Categorias
Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 2×0 América MG: lição de casa feita

 

O Palmeiras venceu o América MG por 2×0 nessa noite de terça-feira no Allianz Parque.

Há jogos onde o pós jogo é bastante simples: o Palmeiras jogou contra o pior time do campeonato e fez o que tinha que fazer. Venceu!

A vitória foi construída no 1o tempo com dois gols de Gabriel Jesus. O time dominou no 1o e no 2o tempo. O América ameaçou logo no início muito mais por desatenção do time alviverde do que por méritos do adversário. A partir daí o jogo foi fácil e não teve surpresas.

Destaques: o diretor do Barcelona que veio ver Gabriel Jesus vai ter trabalho dobrado no relatório. Vai ter que falar de Roger Guedes. O meia atacante foi o destaque da partida junto com Jesus. Guedes armou e deixou os atacantes palmeirenses em condições de marcar em muitas oportunidades.

O Palmeiras dorme a R10 como líder.

Saudações Alviverdes!

***

Pré Jogo

O Palmeiras joga nesta 3a feira no Allianz Parque contra o América MG às 21:30. É a partida para consolidar sua posição de líder do Campeonato Brasileiro 2016.

O time

Cuca vem trocando jogadores já poupando aqueles que estão mais sobrecarregados. Não será surpresa se nesta 3a feira alguns dos titulares não comecem jogando.

Thiago Martins retorna após o terceiro amarelo.

Os relacionados para a partida são:

Goleiros: Fernando Prass e Vagner
Laterais: Egídio, Fabiano e Zé Roberto
Zagueiros: Edu Dracena, Thiago Martins e Vitor Hugo
Volantes: Jean, Matheus Sales e Thiago Santos
Meias: Cleiton Xavier, Fabrício, Moisés, Vitinho e Tchê Tchê
Atacantes: Cristaldo, Dudu, Erik, Gabriel Jesus, Luan, Rafael Marques e Róger Guedes

O Adversário

O treinador português Sergio Vieira não deve ter desfalques para a partida contra o Verdão. A dúvida é Borges (aquele) que fez o gol da vitória contra o Coritiba, ou Victor Rangel.

Arbitragem

Trio pernambucano: Péricles Bassols (PE – FICA) com Clovis Amaral e Cleberson do Nascimento nas bandeiras.

Números no Brasileirão

Jogando em casa o Palmeiras está imbatível. 5 jogos e 5 vitórias, 14 gols pró e apenas 4 gols contra.

O América como visitante tem campanha fraca. Em 4 jogos foram 3 derrotas e 1 empate. 5 gols pró e 9 contra.

Retrospecto

No retrospecto o Palmeiras jogou 19 vezes com o América com 9 vitórias, 6 empates e 4 derrotas. 34 gols pró e 21 contra.

Jogando no Palestra Itália foram 3 vitórias e 1 empate. 10 gols pró e 2 contra.

Ingressos

23 mil ingressos já vendidos. Gol Norte esgotado.

 

108 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 2×0 América MG: lição de casa feita”

Alguém aí sabe se Fabiano e Fabrício podem jogar esse jogo contra o cruzeiro? Assim como Robinho e Lucas? Eles fizeram aquele acordo estúpido de não poder jogar contra o clube q tem contrato ou não?

Parece que a Fifa acabou com essa cláusula.
Todos estão liberados pra jogar. Só não jogam por contusão ou decisão da comissão tecnica.

Apesar do Cruzeiro ter vencido na rodada passada ainda está muito perto do Z4, ou seja, ainda está no desespero. Joga em casa e vai vir pra cima e com isso vai deixar espaços na defesa q já é fraca. Se o Palmeiras entrar com inteligência vai ter espaço pra fazer o q tem de melhor: velocidade no contrataque. Espero uma Vitória amanhã, mas tem de entrar esperto.

Chapecoense e Inter fora, Santos e Galo aqui. Até a virada do turno esses serão nossos maiores desafios. E contra Galo e Chape não teremos os prováveis convocados para as Olimpíadas, assim como no primeiro duelo do returno contra o Atlético Paranaense em Curitiba. Os outros jogos (Cruzeiro, Sport, Figueirense, Botafogo e Vitória) poderão ser menos problemáticos, considerando é claro a atual fase de cada time e, principalmente, desde que o Palmeiras entre em campo sempre com a faca entre os dentes.

O Galo se recuperou bem, mas ainda está longe. Os gaúchos vão continuar nos calcanhares e o Santos conseguiu se manter bem na tabela tendo até vencido fora de casa (algo raro ultimamente), mesmo perdendo jogadores para a Seleção, desafio esse pelo qual também precisaremos passar em breve.

Hoje em dia nós fazemos aquele “nada mais que a obrigação”. Isso é muito bom. Temos três jogos daqueles que não são “fáceis”, mas podem decidir um campeonato a nosso favor. 9 pontos nos colocam de vez na briga pelo título… e depois no clássico contra o Santos, vamos sem tanta pressão.

Ótima rodada pra nois…gambás perderam e o gambazinho saiu chorando, grêmio perdeu em casa, bambis não saíram do marasmo de sempre e inter empatou. Da pra vencer em minas sábado? Claro q dá, mas tem q entrar com espírito de final de campeonato…..abrir 5 pontos de vantagem seria o melhor dos mundos, mas um empate tbm não seria tão ruim. Esse campeonato vai ser equilibrado até o fim, ninguém tem um time pra deslanchar na liderança. O importante é se manter ali o tempo todo . Avanti meu Palestra. Vamos ser campeões!!

O Coxa é um time maldito. Tomara que pelo menos empate com o Inter mas que vá pra segunda e nunca mais volte. Timinho safado, todo ano beira a segunda e a torcida é chata pra caralho. Colegas dizem que na final de 2012 na cidade ecoava o grito: “Coxa seu otário, o 6 a 0 foi pra casa do caralho”!

Parece que o Palmeiras tem maldição com o Coxa, mas quando precisou ganhar , ganhou. Não fomos rebaixados só por causa deles.

Grêmio derrotado no Sul e Inter penando (como nós) em Curitiba. Rodada boa, mas se entrarmos no Mineirão achando que vai ser moleza ganhar do Cruzeiro (que bateu facilmente um dos times que nos venceram), sabemos onde vamos parar… Oportunidade para mostrar seriedade, abrir cinco ou seis pontos de vantagem e jogar a pressão para os adversários no domingo.

Um troféu aos tontos que utilizaram os sinalizadores contra o Coritiba. Dois pontos que JÁ estão fazendo falta para nós. O Inter está vencendo e não vai deixar escapar a vitória.

Pois é, vai ser difícil esquecer aquela pataquada. Aliás, não é pra ser esquecida mesmo, assim como não devemos esquecer que vencemos Santa Cruz e América Mineiro em casa, ou seja, nada mais que a obrigação para quem prometeu título, embora signifique uma baita evolução em relação às nossas atuações contra esses timecos no ano passado.

Bananotelli de volta, em 2015, em 30 jogos fez 10 gols, uma média de 0,33 gols por jogo.

O problema do Erick é o mesmo de vários caras. Se ele não entra, é porque nos treinos o cara não corresponde. O C.u.c.a coloca todo mundo pra jogar… se ele fica de fora é porque ta zicado mesmo

Provavelmente, sim… melhores que eles. E desculpa, no jogo, fizeram mais que o o Erick. Com a mesma quantidade de oportunidade. Cristaldo entrou e 5 min. depois dez gol. Alecsandro fem algo semelhante… nao entendo o que o Erick fez pra ter gente pedindo…

Que oportunidade com o Cuca recebeu o Erik? Como poderia ter feito mais sem ter chance? Cristaldo e Alecsandro já se mostraram úteis, mas também MUITAS vezes foram verdadeiros postes em campo – ou será que vitórias contra Santa Cruz e América MG em casa apagaram as memórias dos torcedores? Sem contar que até onde sei o Erik nunca jogou dopado (aliás, nem jogar ele joga). Ninguém está parando a Avenida Paulista com faixas “Não vai ter Golpe! Queremos o Erik!” ou coisa do tipo, apenas peço chances iguais para todos, o que definitivamente não acontece. Na minha opinião, o Cuca não gosta dele por causa do seu retrospecto problemático, assim como podou Lucas e Robinho por serem formadores de panelas. Agora, se o critério for “marcar gol importante quando entra”, vamos correr atrás do Betinho de 2012, porque sem considerar decisão nos pênaltis ele foi o “grande herói” do nosso último título em 90 minutos…

Li comentários de uns amigos aí sobre o Erik. Pra mim trata-se de um bom jogador, mas q já mostrou q sentiu muito o peso da camisa. Pra mim pode esquecer esse cara, qdo o camarada é bom mesmo e não sente a pressão de Time Grande faz q nem o Tchê tchê e o Roger Guedes. Chega pega a camisa e joga. Essa é a minha opinião.

O problema são as chances que outros caras que também sentem peso de camisa e pressão e não têm a mínima condição de jogar no Palmeiras já tiveram (e não é porque o time está liderando agora que vou apagar isso da memória) e o Erik não teve. Ou será que Cristaldo, Alecsandro e mesmo o Lucas Barrios arrebentaram assim que chegaram por aqui? Não vou discutir novamente a negociação com o Cruzeiro porque continuo achando que na troca de baciáveis saímos perdendo, mas na minha opinião Lucas, Robinho e Erik estão entre aqueles que não têm nem terão chances com o Cuca simplesmente porque o técnico não gosta deles.

Pessoal… bom dia… apesar da boa fase do time, eu sou meio cético, às vezes até pessimista, mas estou vendo passagem pra Sampa… vocês acham que o jogo do título vai ser em setembro ou outubro?

Os comentários estão desativados.