Categorias
Notícias

Deu na rede: Riscos da Gestão Nobre

 

Na Espn.uol matéria sobre o Banco BBA-Itaú – que anualmente lança um relatório sobre a saúde financeira dos clubes de futebol no Brasil – que alerta os riscos da gestão Nobre.

“A receita que passa por um presidente como ‘mecenas’ e ainda contratos de patrocínio concentrados em uma única fonte representa um risco para o futuro do Palmeiras. A análise é do Itaú BBA, o banco de investimentos do grupo Itaú, em uma projeção sobre o que pode acontecer com o clube ao fim da gestão Paulo Nobre e uma eventual saída das empresas Crefisa e FAM de sua camiseta.”

Leia mais em Espn.uol.

5 respostas em “Deu na rede: Riscos da Gestão Nobre”

Perfeito o comentário do Levi. O que é preferível: ter um patrocínio concentrado (e alto) ou nenhum patrocínio, como acontece com Sereias e Bambis? Patrocínios são sempre efêmeros, a atratividade da instituição é que conta.

Se isso for confirmado mesmo, o Palmeiras em termo financeiramente voltará ao normal, os patrocinadores vão embora, as dívidas voltarão a todo vapor e o pior de tudo é que quando o presidente sair o Palmeiras terá que pagar a dívida com o Paulinho juvenil com correção monetária, ou seja, 2014 part. 3.

Isso é encher lin..güi….ça…….. se sair o Palmeiras volta ao estágio de 2014. Com a diferença de que as cotas da tv não estão adiantada. Quem deveria se preocupar é o small club e bambis. Essas notícias do palmeiras sempre aparecem quando a dupla ou um deles está com problema. Para desviar o foco.

Os comentários estão desativados.