Pós Jogo Corinthians 1×0 Palmeiras: por uma bola

O Palmeiras perdeu o dérbi para o Corinthians por 0x1 no Itaquerão.

O jogo foi muito equilibrado no primeiro tempo, com uma ligeira vantagem inicial do Corinthians no início da partida. Até que o árbitro errou ao expulsar Gabriel no final do 1o tempo e deixar os locais com 10.

No 2o tempo era obrigação do Palmeiras ir pra cima e ganhar o jogo. A estratégia corintiana foi se fechar em seu campo e jogar por uma bola.

Guerra veio no lugar de Raphael Veiga e tentou criar. Colocou a bola na cabeça do Keno para abrir o placar mas o atacante cabeceou em cima do goleiro Cassio. Mas foi só. William chutou de longe uma bola no travessão. E não teve muito mais. O domínio da posse de bola não se transformava em vantagem no placar.

Eduardo Baptista tirou Felipe Melo e colocou Thiago Santos. Depois tirou um inútil William e colocou um Alecsandro que não encostou na bola.

Aí veio o castigo. Como numa ópera-bufa uma bola no ataque palmeirense, Dudu cruzou no chão, a bola espirrou na defesa, Guerra no meio-campo de costas para o ataque não percebeu a chegada do corintiano que roubou e tocou para Jô fazer 0x1. Era a bola que o Corinthians buscava.

Um castigo? Talvez. Mas que fique a lição. Qualidade de elenco não significa time que joga bem. Eduardo Baptista ainda não faz o time jogar bola. A pressão vai aumentar. E durma-se com essa dor de cabeça…

Saudações Alviverdes!