Categorias
Brasileiro 2016 Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 2×2 Ponte Preta: dois pontos perdidos

 

 

Pois é tem dia que a coisa não vai. Este domingo foi isso. Palmeiras e Ponte empataram em 2×2 no Allianz Parque. Os gols do Verdão foram de Rafael Marques e Thiago Martins. Wellington Paulista e William Pottker fizeram para os campineiros.

O Palmeiras pegou um adversário muito bem armado pelo treinador Eduardo Baptista. Logo de cara o time de Campinas assustou os palmeirenses. Jailson fez boa defesa em lance cara a cara com o atacante adversários.

Mesmo assim o time de Cuca foi prá cima e na base da pressão logo fez 1×0. Roger Guedes pela direita fez grande jogada pela direita e passou rasteiro. A bola passou por todo mundo e encontrou Rafa Marques. 1×0.

Parecia que ia ser fácil. Só que não. O time da Ponte é cascudo e com veteranos – entre eles o asa negra Wellington Paulista e o lateral João Vitor – eles iam segurando o ataque palmeirense, que sofria, como sempre, com a falta de criatividade na armação das jogadas.

gol-thiago-martins-palmeiras-ponte-2No intervalo Zé Roberto saiu e entrou Egidio. E numa lambança na área palmeirense, WP livre tocou prá empatar. Aos 6 da etapa final.

O Palmeiras foi prá cima. Allione entrou no lugar de um (quase sempre) inefetivo Cleiton Xavier. O time melhorou. E na pressão Thiago Martins de cabeça fez 2×1. Eram 24 minutos do 2o tempo.

Aí … aí…. Cuca tirou Roger Guedes – o melhor atacante – para colocar Thiago Santos e travar o meio campo. Não deu certo. Logo na sequência numa inacreditável jogada de contra-ataque, a Ponte empatou.

O Palmeiras perdeu capacidade ofensiva. Fez pressão mas a Ponte levava mais perigo no contra-ataque que o Verdão.

O jogo foi aos 51 minutos. Mas não adiantou. 2×2. Hoje perdemos dois pontos.

Saudações Alviverdes!

 

71 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 2×2 Ponte Preta: dois pontos perdidos”

Nada contra o G.Jesus, mas ele só foi convocado, agora, para completar o mínimo de convocações, que a legislação esportiva inglesa exige, para um jogador ter visto de trabalho. Ele, GJ, não está ainda formado. Escolheu bem ir para o City, porque lá, o Guardiola vai aprimorá-lo. Se fosse pra outro clube, com outro treinador, seria outro Robinho, que era pra ser, mas não foi.

Essa gestão é tão ruim quanto as outras. A diferença é que o cara tem dinheiro. Contrata mal e só fica atrás de promessas. Jogador tarimbado que resolva na hora de decidir não vem ninguém, por
isso estamos a tantos anos sem vencer o brasileiro.

Perfeito. Resumo das nossas “gestões” de 40 anos para cá, e em especial desses últimos quatro. Outro dia vi uma imagem na internet que é nossa administração perfeita: um cara empilhando várias escadas, umas sobre as outras, para do alto dessa pilha tentar alcançar o topo do muro cujo outro lado ele queria olhar, quando na verdade necessitava apenas de uma única escada com a altura certa para tanto. Em outras palavras: não adianta ter (ou pelo menos alardear que tem) dinheiro se não souber como usá-lo.

Próximos jogos: Flu, SP, Gaymio, Fla e Gambás. Só pedreiras. Acredito em vitórias contra Flu ( campo neutro) , SP ( Allianz ) . empata com o Flajuto ( Allianz ) , Perde pro Gaymio no Sul e empata com os Gambá em Itaquera. Vai continuar embolado , talvez perde a liderança, mas aí começa pegar times mais fáceis como Coritiba e Santa Cruz no Allianz. Vai ser um Deus nos acuda o final do campeonato, isso pq o Palmeiras está fazendo um esforço enorme pra poder ter emoções, já poderia estar com uns 6 ou 7 pontos a frente do segundo colocado.

O problema não é crescer em jogos grandes, Reynaldo, mas se tornar minúsculo em jogos “pequenos”. Ano passado jogamos na lata do lixo seis pontos contra o rebaixado Goiás, cinco contra Atlético PR e Sport que não lutavam por absolutamente nada e ainda perdemos em casa para Vasco e Coritiba, que meramente lutavam pela sobrevivência na Série A. A falta de jogadores diferenciados e de qualidade para vencer as retrancas desses times meia-boca também pode, em outro contexto, decidir o campeonato.

Existem times em determinadas épocas que deixa-me com “frio na barriga”, mais até que jogar um Derby. À alguns anos atrás, ouvir o nome do Sport me deixava com cabelo em pé, agora a Ponte Preta…. parece sina alguns times medianos nos dar calor em nossa casa e fora também…. Ontem foi assim, jogamos em cima o tempo todo, faltou um “Valdivia”para distribuir jogadas e com 89340 atacantes no elenco, sem Gabriel Jesus, náo temos ninguém que resolve…. todos ruins prá baixo…. Vejo nossos concorrentes contratar FRED, mesmo com Pratto no elenco, outro trás DIEGO, DAMIÃO mesmo com Guerrero no ataque…. e quem fomos buscar!???? LEANDRO BANANA, um atacante horrível que não faz gols à mais de 1 ano!!!!! O PALMEIRAS está fazendo um esforço enorme para perder esse campeonato Brasileiro, um dos mais fáceis dos últimos anos.

E os nossos comentariasta esportivos achando que o Tite iria resolver os problemas do nosso combalido futebol. Sempre achei o contrários: iria continuar a mesma mediocridade. E aí tchan, tchan, than, saí a primeira lista e: Fagner (KKKKKKKKKKKK), Paulinho (KKKKKKKKKKK), Wewerton (KKKKKKKKKKK), Gabigol (KKKKKKKKKKKKKK) Giuliano (KKKKKKKKKK) .

Com todo o respeito que merece, Tite para mim não passa de um técnico trabalhador e defensivista que encontrou no SCCP o lugar certo na hora certa. Fosse em qualquer outro clube e a derrota para o Tolima teria “limado” seu emprego, mas por uma série de circunstâncias – e a falta de opções talvez tenha sido uma delas – ficou e ganhou tudo. Existe uma série de “casamentos” que dão certo: Dorival Jr. vai muito bem no Santos, Muricy no SPFC, Marcelo Oliveira consegue render muito nos times mineiros e Joel Santana viveu sua glória nos grandes cariocas. Fora desses contextos, no entanto, esses treinadores pouco fizeram. A única exceção talvez tenha sido Luxemburgo, que enquanto se interessou apenas por futebol foi o melhor de todos.

Concordo em gênero, número e grau. Tite mereceu chegar à seleção, isso é fato, mas é superestimado mesmo. E tá pensando q a seleção é o curintia. Já levou Fagner, Gil, inventou o Paulinho de novo e se o Elias fizer dois joguinhos bons contra qualquer um ele convoca de novo. Tite vai se estrepar assim como Felipao e Dunga se estreparam .

E fora que o Tite é o rei da incoerência: criticou a CBF anos a fio e depois se deixou “beijar” pelo Del Nero, mais tarde cansou de dizer que “Seleção é momento” e agora convoca Paulinho, cujo última temporada decente foi em 2013. Faça-me o favor, é mais do mesmo, só muda a embalagem…

Na minha opinião o jogo estava controlado até nosso zagueiro-centroavante falhar bizonhamente!
VH vacilou, ficou dormindo na jogada, pois a bola estava com ele. Tinha que dar um bico pro lado que estava virado. Esperou o adversário chegar nele e fez um penaltí ridículo, não marcado, mas que na sequencia resultou em gol.
É fo….

Cadê o pessoal dos nove pontos? Digo e repito: obrigação era ganhar da Ponte. Um empate com o Flu (se bem que vamos jogar em casa o Mané Garrincha vai esverdear de novo), já estaria de bom tamanho e clássico é clássico em qualquer campo. Mas sesse nosso time é medíocre, como todos os concorrentes, e pensa que é o Barcelona, não é V. Hugo? Super confiante, falhou bisonhamente no 1º gol. Zagueiro tem que dar bico prá frente na hora de limpar área, e quando der, sair jogando. No 2º toda defesa saiu, mas não avisaram ao Massaegídio. Vai ser lento assim lá na conchichina. Então é isso: ganham muito e não jogam nada. Voltam da Europa, bichados, velhos, sem ambição e arracam dos clubes a mesma grana que ganhariam, lá. Isso graças ao conluio, ou equação, empresários x diretorias. Que se fo….. a SEP o negócio é encher meu bolso.

Não é só a “turma dos nove pontos”, Renato. A turma do “Tchê Tchê e Moisés monstros” também sumiu. Nada contra eles, pelo contrário, são muito esforçados e dedicados, mas esforço e dedicação sem qualidade não ganham títulos.

Dizer que o Moisés não joga nada é no mínimo ser burro, é o cara que está segurando o piano na falta do CX e volantes que consigam dar passe de 5 mts. Ontem faltou atenção, talvez a soberba do time falou mais alto….

Dizer que Moisés não joga nada só não é mais absurdo do que dizer que Moisés é craque, como muitos alardearam depois do jogo contra o Atlético PR…

Outa coisa. Temos um goleiro razoável e o outro péssimo. Falhou no segundo gol pois assim como
toda a defesa estava mal posicionado e a bola mesmo desviada veio em cima dele. Sem um grande
goleiro é difícil disputar título.

Prefiro esperar mais um pouco para falar sobre a qualidade do Jaílson que fez bons jogos, mas concordo com você que houve falha no segundo gol. Não poderia nunca tomar um gol no mesmo canto que está posicionado, num chute rasteiro e não muito forte. Mas, para mim, o Jaílson aibda tem crédito.

E já mudei minha opinião sobre a falha do Jaílson. Olhando agora o replay do lance na câmers atrás do gol, no chute do jogador da Ponte a bola desviou no jogafor Palmeiras, podendo ter enganado o Jaílson. Pra mim, não foi falha.

Mesmo não sendo falha, Jaílson não inspira dez por cento da confiança do Prass. É uma espécie de Raul Marcel do século XXI (os mais velhos vão se lembrar), que não era mau goleiro mas que jamais fez sombra a Leão. Uma boa defesa compensaria isso, porém se naquela época tínhamos Luís Pereira e Alfredo, hoje temos o “zagueiro seleção” Vitor Hugo e mais um, que invariavelmente entrega a rapadura.

Depois de uma bela partida contra o Atlético PR a volta ‘a realidade: CX escalado novamente (um jogador a menos por 60 minutos); quem escala Cuca ou PN? A defesa que jogou tão bem em Curitiba, ontem uma vergonha. O excesso de confiança do Cuca está prejudicando: Thiago Santos ou Gabriel, um dos dois tem que jogar e liberar o Moisés para jogar mais a frente (contra o Atlético PR deu tão certo, Moisés o melhor em campo). Devemos lembrar que contra o Vitória, também sem o Thiago Santos, a defesa ficou exposta, com o adversário criando várias oportunidades de gol. Alguém aí explica a escalação do CX?

Campeonato mais mamão com açúcar q já existiu e esses caras vão conseguir fazer o mais difícil. Deixar escapar a taça. To indignado até agora com o segundo gol da ponte. Nem na várzea eu vejo uma barbaridade dessa. Esses pangaré recebem uma fortuna pra serem tão Perebas. Selokoo.

Verdade. Fica perdendo pontos preciosos, de forma idiota, para times ridículos. A conta vai chegar e quando isso acontecer seremos obrigados a ganhar de todos os concorrentes à título e G4, e a maioria fora de casa. Temos futebol e elenco para isso?

Não, não temos elenco nem futebol, tampouco planejamento e organização. Aliás, nem Fernando Prass mais nós temos. Sobraram San Gennaro, a sorte e a incompetência alheia, quem sabe numa dessas a taça não caia no colo do Palmeiras?

Cuca errou na escalação do meio de campo. Não dá para entender porque o Cleiton Xavier (ou Mico Xavier ou Lento Xavier como queiram) é titular neste time, até o Allione está jogando melhor do que ele. Vamos ver se o teimoso do Cuca aprendeu de uma vez por todas de que esse encostado só serve para jogar no segundo tempo (e olhe lá).

Não dá pra entender é como o tal CX é anunciado com pompa e circunstância “o grande reforço da temporada” em janeiro. Isso explica os vexames no Paulista, na Libertadores e uma campanha que poderia ser infinitamente melhor neste Brasileiro caso contássemos com um verdadeiro jogador de futebol no meio de campo. Os pragmáticos vão dizer “somos líderes, está reclamando do quê?”, mas quando joga em casa contra esses timecos precisando propor jogo o Palmeiras pouco consegue produzir por falta de qualidade.

Esse CX na outra passagem pelo Palmeiras já não jogava nada, só enganava. Era de esperar que agora, quase uma década depois, voltando de anos jogados no Paysandu da Ucrânia (com todo respeito ao clube brasileiro), não fosse fazer algo de útil por aqui. Puro deslumbramento e falta de visão (e memória) de quem comanda o clube.

Paysandu da Ucrânia foi pra apagar o fogo olímpico… E concordo mais uma vez com você: a grande maioria dos dirigentes do Palmeiras (e muitos torcedores vão no embalo) acha que sofremos de amnésia crônica ou idiotice coletiva. Em que lugar do planeta um jogador que há sete temporadas era no máximo da boa vontade nota sete (muito graças ao gol contra o Colo-Colo) pode, mais velho e repleto de novas e costumeiras lesões, ser “o grande reforço da temporada”?

Realmente. Entregamos 2 gols e perdemos 2 pontos. Vamos ter que compensar mais uma vez, agora contra o Fluminense. É possível, jogaremos em campo neutro e o time deles não é lá essas coisas.

Não é contra o Flu que precisaremos compensar, Reynaldo. Pra quem quer ser campeão, essa é uma vitória obrigatória, como também era obrigação somar seis pontos contra a Ponte, pois essas equipes não estão disputando título. Uma vacilada dessas só será compensada com vitória na Vila Belmiro, na Arena do Grêmio e no Independência.

Pelo menos ele joga em algum lugar. Já nosso meio de campo não cria nada em lugar algum.

Os dois gols foram horríveis mas o segundo foi ridículo. Como pode acabar de fazer 2×1 e dar um contrataque desse pros caras . Só o aedes Egídio sozinho no campo de defesa kkkk….esses caras são profissionais mesmo?

Volta o Gabriel e o Mina, não acho que eles não vão fazer diferença, vão fazer sim. E vamos precisar muito disso! Outra coisa que pode melhorar nossa vida seria o fim da picuinhas entre o Cuca e o Barrios! E apesar de todos pontos perdidos ainda vamos terminar a rodada em primeiro! O campeonato continua indefinido!

Vamos terminar a rodada em primeiro, sim. Mas a única rodada em que interessa terminar em primeiro é a 38ª. Não adianta nada liderar as outras 37, e ganhar apenas um de seis pontos disputados contra a poderosa e campeoníssima Ponte Preta dá bem o tom do que é esse time do Palmeiras hoje: muita transpiração, pouquíssima inspiração e qualidade bastante questionável.

É exatamente isso: temos pouquíssima qualidade, e a que existe quase nunca está disponível. Ser líder hoje com esse planejamento de padaria (com o maior respeito do mundo aos padeiros) é um verdadeiro milagre.

O importante é a conta no azul mesmo que para isso se pague uma fortuna em gestores profissionais no departamento de futebol… Totalmente sem sentido

Seria ótimo termos algo “profissional” no departamento de futebol, Rufles, mas há 102 anos só há amadorismo por ali.

Agora,sim a vaca do lento e lelé da Cuca, foi pro bréjo até o chifre ! Um time que perde 5 pontos pra PONTE, não será campeão nunca !!

Entramos de vez na briga. Só que pelo G4. Uma vergonha perder cinco pontos, num mesmo campeonato, para essa Ponte Preta cheia de refugos. Se em algum momento do campeonato tivemos um bom futebol, esse bom futebol está cada vez mais raro de aparecer. Não existe time campeão com defesa tão ridícula, sem criatividade no meio e sem um ataque de verdade. Voltamos àquela fase de um ótimo jogo, no meio de vários horrorosos. Decepcionante.

Não falta apenas criatividade no meio de campo, simplesmente falta meio de campo. Por mais que os deslumbrados achem Moisés e Tchê Tchê “monstros”, desde sempre até o final dos tempos eles serão apenas jogadores esforçados. E voltamos à figura do fazendeiro que tira dez litros de leite da vaca para depois chutar o balde cheio. Papelões como o de hoje só serão compensados com vitórias na Arena do Grêmio, em Itaquera, na Vila Belmiro e no Independência, mas temos time pra isso?

O segundo gol dos caras foi um festival de erros. Fosse o Egídio um cara menos lesado, faria logo a falta para matar a jogada. Melhor ser expulso do que tomar o gol.

Palmeiras kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Três jogos no Allianz e a poderosa Macaca está invicta. Mais uma para o legado do presidente-piloto.

O time é isso! Não adianta ficarmos xingando todos sabíamos q com esse elenco não iamos longe. E nem pense q o Gabriel vai resolver pq a cabeça dela esta na Inglaterra. Se conseguirmos libertadores já é lucro.

“Todos” não, Santinelli. A cada vitória conquistada na khda a horda de deslumbrados volta aqui para eleger os “monstros” da vez e dizer que temos cara de campeões. Repito até ser desmentido: jogamos 2016 fora quando o piloto anunciou, em janeiro, que o grande reforço da temporada seria CX10. Não adianta ter dinheiro (se é que tem mesmo) se não souber usá-lo.

Esse time não tem força pra ser campeão brasileiro. Fato. Na hora q afunilar nas últimas 10 rodadas vai ficar comprovado isso. Já tivemos pelo menos umas quatro chances de desgarrar e os caras falaram. Realmente não dá pra confiar.

Dez pontos. Essa é a margem mínima que o Palmeiras poderia ter aberto em relação ao segundo colocado na virada de turno caso no início do ano houvesse um planejamento de campeão, não a falácia costumeira. Agora fica a dúvida: a partir de qual rodada vamos “concentrar os esforços na Copa do Brasil” para tentar salvar a temporada?

O Palmeiras joga mais um campeonato fora por causa da incompetência na montagem do elenco e no planejamento de começo de temporada, e tem gente insistindo em colocar a culpa de tudo nas costas da arbitragem…

Palmeiras mostrando mais uma vez a fórmula básica do futebol: com muita vontade ganham-se jogos, sem qualidade não se ganha nada. Campeonato sendo jogado no lixo aos poucos.

Pelo amor de Deus, existe alguém que tem poder e ama a SEP? Cansei de tanta vergonha. Somos o Brasil , o que vale é grana. Tontos somos nós, mas….. comigo não, AVANTI com essa diretoria nunca mais. Estava me esquecendo, parabéns pelo Jailson.

Os comentários estão desativados.