Categorias
Pré Jogo Resenha dos Jogos

Brasileirão 2016 Pré Jogo Palmeiras x Atlético MG: tá chegando a hora

 

Pré Jogo

O Palmeiras pega o Galo nesta noite de quinta-feira em busca de pelo menos um ponto prá decidir o título daqui a uma ou duas rodadas. É a R35!

***

O time

Mina é a dúvida após a contusão na partida pelas eliminatórias. Gabriel Jesus já voltou da seleção e treinou normalmente. Moisés volta ao time. As dúvidas na sua maioria são táticas.  O time pode ser Jailson; Jean, Edu Dracena (Mina), Vitor Hugo e Egídio (Zé Roberto); Thiago Santos (Cleiton Xavier), Tchê Tchê e Moisés; Róger Guedes, Dudu e Gabriel Jesus

Pendurados do Verdão

Arouca, Thiago Santos, Matheus Sales, Cleiton Xavier e Rafael Marques.

***

O Adversário

O lateral Fabio Santos já retornou da seleção e está à disposição de Marcelo Oliveira.

Os outros quatro jogadores convocados por suas respectivas seleções eram aguardados no final da noite de 4a feira: o atacante argentino Lucas Pratto, o zagueiro Erazo e o meia Cazares, que estiveram com o grupo do Equador contra a Venezuela, se juntam à delegação na concentração e devem jogar.

Otero (Venezuela) é dúvida para a partida. Assim, Maicosuel, Cazares e Clayton disputam a vaga de Otero, com o primeiro saindo na frente dos concorrentes.

O provável time é Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Luan, Robinho e Maicosuel (ou Cazares ou Clayton); Fred.

As chances de título do Galo são pequenas, mas nem por isso teremos moleza lá.

Retrospecto 

É sempre um adversário difícil mas o Palmeiras tem se dado bem. Jogando lá, o bicho pega um pouco.

75 jogos
36 vitórias do Palmeiras (48%)
11 empates
28 derrotas
105 gols pró
90 gols contra

Com o mando do adversário:

40 jogos
15 vitórias do Palmeiras (38%)
8 empates
17 derrotas

No Independência:

11 jogos
3 vitórias do Palmeiras (27%)
2 empates
6 derrotas

***

Arbitragem

Braulio da Silva Machado (SC, aspirante à Fifa), auxiliado por Bruno Boschilia (PR) e Neuza Ines Back (SC), ambos da Fifa.

Apitou apenas um jogo do Verdão na história. Esse ano, no Allianz Parque, na vitória contra o Vitória por 2×1.

Esse ano no Brasileirão 2016 apitou 10 jogos:

5 vitórias dos mandantes
2 empates
3 derrotas dos mandantes
13 amarelos pros mandantes
22 amarelos pros visitantes
Não deu vermelhos
Média de 3,5 cartões por partida (baixa)

***

Jogar lá nunca é fácil. Se o Palmeiras sair com um ponto, independente de uma vitória do Santos às 19:30, já poderá sair campeão na próxima rodada.

Avanti! Saudações Alviverdes!

21 respostas em “Brasileirão 2016 Pré Jogo Palmeiras x Atlético MG: tá chegando a hora”

O Foguinho perdeu ontem para a Chape em casa. Não conheço muito bem a “escalação titular” dos catarinenses, mas como eles estão a um empate sem gols atuando em seus domínios para chegarem a uma final de torneio continental pela primeira vez na sua história, acredito que o Harry Potter tenha poupado alguns jogadores, já que cair eles não caem. Você duvida que tudo o que os cariocas não jogaram ontem vão jogar domingo aqui no Allianz? Eu não. E a última vez que o Palmeiras “ganhou bem” de quem quer que seja faz alguns meses, então teremos um jogo duríssimo no final de semana, e é bom ficar esperto.

Festa antes da hora não pode ser feita (aeroporto ontem). Não estamos jogando nada. O time está nervoso. Temos tudo para perdermos hoje , não sei se vai conseguir segurar o empate. E esse Gabriel Jesus , já deveria estar em Londres.

Nem estou preocupado com o jogo do Santos hoje, assim como nem acompanhei o do Flamengo ontem. Dificilmente América ou Vitória vão incomodar, mas de qualquer forma continuo na mesma toada: é o Palmeiras que precisa fazer (bem ou mal) a sua parte, porque a chance do outros fazerem as deles são enormes.

Com exceção dos últimos 5 anos, quando em 10 jogos, absurdamente perdemos 9 para eles (totalmente fora da curva), historicamente é o Atlético-MG que é nosso freguês. Chegou a hora de ganhar deles e ganhar na hora certa. Eu acredito.

Acho engraçada essa história de “freguês”. Outro dia alguém havia chamado o Sport de nosso “freguezaço”, mas num levantamento rápido percebia-se que nos últimos dez anos jogando em São Paulo os pernambucanos haviam perdido uma única vez. Pelo menos dessa nos livramos em 2016. Quando se fala em Santos X Palmeiras na Vila, então, apela-se para os “anos dourados”, mas já se vão mais de cinco temporadas praticamente só levando paulada na Baixada. E esse tabu vai continuar. O Flu é outro que, mesmo cliente de carteirinha, encaçapou uma série de vitórias contra nós que só foi quebrada no ano passado. Por fim, o Galo. Falando apenas em Campeonatos Brasileiros (incluindo “Robertões”) são 52 jogos com 25 vitórias, 6 empates e 21 derrotas, 65 gols marcados e 62 sofridos. Se isso é “freguesia”, acho que preciso voltar pra escola aprender Matemática moderna… Em todo caso, falando do que realmente interessa, acho que o Palmeiras empata hoje, empata domingo (assim como o Santos) e vence o campeonato no dia 27 ganhando da Chape por 1×0.

Se você “tirar” as 9 derrotas seguidas dos últimos 5 anos, eles ficariam com apenas 12 vitórias na história, contra 25 vitórias nossas. Por isso os últimos 5 anos estão fora da curva. Você vê tudo em relação ao Palmeiras pelo lado pessimista. Impressionante.

Acredito que se endurecermos o jogo no início o Galo vai relaxar e aceitar um empate sem querer se desgastar muito. Até um gol nosso no começo fará com que eles lutem pelo empate com menor intensidade conforme o jogo se desenrolar. Um empate seria fantástico.

Os comentários estão desativados.