Categorias
Notícias

Eduardo Baptista não é mais treinador do Palmeiras

Confirmado. Eduardo Baptista não é mais treinador do Palmeiras.
Em reunião logo após a chegada de Cochabamba o Presidente Mauricio Galiotte e o gerente de futebol Alexandre Mattos definiram pela saída do treinador.

Cuca é o mais cotado.

Essas informações foram dadas neste momento nas redes sociais por Fox e UOL.

E aí: o que achou palmeirense?

37 respostas em “Eduardo Baptista não é mais treinador do Palmeiras”

Eduardo Correa, no outro post comentei que levei ban de outro blog, e que o autor merecia mais uns petelecos na orelha, e vc perguntou quem era, tava falando do site Verda.z.z.o e o autor dele, Conrado, que é muito nervosinho. Levei ban pq disse que o Cuca já tava de novo no mercado (falei antes da demissão do EB!), e ele não gostou pq não acreditava, achou que eu estava plantando notícia falsa, e me deu ban. Não é a primeira vez que ele me da block por nada, muito melindroso. Ele apanhou da torcida do Palmeiras ano passado, enquanto saia da Vila Belmiro depois de um Santos x Palmeiras. Na verdade, não acho certo uso da violência, só falei que ele merece mais uns tapas de raiva.

Obrigado pelo retorno. Não conheço a figura e pelo que você descreveu não sei se quero conhecer, mas depois vou procurar. Abraço.

No mesmo site, em Janeiro deste ano, ao responder a pergunta sobre o desempenho esperado para 2017, também fui banido por dizer (já naquela época) que o elenco era muito melhor do que em 2016, “mas faltaria treinador”.
É um bom site, mas ufanista e pouco aberto a opiniões diferentes.

Fechado!
Por 600 mil e bônus de 2 milhões em conquista da libertadores pago pela Crefisa.
2 anos de contrato.
Cuca voltou!

Desculpa a pergunta, mas você cenhece gente lá dentro, que te informou, ou você viu em açgum site ou radio? Se for a segunda opção, tem link pra eu ler?

Sendo prático e direto: ou vem o Cuca, ou a temporada toda está em risco. Analisando todo o contexto, acho que o Galliote e o Matos estão perdidos. Por que diabos o Palmeiras chegou na Bolívia só na terça-feira, se não tinha nenhum outro compromisso? Fizeram uma aposta ao trazer o Eduardo, e não deram o respaldo necessário. Sem falar que o demitiram pouco depois dele meter o dedo na cara da imprensa naquela entrevista. Então tá bom, “o problema era o técnico né”.

A entrevista do Bap após uma quase derrota – e um quase massacre dos jogadores do seu time – em Montevidéu lavou a alma de muitos palmeirenses, principalmente daqueles que adoram eleger a Imprensa como “o inimigo” (isso funcionava na época do Felipão, e porque em campo tínhamos Marcos, Arce, Júnior, Roque Júnior, Alex, Paulo Nunes e Evair). Só que do ponto de vista prático foi meio fora de contexto e inútil. A hora ali era para boletim de ocorrência, não pra “sou homem pra c**alho”. Ele poderia muito bem ter deixado pra botar o dedo na cara dos Kfouris da vida já de volta ao Brasil, naquele momento deveria ter se recusado – como toda a delegação palmeirense – a aparecer na coletiva por conta dos acontecimentos dentro de campo. Por acaso eu tinha lido o blog do canalha naquela tarde e sabia do que ele estava falando, mas a maioria ficou boiando, inclusive o pessoal da Conmebol. Depois disso, acabou de se afundar mais ainda creditando “ao gramado” do estádio em Cochabamba mais uma atuação pífia de seus comandados. Aí, por mais que a dupla Galliote e Mattos esteja perdida (e parece estar mesmo), não há argumento que resista.

Ou não estão tão perdidos assim né, Cuca já está acertado, então demitiram o Bap já fechados com o Cuca. Pelo menos isso. De início fiquei meio comovido pelo lado humano e tal, mas queria eu estar agora com a grana que o Bap vai receber de recisão. E sabemos que isso faz parte da cultura do futebol, não tem jeito. Então boa sorte ao Bap, e que venha o Cuca conquistar a América, depois o mundo. Eu sou um dos maiores críticos da imprensa, mas o próprio Cuca já provou que um trabalho bem feito passa por cima de tudo isso. O cara chegou, prometeu que seria campeão brasileiro, e ganhou mesmo. Na época eu achei uma declaração desnecessária, mas o cara foi lá e cumpriu, calando a imprensa gambá / urubu.

A situação hoje, de qualquer forma, é melhor que a de ontem… eu já estava convicto que, com o eduardo batista, não ganharíamos nenhum título esse ano. Sem ele, portanto, já melhorou. Mas precisa melhorar mais, obviamente, vamos torcer pra diretoria acertar na escolha, desta vez.

Verdade. Se não tiver nenhum técnico no banco no próximo jogo, já será melhor do que com o Bap lá. Técnico não ajuda em nada, mas como ajuda a atrapalhar

Uma coisa é certa: se o Luxa assumisse o Palmeiras ele viria com tudo pra provar que ainda não tá morto. Mas antes que me crucifiquem: eu não quero ele!

Eu também não quero, e sei bem que ele é um ex técnico em atividade. Mas para quem tinha o Bap, tenho certeza que até o Luxa teria desempenho melhor.

Caso o Cuca recuse (e ele tem direito, já que tem faca e queijo na mão), esqueçam Mano Menezes. Ele já virou as costas para o Cruzeiro uma vez para ganhar mais dinheiro na China, se fizer isso novamente (apesar da p**aria que é a cartolagem brasileira) fechará as portas definitivamente no clube mineiro. E já tem gente falando que se o Alex Stival retornar podemos encomendar as passagens pra Dubai e as faixas do deca. O Bap não conseguiu tirar o mínimo satisfatório desse time, mas nem o melhor treinador do mundo vai rejuvenescer Zé e Dracena, melhorar o futebol de Egídio e Fabiano ou transformar Rafa Marques e Alectreino em opções para o ataque. Com o Cuca no comando, o time mais compactado e alguns reforços estratégicos (não precisam falir a Crefisa pra isso) o time voltará a ser o que era antes da temporada começar: candidato a muitos títulos. Candidato.

Assistindo a entrevista coletiva do Presidente Galliote. Bem, Paulo Nobre tinha vários defeitos, errou bastante até, mas passava uma imagem de liderança, de firmeza e convicção naquilo que queria. Já o Galliote me dá uma sensação de ser um pau mandado, tem cara que não manja nada de nada e é facilmente manipulado. Espero que seja só impressão minha mas me lembra muito o Tirone. Deus me livre.

Concordo quanto ao Gru. Com relação ao piloto de rally, entre maio de 2014 e março de 2016 trocou cinco vezes o treinador, portanto “convicção” não era exatamente seu forte.

Uma coisa a favor do cuca dizer sim é que esses reforços vieram quase todos indicados por ele, inclusive o Borja, que ainda não está jogando como jogou o ano passado, se tem alguém que pode dar um ” up” nesse elenco é o Cuca e ele sabe disso, por isso acho que fica, só pra.ganhar a Libertadores ( só falta obviamente combinar com os russos)!

Depois do esporro que o EB deu na imprensa e principalmente no kfouri comecei a torcer muito pra ele dar certo no Verdão , mas milagres não existem no futebol. Um trabalho de 5 meses que não mostra evolução deve mesmo ser interrompido. Alexandre Mattos fez certo ao não correr o risco de cometer o mesmo erro do ano passado. Vem o Cuca? Espero que sim, assim como 90% dos palmeirenses. Mas e se não tiver acordo com ele? Pra mim dos treinadores desempregados nenhum tem culhão pra assumir o Palmeiras neste momento. Dos que estão empregados gosto do Mano Menezes, Abel Braga e Dorival Júnior mas duvido que deixem seus clubes. Estamos ouvindo falar tbm de Jorginho e Luxemburgo e o que me vem a cabeça é que nenhum dos dois daria certo, apesar do futebol ser surpreendente muitas vezes. O que é indiscutível é que a demissão deveria mesmo acontecer, aliás , não era pra ter acontecido nem a contratação do EB. Que o Cuca aceite trabalhar no Verdão novamente e continuar o ótimo trabalho que começou, parece até que não foi embora…mas se ele resolver não voltar aí não sei não, acho que vai ficar tudo na mesma.

Eduardo Batista teve exatos 5 meses pra mostrar serviço, e não mostrou no único jogo realmente importante até agora ele conseguiu a proeza de perder de 3×0 de um time com uma folha de pagamento que é 10% da nossa e que é comandado pelo Gilson Kleina, ou seja, dispensa qualquer comentário.

Cuca vai dar jeito neste time igual o ano passado. Assumiu na libertadores. Mas desta vez a gente leva

“Antes tarde (não muito tarde) do que nunca” (nova essa!). “Muito tarde” foi com o “Capataz Caduco Sete a Um” = 2ª Divisão; “Nunca ou após a tragédia” Levir Culpi = 2ª Divisão.
Hoje no mercado só o Cuca (o melhor de todos, melhor que o Tite, de passagem muito ruim pelo Verdão, mandado embora por excesso de “retranca”). Outros nomes cogitados: Dorival (não mostrou nada na passagem pelo Verdão; só serve para as “sereias”; quanto ao “Caloteiro do Poker” … sem comentários.
Contratações urgentes: 02 (DOIS) laterais esquerdos e um outro centroavante; Alec e Rafa nem prá reserva.

Cuca quer um salário de 800 mil/mês.
A Dona Leila está desesperada , provavelmente será ele.
Só que o Mumu já falou que 800 kg de picanha , Não !

Volta Cuca! Se não for o Cuca, o único que pode fazer alguma coisa pelo Verdão é o Mano, qualquer outro é mais do mesmo… e tem coisa que pode ser pior ainda… mas tenho esperança que o Cuca vai voltar e ganhar tudo esse ano… Volta Cuca!!!!!!!!!!!

Não imagino de onde saiu a idéia de que esse sujeito teria qualquer chance de sucesso como treinador do Palmeiras. Só repetiu a história desgraçada do próprio pai. Quatro meses inteiros perdidos com a escolha de comando mais estúpida possível.

Penso q se mandou o EB embora, é pq ja tem o “escolhido” Cuca tem proposta da China mas se for ele é pq ja esta acertado mas estou ouvindo o nome do Profechô ai é de doer

Nesse momento a melhor opção de longe é o Cuca, mas acho improvável que ele volte. Das outras opções, um técnico que eu não gosto mas acho que encaixaria é o Mano. Ele faz uma coisa muito bem que é arrumar a defesa, nosso ponto mais fraco nesse momento.

Agora o EB já deveria ter sido demitido após os 3 a 0 da ponte. Foi uma das piores partidas que eu já assisti do Palmeiras, e olha que entre 2012-2014 eu assisti a maioria dos jogos.

Pelo menos reconheceram o erro no momento certo, pois quem assumir vai ter uma semana e pouco (caso já assuma) pra trabalhar o time pro Brasileirão. Acho justo dizer que não somos favoritos pro Brasileirão nesse momento porque vamos chegar com o time desmontado taticamente, enquanto os rivais vão chegar em melhores condições.

Eu acho que o Bap já deveria ter sido demitido bem antes, naquele fatídico clássico contra os gambás, do “Paulistão é treino pra Libertadores”. Aliás, o Alecsono deveria ter sido demitido junto. Se sou o Cuca, ou o técnico que vier, e acho que quem vier fará isso, só assumiria depois do jogo com o Tucumán.

Tudo resolvido, agora vamos ganhar Libertadores, Mundial, Copa do Brasil e Brasileiro, certo? Opa, peraí, não é bem assim. Ah, mas o Bap não era nosso maior problema? Sim, porque equipe alguma alcança sucesso sem uma grande liderança. Mas não era o único. E que se faça justiça: por si só e sob determinado ponto de vista é o menos culpado de tudo. Ele não sequestrou um minion para que o Gru lhe desse o cargo como resgate, nem fez lobby na imprensa. Os maiores responsáveis pelos quatro meses de trabalho jogados no lixo são aqueles que o contrataram pensando que dinheiro, estádio cheio e “DNA de vencedor” fariam o serviço sozinhos, e que até o sorveteiro do clube seria campeão treinando esse “super time”. Tomara que, assim como o Bap reconheceu seu erro na escalação contra o Peñarol e virou o jogo a tempo, a atual diretoria, que agora parece reconhecer a enorme burrada que fez ao assumir em dezembro, tenha tempo para salvar a temporada.

Quem estava segurando o Bap era San Gennaro. Mas, como disse o Antonio, aqui ontem, esqueceram de dar o cilindro de oxigênio do santo. Só que o santo contra o Wiltermann foi boliviano mesmo, San Cabezas da Cabeça Milagrosa. Não fosse ele, e poderíamos passar por um grande vexame (que ainda não está totalmente descartado), em pleno Allianz Parque, possivelmente, vazio.

Tem que ser o Cuca, não há outra boa opção disponível no mercado… estrangeiros já ficou provado que não dá certo a curto prazo…
Por outro lado, o elenco também precisa ser otimizado pq tem muito carinha acomodado, só inchando a folha de pagamento.

Os comentários estão desativados.