Categorias
Governança Opinião

Opinião: uma luz no fim do túnel

 

Por V. Criscio

Repousa na câmara do deputados projeto de lei número 5.082 apresentado em abril pelo deputado Otavio Leite (PSDB/RJ). Este projeto cria a Sociedade Anônima do Futebol (SAF) e estabelece “procedimentos de governança e de natureza tributária para modernização do futebol”.

A luz no fim do túnel está aí. Prá mim e outros que querem o futebol administrado por gente que é do ramo e entregues aos seus torcedores, é a luz da modernidade e da salvação.

O projeto, se aprovado, poderá ser o embrião que colocará o futebol brasileiro no caminho da sua recuperação, profissionalização, responsabilidade adequada aos gestores, abertura para os torcedores serem sócios das entidades esportivas. E por tabela o fim ou pelo menos uma diminuição bárbara dos políticos dentro do futebol.

Como?

O projeto regula aquilo que eu venho falando aqui desde que o 3VV era o blog Terceira Via Verdão.

Os principais pontos do projeto (a fonte é o Blog do Meio de Campo, de Rodrigo Monteiro de Castro):

– Capital dividido em ações e acionistas limitando suas responsabilidades às ações subscritas;

– A SAF é criada a partir da transferência de ativos do clube; a partir daí forma-se a entidade também com a presença de pessoas físicas (torcedores ou investidores) e jurídica, a partir de investimento apropriado; h’regras para a participação dos investidores;

– Há regras para as ações ordinárias e preferenciais, ou seja aquelas que têm direito ou não a voto; apesar de ainda não ter detalhes, o projeto de lei também prevê as regras de decisão e controle por parte do clube, o que eu chamo de Governança;

– Também como Governança, a SAF deverá ter um Conselho Administrativo e uma Diretoria Executiva. Nada parecido com um conselho de 300 pessoas, e uma diretoria puramente política e incapaz de tomar decisões que um grande clube de futebol exige.

– Não podem fazer parte desses órgãos, por exemplo, membros de qualquer órgão administrativo do Clube ou integrantes de órgão administrativo de outra SAF. Enquanto o Clube for o único acionista da SAF, seu conselho deverá ser composto de metade menos um, no mínimo, de conselheiros independentes. Além disso, o estatuto poderá estabelecer requisitos necessários para o exercício do cargo de conselheiro. Os membros da diretoria deverão ser remunerados e dedicar-se à administração da SAF com exclusividade. (esse parágrafo foi copiado exclusivamente do site de referência lá em cima, mas o grifo é meu);

– Implementação de um conselho fiscal de funcionamento permanente, formado por no mínimo três integrantes. Enquanto o clube for acionista único da SAF, pelo menos a maioria de seus membros será independente. Não poderá integrar o conselho fiscal pessoa que seja empregada ou que exerça qualquer cargo no clube, inclusive eletivo.

E tem mais coisas, nesse momento menos relevantes para essa opinião. Mas a ideia é ciar um mercado do futebol, concebido pelo Estado, regulado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e autorregulado por entidades como a Bovespa e manejado por sociedade anônima do futebol.

A revolução que esse projeto pode trazer ao futebol, se bem aprovado, sem emendas perversas da bancada da bola, é imensa. Pelo menos em termos de condições estruturantes de um clube de futebol. Tudo aquilo que conversamos aqui, sobre separação do futebol em relação ao clube social, sobre profissionalização dos gestores, sobre governança, e principalmente, sobre dar o poder de fato e de direito ao torcedor, está aí. Mas é importante reforçar: sempre foi possível se fazer com um novo estatuto de verdade, projeto antigo no Palmeiras, sepultado pela atual gestão.

Agora, com essa lei, os parlamentares (claro, se aprovado) irão obrigar os clubes a se modernizarem, e assim dar um empurrãozinho a gestores preguiçosos em fazer o que prometeram em campanha.

Ei, você que não é do ramo, que hoje atua com ares de profissional, que gosta de entrar em campo prá ver se a grama está verde, tomar decisões onde você não está nem de longe preparado, tremei: seu tempo está chegando ao fim! A luz no fim do túnel prá você é o trem da modernidade.

Saudações Alviverdes! Bom domingo e feliz dia das mães.

Links relacionados:

Blog Meio de Campo;

– No IG Esporte;

– No Lancenet.

 

 

140 respostas em “Opinião: uma luz no fim do túnel”

Como de costume, quando em algum momento consegue brigar pelo título brasileiro a diretoria pra variar sempre consegue fazer ca.g.ada vender alguns bons jogadores, sempre foi assim, por isso que eu não acredito no título brasileiro do Palmeiras.

O treinador vai aproveitar Luan e Moisés no brasileiro. Ambos são jogadores de força e em determinados jogos, vamos precisar desse tipo de jogador, segundo o treinador.

É apenas uma opinião, mas se alguém ainda acha que Luan pode ser aproveitado no time do Palmeiras deve ser porque não temos nada melhor na base. Aí eu pergunto: se não temos nada melhor do que Luan na base, pra que serve a base?

Concordo. Enquanto a torcida espera um nome de peso, será uma ducha de água gelada se o escalado seja o Luan. Além de ser um jogador muito fraco, ele traz lembranças ruins, de péssimas fases do Palmeiras. Luan nem pensar!

Gabriel Jesus na capa da Gazzeta delo Sport ( não sei escrever) . parece q o menino vai embora mesmo, será uma pena, acho q ele vai evoluir muito ainda e qdo estiver no melhor momento não estará aqui. Fazer oq?

É “Gazetta dello Sport”, Philipe. E como a transferência do Jesus é apenas questão de tempo, que pelo menos vá para um grande time da Europa, que renda uma boa grana ao Palmeiras (que, lembrando, tem direito a apenas 30%) e que, principalmente, essa grana seja bem usada no time de futebol, e não acabe em reforma de piscinas, construção de saunas ou de salões para bailes de carnaval.

Porque na Libertadores também era favorito e caiu na primeira fase, só por isso.

O Inter é favorito ao Brasileiro faz duas décadas, não ganha desde 1979. A Holanda sempre é favorita nas Copas do Mundo, só conseguiu três vices. Sinceramente, prefiro que o protagonismo fique bem longe do Palmeiras, assim teremos alguma chance.

Análise de Elenco na RGT.com. Opinião de Jornalistas no Lance. Estimativa de chances no RGT.com hoje. opinião de colunistas do Uol. Porque todos colocam o Palmeiras como possível candidato ao títulos e nós aqui falamos quase como se fosse brigar pra não cair?

Isso que fiquei me perguntando hoje. De onde esses caras tiraram esse favoritismo todo do Palmeiras? Do futebol apresentado? Do elenco? Das contratações? Dos resultados da temporada? Não consigo entender, achar um motivo para esse oba oba da imprensa.

Pois é… achei muito esquisito. Talvez porque estejamos um pouco acima dos outros, só que porque eles estão mal. E como nós queremos jogar bem e não ser “menos pior”, vemos diferente. Não sei se é pelo trabalho que o C.u.c.a deve estar fazendo lá… não sei. A questão é que comecei a duvidar rs. Vou esperar umas 5 rodadas pra saber se quem estava certo éramos nós aqui ou a mídia em geral. Nunca quis tanto estar errado haha

Não me ponha nesse balaio “nós”. Eu sempre disse que temos chance de ser campeões. Certeza é impossível (ao contrário do que disse o Cuca – ao meu ver, foi um erro a sua declaração), mas as chances são boas sim. O que acontece é que aqui, no 3VV, predomina amplamente um pessimismo exagerado. Até apelidei alguns, sem citar os nomes (teve quem vestiu a carapuça), de “Profetas do Apocalipse”. kkk

Ter chances de ser campeão, todos têm. Mas a imprensa está colocando o Palmeiras como “favorito ao título”. Aí já é demais. E não são os “profetas” que predominam aqui, são os “deslumbrados” que só aparecem antes de começar os campeonatos e quando o Palmeiras ganha. Na maioria dos jogos, quando o Palmeiras está no bumba meu boi, agem como fantasma. Se aparececem sempre, não só na hora do filé, mas tamvém na hora de roer o osso, a proporção de profetas e deslumbrados, aqui, seria a nesma.

Compartilho totalmente desse desejo, Thomaz. Neste momento, sexta-feira 13 de maio de 2016 às 18h50min, nada me faz crer que o Palmeiras ganhará o Brasileirão, tampouco que seja favorito para tanto. Mas como quero que minha opinião e todas as evidências que levam a ela estejam erradas. Só lembro que faz mais de dez anos que em todo mês de maio o Inter também é colocado pela chamada “imprensa especializada” como favorito ao título, que não vem há 37 anos. Se do lado de cá nós torcedores exageramos na paixão, no amor e no ódio, do lado de lá os jornalistas não fazem muito diferente.

Thomaz a gente já discutiu isso antes. Esse é o perfil do torcedor palmeirense que frenquenta aqui Querer discutir isso ou ficar toda hora questionando isso é absolutamente improdutivo. A vantagem do 3VV é que permite que torcedores verdadeiros coloquem coisas contrárias e favoráveis ao time e a gestão. Agora se entrar nessa de ficar questionando por que aqui se critica mais ou menos, parou! Nós administradores não vamos entrar nem permitir que entrem nesse debate que eu já sei onde um conjunto pequeno de comentaristas quer chegar. Abraços.

É interessante ver a diferença de tratamento entre Palmeiras e os 2 queridinhos da tupiniquim press, como no caso do acidente no coliseus das meninas. E em todas as áreas. O coroné marinho e o Mp, trataram logo de dar o veredício e classificar como…..fatalidade. O mesmo coroné e Mp que passa anos ataza..nando o Palmeiras, usando lupa para qualquer coisinha. E a tupiniquim press caladinha, desviando mais uma vez o foco………..Como nossos adversários tem a vida facilitada. Pena que muito de nós palmeirense não somos capazes de enxergar isso…..ou se recusam. Agora imaginem só…….o espetáculo dantesco que seria, se isso tivesse acontecido no Allianz…

É interessante ver a diferença de tratamento entre Palmeiras e os 2 queridinhos da tupiniquim press, como no caso do acidente no coliseus das meninas. E em todas as áreas. O coroné marinho e o MP, trataram logo de dar o veredício e classificar como…..fatalidade. O mesmo coroné e MP que passa anos ataza..nando o Palmeiras, usando lupa para qualquer pi…c….uinha. E a tupiniquim press caladinha, desviando mais uma vez o foco………..Como nossos adversários tem a vida facilitada. Pena que muito de nós palmeirense não somos capazes de enxergar isso…..ou se recusam. Agora imaginem só…….o espetáculo dantesco que seria, se isso tivesse acontecido no Allianz…

Os comentários estão desativados.