Categorias
Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 4×0 Figueirense: mais uma grande vitória

 

Pós Jogo

O Palmeiras nesta noite de quinta-feira não decepcionou os mais de 32 mil torcedores que foram ao Allianz Parque: venceu com goleada o Figueirense por 4×0, gols de Moises, Dudu e Gabriel Jesus duas vezes.

A vitória coloca o Palmeiras três pontos a frente do vice-líder. É a quarta rodada seguida do Verdão na liderança, e agora com saldo de 14 gols contra saldo de 8 gols do segundo colocado. De quebra Gabriel Jesus é o novo artilheiro do campeonato e o Palmeiras continua com 100% de aproveitamento em casa, com 7 vitórias em 7 jogos.

O jogo foi fácil. O Palmeiras logo fez 1×0 com gol de cabeça de Moises em bola vinda do lado direito. O Figueirense não ameaçava e logo Dudu ampliou em boa jogada de todo o ataque palmeirense.

Virou o jogo e a partida continuava fácil. Prass era um espectador privilegiado dentro de campo. Cuca foi mexendo no time, poupando alguns e colocando outros prá jogar. Um deles foi Barrios, que entrou bem e assim parece ter selado qualquer ameaça de crise dele com o técnico.

Mas a estrela mais uma vez brilhou para Gabriel Jesus. O jovem atacante fez dois gols, um deles numa cabeçada em cruzamento da esquerda de Zé Roberto. E no final fechou o placar em cruzamento de Roger Guedes que era para Barrios que furou a cabeçada mas Jesus não perdoou: 4×0 e fim de papo.

A próxima partida agora é contra o perigoso time do Sport, em Recife. 2a feira a noite. A vitória é sempre bem vinda mas um empate permitirá o Palmeiras manter a liderança com folga.

Saudações Alviverdes!

***

Pré Jogo

O Palmeiras pega o Figueirense nesta noite de quinta-feira no Allianz Parque visando consolidar sua liderança no Brasileiro. O jogo é às 19:30 horas, transmissão PFC.

O time

Cuca tem os desfalques de Jean e Egidio. A polêmica da semana, Barrios, foi relacionado.

Goleiros: Fernando Prass e Vagner
Laterais: Fabiano, João Pedro e Zé Roberto
Zagueiros: Edu Dracena, Roger Carvalho, Thiago Martins e Vitor Hugo
Volantes: Matheus Sales e Thiago Santos
Meias: Cleiton Xavier, Fabrício, Moisés, Tchê Tchê e Vitinho
Atacantes: Dudu, Erik, Gabriel Jesus, Luan, Lucas Barrios, Róger Guedes e Rafael Marques

Com mais uma ausência de Jean, Fabiano deve continuar na lateral direita e Zé Roberto deve ir prá esquerda. A escalação que a redação do 3VV aposta é: Fernando Prass; Fabiano, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê e Moisés; Roger Guedes, Cleiton Xavier e Dudu; Gabriel Jesus .

O Adversário

O técnico Vinícius Eutrópio não poderá repetir a formação titular que atuou na última partida, contra o Coritiba, no Orlando Scarpelli. O motivo é a ausência do volante Elicarlos e do atacante Lins.

As curiosidades: o goleiro chama-se Gatito Fernandez e o Rafael Moura é o atacante.

A escalação provável é: Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Ferrugem e Bady; Dudu, Gustavo Ermel e Rafael Moura.

Pendurados

Olho: Matheus Sales, Gabriel Jesus, Zé Roberto, Thiago Santos, Moisés, Edu Dracena e Tchê Tchê estão com dois amarelos.

Arbitragem

Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE-Aspirante à Fifa), auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG-Fifa) e Clóvis Amaral da Silva (PE-Aspirante à Fifa)

Esse árbitro fez uma partida do Verdão, em 2013 pela série B, contra o Paysandu. E vitória do Palmeiras por 3×2 no Pacaembu.

Já no Brasileirão, o árbitro Gilberto Rodrigues apitou apenas uma partida, Vitória 1×1 América. Aplicou 3 amarelos para o mandante e 2 amarelos para o visitante.

A média do brasileiro é de 1,9 AMARELO pros mandantes e 2,3 AMARELO pros visitantes.

Números no Brasileirão

Jogando como mandante o Palmeiras tem campanha impecável:  6 votórias, 16 gols pró e apenas 4 gols contra.

O Figueirense, antes de iniciar a R12, estava em 14o lugar com 14 pontos e apenas 3 vitórias. Como visitante tem apenas 2 empates e 3 derrotas, 3 gols pró e 6 gols contra.

Ou seja, é prá passar o carro!

Retrospecto

No retrospecto o Palmeiras jogou 24 vezes contra o Figueirense. E tem ampla vantagem:

13 vitórias
6 empates
5 derrotas
42 gols pró
27 contra.

Jogando no Allianz é a segunda partida. A primeira foi vitória de 2×0. Somando todas as partidas no Palestra Italia/Allianz, uma curiosidade: foram mais empates (5) que vitórias (3). Sem derrotas.

***

Ingressos

27 mil ingressos vendidos até a noite desta 4a feira. Gol Norte esgotado.

Gol Sul – R$ 120,00 [R$ 60,00 meia-entrada]
Central Leste – R$ 140,00 [R$ 70,00 meia-entrada]
Central Oeste – R$ 170,00 [R$ 85,00 meia-entrada]
Superior Norte – R$ 90,00 [R$ 45,00 meia-entrada]
Superior Sul – R$ 90,00 [R$ 45,00 meia-entrada]
Superior Leste e Oeste – R$ 110,00 [R$ 55,00 meia-entrada]
Superior Visitante – R$ 90,00 [R$ 45,00 meia-entrada]

***

Então deixe aqui seu recado. Este será o post do pós jogo.

73 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 4×0 Figueirense: mais uma grande vitória”

Resultados ruins nessa rodada, porém enxergando sempre as coisas no aspecto positivo, entendo que isso poderá motivar os jogadores do Verdão a conseguir uma boa vitória lá em Recife e acabar de vez com essas dificuldades de pontuar fora de casa.

Depende, pode ser ruim se o Palmeiras voltar a fazer papelão fora de casa, caso contrário será apenas mais uma rodada mantendo a vantagem de 3 pontos. Para um time que não tem meia, dispõe de opções horrorosas como Luan, Fabiano e Thiago Santos para tentar mudar um jogo e não ganhou de ninguém no campo do adversário, está ótimo. Por enquanto não se pode exigir muito mais que isso, estamos com um terço de campeonato e só não vamos brigar na parte de cima da tabela até o final se houver muita, mas muita incompetência mesmo.

Críticas, críticas e mais críticas. Nem com um time na liderança do campeonato e jogando muito bem na maioria dosa jogos você não muda a sua forma negativa de falar sobre o Palmeiras. Lamentável!

Ah Gustavo , quem viu o jogo não crê no resultado. No primeiro tempo o lateral dos caras , Fagner
faz uma falta pra vermelho, o malandro nem dá a falta e ainda expulsa o técnico dos caras. logo depois amarelou o melhor do Flamengo em falta normal de jogo e pra fechar com chave de ouro no primeiro gol a falta que originou o escanteio não existiu. Assim qualquer treinador se dá bem lá.

Um motivo a mais para entrar esperto amanhã e ganhar o jogo de um time que neste momento é o 18º colocado com 33,3% de aproveitamento. Poderíamos terminar a rodada com até cinco pontos à frente na tabela, mas se fizermos o costumeiro papelão nos campos adversários a vantagem poderá ser apenas no saldo de gols, e olhem lá.

Pois é, Marin. O que eu acho estranho é que o Tite foi embora e os caras continuam ganhando. Tô começando a achar, mas com 100% de certeza que o antigo treinador não anda fazendo tant falta assim por aquelas bandas.

Lembra-se quando o Gargamel foi embora e o time só perdia com o Cuca? É o mesmo efeito no SCCP. Eles ainda estão organizados taticamente, assim que o professor Cristóvão impôr sua filosofia isso talvez mude. E convenhamos: o Flamengo é seríssimo candidato ao anonimato neste campeonato.

Apesar do jogo ser na casa colorada, eu acreditava mais na vitória tricolor, e de certa forma até gostei. É questão de tempo para esse Argel cair e o Inter deixar de ser time que vai disputar título para se estabelecer como equipe de meio de tabela. E assim também vamos estabelecendo quem vai de fato disputar o título com o Palmeiras.

O Cruzeiro perdeu em casa para o SPFC, para os urubus, empatou com o Figueirense, com o América e hoje com o Vitória. Historicamente sempre foi dificílimo para o Palmeiras enfrentá-lo em MG, mas esta é uma temporada em que a derrota da semana passada, principalmente considerando o futebol pífio apresentado, é imperdoável.

Alguém já escreveu aqui no 3VV – e eu concordo com quem escreveu – que há a sensação de que os times se esforçam muito mais contra o Palmeiras do que contra os outros adversários. E isso percebo há muitos e muitos anos. Sempre fiquei pensando comigo mesmo se essa percepção não se deve ao fato de eu ser palmeirense, o que pode distorcer pela paixão o que vejo, mas que dá essa impressão, sem dúvida nenhuma dá.

Pode até ser, mas eu acredito mais na tese de que o Palmeiras muitas vezes entra em campo se achando melhor que o adversário, pensando que fazer o gol é questão de minutos e que a vitória virá normalmente. E vamos lembrar que neste ano há um ingrediente adicional, ou vocês acham que todo técnico adversário não usa em suas preleções o fato de que vai jogar contra “aquele time que prometeu publicamente ser campeão”?

Betinho fez um gol num jogo importante e nada mais, não se compara ao Barrios que ajudou muito mais.

Já o Barcos, verdade que há muita nebulosidade sobre sua saída, mas há a versão que o Palmeiras devia uma puta grana e não tinha como pagá-lo. Alguém aqui trabalharia de graça? Jogador é profissional. E acho o Pirata muito mais completo que o Barrios. Fez 30 gols num time bizzaro, sendo vários golaços e sabe jogar fora da área também. Colocasse ele nesses times de hoje e do ano passado nosso e se destacaria também.

Já o ALecssandro é um dos maiores artilheiros da história do brasileirão, campeonato mais disputado do mundo. Bem ou mal, sempre deixa seus gols, exceto 2015.

Portanto, na minha opinião reitero a importância dos três.

Esse campeonato será de altos e baixos e será campeão aquele que obter uma regularidade. Ou seja , vencer em casa e somar o máximo de pontos possíveis fora. O Palmeiras para ser campeão terá um adversário que ele carrega a muito tempo : ele mesmo ! E para fechar , será campeão se entrar com 120% em todos os jogos. Para um elenco limitado tecnicamente não sei. Vamos torcer.

Sérgio, cada um tem sua opinião, mas sem o Barcos não teríamos vencido a Copa do Brasil de 2012 (título esse que valeu a vaga para uma Libertadores que o piloto simplesmente jogou fora, e o castigo veio neste ano), nem angariado tantos torcedores mirins que se identificaram com o “pirata” pelo seu carisma e sua personalidade. Na relação de mercenários que passaram pelo Palmeiras nos últimos anos, sem dúvida você pode incluir o argentino, mas nem de longe ele é o primeiro da lista. Quanto ao aspecto técnico, concordo que a comparação seja difícil pois Barcos é muito melhor. Como escrevi no início, entretanto, cada um tem sua opinião.

Não acho que Cristaldo, Barrios e Alecssandro foram fiascos. Não são ótimos, claro, mas ajudaram o time em jogos importantes. Cristaldo, salvo engano, bateu e converteu todos os penaltis nos mata-mata que tivemos. Barrios perdeu penaltis, mas fez gol e jogadas importantes em jogos-chave também. Alecssandro tava muito gordo ano passado, esse ano melhorou (bomba?) e fez vários gols e sabe jogar mais recuado também.

Num país onde não se tem craques, entendo que foram/são úteis ao elenco.

Só trocaria o Barrios pelo Barcos.

Marcelo, só tiraria essa tua última frase, Barcos foi importante, mas abandonou o Palmeiras quando o time mais precisou e o Barrios teve atuações decisivas na Copa do Brasil, principalmente no segundo jogo da final, precisa melhorar muito e pegar ritmo, mas não quero o pirata no Palmeiras nunca mais. E a galera corneta Cristaldo e Alecsandro porque não são craques e pra muito palmeirense quem não é craque é perna de pau e não serve, simples assim, acho que os dois foram importantes em alguns momentos e sempre se dedicaram ao Palmeiras.

Respeito a opinião de vocês, mas mantenho meu ponto de vista com um argumento muito simples: se marcar gols importantes vale permanência no elenco, vamos trazer o Betinho de 2012, fazer contrato de cinco anos com ele (já fizeram isso com tanto baciável, um a mais um a menos…) e quem sabe ele repete a dose numa final de Libertadores… Palmeirense é chato com quem não é craque mesmo, mas vou citar aqui apenas dez jogadores (pra não alongar muito a conversa) que vi com a nossa camisa que nunca foram considerados craques mas que a honraram muito: Eurico, Rosemiro, Mendonça, Zeca, Oséas, Lino, Escurinho, Galeano, Maurílio e Alex Mineiro. Comparados com qualquer um dessa lista aleatória (e a comparação não é pela posição, mas pela importância que tinham no time em que atuavam), vocês vão me desculpar mas Cristaldo, Alecsandro e Barrios são sim três baita fiascos. Por fim, a saída do Barcos até hoje é cercada de muita “nebulosidade”, mas pessoalmente eu a credito muito mais à incompetência e à falta de vontade em mantê-lo por parte do Brunoro e do piloto do que propriamente ao desejo do argentino, mas concordo que seu tempo já passou.

Existe diferença entre marcar UM gol importante e marcar VARIOS gols importante e fazer vários ótimos jogos, mesmo sem gol, em momentos importante. Sério mesmo que você vai comparar os jogos do Barrios na CB com o gol do Betinho? Não força a barra…

Nunca antes na história deste pais houve um campeonato por pontos corridos tão fácil de se ganhar.. Essa taça não pode escapar de jeito nenhum, basta começar a jogar bem também fora e o time abre fácil uns 15 pontos na ponta..

Espero que vendam o Barrios nessa janela de transferência, o cara parece que joga com o freio de mão puxado, perde muitos gols se machuca demais e não combina com esse time rápido.. Assim sobra dinheiro pro Tiozinho da Crefisa contratar um crack de verdade ano que vem pra Libertadores..

Pior que já houve sim, em 2009. Tínhamos cinco pontos de vantagem e uma tabela que programava partidas contra Avaí, Náutico, Sport, Goiás e Santo André, além do duelo direto com o Flamengo ser no Parque Antártica. Nessa sequência aí deveríamos ter somado 15 pontos e colocado uma das mãos na taça, no entanto fizemos apenas 5 e depois perdemos para os urubus com direito a gol olímpico do Pet. Outro dia alguém por aqui disse que isso era passado, porém quem não aprende com os erros do passado está condenado a repeti-los no futuro.

Os quatro times que nos perseguem mais diretamente vão se enfrentar neste final de semana, enquanto que pegaremos uma equipe do Z4. Com um empate duplo no domingo o Palmeiras entrará em campo na segunda-feira com possibilidade de abrir cinco pontos de vantagem, o que seria essencial para a sequência que teremos depois: Santos em casa, Inter fora e Galo em casa – e depois disso, adeus Jesus e Prass. Hora de ter foco total e mostrar se no segundo turno seremos o time a ser batido ou o cavalo paraguaio.

O Lucas Barrios chorou tava cheio de mimimi aí o C.uc@ botou ele pra jogar e o cara foi um fiasco. Se o Jesus não tá ali pra fazer o gol tava todo mundo agora falando da furada bisonha q ele deu de cabeça. Eu achava q ele poderia ser um cara importante pro time mas agora peguei bronca desse malandro q ganha quase 1 milhão por mês e fica fazendo gracinha em vez de trabalhar direito.

A questão é que o Cuca achou um esquema de jogo com dois atacantes pelas pontas (Dudu e Roger Guedes) e um centroavante centralizado (Gabriel Jesus). E quando o GJ for para a Olimpíada, o Barrios é o cara com perfil mais adequado para substituir o Gabriel Jesus. Teremos que apostar no Barrios.

O Jesus tem jogado muitas vezes pelos lados do campo, função essa que o Erik pelo menos teoricamente sabe fazer muito melhor que o Barrios, o Alecsandro ou o Cristaldo. O Barrios está sem ritmo, a idade já está pesando e temos alguém que pode ser adaptado para o setor, basta ter vontade. Mas tenho certeza de que o técnico optará pelo argentino/paraguaio.

Kkk…mano esquece esse Erik. Esse é um borra bota de primeira. Chegou, sentiu q a camisa do Verdão pesa uma tonelada pra ele e pipocou. Jogador de Time pequeno. Olha o Roger Guedes e o Tchê tchê, parecem veteranos e q jogam na SEP há 10 anos. Esse Erik não vai dar em nada, foi muito dinheiro jogado fora rs.

Verdade. O Roger Guedes (característica semelhante de atacante ao Eric, chegou e tomou conta da vaga). Aplausos ao nosso amigo aqui do 3VV lá de Santa Catarina que cravou que o Roger Guedes iria surpreender enquanto todos nós desconfiávamos do moleque.

Roger Guedes tem sido de fato uma grata surpresa – atuando no Allianz. Quando conseguir repetir essas atuações fora, também vai mostrar que não “borra as botas” longe das saias da mamãe. E de jogador que não tem condições de atuar com nossa camisa esse elenco está cheinho, você pode escolher a posição. Lembra do que fez o Vitor Hugo no primeiro Derby? Então, esse é um dos muitos que estão cumprindo hora extra no time, mas engana muita gente pois de vez em quando faz um gol salvador. Só estou cobrando coerência e igualdade de condições para todos – como escrevi, nem que seja para provar que de fato é uma porcaria.

Bela vitória. O problema agora é perder o Prass e o G jesus, acho que tem dedo do Tite nisso.
Outra coisa, será que é o Mustaphá (geléia do caça-fantasma) que é responsável pelo gramado da Arena????
Se segura Oxxxxxvaldo, Diego Souza, segunda o bicho pega.

Não querendo defender nem acusar ninguém, até porque nem tudo o que se divulga na Imprensa é verdade, pelo que li os três “adultos” preferidos pelo Tite na seleção olímpica seriam Neymalla, Thiago Silva e Renato Augusto, e o Prass só seria convocado caso o Benfica não liberasse (e nenhum clube é obrigado a liberar jogador pra Jogos Olímpicos, nem o Palmeiras) o goleiro Ederson. Já a convocação do Jesus era certa e inevitável, o que não se justifica é o clube não se programar para ela, e nos próximos dias veremos se isso efetivamente aconteceu. Quanto ao gramado, pela quantidade de eventos no local não se poderia esperar outra coisa, o jeito é esperar até o final do ano pra trocar e exigir dos organizadores desses eventos maior eficiência nas técnicas de preservação.

Muito bom jogo! E torcendo para o Cuca acertar a mão fora de casa também.

A Ponte Preta ganhou de 3 a 0 do Santa Cruz no Recife, então está mais do que na hora do Palmeiras começar a ganhar fora de casa também, a começar pelo jogo contra o Sport. Hoje foi uma vitória com autoridade. Muito bem o Palmeiras.

Pois é, Reynaldo, quando vemos que o SCCP, o Santos, o SPFC e até a Ponte Preta conseguiram mais vitórias fora de casa do que o Palmeiras, concluímos que essa vantagem de três pontos já poderia hoje estar na casa dois oito ou nove. E pelo andar da carruagem em breve o Inter vai dar seu lugar no G4 para o Galo, que vem com tudo. Dia 24 de julho às 11h00 teremos Palmeiras X Atlético Mineiro no Allianz, e nessa partida já não contaremos com Prass e Jesus. Prova de fogo para quem quer ser campeão.

O Atlético Mineiro tem um ataque muito bom e uma defesa que toma muitos gols, bem ao estilo confuso dos times do Marcelo Oliveira. O confronto entre Palmeiras e Atlético Mineiro tende a ter muitos gols. Vai ser um jogaço.

4-0, jogou como campeão. Mas, para levantar a taça, não basta jogar como campeão apenas dentro de casa. Tem que ser imponente fora também. Por hoje, os louros da vitória e da permanência na liderança.

Grande vitória contra um adversário praticamente inexistente. Esse time porém não me engana mais: ou começa a jogar com toda essa vontade na Ilha do Retiro, no Beira-Rio, na Arena Condá, na Vila Belmiro e no Independência ou vamos continuar somando três pontos a cada duas rodadas.

Ótima Vitória. Goleada num time de série B mas não vou tirar os méritos do nosso time, ainda tem coisas a melhorar por isso não vou me empolgar de novo. Parabéns a todos principalmente ao Jesus q é artilheiro do campeonato. Em casa já sabemos q faremos campanha de campeão, falta fazer o mesmo fora de casa agora. Vamos ver segunda q vem contra o Sport. Por enquanto líder isolado, chupa gambazadaaa.

Acho que o Cuca poderia aproveitar a facilidade do jogo ontem e, após o 3×0, testar o time sem Gabriel Jesus, de repente até com Erik fazendo o papel de falso 9, algo que fazia no Goiás. Enfim, valeu a pena sair correndo do trampo, furar reunião, perder o primeiro gol e ver a bola rolando de perto. Avanti!

2×0 no primeiro tempo da uma tranquiladade mas pra mim o time não estava jogando bem. Vários erros de passe ridículos, Zé Roberto é ex jogador em atividade , CX totalmente fora do jogo. PN precisamos de um 10 pelo amor de deus….elogios ao Moisés q jogou muito no primeiro tempo e a torcida é n ita um milhão, não parou de cantar 1 segundo.

Tenho que reconhecer a falta de sorte do Moisés: quando é o melhor em campo, sai machucado… Mas seu resumo foi perfeito, principalmente quanto aos erros de passes, e não podemos esquecer que construímos um ótimo resultado sobre um adversário fraco jogando em casa. Pra pensar em título, falta muita coisa.

Palpite para o jogo de hoje:

Verdão 3 x 0, gols de Dudu, Cleiton Xavier de pênalti e Lucas Barrios aos 40 do segundo tempo e comemorando com um abraço no Cuca.

RUMO AO ENEA!

O time pra esse jogo na minha opinião: Prass, Tche Tche (LD), VH, Thiago Martins e Fabrício. Tiago Santos, Moisés e CX10. Guedes, Dudu e Gabriel Jesus.

Só mudaria o Thiago Martins, muito afobado nas últimas vezes que jogou, meio perdido e perdendo os duelos individuais. Acho que até o Mina estar a disposição, o Dracena é a melhor opção pra essa vaga.

Show de bola esse pré-jogo. Figueirense jogando fora de casa não parece um time tão competitivo quanto se mostra em casa, mas num dia ou outro podem encaixar uma boa partida, acertar um ataque no início e se fechar atrás… espero que não seja hoje, mas temos que estar atentos… He-man não pode ter uma chance sequer, não podemos ceder faltas perto da área pra não sofrer com a “lei do ex” (Ayrton) e o fato do Lins não jogar é uma boa porque esse cara é muito rápido e muito bom jogador….. as laterais direitas dos times times são os pontos fracos, Dudu e GJ estarão bem à vontade pra jogar por ali…. mantendo os pés no chão… 5×0 pro verdão hoje.

Só não concordo com o Fabiano na lateral direita, de resto, nada a acrescentar. Sendo que no banco teremos a opção do Barrios caso o nosso trio de ataque não funcione. Vamos torcer.

Mesmo jogando em casa eu colocaria o Thiago Santos pro tchê tchê ir pra lateral. Espero queimar a língua mas o Fabiano em um jogo já mostrou que não serve. Só que o C.uc@ vai querer insistir com ele pra não mostrar que fez c@g.ada ao indica-lo. De qualquer forma a vitória é obrigação contra um timeco dentro do Allianz. Palpite: 3×0.. gols de Dudu, Roger Guedes e Lucas Barrios q vai entrar no segundo tempo.

Os comentários estão desativados.