Categorias
Brasileiro 2016 Resenha dos Jogos

Pós Jogo Fluminense 0x2 Palmeiras: vitória de líder

 

Ok confessamos que o título foi copiado do comentarista da Globo, Caio Ribeiro. Mas é mais que correto.

O Palmeiras ganhou de 2×0 do Fluminense no estádio Mané Garrincha e abriu um pouco mais sua vantagem para o vice-líder (agora Flamengo).

Foi uma vitória com enorme consistência. O Palmeiras foi muito pouco ameaçado e Jailson na prática fez duas defesas mais difíceis. Do resto o Palmeiras venceu e poderia ter goleado com facilidade se tivesse mais calibre nos disparos a gol.

O jogo começou com o Palmeiras tomando conta das ações. Cuca veio com um time forte na marcação e rápido no ataque. Jailson, Jean, Mina, Vitor Hugo e Zé; Gabriel, Tchê Tchê, Moises; Erik, Jesus e Dudu.

Moises muito bem no desarme e na armação. Dudu ligado, fez um lindo gol. Logo em seguida Jean ampliou num sem pulo de fora da área. E o domínio foi completo. Jailson quando precisou estava lá. No segundo tempo o Fluminense abriu o time e foi prá cima, mas na prática não levou grande perigo. Teve um gol bem anulado e uma defesa boa de Jailson em cobrança de falta. Do resto era bola alçada na área e mais nada.

O juiz Ricardo Marques Ribeiro deu 7 amarelos pro time do Flu e 5 pro time do Palmeiras. Felizmente nenhum dos pendurados. Próxima partida pelo Brasileiro dia 7 de setembro, contra o SPFC no Allianz. Antes disso, Botafogo da Paraíba pela Copa do Brasil.

Faltam 16 rodadas.

Saudações Alviverdes!

84 respostas em “Pós Jogo Fluminense 0x2 Palmeiras: vitória de líder”

Caros e amigos do 3VV, quem quiser participar do grupo Famiglia Palestra TV o número do whatsapp é esse 011995851914 e podem comunicar com o Tarso Gouveia.
Vicente Criscio e demais amigos quiserem participar o número do whatsapp está aí disponível pra vcs. Abraços.

Será que o Alecssandro emprestou o “remédio” para aumentar o cabelo do Arouca? Sei não, olho aberto diretoria do verdão.

Caramba, o que está acontecendo com nossos jogadores? Agora é o Arouca que é flagrado com substância que gera o doping?
Sei não, isso está me cheirando armação. Abre o olho diretoria, tá todo mundo contra nós.
Será que o Alecsandro emprestou o “remédio” para aumentar o cabelo do Arouca????

Não vou nem citar casos referentes ao Palmeiras, mas o caso Portuguesa em 2013 é por si só suficiente para deixar qualquer um com o mínimo de bom senso com a pulga atrás da orelha sobre os bastidores do futebol brasileiro.

Mas, para muitos, inclusive muitos ”palmeirenses”, isso tudo não passa de ”teoria da conspiração”.

É BRINCADEIRA!

Do jeito que as coisas andam no futebol brasileiro, não duvido nada que tenham forjado esse doping do Arouca para desestabilizar e dar munição aos rivais(principalmente urubus) para denegrir a imagem do Palmeiras. E inventaram desse reserva do Inter também para não dar muito na cara.

Até porque estamos no país da CBF, do STJD, da RGT, da máfia do apito e estamos no caminho de um dos clubes preferidos dessa máfia controladora…

Sérgio, o problema é que manutenção da pena inicial pros dois times já é benéfica pro Flamengo… Flamengo perdeu um mando (vai ter que jogar fora do rio com portões abertos), o time já não joga no rio mesmo, a pena do Palmeiras incluiu jogar com portões fechados.. logo, os gente boa do stjd não precisam nem fazer muito esforço pra beneficiar o Flamengo nessa… se eu fosse o Palmeiras seguia a dica da no site da ESPN, já abriria hoje a venda de ingressos pro jogo contra o Flamengo, se a pena não vai ser cumprida contra o são paulo porque já tem ingressos vendidos, o mesmo valeria para o jogo contra o Flamengo.

Caros Sérgio Marin, Gustavo Aroni, LITO, Eduardo Augusto Correia e demais amigos do 3VV. Vcs querem participar do grupo Famiglia Palestra TV (grupo do Palmeiras) que o administrador é o Tarso Gouveia para poder adicionar vcs??? É só passarem o número do seus whatsapp pra mim que eu imediatamente falo para o Tarso para adicionar vcs é serão muito bem vindo ao grupo. Vcs aceitam????

Flamengo é o time da globo no Rio de Janeiro. Cuidado, de repente o Palmeiras se ferra. Por outro lado, o presidente da CFB é conselheiro vitalício do Palmeiras. Quem mais, a globo ou a CBF ?

Meu time pra amanhã contra o Botafogo PB: Jaílson, JP, Thiago Martins , Dracena e Egídio; Gabriel, Arouca e CX; Allione, Roger Guedes e Rafael Marques. Acho q dá pra fazer um 2×0 e ficar tranquilo pro jogo da volta.

Philipe, pensei parecido, só trocaria o CX pelo Banana, mas também acho que pode ser uma boa oportunidade pro CX mostrar serviço e não ficar à sombra de Moisés e Tche Tche.

E o papo da imprensa já está começando a mudar. O “cheirinho de hepta” está pairando nos noticiários esportivos, e parece que os números do Palmeiras (mais pontos, mais vitórias, mais ataque, melhor defesa, …) não estão convencendo a imprensa. Eles têm razão para issso?

Acho que não. A fase de definição do campeonato começa agora. Acho que tá muito aberto ainda. Pra mim, fora o timinho, que tem viés de baixa, os demais tem chances iguais de título. A taça ainda está longe pra alguém sentir seu cheiro. Temos vantagem, é verdade, mas faltando 16 rodadas, 3 ou 4 pontos é pouco pra dar qualquer conforto.

Exatamente. Outra coisa: desde o começo do ano a Imprensa em geral tece loas sobre o Flamengo. Os urubus foram eliminados na Primeira Liga pelo Furacão, nem chegaram à final do Carioquinha e saíram da Copa do Brasil perdendo duas vezes de forma bisonha para o poderoso Fortaleza, ainda pela primeira rodada da competição. Assim como o Atlético Mineiro, acho que eles têm realmente uma quantidade maior de jogadores que desequilibram, mas isso nem sempre faz o melhor time (e, portanto, o campeão) num campeonato com 38 rodadas.

Voce tem uma retórica excelente e uma boa argumentação. Tão bom ver vc defendendo o Palmeiras ao invés de criticar… hahaha. Sei que vc tem seus motivos e opiniões, e respeito…. mas gosto mais quando defende o time assim. =)

Cara, vi no Lance a sequência dos próximos 5 jogos de cada um dos 6 que estão na frente….acho que essa sequência vai ser decisiva pra definição das pretensões de cada um dos times… Palmeiras tem a sequência mais dura, Galo, Grêmio e Fla tem a sequência mais tranquila… se mantivermos a liderança após essa sequência daremos um passo gigantesco pro título.

A tão temida sequência de 5 jogos “difíceis” já começou. 1) Fluminense fora (vencemos). 2) São Paulo no Allianz Parque: o time deles é fraquíssimo, mal treinado e ainda está abalado psicologicamente. Acredito em vitória sem problemas, eles correndo o risco até de goleada. 3) Grêmio em Porto Alegre: nesse jogo de “seis pontos” é onde corremos o maior risco de derrota. O Grêmio saberá que se não vencer o Palmeiras estará fora da disputa do título. Será o jogo do ano para eles. 4) Flamengo no Allianz Parque: o Flamengo virá em São Paulo também para o seu jogo do ano. Caberá ao Palmeiras vencer e eliminar mais esse concorrente. Acredito em vitória alviverde. 5) Corinthians no Itaquerão: o time deles está fraco e com um técnico ruim. Se o atual técnico corintiano sobreviver até o confronto contra o Palmeiras (tenho sérias dúvidas que consiga) creio em vitória do Palmeiras. Caso troquem de treinador a situação dificulta um pouco, aí acho que pelo menos empatamos. Essa será a trajetória provável do Palmeiras nessas 5 rodadas.

Nos últimos campeonatos tivemos Cruzeiro e SCCP mostrando maneiras diferentes de ganhar uma competição longa como essa. O time mineiro teve em 2014 vários tropeços contra os adversários diretos, mas conseguiu um aproveitamento espetacular nos jogos em que tinha teoricamente “obrigação” de vencer, por isso foi campeão com sobras. Já a galinhada de Itaquera teve em 2015 alguns deslizes contra quem não estava de fato disputando o título (contra nós, por exemplo, só levou um pontinho), mas ganhou praticamente todos os confrontos diretos. Continuo com minha teoria: se ganharmos as onze partidas contra os times que estão passeando na Série A ou apenas esperando pra voltar pra B (América, Santa Cruz, Sport, Coritiba, Vitória, Figueirense, Chapecoense, Botafogo, Cruzeiro, Inter e SPFC – os três últimos mais pela situação atual, já que são adversários tradicionalmente difíceis), os demais cinco jogos passarão a ser “amistosos” de luxo. Concordo que dada a atual fase dos itaquerenses, não seria exagero voltar de lá com três pontos. Nesse panorama, empates com Grêmio e Flamengo (já se fala em perda de mando para essa partida) praticamente liquidariam o campeonato. Sabemos, porém, que o Palmeiras ainda é aquele time capaz de ganhar do Grêmio lá no Sul e depois perder de virada em casa para a Chapecoense. Muita cautela, portanto.

Boa análise Eduardo! O que dificulta um pouco esses placares dos jogos mais ganháveis são os jogos fora de casa, no Brasileiro é um parto ganhar fora de casa, apesar da fragilidade de alguns times.

Eduardo..neste caso a conta fecharia em 75 pontos .. certo?! O Cuca em entrevista disse q o campeao levaria se estivesse entre 72 e 76. … comeco a acreditar nesta possibilidade.

Reynaldo, nunca, jamais, em nenhuma hipótese, fale em golear os bambis… kkkkk. Elas e o internacional sempre foram historicamente nossos adversários mais indigestos (falando dos grandes…, porque se for falar dos pequenos começo a chorar). A história e os resultados também mostram que, contra o timinho, o maior clássico do futebol brasileiro, nunca existiu favoritismo, pra nenhum lado. Se tivermos os resultados que vc falou (TOMARA), estaremos mais perto do título.

O problema do Palmeiras chama-se RGT e Mengo !! E sem meia, não iremos muito longe na liderança!!!Mas o pensamento dos amadores, é ficar pelo menos em quarto-lugar !!!

Sérgio, já teve um monte. Não acredito, mas dizem que 2009 a chegada do Love f…

Tem q ficar esperto com o Flamengo, muito esperto. Lembro q em 2009 perdemos um jogo chave dentro do Palestra pra eles com o Pet fazendo a festa. Acredito q esse ano eles novamente serão a pedra no sapato. Estão em ascensão, a torcida vai começar a se empolgar, a imprensa vai começar com o oba oba e o principal, a juizada vai começar a ter ainda mais medo de prejudicar o Time global. Daqui 3 rodadas pegamos eles no Allianz, tem que matar os caras nesse jogo.

O Flamengo não teve o Maraca por uma rodada sequer neste campeonato e, tirando o confronto direto (que ganhamos), tem uma campanha idêntica à nossa (12 vitórias, 4 empates e 5 derrotas), portanto essa teoria está furada. Os cariocas só estão três pontos atrás por absoluta incompetência do Palmeiras, que jogou pontos imperdíveis na lata do lixo graças às deficiências de um elenco irregular e de qualidade, com muito boa vontade, meramente mediana.

Aquele jogo em 2009 colocou o Flamengo de uma vez por todas na briga pelo título. Uma vitória nossa teria eliminado os caras e poderíamos ter selado o caminho para o nosso título. Sete anos depois poderemos dar o troco. Confio (quero confiar, tenho que confiar) numa vitória contra os bambis e, depois, ainda precisamos jogar em porto alegre com o mesmo espírito dos jogos contra o atlético/PR e fluminense, ambos fora de casa. Se o Palmeiras realmente quer o título, e apenas o título, é hora de bater a madeira na mesa e mostrar quem manda nesse campeonato. Se mantivermos (ou ampliarmos) a liderança após as próximas quatro rodadas, isso causará um efeito psicológico brutal nos adversários. Pra isso acontecer o time tem que jogar em seu limite. Não sei se dá, a nós resta torcer.

Pato no SCCP em 2013, Damião no Santos em 2014, (não que seja um “grande jogador”, mas tem salário de um), Imperador no SPFC em 2008 e, como não lembrar, Vágner Love por aqui em 2009. Isso é mais comum do que parece, e olha que só citei os grandes de SP.

Acho que a rodada não foi tão boa assim, como alguns comentaram, afinal nossos adversários mais diretos ao título ganharam pontos importantíssimos. O Flamengo fez o que nunca fizemos em Chapecó, e o atlético evitou uma derrota certa em Porto Alegre. Nosso resultado de hoje era obrigatório diante do vexame inaceitável da semana passada. Pelo histórico recente o próximo jogo também exige vitória, apesar de clássico, qualquer outro resultado será desastroso. Hoje foi excelente, mas se o time realmente estivesse pronto pra levantar o caneco sem grandes sustos, teríamos goleado já no primeiro tempo.

Exato, Paulão. A rodada estava perfeita até Diego e Robinho entrarem em ação, caso contrário poderíamos ter chegado a cinco pontos de vantagem. E se estivéssemos realmente prontos pra levantar o caneco sem sustos, teríamos vencido Cruzeiro, Coritiba e Botafogo no primeiro turno, derrotado a Ponte na semana passada e pelo menos empatado com as moças no Jardim Leonor e com o Galo em casa – doze pontos a mais, portanto quinze de vantagem faltando 16 rodadas!

Ok, até concordo que o Diego está jogando bola, porém, depois que foi pra Europa nunca mais vi nada nesse cara. Ficou escondido a carreira toda, acomodado, nunca vi sequer pedir uma boquinha na seleção, ou em um gigante europeu. Com a zica que estamos de meia ultimamente, era chegar e rachar o elenco ou ser um VAldisney ou Morton Xavier. Sei lá, só chutando…

Como seria bom se essa “zica” realmente existisse, pois isso indicaria que TIVEMOS algum meia nos últimos anos, o que definitivamente não aconteceu. Valdísney fez meia dúzia de partidas decentes em cinco anos de contrato, Cleiton Xavier voltou bichado e não é meia nem aqui nem no Paysandu da Ucrânia (crédito para o Gustavo Aroni!) e o Bruno César retornou pra SP provavelmente com saudades dos rodízios de pizza da cidade. Já o Diego, mesmo com altos e baixos na carreira, nunca deixou de atuar em times de alguns dos principais centros da Europa, isso durante os doze anos em que ficou por lá ininterruptamente. Pouca gente teve essa “durabilidade” em gramados do Velho Continente, então alguma qualidade ele tem. Sem dúvida seria uma aposta – aliás, bem cara – mas Leandro Banana, Rafael Marques, Ryder, Alan Patrick e tantas ouras porcarias que passaram por aqui também não foram?

O que realmente me preocupa é nossas tradicionais retas finais de brasileirões ruins, na era de pontos corridos nossa média de vitórias nas dez rodadas finais é de apenas duas (não foi somente 2009, que muitos se lembram…), tirando 2005 onde tivemos uma arrancada e fomos pra libertadores com Emerson Leão, nos demais anos fomos terríveis, ano passado ficamos o mês de novembro inteirinho sem vencer… Fico tenso quando penso nisso, não somos time de chegada, no momento que todos botam a faca nos dentes, para escapar de rebaixamento, tentar vagas na libertadores e sulamericana, briga pelo título… enfim…

Cheguei a fazer esse levantamento no ano passado, Yzquierdo. Em todas as participações nos pontos corridos, o Palmeiras jamais venceu seus últimos três jogos – aliás, em apenas duas vezes (em 2005 e no ano passado, quando o confronto com o Flamengo já era um amistoso de luxo) terminamos a temporada com vitória. Todo tabu existe para ser quebrado e para alimentar estatísticas, mas desprezar esses fatos seria uma certa soberba.

Assisti ao jogo do Botafogo/PB contra o América/RN ontem e posso dizer, basta o time não dar bobeira e abre uma boa vantagem. Jogo em casa e contra um time de nível técnico inferior. Faz logo o placar pra nem ter susto na volta e poder mesclar o time e dar descanso aos jogadores.

Aproveitamos bem a vantagem que nos foi dada de jogar em campo neutro e com ampla maioria da torcida. Dominamos o jogo e merecemos a vitória. É manter o foco ( o Cuca está demonstrando ser bom nisso) para não perdermos a liderança de maneira alguma. Os concorrentes têm tropeçado mais do que nós. Chance grande de ser campeão.

Muito bom ganhar desse time. Derrotas são sempre ruins (não gosto de perder nem par ou impar), mas, perder pra esse time sujo do Flu sempre me irritou por demais (nunca vou esquecer Simon 2009). E, em nossa fase mais negra, engatamos de perder pra eles direto, não importava se o jogo era aqui em SP ou no RJ, sempre perdíamos com o tal de Fred fazendo a festa. Irritante! 2015/2016 vencemos todas pelo Brasileirão, perdemos uma pela Copa do Brasil ano passado, mas os eliminamos na volta com São Prass. Enfim, não gosto de perder nenhuma pra esse clube corrupto (paguem a série B!).

Eu só acho que podiamos ter a mesma fé que nossos rivai estão tendo. Enquanto eles, atrás de nós, se divertem com “Eu Acredito”, nós ficamos aqui, em primeiro, resmungando “Ahn porque estariamos melhor se nao fosse por isso…”

Não só trauma de 2009, acho que posso dizer que é trauma de pós Parmalat.

É porque o “eu acredito” é justamente um grito de quem está atrás na tabela, tipo um último suspiro, e que nas Olimpíadas não obtiveram muito resultado. Se um desses times alcaçarem a liderança, quem sabe eles passem a resmungar, e nós a nos divertir.

E enquanto vamos seguindo na liderança, lá atrás a gaiola das loucas pegando fogo e umas ftabguinhas que levou um.pescoçao foi aquele displicente que pulou o muro! Kkkkkkkkkkkk, nada como um.dia após o outro! Time mais organizado do Brasil, só que não! Kkkkkkkkkkk

Vitória merececida, mais na base da garra, mas o Palmeiras foi amplamente superior. E o Gabriel Jesus não fez a melhor das partidas, mas foi guerreiro e apanhou demais, principalmente desse Gum que é um zagueiro ridículo.

Meu último comentário foi exatamente em torno desse tema, Leandro. Em poucos contextos o ditado “em terra de cego, quem tem olho é rei” caberia de forma tão perfeita quanto na campanha do Palmeiras neste Brasileirão, caso lá em janeiro o nosso Tio Patinhas tivesse optado pela contratação de um meia decente ao invés de esperar o “eterno craque” CX despertar. Se isso tivesse acontecido, mesmo perdendo Prass, com Gabriel Jesus já de corpo e alma na Inglaterra e essa zaga meia-boca, o campeonato estaria definido em outubro.

Jesus vai confirmando a expectativa de que já está com a cabeça em Manchester. E a rodada estava caminhando de maneira perfeita, não fossem – quem diria – Diego e Robinho, 14 anos depois ainda queimando lenha num campeonato brasileiro. Pois é, os analistas de tabela vão dar pulos de alegria com mais uma rodada na liderança, o que é ótimo por sinal, mas numa dessas a gente lembra novamente dos pontos jogados pela janela e pensa que o Tio Patinhas poderia ter deixado Leandro Banana na Bélgica e repatriado o Diego da Turquia. Daria certo? Não sei, mas o Banana deu?

Eu ia comentar o contrário sobre o GJ. Achei que ele está comprometido, e que não fugiu das divididas. Sem contar que evoluiu bastante desde o ano passado, o time é outro com ele em campo. Concordo em relação ao Diego, seria o meia para completar o elenco que tanto falamos aqui.

A questão sobre o GJ é que ele está ainda mais nervoso do que já era, e poderá desfalcar o time com eventuais expulsões ou suspensões. Garra e dedicação ele sempre teve, mas é o tipo do jogador do qual se espera algo além disso. Essa “obrigação” de mostrar comprometimento com o Palmeiras mesmo já sendo jogador do City poderá, cedo ou tarde, ser prejudicial.

Entendi. Aí eu concordo, essa responsa pode atrapalhar o moleque. Tomara que não atrapalhe. E que o Cuca saiba aconselhar e passar tranquilidade.

Desculpe discordar, mas o Jesus, apesar de não ter feito uma grande partida, foi uma constante preocupação da defesa do adversário. Ele fez bem o papel de pivô e deu passes precisos que poderiam ter resultado em gols. A presença dele, mesmo que ele não esteja nos melhores dias, dá outra cara ao time. Ele ainda tem muito a melhorar. Se ele aguentar psicologicamente, na mão do Guardiola, poderá ser um dos grandes jogadores do mundo.

Apesar do bom jogo até aqui, essa zaga não me passa a menor segurança. Victor Hugo é um doido estabanado e esse Mina tbm só tem tamanho. Q saia o terceiro gol ligo pra tranquilizar. E tbm acho q tem q por o Roger Guedes no lugar do Erik

Não foi um primor, mas o Palmeiras foi melhor e fez um grande resultado. E o CX não fez falta alguma. Só falta o Jesus entrar mais no jogo e sacar esse Érik e meter o Róger Guedes.

Ótima escalação do Cuca, destacando os retornos do Gabriel pitbull e do Mina.

Meu palpite para o jogo hoje é de vitória por 2 x 0 , gols de Gabriel Jesus e de Moisés.

RUMO AO ENEA!

Os comentários estão desativados.