Categorias
Notícias

Mais que uma torcida que canta e vibra

 

A tarde desta terça-feira, 15 de novembro, vai ficar marcada como uma das maiores demonstrações de amor de uma torcida para com seu time.

Não há estimativa oficial mas alguns veículos estimam em até 3 mil palmeirenses que saíram de suas casas no descanso do feriado para fazer um corredor verde no aeroporto de Congonhas e desejar boa sorte para Cuca e seus comandados.
palmeirenses-congonhas-3-espnHá tempos não existia tamanha comunhão entre um time e sua torcida. Num futebol moderno onde jogadores são cada vez mais efêmeros com a camisa de um clube, onde o dinheiro fala mais alto, onde egos são inflados nos vestiários e fora deles, onde a Europa passa a ser o objetivo maior, chega a ser comovente o estágio que chegaram time e torcida nessa cumplicidade para a busca do esperado título brasileiro.

É comovente mas não surpreendente. O palmeirense há tempos desenvolveu a resiliência para superar momentos difíceis. Essa capacidade de se adaptar às situações difíceis fortaleceu seus laços. Hoje é mais do que a torcida que canta e vibra no Allianz Parque. O palmeirense hoje não tem cor, nem credo, nem raça. É palmeirense e ponto. Não se trata de ser organizado ou desorganizado, avanti ou torcedor do sofá, paulistano ou nordestino, italiano ou japonês. E note…. nem sempre respeitado, pagando ingressos caríssimos, sofrendo todo tipo de discriminação seja dos adversários, seja da imprensa, e algumas vezes de dentro de casa também.

Não é para poucos!

palmeirenses-congonhas-2Cuca e essa equipe entenderam isso e souberam respeitar, valorizar e usar essa energia que o Allianz Parque emana (assim como a Arena da Baixada sentiu essa mesma energia esse ano; o Mané Garrincha também, duas vezes; e agora o “Aeroporco” de Congonhas).

E estão muito perto de dar ao torcedor o título que esperamos. Uma partida de futebol tem três resultados possíveis assim como um campeonato tem apenas dois (ser campeão ou não ser campeão). Qualquer que seja o resultado em Belo Horizonte nessa 5a feira, Cuca e seu time conseguiram a proeza de colocar a torcida palmeirense num patamar nunca antes visto. O torcedor entendeu isso e retribuiu com mais essa homenagem.

Que os deuses do futebol reconheçam isso. Falta pouco!

 

 

14 respostas em “Mais que uma torcida que canta e vibra”

S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!!
Essa é a nossa imensa torcida palmeirense, que canta vibra!! Vamos em busca dos três pontos lá em Belo Horizonte. Até o empate é considerado um ótimo resultado.

Que os jogadores realmente de fato tenham entendido a importância do que aconteceu ontem no aeroporto e joguem com raça com vontade que deem as suas vidas. Nossos jogos não serão fáceis. Hoje a Chapecoense derrotou o Botafogo que não vence a três jogos.

“O palmeirense há tempos desenvolveu a resiliência para superar momentos difíceis. Essa capacidade de superar momentos difíceis fortaleceu seus laços”. Isso resume o que é ser palmeirense nos últimos tempos. Seremos Campeões. Avanti Palestra!

Vai promotor, proíba as pessoas de entrarem no aeroporco, proíba mensagem em rede social.
Belo texto, como foi bonito ver jogadores cantando o hino, sentindo de perto o que é representar essa camisa.

Os comentários estão desativados.