Categorias
Brasileiro 2016 Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 4×3 Grêmio: grande jogo, grande virada, grande resultado

 

 

Ufa! Um grande jogo. O Palmeiras derrotou o Grêmio na noite desta quinta feira por 4×2 num jogo eletrizante.

Desde o minuto inicial – o Palmeiras fez 1×0 com Gabriel Jesus em passe de Dudu – até o último minuto o jogo foi emocionante. Após abrir o placar o Palmeiras recuou demais e permitiu que o Grêmio fosse prá cima. O time gaúcho criou algumas chances e dominou a posse de bola por cerca de 30 minutos. Na última parte o Palmeiras voltou a equilibrar e voltou a levar perigo. Mas quando todos esperavam o fim da primeira etapa falta pro Grêmio, cabeçada na trave e no rebote em impedimento o gol de empate do Grêmio.

No 2o tempo entrou Roger Guedes e colocou fogo no jogo. O Grêmio jogava no contra-ataque. E exatamente nesse tipo de jogada pela esquerda da defesa palmeirense os gaúchos viraram. Mas não deu tempo prá reclamar. No ataque seguinte o mesmo Roger Guedes faz um golaço, com puxada da linha de fundo que encobriu o goleiro gremista. 2×2.

O Verdão foi prá cima e Victor Hugo num escanteio fez 3×2. Logo depois Thiago Santos também fez o dele. 4×2. E ainda aos 45 o Grêmio descontou.

Jogo emocionante, postura muito boa do time palmeirense, principalmente no 2o tempo, quando foi buscar o resultado, e mérito para todo o time que fez 4 gols numa defesa que até então estava invicta no campeonato. Com menção especial prá Roger Guedes que meteu fogo no jogo.

Com a vitória o Palmeiras foi a 9 pontos e está no bolo.

Agora é contra o Flamengo.

Saudações Alviverdes!

***

Pré Jogo

O Palmeiras vai a campo no Pacaembu contra o Grêmio. Jogo de 6 pontos. Uma vitória coloca o Palmeiras no bolo de cima.

Mas vem improvisado. Thiago Santos na zaga. A escalação foi publicada há instantes …

E deixe aqui seu comentário. Este será o post do pós jogo.

 

Captura de Tela 2016-06-02 às 8.23.43 PM

146 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 4×3 Grêmio: grande jogo, grande virada, grande resultado”

Vejo esta questão de arbitragem/ qualidade do time como um acidente de carro. Onde um motorista não tem carta e o outro furou o sinal vermelho. É evidente q a culpa não é do motorista sem habilitação, mas é inegável q ele tem influência na colisão.

Final em Itaquera Time da Rgt 2 x 1 Coritiba. Lá no Itaquera é assim: enquanto não virar , o juizao não pode terminar o jogo. E tem gente q acha que é teoria da conspiração.

Pelo que percebi muita, mas muita gente mesmo acredita piamente que entre 1977 e 1992 e a partir de 2001 o Palmeiras conquistou apenas um campeonato Paulista e duas Copas do Brasil (uma nos pênaltis, outra sem os times da Libertadores) única e exclusivamente porque foi roubado na cara dura em todas as competições que disputou ao longo dessas 32 temporadas (incluindo 2016, pois também parece ser consenso que este Brasileirão já está comprado). Inclusive os dois rebaixamentos em 2002 e 2012 foram frutos do apito inimigo, nada a ver com incompetência administrativa, montagem de times pífios ou duelos de egos inflados no vestiário. Não fosse todo esse ódio de CBF e RGT pelo Palmeiras, além é claro das arbitragens safadas, e teríamos hoje mais títulos nacionais, continentais e mundiais que todos os grandes clubes da Europa juntos. Considerando esse raciocínio brilhante, não é de se espantar que essa corja de aproveitadores da fé do torcedor cego tenha se instalado nas entranhas do clube e não tenha a menor disposição ou mesmo qualquer perspectiva para deixar o poder, abrindo assim as portas da instituição para a modernidade. Não, nada disso, pois achar que sempre somos os injustiçados, os enganados, as vítimas de um sistema corrupto no futebol é muito mais fácil de aceitar do que olhar para os próprio erros.

Eduardo uma situação não exclui a outra: incompetência adm e roubo pela arbitragem (incluindo STJD), mas o fato é que as duas razões da nossa mudança de padrão (eu não tenho a menor dúvida que seriamis, como éramos, um dos times mais respeitados no mundo) tem a mesma causa : sapo boi e sua política danosa a SEP em benefício próprio!

Eu não coloco culpa em arbitragens pelos erros do Palmeiras, mas puxando pela memória, em 2005 fomos eliminados pelo spfw, com um time bem mais fraco que o deles na libertadores pura e exclusivamente por “erros” da arbitragem. Se não me engano foi o sao paulo cesar de oliveira nos 2 jogos. E no fim eles foram campeões. Em 2012 tinhamos um péssimo time? Sim, mas fomos muito prejudicados em vários jogos pelas arbitragens da cbf, o que não apaga os erros da diretoria da época, mas contribuiu sim pra nossa queda. Talvez escapássemos sem merecer como em 2014, ou talvez caíssemos de qualquer jeito, mas que tivemos muitos erros contra, tivemos.

Pois é. É muita preocupação com os outro e esquecemos de fazer nossa própria parte. Perdemos pra Ponte Preta porque a arbitragem ajudou os Gambás. Perdemos pros Bambis porque a arbitragem deu 50′ hoje, e os Mulambos viraram o jogo contra os Coxas. Amanhã, qualquer resultado que não seja vitória contra o Flamídia, adivinha quem será o mordomo?

O único presidente da história do Palmeiras que é palmeirense de verdade é o Belluzzo, só porque o presidente Belluzzo é um palmeirense fanático e hoje é punido injustamente.

Não precisamos de torcedores em cargos de direção e sim profissionais. Na minha opinião esse foi mais um louco movido pela paixão do que pela razão. Contudo, deve-se valorizar a luta do mesmo pelo Allianz Parque, isso não podemos ser injustos.

Sendo pragmático: em.5 jogos disputados até agora já fomos garfados em 3 (ponte preta, são Paulo e grémio) que já nos tiraram 2 pontos e deram 2 pontos aos adversários, nosso técnico foi expulso por dar um.soco no ar e depois denunciado por imagens da rgt por ter usado ponto eletrónico, em apenas 5 rodadas já temos esse histórico, seguindo essa média seremos roubados em 14/15 pontos ao final do campeonato, fora os pontos.recebidos.pelos adversários, achar que essa quantidade não é relevante é matematicamente impossível! Diretoria tem.que ter postura de time grande ( independente da qualidade do time) e torcida tem que pressionar a diretoria e estar presente nos jogos para incentivar o time, cada um tem.que fazer o seu papel independente do time, do técnico e dos outros, só assim.seremos campeões, ilusão acreditar que nossos bons.times não tinham respaldo das antigas diretorias. O nosso grande problema desse século é a influência negativa do sapo boi e seu novo Discípulo, é esse o “detalhe” que não deixa termos mais títulos e nos rebaixa a cada dez anos, faltam palmeirenses de verdade na direção, bem.diferente das nossas épocas vitoriosas, times bons e.ruins sempre tivemos, mas diretorias omissas como as desse século eu nunca presenciei! Esses senhores nos envergonham, não são dignos da nossa história vencedora!

Também acho que independente de time bom ou ruim a arbitragem também faz muita diferença mesmo num campeonato de pontos corridos ….. O psicologico é muito importante e a motivação de uma vitoria ……….2012 mesmo com time ruim fomos garfados em varios jogos no inicio do campeonato……e isso põe pressão num time ruim para o proximo jogo……….acho que foi o principal fator para sermos rebaixados…………e o small club no inicio do campeonato 2015 ganhou varios jogos roubados e eles ja com um time bom embalaram para serem campeões.

É evidente que a arbitragem pode decidir até mesmo um campeonato, em pequenos ou até em grandes detalhes, isso é indiscutível. Mas o que também é indiscutível, pelo menos pra mim, é que se não tiver um bom time, não fica campeão, nem com a ajuda da arbitragem. Um time ruim não fica campeão e ponto final. Um time bom pode ficar campeão mesmo com algumas falcatruas da arbitragem.

Paulão, você conseguiu entender o que eu e outros palmeirenses por aqui e pelo mundo afora pensam, com o máximo de coesão e o mínimo de estardalhaço. Parabéns pelo equilíbrio. É de extrema ingenuidade achar que as arbitragens (principalmente) no Brasil são imparciais. Por outro lado, a história mostra que grandes times superam todos os desafios, inclusive os do apito. Como não adianta esperar que nosso querido piloto/presi.dente se rebele contra o seu padrinho político, que por acaso é quem manda na CBF, o jeito é montar um time forte.

2002, teve o gol do Zinho na nossa casa de praia, contra o Santos, a bola bateu no travessão e quicou dentro do gol, como o Palmeiras tava pra cair, o soprador de apito não deu. O mengaum neste mesmo ano, não caiu devido a ajuda do tribunal lá da sua cidade(stjd), tirou 3 pontos do goiás. Agora com os marginais e os mulambos no g-4, a arbitragem promete!

Essa partida de 2002 foi o 13º jogo do Palmeiras naquele campeonato, num total de 25 partidas. O time fazia uma péssima campanha, mas ainda tinha metade da tabela para cumprir e se recuperar, portanto não estava para cair – ainda. Só mais um detalhe: se esse gol do Zinho fosse validado e a vitória tivesse vindo, não apenas o Palmeiras teria escapado do rebaixamento como o Santos não teria se classificado entre os oito e, portanto, não seria o campeão daquele ano.

Ano passado o Palmeiras ganhou do Flamengo aqui no Allianz por 4×2 numa atuação trágica da arbitragem a nosso favor, e não lembro de ter lido nada sobre complôs da RGT, da CBF, do Zico ou de quem quer que fosse. A memória do torcedor pode ser muito criativa ou extremamente seletiva, dependendo do interesse.

Ano passado o time da lava jato foi campeão com 9 pontos dados pela arbritagem, então o Paulo Nobre tem sim que ir porra da CBF e chutar o balde, Eurico Miranda Fez isso e funcionou um jogo tudo bem agora todos os jogos a mesma coisa é muita sacagem

Ficamos 28 pontos atrás da “Lava Jato”, então antes de nos preocuparmos com as ajudas alheias (que fazem, sim, diferença), devemos nos ater aos nossos problemas dentro de campo, que ainda são muitos.

Ué, de 9 já foi pra 18? Daqui a pouco alguém vai chegar aos 27 e pronto: concluiremos que na verdade, na verdade, nossa campanha maravilhosa de 2015 só merecia mesmo ter ficado um ponto atrás da do rival campeão. Incrível mesmo é que não me lembro de nenhuma reclamação desse tipo depois daquele Palmeiras 4×2 Flamengo num domingo pela manhã no Allianz, com uma arbitragem desastrosa a nosso favor. A memória seletiva faz isso.

Acompanho futebol há mais de quarenta anos, possivelmente antes de você nascer. E tenho cérebro para saber distinguir paixão de razão, sabendo que uma não precisa cegar a outra. Cansaram de nos roubar na época da segunda academia (Armando Marques que o diga), ainda assim o capitão do time vivia com câimbras de tanto levantar taça. Também nos garfaram a rodo na época da Parmalat (Rivaldo apanhando e sendo expulso no Olímpico é um exemplo), mas disputávamos os títulos até o final, ganhando muitos deles. Acreditar que esse presidente vai peitar alguém na CBF comandada pelo padrinho político dele sim é coisa de quem não acompanha nem conhece futebol brasileiro desde que Charles Miller trouxe a primeira bola para o Brasil.

Há 40 anos eu já tinha experimentado o gosto de gritar “é campeão” algumas vezes. Para alguém que se diz capaz de distinguir entre razão e emoção, fica difícil entender por que não apresenta um argumento mais racional, em vez do apelativo e emocional “time bom tem de ganhar de tudo e de todos”. Totalmente irracional. Na época da Segunda Academia, os “erros” existiam, mas eram menos frequentes, felizmente. Conseguimos lembrar do Armando Marques, talvez mais um. A coisa começou a degringolar mesmo num período posterior. Pergunte-se, afinal, por que razão uma arbitragem justa deve esperar primeiro a formação de um time bom? Não existe interdependência entre uma coisa e outra. Também acho improvável que algum dirigente palmeirense realmente faça alguma coisa, mas o papel nosso é pelo menos reclamar.

Parabéns por ter visto o melhor time que o Palmeiras já teve em sua plenitude, Sérgio. Peguei o final dessa era, mas ainda tive a sorte de degustá-la, inclusive aos doze anos de idade estive no Pacaembu naquela manhã de abril de 1977 quando Ademir da Guia teve sua última (e talvez mais intensa) atuação de gala contra a Portuguesa, em tempos que esse ainda era um clássico. Quanto à argumentação sobre a arbitragem, não há nada de irracional nele, apenas o simples: quando um time é bom de verdade, pode sim superar tudo inclusive as más arbitragens. O que me incomoda demais em alguns torcedores por aqui é colocar quase sempre e tão somente na conta das péssimas arbitragens brasileiras e em fatores extra-campo a responsabilidade sobre vexames e derrotas sofridas por absoluta incompetência das diretorias que tivemos nas últimas quatro décadas (exceção feita à Era Parmalat). Você não precisa concordar com meu argumento nem eu com o seu, mas será que não pegamos pódio num Brasileiro há dezoito anos só por causa de RGT, CBF e apito?

A culpa obviamente não cabe apenas às arbitragens ou ao STJD, o Palmeiras cometeu seus muitos erros nessa trajetória. Ou coisas piores, né? Mas penso que times ruins são problema de uma natureza, fazem parte da regra do jogo, são moralmente aceitáveis. O contrário daqueles fatores extra-campo, foras da regra e moralmente reprováveis. Assim, a crítica a um e outro correm em paralelo, sem que uma tenha precedência sobre a outra. Acho que é isso. Abs

Melhor jogo do campeonato até agora.
Dudu, tchê tchê e Roger Guedes jogaram muito. Agora é detonar o flajuto… “Vamô Parmera”!!!

Só pra não passar batido, quero vê a federação botar um árbitro tão fraco, tão sem convicção, tão Zé Ruela pra apitar no Itaquera num jogo como esse que é um clássico do futebol brasileiro e todo mundo já sabia q o pau ia cantar. Correr o risco de prejudicar o time queridinho de todos dentro da casa deles? Jamais! Já no Palmeiras isso facinho facinho….só não enxerga quem não quer ou não pode!

ganhamos mais no primeiro tempo logo no inicio ja pensei o pior nao pelo time mais o juizao que fdp, ate quando na duvida é contra o palmeiras, o desgraçado tentou de tudo para nos ferrar, e nao gostei da zaga independente dos 2 gol dos zagueiros, acho que falharam muito, no primeiro gol so ficaram observando assim nao da e boa a participaçao do roger guedes que ainda nao me convense pra ser titular e alecsandro e o ze, cara banco urgente nem deveriam entrar

Na minha opinião, estamos devendo 4 pontos para a taça (o título). 3 que não ganhamos contra a Ponte e 1 para os Bambis. Contra o Urubu, poderíamos conquistar 1, mes estamos necessitanto de 3, e ainda sim ficaremos devendo 1.

Esse também é meu raciocínio, por isso não podemos (ou pelo menos não deveríamos) pensar em empate jogando contra o Flajuto em campo neutro, não para quem prometeu título. E depois do SCCP, vamos enfrentar Coritiba fora, Santa Cruz e América (MG) em casa, portanto independentemente da boa campanha do time pernambucano precisamos somar 9 pontos nessa sequência, pois tem sido em jogos como esses que o Palmeiras derrapa e sai da disputa pelo título um mês antes do campeonato terminar.

corrêa , depois que eu li aqui, o Sr°, dizendo que o corintia não ganhou o título do ano passado roubado, vou acredita no que tu escreve, fala da atuação do juiz de ontem, tu deve ter alguma simpatia pelo de time de itaquera.

Meu caro, você pode pensar o que quiser de mim, inclusive que sou corintiano (argumento mais rasteiro impossível, mas vindo de quem vem não me surpreende), que não vai fazer a menor diferença para mim. Se na sua cabeça um time rival só pode ser melhor quando é favorecido não posso fazer absolutamente nada a respeito. Aliás, esse pensamento tacanho combina com quem acha que os responsáveis pelos fracassos do Palmeiras são aqueles que não pagam pra ir ao estádio, pra comprar camisas ou pra ser sócio, as arbitragens, a Rede Globo ou até gambás e bambis infiltrados em fóruns palmeirenses, menos os incompetentes que infestam o clube há décadas. Continuarei defendendo minhas ideias sempre com argumentos, se não concorda com isso basta não ler o que escrevo. Quanto ao jogo de ontem, a arbitragem foi horrível e o primeiro gol do Grêmio foi irregular, mas minha preocupação maior não é essa e sim que o time levou um baile do adversário no primeiro tempo e só venceu graças a dois gols de bola parada (mais uma vez) e um sem querer. Gols assim valem tanto como quaisquer outros, principalmente se vierem acompanhados por três pontos, mas para quem prometeu título esse repertório é muito pobre e precisa melhorar, senão no final do ano enquanto alguns mais racionais lamentarão mais um campeonato jogado no lixo por falta de planejamento, outros capricharão nas desculpas e nas teorias sobre quantos pontos o campeão conquistou no apito, mas o certo mesmo é que se isso de fato acontecer todos nós, palmeirenses (os que são mais e os que são menos, de acordo com os critérios de algumas pessoas), sairemos perdendo.

Concordo. Ganhar do Flamengo em Brasília é mais fácil que ganhar do SP do Morumbi. Então a conta ainda bate. O único ponto fora da curva foi a Ponte… mas se ganhar de Coritiba, América e Santa, equilibra a conta. Vamos ver. Jogo contra o SCCP em casa, é pra ganhar.

Só tem aquele pequeno detalhe de que nunca ganhamos dos gambás no Allianz, vamos ver se desta vez acabamos com essa zica.

Acho que o momento é agora, Paulão. Vitórias nessas duas próximas partidas dariam o impulso e a confiança que o time precisa para embalar e estancaria o crescimento dos rivais queridinhos da mídia. Só acho que o repertório precisa melhorar e muito, pois não faremos gols “espíritas” nem com um minuto de jogo toda hora.

Com todo respeito, mas essa parece aquelas estatísticas que usam pra nos diminuir. Que há 200 anos não ganhamos de tal time, e quando você olha foram 2 jogos e 2 empates. Nós fizemos apenas 1 jogo com eles lá….

O campeonato é de 38 rodadas mas tem momentos dele em q já é possível ter uma ideia do q pode acontecer. Apesar de ser apenas a sexta e sétima rodadas, os dois próximos jogos podem nos dizer oq vamos almejar no BR (ou não) . Se continuar no embalo de ontem e vencer o Flajuto fora de casa e os gambás no Allianz vou acreditar que temos condições de alcançar o título. Terá emplacado 3 vitórias seguidas ( oq olhando nos anos anteriores é raríssimo ) e contra 3 times de expressão ( Grêmio, Fla e gambás). Se perder um dos p próximos dois, mostra q não temos força o suficiente pra ser campeão.

gambas e mengaum no g4, agora ajuizada vai roubar pra caramba, domingo, já vai acontecer o primeiro assalto em cima da Palmeiras, ontem o juiz operou no Pacaembu, quarta em Itaquera, penalti duplo pro santos no mesmo lance, o juiz fingiu que não viu.

Jogão ontem. Ótimo segundo tempo do Verdão. Thiago Santos jogou muito , Victor Hugo tbm, Dudu pra mim o melhor do jogo, Roger Guedes entrou e mudou o time, o menino Jesus participando do jogo o tempo todo e um belo gol tbm, ate o Moisés q ficou abaixo tecnicamente esbanjou vontade. E é justamente aí q o bixo pega. Se até agora o Palmeiras não engrenou é por causa dessa oscilação. Tanto dentro do jogo como de uma partida para outra. Pra mim o C.uca manja muito de futebol, não tem nem comparação com o ex treinador por exemplo, mas seu maior desafio é fazer com q a equipe entenda q precisa ter essa entrega em todos os jogos. Qual é o Palmeiras de verdade? O de domingo contra os bambi ou o de ontem? O de ontem briga pelo título, o de domingo passado pra não cair.

Jogo emocionante. Mesmo com o juiz tentando dar uma de isentão dentro da nossa casa. Mesmo eu, sendo obrigado a ouvir os comentaristas do PPV (um gambá, outro Bambi) também tentando ser isentos (e não conseguindo). Mesmo ouvindo jogadores do Grêmio dizendo ao final do jogo, que o Palmeiras “achou” os QUATRO GOLS… (Kkkkkkkk…). E mesmo com as contratações duvidosas do PN… Adoro ver o Palmeiras ganhar dessa maneira. Tenho certeza absoluta que o Palmeiras jogou muito mais que o adversário. Temos que manter essa pegada até a última rodada. Só isso!

Gostei do jogo. Como futebolista, faço uma analise mas ponderada. Sote faz parte do jogo, azar também. Hoje tivemos sorte e elas vieram no momento certo. Primeiro tempo nos tivemos dificuldades, o meio de campo deles é muito bom, vou além eles vão dar muito trabalho jogando no sul ou jogando fora, vão ganhar de muitos grande. Então ao meu ver o Palmeiras está de parabéns!

Vitória com V maiúscula. Sensacional!! Parabéns aos jogadores que buscaram a vitoria a todo custo. Já a arbitragem uma vergonha, pura safadeza, só tem ladrão no quadro de arbitragem.

Vitória com V maiúsculo.
Arbitragem Vergonhosa com V gigante.
Tipo de jogo com cara se a Palmeiras. Pegado, suado, brigado.
Parabéns aoa jogadores, aplausos para nós torcida que não tem medo de chuva, frio e sabe como cantar alto.

Vi os melhores momentos agora. Que gol foi aquele do Roger Guedes? Devia estar no Pacaembu alguma espécie de Sobrenatural de Almeida gaúcho para fazer aquela bola entrar. E eu que não gosto quando o C.uca coloca o Dudu na meia, hoje pelo menos me pareceu que funcionou. Ele deu vários passes que originaram boas jogadas, inclusive uns 3 dos quatro gols pelo menos.

Agora sim deu pra sentir confiança no time. Virou um jogo que a arbitragem fez de tudo pra tirar da gente. É isso que a gente pede, reclama da arbitragem sim porque foi vergonhoso, mas jogando pra cima e fazendo o resultado em cima de tudo e todos.

Depois de ganhar uma fora de casa poderemos falar em sentir confiança no time. Hoje a superação foi absurda, nota onze, parabéns, mas em momento algum a equipe passou segurança. Tem muita coisa pra se acertar se quisermos disputar de verdade o campeonato.

Perdemos pontos demais para quem quer ser campeão. É preciso entrar pra ganhar os dois próximos jogos, até porque as duas equipes estão hoje na nossa frente. Se conseguirmos, aí dá pra falar em confiança e segurança.

É exatamente isso. Só vai dar para falar que vamos mesmo brigar pelo título se começarmos a ganhar e somar pontos também fora de casa. Em casa, já deu para ver que o Palmeiras vai somar muitos e muitos pontos. Bela vitória essa contra o Grêmio.

Cuca fora contra os urubus e gambás….coincidência?
E os repórteres da bandida tão até agora dizendo que o lance do primeiro do gol foi irregular

Lamentável. Um árbitro sei lá de onde vem aqui e assalta o Palmeiras. Gol impedido, faltas
só contra nós. Paulo Nobre , seja macho e proteste o máximo que puder pois os próximos adversários são os queridinhos da Globo.

Jogo emocionante, o que não significa necessariamente que tenha sido um primor técnico. Só que dependendo apenas das bolas paradas ou de lampejos dos poucos “acima da média” do elenco para fazer gols, sem ter meio de campo e com chutões da defesa para o ataque quase que o tempo todo vamos ganhar as 19 partidas em casa e perder as 19 fora. Zé Roberto de lateral e Moisés de meia (como se isso fosse alguma surpresa) não dá mais. O Palmeiras é um dos poucos clubes da Série A com patrocínio master na camisa (que ainda por cima não é de estatal), por favor, vamos esquecer picuinhas e usar esse dinheiro trazendo gente que saiba jogar bola e não capinadores com chuteiras!

Disseram que teve repórter da Bandida perguntando pros gremistas se a arbitragem atrapalhou. Depois tem gente que acha besteira se preocupar com a imprensa, não influencia em nada…

É melhor se preocupar primeiro com os (muitos) defeitos do time, como usar Zé Roberto de lateral, Moisés de meia, insistir nos chutões e nas improvisações e não ter meio de campo. Depois que arrumarem tudo isso e o time conseguir jogar um futebol minimamente competitivo dentro e fora de casa, aí a gente começa a se preocupar pra valer com Imprensa e arbitragem.

Isso, até lá serão quantos pontos perdidos por fatores extra-campo? Ou você acha que árbitro não acompanha imprensa, árbitro não sabe a repercussão da sua atuação, conforme o time envolvido?
Prevenir-se nos bastidores não depende em nada de acertar o time no campo primeiro.

Foi exatamente o que quis dizer, ou seja, antes de qualquer reclamação extra-campo precisamos acertar o time dentro dele. Depois que pararmos com chutões a toda hora, depois que não colocarmos mais volante na zaga, atacante no meio e lateral de volante, depois que pararmos de insistir com Zé Roberto de lateral e Moisés de meia, depois que jogarmos fora de casa com a mesma vontade com que jogamos em nossos domínios, aí poderemos formular todas as teorias conspiratórias que todo ano fazem parte do dossiê de desculpas pelos fracassos do time. Ou você acha que se o piloto pressionar a confederação presidida pelo padrinho político dele só veremos erros a favor do Palmeiras nas próximas 33 rodadas?

Parabéns, parabéns, ao time todo e ao Cuca! Ganharam de um time que não tinha tomado nenhum gol, jogando contra uma arbitragem safada! NOTA ZERO para Paulo Nobre et caterva que permitem que isso aconteça.

De um modo geral vejo muitas críticas ao presidente aqui no 3VV e olha que vou em vários sites da mídia palmeirense. Fez besteiras mas também acertou. Tenho certeza absoluta que pós saída, tudo vai desandar.. Vou ver campanhas e campanhas pedindo sua volta, cobrem depois…

Vou cobrar, José, assim como cobro a participação de mais pessoas que só aparecem aqui nas vitórias nos dias em que o time perde jogando um futebol pífio graças às contratações feitas nesta (e nas últimas) gestões.

Jogaço com emoção, Rodrigo. Tecnicamente, porém, foi aquilo de sempre: gols de bolas paradas, saídas da defesa na base dos chutões e no primeiro tempo o meio-campo do Grêmio engoliu o Palmeiras, mas tivemos sorte (aliada à competência e às estrelas de Dudu e Roger Guedes) de marcar a um minuto de jogo e de empatar um minuto após a virada gremista. Insistir nesse excesso de improvisações, com Zé Roberto na lateral e Moisés de meia não vai nos levar muito longe nesse campeonato.

Deu para imaginar que foi por aí mesmo Eduardo. Pra um time que não tinha tomado nenhum gol, levar quatro em um jogo só, deve ter sido algo parecido com uma pelada. Lembrando que o Grêmio jogou bem desfalcado, se estivesse completo… não quero nem pensar.

Os comentários estão desativados.