Categorias
Brasileiro 2017 Resenha dos Jogos

Chapecoense 1×0 Palmeiras: derrota de reservas

O Palmeiras perdeu pra Chapecoense por 1×0 na Arena Condá na tarde noite deste sábado. O gol foi de Luiz Otavio aos 27 do segundo tempo. A partida foi fraca.

Cuca veio com um time reserva reforçado por Prass, Tchê Tchê e Willian. Os jogadores em campo foram Prass, Fabiano, Juninho, Antonio Carlos e Michel BAstos; Thiago Santos, Tchê Tchê e Raphael Veiga (depois Hyoran); Roger Guedes, Willian (Erik) e Keno (depois Matheus Iacovelli).

A falta de ritmo de jogo e o desentrosamento ficaram evidentes. O primeiro chute de perigo ao gol da Chape foi aos 2 minutos da segunda etapa. O Palmeiras fez uma partida fraca, onde os destaques negativos ficaram por conta de Raphael Veiga e Keno. E nem os substitutos conseguiram melhorar alguma coisa.

O time da Chapecoense, por seu lado, é fraco e seguramente esses três pontos seriam conquistados com o time titular palmeirense.

Agora é esquecer e buscar a vitória na próxima quarta-feira.
Que sirva de lição para Cuca que o Palmeiras tem um grande elenco mas ainda não tem dois times titulares.

Saudações Alviverdes!

132 respostas em “Chapecoense 1×0 Palmeiras: derrota de reservas”

Eduardo Baptista se apresenta no patético/Pr, falando que é o clube que realmente deveria estar, fez um curso na CBF de 3 meses e pensa que é treinador de futebol.

SIm. Mas o estagiário atrasou. Desculpem a nossa falha. Vai subir um post light sobre o jogo.

Vale lembrar que goleamos na primeira rodada ano passado, e perdemos para um time pequeno na segunda rodada. Os mesmos que hoje cravam o “ano perdido” fizeram a mesma coisa ano passado e… bom, podiamos aprender com nossos erros ne?

Concordo que 15 derrotas é referência pra quem vai lutar contra rebaixamento, possibilidade completamente absurda em se tratando de Palmeiras pelo nível geral dos times da Série A em 2017. Ponto. Sim, absolutamente poderíamos – aliás, deveríamos – ter aprendido com nossos erros (torcedores, dirigentes, comissões técnicas e jogadores), pois o que se questiona (pelo menos de minha parte) não é o resultado em si mas a postura do time nos últimos jogos. Não dá pra dizer que está tudo perdido, nem que está tudo certo.

Concordo sem ressalvas. É bem por ai, nem tanto ao ceu, nem tanto ao inferno. O famoso “num ta ruim mas nao ta bom”. O jeito é torcer rs

Olha, eu entendo a raiva de perder da Chape e tal. Mas sério, se a gente não consegue se concentrar na Chapecoense, é dificil pros jogadores também. Eu sinceramente, ainda não me importo com a derrota, como não me importaria com uma goleada. Não é um jogo pra tirar parametro, como o jogo contra o Vasco tb nao foi. Agora, dizer que terminaremos o Brasileiro com mais de 15 derrotas… não por nada, mas é por causa de comentarios assim que somos chamados de Cornetas

OK, time reserva, falta de entrosamento, técnico recém chegado… mas esse time jogar tão mal desse jeito me estranha. São jogadores que já estão juntos há algum tempo, treinam juntos todos os dias e uma coisa que me incomoda: a falta de raça, de determinação, de vontade de ganhar e de mostrar serviço. Já disse uma vez que o Palmeiras principal não vem jogando bem faz tempo, como não jogou bem contra o Internacional em casa, com o time completo pela Copa do Brasil. E agora, joga mal com o time reserva (que no papel, é um timaço!) contra o modestíssimo Chapecoense. Na minha modesta opinião, tem alguma coisa errada lá no Palmeiras, não sei se é elenco rachado, com a Diretoria, com a comissão técnica. Tem que ver isso aí e resolver logo, para não correr o risco de perder o ano.

Só discordo quanto ao quadro reserva que foi à campo no sábado ser um “timaço”. Uma equipe que atua com Fabiano, Antonio Carlos, Juninho e Michel Bastos (dupla de zaga que nunca jogou junta nem em time grande, lateral direito fraco no apoio e lateral esquerdo que não atua pelo setor há anos) “protegida” por um volante como Thiago Santos jamais pode ser chamada de “timaço”. Contra um time mediano como a Chape, no entanto, com um mínimo de vontade e determinação essa equipe poderia ter dado conta do recado, e não deu.

Os uruguaios do Nacional entregaram pro Lanus – ARG, tirando a chape de vez da liberta. Essa Conmebol e esses uruguaios, tem alguma coisa em comum,ambos não vale absolutamente nada.

A Chape já entrou em campo eliminada por conta da decisão da Conmebol em puni-la pela escalação irregular. Caso os resultados de campo valessem, ela estaria classificada mesmo se o Lanús vencesse por 20 a 0. Mas pode ter certeza de que amanhã os uruguaios do Peñarol vão entregar a rapadura para o JW, esperando um tropeço nosso para acabar de nos ferrar.

Analisando friamente o ressurgimento do Palmeiras de 2015 para cá.
2015- Campeonato Paulista – foi muito bem com o Osvaldinho com o time bem ajustado.
2015 – Campeonato Brasileito – foi mal com o Marcelo Oliveira.
2015 – Copa do Brasil – campeão por dois fatores : Allianz Parque e torcida e vontade dos jogadores.
Paulo Nobre já estava fazendo a diferença
2016- Campeonato Paulista – desclassificação nos pênaltis
2016 – Campeonato Brasileiro – virou a prioridade e com todos FOCADOS viramos imbatíveis.
2016- Copa do Brasil – desinteresse total , entregamos a taça para o Gremio.
Paulo Nobre mostrou ser o cara desse ressurgimento. Austero e focado nas conquistas do Palmeiras.
2017 – Campeonato Paulista – Sem comentários – desinteresse total de comissão técnica e jogadores.
2017 – Libertadores – estamos caminhando até quando não sei , até as 4as de final talvez.
2017 – Campeonato Brasileiro – Não estamos no foco , muito provavelmente terminaremos em 8o lugar.
2017 – Copa do Brasil – Vai depender do que acontecer na libertadores e no brasileiro.
Mauricio Galliote – está curtindo ser presidente , não tem a mesma postura do anterior.

Discordo quanto ao “fomos muito bem no Paulista de 2015”. Quarta campanha na fase de classificação, vitória no sufoco contra o Botinha nas quartas, passagem pra final nos pênaltis e chance de matar a decisão no jogo de ida desperdiçada. Quanto ao PN, fez no segundo mandato o mesmo que o Bap fez no segundo tempo contra o Peñarol, empenhando-se pra consertar o monte de besteiras que fez no primeiro. Extremamente centralizador, não teve convicção no trabalho de ninguém, desgastou o relacionamento com o patrocinador e o construtor do estádio e não se esforçou nada pra manter o Cuca no final de 2016. Se o Gru tem decepcionado bastante, a gestão do antecessor não é exatamente um modelo a ser seguido. O Palmeiras ainda está engatinhando no quesito Administração do Patrimônio.

Voce acha que o Galliote tem decepcionado bastante? Em que, exatamente? Não vejo tempo pra erros nem acertos significativos…

Se o Galliote tem uma postura mais flexível que seu antecessor, o que facilita no momento da conciliação de desavenças, também tem se mostrado pouco incisivo e atuante em questões básicas. O Mustafá voltou a dar palpites, a dona Leiloca tem livre trânsito como protagonista no clube sendo que até sua candidatura ao Conselho é questionável, e ele não me parece entender muito de futebol, mas até aí PN também não entendia. Acertou por exemplo em ter embarcado para Montevidéu com a delegação cheia de seguranças, mas acredito que deveria ter proibido qualquer entrevista após o jogo e procurado imediatamente uma delegacia para registrar BO ou equivalente. Ainda não conseguiu me desfazer a impressão de ser uma “Rainha da Inglaterra”, e talvez por isso em muitos aspectos tem sido uma decepção. Quanto ao prazo para errar ou acertar significativamente, com menos de um mês de gestão o sr. milionário já havia feito consideráveis besteiras, que aliás seriam a marca registrada de seu primeiro mandato, então esse conceito é relativo. E no primeiro clássico, com menos de um mês de trabalho, o Bap também já mostrou que não era técnico para o Palmeiras.

O Gabigol morava perto de casa aqui em São Bernardo. Quando começou na sardinha se achava a última bolacha do pacote. . Antes de ir pro Santos ele torcia pro Palmeiras, mas mesmo assim não queria ver esse moleque mimado no verdão não, prefiro o marginal do Sassá mesmo.

Acho que o que mudou de lá pra cá é que agora o Gabigol se acha a ÚNICA bolacha do último pacote do planeta…

Ainda não vi nada na mídia sobre o gabigol e espero nem ver. Mas já que estão falando dele, minha opinião é que jamais daria certo no Verdão, a não ser que mandem o Felipe Melo embora.

A Chape pode até virar e vencer o jogo contra o Zulia agora, mas no único ataque do time venezuelano, saiu um gol com tremenda facilidade. Por que o Palmeiras teve tanta dificuldade em trocar 2 passes contra esse time? Não faz sentido.

Viraram, e com gol de Girotto, o baciável mais “largo” do hemisfério sul… De qualquer modo, espero que não seja um presságio de que poupar time no Brasileiro resulta apenas em sufoco na Libertadores, mas respondendo à sua pergunta, como já escreveram por aqui neste momento temos jogadores mais preocupados com a janela de transferências do meio do ano do que em jogar bola no Palmeiras. Quando se cogita, mesmo que via fontes não oficiais (como seria de se esperar), contratações como Gabigol e Sassá, a gente tem certeza de que tem muita coisa errada lá dentro.

O Andrei Girotto é sortudo e esse gol que ele fez hoje é muito parecido ao que ele fez na ocasião contra o Inter que resultou na nossa classificação.
Também concordo e já emiti a minha opinião quanto aos jogadores do Palmeiras , a maioria está sem compromisso. Na minha opinião falta comando e está escancarado que o planejamento foi mal feito. O Cuca não sabe o que fazer por enquanto. É outro que parece que está a passeio. Acho que 2017 já foi. O jeito que perdemos para a Chapecoense foi uma vergonha. Na boa , vamos terminar o campeonato com mais de 15 derrotas esse ano.

Meu deus, Gabigol? É o jogador mais superestimado dos recentes a irem pra Europa. O “novo”Pato. Agora já o Bap, eu acho que o Atlético deu um tiro no pé. Não termina o ano empregado. Pelo menos não no Atlético.

Vinicius, é o que sempre me pergunto, essa falta de jogadas ensaiadas no Palmeiras, falta de toque de bola rápido, triangulações… Eu treinaria muito esse detalhe no time, precisa envolver mais o time adversário e não ser presa fácil da marcação.

Pouparam o time no sábado e o Borja machucou no treino, adiantou muito.

Por isso que sou contra poupar jogador sem que haja um motivo muito importante.

É bem capaz que ele detone, é treinador de time pequeno.

É verdade, basta lembrar que no ano passado o Cuca no Palmeiras não conseguiu ganhar do Bap na Ponte.

Seria mais legal ainda se passássemos para enfrentar o time do pap…

E o Bap vai voltar à Libertadores, dessa vez pelo Furacão. Já estou até lendo comentários do tipo “Essa torcidinha corneta queimou o EB aqui e agora ele está detonando no Atlético Paranaense” e coisas do tipo. Caso o Palmeiras confirme o primeiro lugar de seu grupo amanhã, passa a ter dentro da probabilidade matemática 12,5% de chances de pegar o time paranaense já nas oitavas através do sorteio, mas para mim essa possibilidade passou a ser de 90% a partir de hoje… Certo mesmo é que a última rodada do Brasileirão marca Palmeiras X Atlético na Arena da Baixada. Com tanta cobra criada naquele elenco (Grafite, Carlos Alberto, Paulo André), duvido que o Bap chegue inteiro até dezembro, mas por via das dúvidas é melhor que o Palmeiras defina sua vida até a penúltima rodada.

Ainda estão sentados no troféu do ano passado. Um monte de jogador descompromissado nesse time.
Tão achando que só tem a Libertadores esse ano.

Chapecoense e Avaí são dois times muito parecidos tecnicamente , ou seja , são ruins e fracos.
O Palmeiras conseguiu a proeza de perder 3 pontos para a Chape e hoje as meninas venceram o Avaí.
Olha , nesse próximo sábado as 19:00 horas será outro sofrimento.
Não estou confiando nesse Palmeiras.

Acho que sua comparação foi descabida. Assisti ao jogo de ontem quase todo (o Cartola faz a gente fazer cada coisa) e as meninas foram dominadas a maior parte do jogo. O futebol apresentado foi horroroso, e provavelmente é o máximo que elas atualmente podem apresentar.
Já o Palmeiras foi à Chapecó enfrentar um time que ainda está na Libertadores e na Copa do Brasil com um time quase todo reserva, totalmente desentrosado e esteve apenas um pouco abaixo do adversário.
O jogo sábado será equilibrado apenas pelo fato de nosso time ter um jogo decisivo na quarta enquanto elas descansam no sofá.

A grande verdade é essa : Após a conquista no ano passado do campeonato brasileiro , entramos na “zona de conforto” ainda mais caindo na armadilha da imprensa dizendo a toda hora que temos o melhor elenco e o melhor time do Brasil. Está dando no que vimos no sábado.
Acho bom a dona Leila se manifestar , cobrar esses vagabundos internamente e exigir empenho e resultado em todos os jogos. Ou ela é doida de pedra de rasgar dinheiro ? Quem investe quer retorno , portanto , que ela cobre esses caras porque vejo também que esse Mauricio Galliote é um zero a esquerda.

Acabei de ver no bate bola da ESPN os caras tentando achar alguma coisa numa discussão entre Cuca e Omar Feitosa por causa de um rachão kkkkkk…disseram que o Felipe Melo tbm teria se envolvido na briga por causa de uma marcação errada qdo o Omar estava apitando kkkk…esses caras são muito patéticos, mas muito mesmo . Querendo arrumar chifre em cabeça de cavalo. A mídia esportiva no Brasil hj tá mais pra programa de fofoca do que noticiário esportivo, praticamente não tem um programa esportivo sequer que dê pra assistir com tranquilidade do começo ao fim. Mas juro que essa reportagem pífia serviu pra eu pensar algo: Se os jogadores levassem tão a sério os jogos como levam o rachão, meu amigo, pelo menos uma taça esse ano já tava garantida.

Em compensação, dois dias após mais um vexame histórico do Flamídia a urubupress já voltou a falar em “cheirinho” e clima bom pelos lados da Gávea.

Gato escaldado tem medo de água fria, já diz o ditado. Cuca sabe que a vantagem é grande, mas é preciso confirmar a classificação, independente de quem é o adversário.
Já disse aqui e reforço, teria escalado quatro ou cinco titulares, inclusive o Felipe Melo.
Mas a comissão técnica tem um planejamento, que só saberemos o resultado daqui uns meses. Fez certo de colocar o time titular na quarta e levar a vantagem pra Porto Alegre. Se confirmar a classificação em primeiro lugar, o planejamento estará adequado.

Nunca vencemos no Independência, nem mesmo o América MG.

Ganhamos lá do América em 2003 por 3×0, pela série B, mas o Independência era “outro” estádio, bem diferente desse caldeirão atual.

Os partidários da ideia de que contra o Palmeiras todo mundo joga “final de Copa do Mundo” deveriam observar mais outros jogos. Ontem, Grêmio e Fluminense fizeram ótimas partidas em locais nos quais dificilmente vencemos (não me lembro de vitória nossa no Independência). Os nossos jogadores é que não encaram os compromissos com seriedade, e isso nada tem a ver com cornetagem de torcedor, mas com vagabundagem. Quando dois times não se igualam na vontade quase sempre a técnica é superada. Sem esse requisito básico passaremos o ano derrapando no mesmo lugar sem ganhar nada. Ou muda a postura ou vamos continuar buscando desculpas esfarrapadas.

Muito vagabundo sem compromisso dentro do Palmeiras hoje , é isso o que eu vejo.
A maioria dos jogadores desse elenco atual não estão nem ai com o time , não estou com vontade é nítido isso. Só querem receber o salário no final do mês.
Estão preocupados com a nova janela de transferência isso sim , o Palmeiras que se dane.
Sinto em dizer , não seremos campeões de nada esse ano.

Treinamento de jogador, hoje, é, assim: Regenerativo, academia, tomar suplemento, treino de dois toques, tático que dura 30 minutos e o rachão.
O futebol não aparece, os treinamentos tem que voltar a moda antiga, correr em volta do campo pra aquecer, entregar os coletes e pau na jaca, o Palmeiras parece que chutou no máximo 2 vezes na mão do goleiro da chape, isso é um tapa na cara da Sociedade Esportiva Palmeiras.

O Tucuman é o 17 colocado do campeonato argentino. Onde já se viu colocar time reserva por medinho de uma b o s t a dessas;

Ridículo o que o Cuca lelé fez. Sem noção. Não havia o porque de poupar os titulares.
Elenco continua inchado e com qualidade zero. E compromisso com o time também , zero.
Essa é a verdade.

Entre os chamados jogadores reservas enxergo dois grupos distintos: 1- jogadores como Raphael Veiga e Erik (entre outros) que já mostraram que não tem condições de arcar com o peso da camisa; 2- jogadores que precisam de mais tempo e de muito mais trabalho para poderem entrar em campo como Keno ou Hyoran (entre outros), ou seja, tá na hora do Cuca separar o joio do trigo.

Qto a esses caras que não tem opinião e nos chama de corneta é fácil. Sinta-se a vontade , migre pra um fórum onde os torcedores apenas elogiam e acham tudo uma maravilha. Certamente não é aqui . Aqui existem torcedores que querem ver a SEP sempre acima dos adversários e não se dão por satisfeitos com mediocridade ( lembrando que medíocre quer dizer médio, que está na média).

Oque passou pela cabeça do Cuca é o menosprezo ao campeonato brasileiro. Essa obsessão pela Libertadores vai acabar nos tirando de tudo. Fizeram até uma camisa pra isso. se o Cuca quisesse tanto o bi nacional não teria colocado esse monte de jogador sem compromisso pra jogar ontem e encararia
a fraca Chapecoense com respeito.

Acredito que o Cuca vai acertar o time novamente, assim como fez no ano passado. O cenário ta muito parecido. A única coisa que me deixa com pulga atrás da orelha é o pouco empenho dos atletas pra sair de situações difíceis. Quarta feira foi um jogo muito displicente contra o Inter . Comportamento de Dudu e Tchê Tchê pra mim é a prova cabal disso. O Dudu não é nem sombra do Dudu raçudo e que jogava pro time em 2016. O Tchê tchê então parece que realmente deixou subir a cabeça os elogios merecidos que recebeu, aquele motorzinho do meio campo parece que virou uma versão a álcool e só joga no frio a baixo de zero. Cuca terá trabalho, mas confio nele, ontem depois do gol vi ele esbravejando no banco de reservas , indignado com o gol ridículo q levamos de um contra ataque depois de uma falta muito mal batida pelo Hyorran no campo de ataque. Precisamos de uma boa vitória contra o Tucuman , aí teremos 2 meses pra acertar o time pro mata mata da libertadores. No brasileiro vai ter de ter paciência jogo a jogo até o time conseguir entender oq o treinador quer. O que não pode é entrar com o pé mole como vem acontecendo.

Bom dia Philipe , nesse momento alguns times estão à nossa frente.
Grêmio é um exemplo.
Até o Botafogo-RJ joga um futebol melhor que o nosso.

isso ai torcidinha de cornetas

queimem bastante nossos jogadores, barrios ta comendo a bola, gol todo jogo

Você acha o Barrios um craque? Pois para quem vê futebol fora do “Aqui é Palmeiras, po**a! Mode” (a maioria, felizmente), é apenas um enganador. O Internacional foi campeão da Libertadores e Mundial em 2006 com Fabiano Eller, Rubens Cardoso e Índio, o capitão do Galo que levantou a Libertadores em 2013 foi Leonardo Silva, pelo seu critério você deve achar que esses caras (alguns inclusive rebaixados por aqui) foram tremendamente injustiçados no Palmeiras, certo? Aliás, por esse mesmo critério, possivelmente não deveríamos ter perdido tempo ou dinheiro trazendo Borja ou tentando tirar Pratto do Atlético, o negócio era trazer o Jô, que também está fazendo um gol atrás do outro e em jogos importantes, certo? Pois é, mas aí eu digo: jogador que não tiver condições de vestir a camisa do Palmeiras vai ser cornetado mesmo, quem não gostar que leve pra casa e console.

achar craque é obvio que não, achar um bom jogador que pode ajudar o Palmeiras sim

como vc msm disse: Leonardo silva de execrado aqui foi ser campeao no atl-mg, fabiano eller foi ser campeao no inter

jaja os torcedores leite ninho queimam o borja e ele volta pra ser campeao em algum time da colombia ou equador

mandar um bom jogador (barrios) pra reforcar um rival de liberta, ta certinho,

libertadores OBIÇESSAUM, vamos ser campeoes assim

Inconformado até agora com a derrota de ontem e tentando entender o que passou pela cabeça do Cuca.
Não consigo compreender.

a mao da corneta chega a tremer

nunca vi tanto corneteiro junto, igual aqui

o Palmeiras era pouco favorito pra ganhar, com os reservas esse favoritismo deve ter caido um pouco

olha o santos, precisou de um gol impedido e o goleiro fechando o gol pra ganhar do coritiba

Normal pra perder para o recém-formado time da Chapecoense, repleto de ex-baciáveis nossos como Girotto e Wellington Paulista dobrando o Cabo da Boa Esperança. Realmente a mediocridade está virando padrão.

Cara, na boa, você é um fantasma dos três pontos que sempre que entra aqui (raramente, para sorte de quem acessa a página) só escreve asneira. Se está conformado com mediocridade e se sua referência é o desmérito de um rival, preste um grande favor a quem é palmeirense e abra seu próprio fórum só com notícias boas, deixando o mundo real para quem vive nele.

Mas ganhou. Três pontos na conta. Jogo ridiculo, mas vale pra ganhar campeonato.

Eu odeio ver o verdao jogando ridiculamente como ontem. Quando ganha ainda é menos pior, mas sempre que joga assim é o fim. Preferia que tivesse ganho pelo campeonato, mas nao dá pra admitir um jogo como esse, pra mim uma bela decepção

Este jogo serviu para torcedores iludidos acordarem. Vão no embalo da imprensa com esta historia de melhor elenco, dois times titulares, ganhar todos os titulos. Isso é pura ilusão. O time titular é um bom time como outros no futebol brasileiro. O futebol jogado por estes bons times não são garantia de vitória, ninguém tem craques que conseguem definir jogos. Os craques estão na Europa. Um time aqui limitado fechado, pode muito bem ganhar dos melhores, pois a diferença é pequena. Hoje o físico conta muito e a técnica muitas vezem não se sobressai. Como torcedor claro que quero que dispute tudo para ganhar, mas temos que ser realistas.

Enfrentamos na sequência duas equipes que jogaram com seus terceiros goleiros (no caso da Chape, o gringo foi promovido a titular na semana passada) e a produção ofensiva foi zero (a única bola que entrou foi chutada por zagueiro adversário). Isso não é acidente nem acaso, o Palmeiras de 2017 tem muito mais problemas que apenas um técnico frouxo que precisava ser trocado (porque nem deveria ter vindo). Aliás, nos 17 anos deste século (já estou incluindo este porque novamente não vai acontecer) tivemos o mesmo treinador do início ao final da temporada em apenas cinco ocasiões (Picerni em 2003, Caio Jr. em 2007, Luxa em 2008, Felipão em 2011 e Kleina em 2013), sendo que em duas delas estávamos na Série B. Também não é coincidência. O trabalho começa de um jeito, no meio do caminho muda e às vezes chega a lugar algum. Os efeitos da postura do Bap aliados à soberba e à displicência de alguns jogadores, que pensam como torcedores de boteco e não como profissionais muitíssimo bem remunerados, são desafios muito mais difíceis para o Cuca do que levantar novamente a taça do Brasileirão ou mesmo trazer a cobiçada e obsessiva Libertadores para casa, e neste momento tenho sérias dúvidas de ele conseguirá encará-los com êxito.

Esse ano o Cuca será mais um profissional do futebol que só vai encher o bolso. Não estou vendo tão compromissado assim como o ano passado.
Passaremos esse ano de 2017 em branco. Não iremos levantar nada. E ai , muito simples , ele Cuca virá com os discursos prontos para justificar as derrotas , muito fácil para ele.

Não questiono o trabalho do treinador, que chegou há menos de duas semanas, estou enfatizando que seu retorno foi muito bom mas que apenas isso não vai garantir nada com o elenco recheado de gente sem compromisso com o Palmeiras. Está acontecendo conosco o que ocorre com a maior parte dos times campeões no Brasil: gente querendo ir pra Europa, se achando craque de seleção, pensando que já atingiu o ápice da carreira e que não precisa de mais nada e aqueles que estão encostados na sombra ganhando em dia. Faltam comando e responsabilidades mais claras para cada um. O Cuca pode ajeitar isso, só não se sabe quando.

Se não colocam os reservas para jogar reclamam, se não colocam também reclamam, na boa, decidam-se………………

Contrataram um monte de perebas e promessas que não jogam nada. O Palmeiras não tem um jogador que resolva como era no ano passado. O time é comum com alguns bons jogadores e péssimos reservas.
Colocar todos esses caras juntos foi um tiro no pé, o estranho é o Cuca não perceber isso.

Os comentários estão desativados.