Categorias
Jogos

Pós Jogo Palmeiras 2×0 América MG: lição de casa feita

 

O Palmeiras venceu o América MG por 2×0 nessa noite de terça-feira no Allianz Parque.

Há jogos onde o pós jogo é bastante simples: o Palmeiras jogou contra o pior time do campeonato e fez o que tinha que fazer. Venceu!

A vitória foi construída no 1o tempo com dois gols de Gabriel Jesus. O time dominou no 1o e no 2o tempo. O América ameaçou logo no início muito mais por desatenção do time alviverde do que por méritos do adversário. A partir daí o jogo foi fácil e não teve surpresas.

Destaques: o diretor do Barcelona que veio ver Gabriel Jesus vai ter trabalho dobrado no relatório. Vai ter que falar de Roger Guedes. O meia atacante foi o destaque da partida junto com Jesus. Guedes armou e deixou os atacantes palmeirenses em condições de marcar em muitas oportunidades.

O Palmeiras dorme a R10 como líder.

Saudações Alviverdes!

***

Pré Jogo

O Palmeiras joga nesta 3a feira no Allianz Parque contra o América MG às 21:30. É a partida para consolidar sua posição de líder do Campeonato Brasileiro 2016.

O time

Cuca vem trocando jogadores já poupando aqueles que estão mais sobrecarregados. Não será surpresa se nesta 3a feira alguns dos titulares não comecem jogando.

Thiago Martins retorna após o terceiro amarelo.

Os relacionados para a partida são:

Goleiros: Fernando Prass e Vagner
Laterais: Egídio, Fabiano e Zé Roberto
Zagueiros: Edu Dracena, Thiago Martins e Vitor Hugo
Volantes: Jean, Matheus Sales e Thiago Santos
Meias: Cleiton Xavier, Fabrício, Moisés, Vitinho e Tchê Tchê
Atacantes: Cristaldo, Dudu, Erik, Gabriel Jesus, Luan, Rafael Marques e Róger Guedes

O Adversário

O treinador português Sergio Vieira não deve ter desfalques para a partida contra o Verdão. A dúvida é Borges (aquele) que fez o gol da vitória contra o Coritiba, ou Victor Rangel.

Arbitragem

Trio pernambucano: Péricles Bassols (PE – FICA) com Clovis Amaral e Cleberson do Nascimento nas bandeiras.

Números no Brasileirão

Jogando em casa o Palmeiras está imbatível. 5 jogos e 5 vitórias, 14 gols pró e apenas 4 gols contra.

O América como visitante tem campanha fraca. Em 4 jogos foram 3 derrotas e 1 empate. 5 gols pró e 9 contra.

Retrospecto

No retrospecto o Palmeiras jogou 19 vezes com o América com 9 vitórias, 6 empates e 4 derrotas. 34 gols pró e 21 contra.

Jogando no Palestra Itália foram 3 vitórias e 1 empate. 10 gols pró e 2 contra.

Ingressos

23 mil ingressos já vendidos. Gol Norte esgotado.

 

108 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 2×0 América MG: lição de casa feita”

Alguém aí sabe se Fabiano e Fabrício podem jogar esse jogo contra o cruzeiro? Assim como Robinho e Lucas? Eles fizeram aquele acordo estúpido de não poder jogar contra o clube q tem contrato ou não?

Parece que a Fifa acabou com essa cláusula.
Todos estão liberados pra jogar. Só não jogam por contusão ou decisão da comissão tecnica.

Apesar do Cruzeiro ter vencido na rodada passada ainda está muito perto do Z4, ou seja, ainda está no desespero. Joga em casa e vai vir pra cima e com isso vai deixar espaços na defesa q já é fraca. Se o Palmeiras entrar com inteligência vai ter espaço pra fazer o q tem de melhor: velocidade no contrataque. Espero uma Vitória amanhã, mas tem de entrar esperto.

Chapecoense e Inter fora, Santos e Galo aqui. Até a virada do turno esses serão nossos maiores desafios. E contra Galo e Chape não teremos os prováveis convocados para as Olimpíadas, assim como no primeiro duelo do returno contra o Atlético Paranaense em Curitiba. Os outros jogos (Cruzeiro, Sport, Figueirense, Botafogo e Vitória) poderão ser menos problemáticos, considerando é claro a atual fase de cada time e, principalmente, desde que o Palmeiras entre em campo sempre com a faca entre os dentes.

O Galo se recuperou bem, mas ainda está longe. Os gaúchos vão continuar nos calcanhares e o Santos conseguiu se manter bem na tabela tendo até vencido fora de casa (algo raro ultimamente), mesmo perdendo jogadores para a Seleção, desafio esse pelo qual também precisaremos passar em breve.

Hoje em dia nós fazemos aquele “nada mais que a obrigação”. Isso é muito bom. Temos três jogos daqueles que não são “fáceis”, mas podem decidir um campeonato a nosso favor. 9 pontos nos colocam de vez na briga pelo título… e depois no clássico contra o Santos, vamos sem tanta pressão.

Ótima rodada pra nois…gambás perderam e o gambazinho saiu chorando, grêmio perdeu em casa, bambis não saíram do marasmo de sempre e inter empatou. Da pra vencer em minas sábado? Claro q dá, mas tem q entrar com espírito de final de campeonato…..abrir 5 pontos de vantagem seria o melhor dos mundos, mas um empate tbm não seria tão ruim. Esse campeonato vai ser equilibrado até o fim, ninguém tem um time pra deslanchar na liderança. O importante é se manter ali o tempo todo . Avanti meu Palestra. Vamos ser campeões!!

O Coxa é um time maldito. Tomara que pelo menos empate com o Inter mas que vá pra segunda e nunca mais volte. Timinho safado, todo ano beira a segunda e a torcida é chata pra caralho. Colegas dizem que na final de 2012 na cidade ecoava o grito: “Coxa seu otário, o 6 a 0 foi pra casa do caralho”!

Parece que o Palmeiras tem maldição com o Coxa, mas quando precisou ganhar , ganhou. Não fomos rebaixados só por causa deles.

Grêmio derrotado no Sul e Inter penando (como nós) em Curitiba. Rodada boa, mas se entrarmos no Mineirão achando que vai ser moleza ganhar do Cruzeiro (que bateu facilmente um dos times que nos venceram), sabemos onde vamos parar… Oportunidade para mostrar seriedade, abrir cinco ou seis pontos de vantagem e jogar a pressão para os adversários no domingo.

Um troféu aos tontos que utilizaram os sinalizadores contra o Coritiba. Dois pontos que JÁ estão fazendo falta para nós. O Inter está vencendo e não vai deixar escapar a vitória.

Pois é, vai ser difícil esquecer aquela pataquada. Aliás, não é pra ser esquecida mesmo, assim como não devemos esquecer que vencemos Santa Cruz e América Mineiro em casa, ou seja, nada mais que a obrigação para quem prometeu título, embora signifique uma baita evolução em relação às nossas atuações contra esses timecos no ano passado.

Bananotelli de volta, em 2015, em 30 jogos fez 10 gols, uma média de 0,33 gols por jogo.

O problema do Erick é o mesmo de vários caras. Se ele não entra, é porque nos treinos o cara não corresponde. O C.u.c.a coloca todo mundo pra jogar… se ele fica de fora é porque ta zicado mesmo

Provavelmente, sim… melhores que eles. E desculpa, no jogo, fizeram mais que o o Erick. Com a mesma quantidade de oportunidade. Cristaldo entrou e 5 min. depois dez gol. Alecsandro fem algo semelhante… nao entendo o que o Erick fez pra ter gente pedindo…

Que oportunidade com o Cuca recebeu o Erik? Como poderia ter feito mais sem ter chance? Cristaldo e Alecsandro já se mostraram úteis, mas também MUITAS vezes foram verdadeiros postes em campo – ou será que vitórias contra Santa Cruz e América MG em casa apagaram as memórias dos torcedores? Sem contar que até onde sei o Erik nunca jogou dopado (aliás, nem jogar ele joga). Ninguém está parando a Avenida Paulista com faixas “Não vai ter Golpe! Queremos o Erik!” ou coisa do tipo, apenas peço chances iguais para todos, o que definitivamente não acontece. Na minha opinião, o Cuca não gosta dele por causa do seu retrospecto problemático, assim como podou Lucas e Robinho por serem formadores de panelas. Agora, se o critério for “marcar gol importante quando entra”, vamos correr atrás do Betinho de 2012, porque sem considerar decisão nos pênaltis ele foi o “grande herói” do nosso último título em 90 minutos…

Li comentários de uns amigos aí sobre o Erik. Pra mim trata-se de um bom jogador, mas q já mostrou q sentiu muito o peso da camisa. Pra mim pode esquecer esse cara, qdo o camarada é bom mesmo e não sente a pressão de Time Grande faz q nem o Tchê tchê e o Roger Guedes. Chega pega a camisa e joga. Essa é a minha opinião.

O problema são as chances que outros caras que também sentem peso de camisa e pressão e não têm a mínima condição de jogar no Palmeiras já tiveram (e não é porque o time está liderando agora que vou apagar isso da memória) e o Erik não teve. Ou será que Cristaldo, Alecsandro e mesmo o Lucas Barrios arrebentaram assim que chegaram por aqui? Não vou discutir novamente a negociação com o Cruzeiro porque continuo achando que na troca de baciáveis saímos perdendo, mas na minha opinião Lucas, Robinho e Erik estão entre aqueles que não têm nem terão chances com o Cuca simplesmente porque o técnico não gosta deles.

Pessoal… bom dia… apesar da boa fase do time, eu sou meio cético, às vezes até pessimista, mas estou vendo passagem pra Sampa… vocês acham que o jogo do título vai ser em setembro ou outubro?

Eu acho muito difícil o Palmeiras segurar o Gabriel Jesus. Se perder o nosso principal jogador aí todas as esperanças de título do brasileirão irão por água abaixo. Infelizmente.

o Palmeiras deveria ter comprado ele quando foi oferecido por 1 milhão, ainda mais uma gestão “focada no lucro” do jeito que é essa gestão… aí quis economizar, comprou 30% e agora não tem controle nenhum sobre o jogador… resumo da história: seremos piada de novo, barriga de aluguel dessa vez… o gabriel jesus tem destaque como jogador do Palmeiras desde 2012/2013/2014, muita gente já sabia o craque que ele é, mas o Palmeiras conseguiu mais uma proeza… aconteceu isso várias vezes no Brasil mas os clubes e a mídia não aprenderam ainda, keirrison, hyuri do botafogo, vitinho do botafogo, bernard do atlético, onde eles estão agora? o gabriel jesus não tem nem 1 ano de carreira e pode não vestir mais a camisa do Verdão, pra uma gestão formada por futebolistas/economistas esse foi mais um tiro no pé… esse tipo de erro não pode mais acontecer se o clube quer ser gigante novamente, aliás não só o clube, mas o Brasil também

Eduardo/Diogo: Concordo com vocês, mas na minha opinião, o Cuca deveria dar mais chances ao Erick, ele mostrou que tem muito futebol no Goiás, é questão de tempo.

Se realmente o G Jesus for embora (tomara que não), na minha opinião, o cara certo para substituí-lo é o Erick. O menino é bom de bola, falta apenas o Cuca dar chance a ele.

Sei não, Lito. Se foram buscar de volta o Leandro Banana (que em quase um ano na Bélgica não marcou gol), acho que as chances do Erik com o Cuca são mínimas. Posso estar redondamente enganado, mas entre Cristaldo, Alecsandro, Barrios, Leandro Banana e Erik, tecnicamente este último é disparadamente o melhor, mas pode acabar o campeonato sem jogar uma partida.

Como dar chance para o Erick se ele joga na posição do GJ, Roger Guedes ou Dudu, que estão arrebentando? O Banana tem o estilo do Alecsandro, ou seja, centroavantão rompedor e grandalhão. Nada a ver pedir para colocar o Erick na posição que jogam Barrios e Alecgol. O Erick vai ter chance de mostrar a que veio quando (se?) o GJ for pra Europa.

Wlademir, você não entendeu minha colocação. Não estou pedindo para o Erik ser titular. O fato é que SEMPRE que um dos atacantes está ausente por contusão, suspensão ou eventualmente convocação (lembre-se de que ficaremos sem o Gabriel Jesus por quase um mês) ele NUNCA tem uma chance de jogar por 5 minutos que sejam. Como bem expôs o Diogo Sapia, quando o Erik chegou o time era uma bagunça tática, hoje melhorou muito nesse aspecto, mesmo assim ele não entra. Cada um tem seu modo de ver futebol, mas no meu se Cristaldo, Alecsandro, Banana (não voltou pra ficar só treinando, certo?) e até o Barrios têm oportunidades, nada justifica que o Erik não tenha, a menos é claro a que fica mais evidente: Cuca não gosta dele.

Lito, estava falando com uns amigos palmeirenses a respeito do Erick… se formos analisar bem, até agora ele não teve uma chance efetiva de mostrar serviço…. pois quando teve chances o time simplesmente não existia… não existia tática, nem jogadas ensaiadas, os movimentos do time inteiro eram descoordenados… e ele acabou se queimando um pouco…. no jogo de ontem ele podia ter tido uns 20, 25 minutos pra jogar… difícil entender essa falta de oportunidade, mas vai saber como ele está treinando né…. torço pra ele ter algumas chances, pra que aproveite-as e que se torne mais uma boa opção pro time.

Até parodiando algumas mensagens acima. Como é gostoso pela manhã, entrar na Monte Líbano, aqui na Mooca, e olhar por cima de todos e dizer: não vejo ninguém a nossa frente.

E a tardinha, bater um papo com o Cacau da São Pedro e só visualizar coisas boas com relação ao nosso time.

Tenho minhas dúvidas. Fez 23 jogos na Bélgica jogando pelo Brugge (campeão da liga nacional nesta temporada, portanto supostamente é o melhor time do país hoje) e não marcou um gol sequer. Enquanto isso, o Erik não recebe uma única chance.

Não quero me precipitar, não quero me empolgar antes da hora, mas tem momentos dos jogos do Verdão em que parece um time de futebol de verdade kkkk….há qto tempo não víamos um futebol eficiente e bonito no Palestra heim, ta certo q os 2 últimos jogos foram contra times de série B, mas antes nos tbm tínhamos time de série B. Tchê tchê, Moisés, CX, Dudu, Roger Guedes e Jesus. Nenhum pereba…NENHUM!! Meu Deus, isso é um sonho??? Hahaha…claro q não é uma nova academia surgindo mas dá uma alegria imensa ver nosso Verdão como protagonista no Brasil de novo. Vai ter jogo q vamos perder, vai ter jogo q vamos jogar mal mas finalmente não tem mais Márcio Araújo, Jumar, Thiago Real, Max pardalzinho, maikon leite e cia…que a diretoria consiga e faça todos os esforços pra segurar os meninos (Jesus, Roger Guedes e Dudu) pelo menos por mais um ano pra disputarmos a libertas de 2017. Parabéns ao C.uc@ pela coragem de fazer oq deveria ser feito. Palmeiras é sinônimo de grandeza, de futebol técnico e bem jogado, de toque de bola de pé em pé. Vai vir título? Não sei, mas pelo menos nesse momento o respeito e o orgulho foram resgatados.

O principal de tudo é isso: o respeito (especialmente dos adversários) e o orgulho foram resgatados. E que sejam permanentes, como deve ser em relação a um clube gigante como o Palmeiras.

Você falou bem. Dos 11 titulares não tem NENHUM pereba. Entre os titulares, alguns que ainda não mostraram muito, mas pereba? Nenhum. Que sonho… Nosso time reserva hoje seria titular em 2014

Convenhamos: Moisés tem se mostrado útil à equipe, e todo bom time em qualquer lugar do mundo tem seu “carregador de piano”, mas tecnicamente é muito grosso. Os bons resultados da equipe não podem mascarar algumas evidências, mesmo porque quando o Palmeiras perder muita gente vai voltar a eleger os “perebas” da vez, e certamente nosso “profeta” estará entre eles. E antes das pedras chegarem à minha cabeça, não é cornetagem, mas mera constatação.

Eduardo, o Moisés, quando escalado mais recuado, tem cumprido muito bem suas funções, acertando a saídas de bola sem afobação, acertando bons passes, fazendo boas invertidas de bola que pegam a defesa aberta…. não é um Iniesta, Rakitic, Kross, mas está longe de ser “muito grosso”. Agora, no jogo que teve de fazer função que o CX exerceu nos dois últimos jogos, ele não foi bem e acabou amarrando alguns ataques promissores… aí é questão do técnico enxergar onde cada jogador pode ser mais útil pra equipe… e acho que nesse ponto o trabalho do Cuca está sendo bem feito.

Respeito a opinião de vocês e reconheço a utilidade que o Moisés tem mostrado ao time, muito mais do que o Gabriel (volante) no ano passado, que nada mais era do que um ladrão de bolas que não sabia dar um passe de cinco metros. Mas dentro do conceito através do qual eu aprendi a ver e a gostar do futebol, e das referências que tenho desde que acompanho o Palmeiras, ele é grosso sim. Nesse time arrumado ele quebra o galho, mas não passa disso. E enfatizando o que escreveu o Thomaz, se o Ademir da Guia jogasse naquele time de 2014 não seria contratado nem pelo Íbis…

E só completando, a gente percebe a intimidade que um atleta tem com a bola quando ele recebe, domina e sai jogando com ela. Reparem no Moisés quando ele faz isso. Não é nada pessoal, o cara é boa gente, bate lateral na área bem pra caramba, é esforçado como poucos… mas é grosso!

Também não vejo ele “muito grosso”. Mas concordo que ele só funciona em times que estejam bem… ele não “salva time”. Se tivesse em 2014, seria pereba. Mas… não está sendo.

Esse Roger Guedes, sei não, tem vida curta no verdão, o menino joga muito. Quanto ao G Jesus, infelizmente é questão de tempo para ir embora. E pensar que o Oxxxxvaldo não o colocava para jogar.
E mais, esse Cuca é foda, tem que renovar contrato já. Vamos verdão. Será que os caras do Barcelona não querem o Luan no lugar do G Jesus???

Ainda faltam 28 rodadas para “queimarmos a língua”, Thomaz. De minha parte é algo que vou adorar quando acontecer, mas aquele 2009 nos deixou lições que pelo menos em tese deveriam ser inesquecíveis. Tínhamos o então tri-campeão brasileiro de técnico, reforços de peso como Vágner Love chegando e ninguém saindo, cinco pontos de vantagem na metade do segundo turno com uma tabela recheada de futuros rebaixados e ameaçados pela degola pela frente, e o final da história foi melancólico (aquela cena de Obina e Maurício brigando e sendo expulsos num intervalo no RS contra o Grêmio foi a própria imagem da derrocada). Chegar à liderança não é tão difícil quanto ficar nela, e todos (inclusive o sr. piloto) precisam mostrar que as lições do passado foram devidamente aprendidas.

Cara, vamos curtir o momento, somos líder e estamos jogando no momento o melhor futebol do país, pelo menos até a próxima rodada rsrs…. ninguém do time aprendeu a lição de 2009 pq ninguém estava lá exceto o CX q foi pra Ucrânia e nem deve mais se lembrar. Alguns da diretoria estavam ,mas quem é q confia na diretoria?? Acho q o momento é de apoio total, nós torcedores sabemos bem o q passamos nos últimos anos, mas eu prefiro esperar e se a coisa desandar de novo a gente senta o pau de novo. Por enquanto a liderança é nossa e da lhe dá lhe Porco.

Pois é, Philipe, quem nunca esquece e fica sempre com o lenço nas mãos chorando mais um título perdido somos nós, torcedores. Bem lembrado quanto ao CX, então nesse sentido ele precisa ser o líder da equipe porque participou de um fracasso retumbante e deve saber como evitá-lo. Quando há trabalho acontecendo, pelo menos de minha parte sempre haverá apoio, mas nunca incondicional.

Discordo. A maioria daqui cravava que o time “faria feio” no Brasileirão. E já mostramos que não. 1/4 já foi e não só somos lideres, como estamos jogando bem. Era isso que queríamos. Fazer frente a qualquer um e jogar bem. Título nunca é obrigação. Ser um time grande, é. Vários falaram que o time do Palmeiras era uma piada e ia ser saco de pancadas. Que os jogadores era ruins. Então sim, queimamos a língua.

Por esse ponto de vista você está certo, Thomaz. O Palmeiras já é uma surpresa agradável para sua torcida, independentemente do futebol brasileiro estar uma draga (alguém tem que ser o melhor mesmo no meio de uma draga, certo?). Não acreditava que conseguiríamos tanto em tão pouco tempo, mas ao mesmo tempo preocupa atingirmos o ápice muito antes do final do campeonato, assim espero termos fôlego para chegar até lá. Título realmente não é obrigação, mas lutar por ele até a última rodada, sim.

Como é bom ver Nosso Verdão novamente como protagonista!
Saudações Irmãos na Fé Palmeirenses!!!

Não é porque sou palmeirense não, mas dá gosto de ver esse time do Palmeiras jogando esse futebol de alto nível que não vejo no Brasil há um certo tempo.

Esse elenco tem tudo para entrar na história como campeão e também como um time que encantou com um estilo jogo técnico, com inteligência tática e eficiência.

ESSE PALMEIRAS É SHOW!

Que diferença do time de cuca pro do M.o.

Só espero que a rio16 não nos leve Roger guedes, jesus e Prass. Nem a janela.
Avanti!

Nem estou falando por você, Sérgio, mas é uma coisa chata pra caramba. Não passa um jogo sem uma reclamação do apito. Também sei que não é seu caso, mas parece essa história de golpe pra lá, golpe pra cá… Quero ver se no dia em que errarem a nosso favor (e isso vai acontecer mais cedo ou mais tarde) alguém vai lembrar de reclamar também. Sinceramente, tenho mais medo do que alguns “torcedores” (que não merecem ser chamados assim) possam aprontar (haja vista Curitiba na semana passada) do que propriamente das arbitragens.

Boa vitória, cumprindo a obrigação de fazer seis pontos contra Santa Cruz e América MG. Tchê Tchê e Roger Guedes jogando muito (apesar da fome deste em alguns lances), Jesus abusando das firulinhas e uma boa estreia do Fabiano. Na verdade, o adversário é um virtual rebaixado e não exigiu praticamente nada do Palmeiras, mas me lembro que há nove anos o Juventude também já estava quase atolado na Série B, veio aqui nas últimas rodadas e ganhou por 1×0, então o que importa é que a postura do time hoje é outra. Que continue assim sem esquecer que precisa ganhar fora de casa pra ser campeão.

É um cara que dificilmente vai fazer um gol neste campeonato, mas é impressionante como está em todos os lugares do campo, o tempo todo. Independentemente de sermos campeões, se ele não estiver no “Bola de Prata” da Placar em dezembro, será marmelada.

Ficou barato, teve um caminhão de gols perdidos no segundo tempo. Moisés e o Roger Guedes estão jogando muito. Gostei do Fabiano também, entrou bem. Todo o time está de parabéns.

Time está rendendo muito bem com esse ataque frenético! Tem que ver como vai ficar quando machucar ou começar a saírem os jogadores

Bom… Defendi o Roger Guedes desde a sua contratação por acompanhar o jogador desde a estréia dele no Criciúma. Muitos criticaram por uma matéria tendenciosa sobre as estatísticas do Roger mo tigre. Estatísticas podem ser enganosas, cansei de vê-lo fazer jogadas maravilhosas e o goleiro fazer milagre ou deixar inúmeras vezes o companheiro na cara do gol e o atacante perder.

Eu fui um deles. Critiquei muito, inclusive na final contra as Sereias na Vila, apesar dele ter feito algumas boas apresentações antes desse jogo. Cheguei até a te dizer que daria um voto de confiança a ele, porque tu disse que ele era bom. E hoje, reconheço que você estava certo, e que o cara tá jogando muito. Me arrisco até a dizer que foi a melhor (e a única que parece estar dando certo) aposta que o Palmeiras fez nesta gestão.

O moleque é bom mesmo. E eu me lembro que você comentou que ele é bom de bola.

Realmente, Antonio. Diante da desconfiança geral você disse que o Roger Guedes era muito bom e que surpreenderia a todos. Agora todos veem que você tinha razão, para a felicidade geral da nação alviverde.

Pelo que entendi, o Roger Guedes foi contratado pra suprir uma possível saída do Jesus. E na boa, está jogando muuuuita bola.

Alguém sabe informar se o verdão está tentando trazer o Leandro Pereira de volta?
Poxa e o Barrios?? Será que até o final do ano ele volta?

Harley de Carvalho: Tudo bem meu amigo? Realmente eu andava sumido, não aguentava mais o MO (kakakakak). Mas agora estamos de volta. Abraços.

Vale lembrar que o brasileirão está apenas na décima rodada, o Palmeiras tem tudo para conquistar esse título brasileiro só que o brasileirão só vai decidir depois da janela de transferência no meio do ano aí começa um outro campeonato, portanto, vamos com calma, tem muita água pra rolar pra não acontecer como em 2009 onde naquele ano teve o campeonato nas mãos do Palmeiras e deixou escapar perdendo o título para os mulambos do Rio.

Comentário consciente e coerente. Outro dia ouvi alguém falando que tal time “dormiria” fora da zona de rebaixamento com determinada vitória, e o comentarista disse que o importante mesmo seria “passar o Natal” fora do Z4. Em outras palavras, é ótimo liderar a competição e aumentar a vantagem agora, mas muita coisa ainda vai acontecer, e depois de perdermos o campeonato mais ganho do século em 2009 todo cuidado é pouco.

Preocupado com esse “rodízio” no meio… jogo passado fluiu bem justamente graças à boa partida que fizeram CX, Moisés e Dudu…que possivelmente começarão no banco, sendo assim acho que pode pintar o Thiago Santos ou Mateus Sales na volância junto com R. Marques e Cristaldo… mas também não me surpreenderia se ele colocasse o Fabiano de lateral direito e ficasse com Jean e Tche Tche no meio, mantendo assim um meio de campo mais solto.

Esse campeonato está com uma cara de que a disputa pelo título será intensa entre o Verdão e o Grêmio, pois considero que esses dois times praticam um futebol bem mais vistoso e eficaz que os demais.

É claro que, no final do ano, quem levantará o troféu será o maior campeão nacional pela nona vez.

Só a vitória interessa. Mesmo tendo a liderança provisória (no saldo de gols), ainda acho que devemos dois pontos pra taça. O Palmeiras tem tudo pra vencer hoje. Palpite: SEP 5 a 3.

Alguém quer apostar que faremos jus a nossa incrível vocação de tomar gol de ex ou refugos famosos? Rsrs…. Borges fará um gol hj , mas meu palpite é 3×1 Verdão de novo. E da-lhe Porcoooo!!!

É só não entrarmos de salto alto (credo, isso é coisa de bambi), e faremos mais 3 pontos. Dá-lhe Gabriel Jesus e Dudu.

Os comentários estão desativados.