×1. Já já vão começar os comentários do tipo “time que deveria estar na Champions League” e coisas do gênero. No ano passado, com um time melhor, foi assim, e quando parecia que papariam todas as taças o barco resolveu afundar no mar de soberba que se formou. As coisas já se encaminhavam para mais um fracasso no Brasileiro quando os ventos da sorte sopraram a favor (boa parte deles para dentro dos apitos amigos, não se pode negar), mas assim como não acredito que o Palmeiras irá longe em qualquer competição que seja com esse futebol patético, tenho a certeza de que uma hora essa “sorte” deles vai acabar. E não haverá RGT nem CBF que possam mudar isso.

Taça Libertadores , a taça obsessão.
Pode ser disputada entre mínimo de 2 jogos (pre-libertadores) e máximo de 14 jogos ( fase de classificação e eliminatórios até a grande final).
Pelo o que o Palmeiras mostrou ao seu torcedor ontem disputaremos apenas 6 jogos. Alguém tem outra opinião?

O início da entrevista pra mim resume quem é Paulo Nobre: alguém que sempre quis SER presidente do Palmeiras, nunca alguém que quis estar na presidência para servir e ajudar o Palmeiras. Deu no que deu.

Acho que a torcida para o próximo jogo do grupo (rosário X nacional, jogo em rosario, quinta feira que vem) deve ser por um empate ou, caso haja vencedor, que seja o nacional. De qualquer forma é obrigatório que o palmeiras faça sua parte e vença o rosario em casa, no nosso próximo jogo. Aí a classificação se encaminha para nacional e palmeiras. Se o rosário ganhar, o grupo pode chegar ao final da segunda rodada bem embolado, o que nos causará pânico, com certeza, porque na terceira rodada jogamos fora contra o nacional e o rosario pega o fraco river. Para isso, continuamos procurando o grande desaparecido lá pelos lados do Allianz Parque, o tal do FUTEBOL.

Tanta gente pedindo um 10 , até eu queria tbm, mas quem? Vão trazer o Zidane, Djalminha, Alex, Zico, Ademir da guia? É possível fazer um time super competitivo com o q temos hj. Ta longe de ser um mega elenco mas pelo futebol jogado hj em dia no Brasil e na América do Sul dá pra fazer bem melhor do q estão fazendo.

Pois é, embora não sejam fenômenos, não considero o elenco ruim (óbvio que não da pra jogar de igual para igual com o Barcelona), por isso da para jogar mais do que jogam, sem contar que muitos estão juntos há quase um ano. Tem alguma coisa errada.

A questão é essa, Zek. Existe uma enorme diferença entre dizer que não existe e saber que existe mas que não iremos atrás porque é caro, porque a Crefisa e a FAM vão falir, porque temos o Cleiton Xavier e blá blá blá. Está na hora de termos uma diretoria que não pense que contratando o Adriano Chuva e o Jorge Preá eles se tornarão craques ao vestirem a camisa verde, mas que tenham colhões de tirarem craques dos outros times, colocá-los com a camisa verde e torná-los ainda melhores – e campeões.

O time não foi tão mal, só empatou com o time mais fraco da LIBERTADORES !!! Domingo iremos pra 5 partidas sem vitória !! Gigante em fazer Besteiras em contratações !!!

Depois de ontem, ta mais do que evidente;—Na hora que MO sacar LUCAS–AROUCA–BARRIOS e contratarem um 10 , Quem sabe poderemos sonhar em ir mais longe na LIBERTA !!!

Tentaria jogar com Jean na lateral direita, daria um ultimato ao Egídio na esquerda, Mateus Sales, Zé Roberto, Robinho e Régis ou Allione (pra alguma coisa eles devem servir) no meio e Dudu e Jesus no ataque. Tem grande chance de não dar certo, mas não custa tentar, por exemplo, num jogo contra os Capivarianos da vida. Depois, esperaria a volta do Dracena, rezaria muito pra San Gennaro nos ajudar a passar de fase e correria desde já atrás de um lateral esquerdo, um zagueiro e um meia armador de verdade com cérebro e futebol. Quem sabe dê pra salvar o ano.

O que falta nesse time é personalidade, um cara que tenha liderança dentro de campo,
um jogador diferenciado pro meio campo, culpar o Marcelo é bobagem, esse time toda vez que fica à frente do placar chama o adversário pro jogo até tomar gol e aí pensar em jogar novamente. O gol de escanteio é manjado , pura falta de atenção e concentração, parece que ainda estavam comemorando o segundo gol.

entao a culpa toda é do treineiro, ok. mandar ele embora e trazer quem essa altura do campeonato ? sabemos q a midia detesta o Palmeiras, e ontem começaram as especulações de brigas entre os jogadores e tecnico. tah na cara que querem desestabilizar ainda mais o elenco. outro ponto, se precisamos de um 10, um zaqueiro e um LE a culpa é 100% da diretoria (PN e M/attos) q nao trouxeram ninguem. o MO não indicou jogadores para estas posições ? Aroni, meu amigo, queria saber sua opinião sobre a mudança do esquema de jogo no 1º tempo, vc gostou ? eu achei o time mais organizado e tocando mais pelo meio, sem os gloriosos chutoes dos beques.. abcos

Sou otimista e paciente,massss, Para mim basta. O time do Palmeiras é um catado, parece que os caras se reúnem cedo para jogar a tarde. Esta uma draga de dar dó, meldels. Se o jogo ontem fosse contra o Rosário estaríamos perdidos. Sábado, mesmo torcendo a favor, vai ser dificílimo, capaz de tomarmos uma goleada do Santos. Agora tem que saber o porque disso estar acontecendo. Se o treinador pede uma coisa eles fazem outra. Se o treinador pede e eles obedecem mas o esquema é uma droga. Se o treinador não pede nada só joga as camisas pra cima e quem pegar pegou…Do jeito que esta não pode ficar.

Uma observação Victor: MO mandou a campo 3 times diferentes no paulista…….. escala outro totalmente diferente na libertadores e termina o jogo com outro time. Deve ser o esquema confunde jogador e facilita para os adversários. Os caras devem treinar com batata quentes, para rifarem tanto a bola e ficarem perdidos que nem cego em tiroteio….quando fazem 1 gol. Fora a tática “inteligentíssima” de recuar o time para tentar matar o jogo no contra-ataque…..tentando rifar a bola de qualquer maneira. Cansa ano após ano, quase morrer do coração assistindo os jogos do Palmeiras.

Na verdade, esse time é um catado faz tempo. Levou a classificação na Copa do Brasil até a final alternando bons momentos e péssimos jogos, mas o título encobriu (para a maioria, não para todos) os grandes defeitos. Achar que temos o melhor elenco do Brasil é algo perfeitamente compreensível e aceitável vindo dos torcedores, não de uma diretoria que deveria ter ido na contra-mão dessa empolgação e feito sua lição de casa a partir de 7 de dezembro, um dia após o encerramento da temporada passada. O título foi maravilhoso e ao contrário do que pensam alguns não está sendo nem deve ser diminuído, mas para quem comanda o clube a referência deveria ser o nono lugar e o desempenho medíocre no Brasileirão. Partindo-se desse princípio, o que acontece agora é apenas o início de uma colheita obrigatória.

Comentário de um torcedor das marias em um blog……………………”Luis Couto – 17 de fevereiro de 2016 – 00:30
Olá Cosme Pode dizer que sou um torcedor ingrato, mas eu não quero o Marcelo Oliveira no meu Cruzeiro nunca mais. Covarde, medroso, apático, não sei como descrever esse senhor, que, apesar de ter ganhado 2 brasileirões com o Cruzeiro, jamais teve a confiança da Nação Azul. Graças á esse treinador, passamos 2 anos sem vencer um clássico, além de perder aquela Copa do Brasil da forma como foi, com o time completamente desmotivado, em clima de férias. Eramos favoritíssimos á conquista da Libertadores 2014, porém, não sei o que passou pela cabeça desse senhor, que teve a “brilhante” ideia de tirar Lucas Silva e Goulart, e escalar Nilton e Julio Baptista em seus respectivos lugares. Nem preciso contar como terminou, né?”

Vamos trazer de volta Dorival Jr. Que està esmerilhando no peixe e è Palmerense, pois tecnico não ganha jogo, vide Barcelona, qualquer tecnico, mesmo sem Guardiola da Show, com um monte de jogador nota 6 è dificil fazer uma partida nota 9.

Empate bom, mas ruim pelas circunstâncias… o esquema pareceu mais um 4-1-4-1, com já disseram abaixo, e até pode dar certo se melhor treinado…. Prass fez pênalti bobo; Lucas foi normal, como tem sido desde o começo do ano; Zaga não comprometeu; Zé normal também; T. Santos bem; Arouca bem abaixo do que conhecemos (se liga, o time tá cheio de volante); Jean muito bem, tem qualidade; Dudu sozinho na armação deu conta; Erick ainda encontrando espaço no time; Barrios mal… G. Jesus, Alecssandro e Robinho entraram e melhoraram o time, méritos de MO.

Bom resultado?? É brincadeira. Precisamos de um 10, um 4, um zagueiro e um técnico. Dizem que estamos com grana, mas não trouxemos um zagueiro de respeito e um meia esquerda. Cuca já!!!!!!

Continua um amontoado de jogadores em campo… Dudu não é armador (apesar do belo passe para o primeiro gol)… MO desaprendeu… a defesa tá uma peneira, principalmente nas costas do Zé Roberto… resumindo, empatar com o time mais fraco da chave é ridículo.

Concordo. Grande passe do Dudu e boa presença ofensiva do Jean, mas não é ele quem tem que armar. E contar com dois fazendeiros na zaga em Libertadores nós já sabemos que só faz a vaca atolar mais cedo no fundo do brejo.

Hj vou poupar o gargamel. Não gosto dele mas a forma como tomamos o segundo gol me irritou demais. Todo time treina esse tipo de jogada, todo jogador profissional sabe o q tem q fazer nesse tipo de jogada. Falta de atenção ridícula num jogo tão importante. Falta personalidade. Falta alguém q grite lá dentro e cobre atenção o tempo todo. Fernando Prass e Zé Roberto são os mais experientes e deveriam fazer isso.

Destaques positivos do jogo:
Vitor Hugo, Zé Roberto, Gabriel Jesus e principalmente o Alecsandro.

Destaques negativos:
Lucas, Roger Carvalho, Erik, Barrios e principalmente o Arouca.

Menções ao Jean e o Dudu, que jogaram bem no primeiro tempo, mas caíram de produção no segundo.

Concordo Eduardo, há muito tempo é ele que contribui muito para desestabiliadde da zaga. É um ótimo jogador de grupo, mas sobrecarrega os atacares que voltam para marcar, e o meio que tem que cobrí-lo. É difícil também, pq a alternativa é o homem de 1 neurônio, o Egídio, que desestaboliza ainda mais a zaga….e terceira opção….Victor Luis.

Também acho que é ótimo de grupo, mas não tem mais pernas. Não é culpa dele, diga-se de passagem, mas não há esquema que resista a algumas leis da natureza. Não acompanho o time do Rosario Central, mas no torneio do Uruguai deu pra ver um atacante rápido do Nacional que se jogar pelo lado do Zé vai fazer San Gennaro pedir férias até o ano que vem…

Coloco o T. Santos no positivo também, aliás, abre o olho Arouca, com tanto volante no time e você jogando assim… R. Carvalho não comprometeu,

Sei que alguém vai dizer que estou pedindo a volta do Márcio Araújo ou coisa do tipo, mas sinceramente sempre achei esse Arouca um jogador absolutamente comum. Gostaria que alguém me dissesse em qual partida ele de fato se destacou ou fez diferença desde que chegou ao Palmeiras. Critico a contratação do Jean pelo excesso de volantes no elenco, mas no momento ele, Matheus Sales e Robinho deveriam ter prioridade na escolha.

Ele caiu muito desde que saiu do Santos, difícil entender porque, era um ídolo por lá e aqui fez uma ou outra boa partida (apesar de ter sido fundamental na Copa do Brasil)… Jean foi uma ótima contratação, a melhor do ano até aqui. Não acho que tenha excesso de volantes, é uma posição muito vulnerável, ano passado terminamos com a sexta opção entre os titulares (M. Salles)… O grande problema está na linha de 3 do meio-campo, MO não está acertando por ali.

Como eu vi o jogo sem som (pra nao ouvir bobagens dos narradores e ter minhas proprias conclusoes) tive esperanca qdo jesus ia entrar… pensei comigo poderia sair o arouca ou thiago santos puxava o dudu p meio e botava correria p cima deles. Mas nao. O previsivel MO trocou novamente 6 por meia duzia. E qdo eu vi o barrios saindo pensei: soh nao seja o alecgordo. Quase me bati qdo vi ele em campo… o MO nao tem estrategia nenhuma soh fica no “esquema tatico” invalido que ele teima em continuar tentando. Sofrivel.

Mas só que o ”Alecgordo” foi um dos melhores jogadores do Palmeiras na partida e foi bem melhor que o Barrios…

É claro que eu gostaria de ver uma vitória do Palmeiras lá no Uruguai, mas reconheço que o time fez a melhor partida do ano até agora. O que ainda incomoda são essas oscilações inexplicáveis dentro do jogo que fazem com que o time tome gols bobos como o segundo do River Plate.

ENFIM, O TIME MELHOROU, MAS PODE EVOLUIR MUITO MAIS!

Acho engraçado alguns nobres comentaristas desse espaço diminuindo nosso titulo da Copa do Brasil por ter sido nos penaltis, como se fosse um acidente/sorte. Será que eles sabem oq aconteceu na Libertadores de 1999? Ou, ainda, na final da Copa do Mundo de 1994?

Enfim, sobre o jogo de hoje, era pra ser uma vitoria tranquila, mas a defesa não deixou. Agora tem que ganhar do Rosario ou do Nacional fora de casa.

Sabemos o que aconteceu em 1999 sim, Túlio. Só fiquei em dúvida se você sabe. Conseguimos a classificação na fase de grupos somente na última rodada, mas depois eliminamos o então campeão da América Vasco em São Januário por 4×2 de virada numa exibição irrepreensível de todo o time, depois fizemos um duelo de igual para igual contra o SCCP passando nos pênaltis, mas em momento algum jogamos de forma covarde para perder de pouco num jogo e esperar o resultado positivo em casa no outro. A semifinal contra o River Plate, então campeão argentino, foi a melhor partida internacional da carreira do Alex, e na final contra o Deportivo Cali sobrou nervosismo. A única semelhança com a campanha da CB 2015 talvez seja essa, porque de resto fizemos jogos ridículos contra o Sampaio Corrêa e ASA, complicamos excessivamente as disputas contra Cruzeiro e Inter, tomamos um gol (por pouco não foram dois) do Fred jogando com uma perna só na semifinal contra o Flu e fomos absolutamente covardes na primeira final na Vila Belmiro. A despeito da ótima partida final, dependemos muito sim da sorte, queira você ou não, para levantar uma taça que nem por causa disso é menos importante que outras da nossa história. Já na minha opinião, é engraçado perceber como um título conquistado muito por causa da sorte servir de muleta para todos os erros que foram cometidos em 2015 e que continuam sendo cometidos neste ano, mas de qualquer maneira cada um decide como quer ser enganado.

Culpou o vento e o gramado, e “garantiu” que os outros jogos serão tão difíceis quanto esse. Faltou dizer que não ganhamos porque não fizemos mais gols que o adversário. Nosso zagueiro de seleção é um poeta…

Esse ano tinha que trocar o chip. Ano passado, a desculpa para o mau futebol era o time que estava em formação, o deixa o homem trabalhar, o gramado, os jogos as 11 da manhã…

Um alento e acredito que ele irá melhorar ainda mais…..Jean……. ao menos 1 jogador que ten arriscado 2-3 chutes ao gol adversário, por jogo. Pode errar, mas só que chuta tem chance de fazer o gol.

Com esse futebolzinho apresentado, vai ser difícil se classificar para o mata-mata. E ainda tem gente que falou em título da libertadores. Brincadeira!!

O Gabriel Jesus saiu de campo dando parabéns ao time pela ótima partida. Provavelmente pensou que com dois gols fora de casa o empate por até 1×1 seja nosso no jogo de volta, mas alguém precisa avisá-lo (e a outros, também) que só lá pra maio que isso vai valer…

Parem de reclamar, isso que é diretoria:Estarão disponíveis até o fim do mês, nas unidades da Academia Store, loja oficial do Palmeiras, as camisetas criadas pelo clube para incentivar o torcedor a cantar e vibrar no Allianz Parque durante a Copa Libertadores.São três modelos disponíveis na nova coleção. Um deles tem a imagem da placa da esquina entre as Ruas Palestra Itália e Caraíbas, ponto em que os torcedores costumam se concentrar antes dos jogos, e a frase “Palmeiras vai jogar eu vou”, tradicional grito que ecoa nas arquibancadas.

Quando comecei a ler fiquei assustado, pensei que chegaria um camisa dez, mas lembrei que isso não existe mais. Será que quando criaram essa joia rara de camiseta, imprescindível para a campanha do bi, já se sabia que o time pode não disputar uma partida sequer no Allianz?

Péssimo resultado, adversário fraco. Toda vez que fica na frente do placar logo em seguida toma o
gol porque não sabe segurar a bola no meio. Achei que não tínhamos um 10, também não temos um nove já que o Barrios é um poste. Arouca ainda não estreou , Roger Carvalho só sabe fazer falta.
Aliás o time fez um monte de faltas desnecessárias. Se sonha em ganhar a Libertadores precisa contratar pelo menos um meia que saiba jogar.

A torcida tem que compreender, é jogo de quarta, sábado e agora terça, nosso elenco esta muito desgastado. Precisamos dar umas férias para alguns de nossos jogadores que estão se esforçando demais, senão, pode acorrer estiramentos musculares nas coxinhas.

Beleza ganhamo um ponto fora do super time do River, vice campeão do mundo. Parabéns a todos da administração do nosso magnífico futebol. Principalmente ao Mittos.

Nada. Por coincidência, conforme o jogo ia avançando e o empate ficava mais evidente, comecei a pensar na mesma coisa. Mas já evoluímos, né? Há dois anos usávamos a calculadora pra saber o quanto faltava pra nos livrarmos do rebaixamento, agora a briga é pra passar num grupo da Libertadores…

O time não foi tão mal, dava pra ganhar até com certa tranquilidade, o problema é que a cada 2 ataques dos nossos adversários (ex: River, São Bento e Linense) os caras fazem um gol! De bola parada, de jogada individual, de falha da zaga, de lançamento longo, enfim…. uma festa, é só passar do meio de campo do Palmeiras que a chance de marcar beira os 100%

Péssimo resultado, empatamos contra o pior time do grupo que não fará mais nenhum ponto no grupo (a não ser se eles ganharam da gente no último jogo)

Vamos aos fatos: se em seis meses do ano passado o Palmeiras do MO jogou umas três ou quatro boas partidas, nas próximas cinco da Libertadores precisaremos de pelo menos três nesse nível para não sermos eliminados, então…

No mata-mata é que se dá bem. O problema é classificar nos pontos corridos. Foi com esse futebolzinho terrível que a C do B veio parar no nosso colo. Tá certo que, precisou de muita sorte e muito santo pra isso acontecer. Mas, no mata-mata é o seguinte: resultados iguais e vitória nos penaltis.

Time covarde e sem esquema tático, se esse time de camisa verde não fosse sustentado pela história da gigante Sociedade Esportiva Palmeiras, já teria fechado há alguns anos.

Só não pode dar bobeira, até porque os caras não são bobos. Temos que matar esse jogo logo.

3 volantes para não tomar gol. Vai jogar por um empate, típico de treinador quando joga fora. Espero que consiga os 3 pontos.

Hoje tem tudo pra ser um “dia das bruxas”. Não estou falando do futebol que o Palmeiras anda jogando, não. Hoje, tem tudo pra ser aqueles dias para os fantasmas saírem da tumba, de voltarmos a ser o melhor elenco das Américas, de nossa zaga ser cotada para selenike, e para o MO não cair mais. O RP do U tem tudo para trazer a alegria de volta. E pra quem queria esquema novo, ele veio. Que 4-2-3-1, nada. Será 4-3-0-3. Nossos volantes serão mais armadores do que nunca. Palpite: RP do U 0 a 2 SEP.

Na verdade é mais um 4 1 4 1. Só que os dois armadores não são armadores, apesar de sairem bem. Não acredito q vá funcionar…. Mas a provável vitória vai esconder isso

Os comentários estão desativados.