Pós Jogo Bahia 2×4 Palmeiras: goleada pra arrancar

 

 

O Palmeiras venceu o Bahia por 4×2 em Salvador e com isso dá sinais que vai iniciar a recuperação no Brasileiro.

Já se percebe uma evolução no time de Cuca. Desta vez o treinador deixou no banco Tchê Tchê e veio com Prass; Mayke, Mina, Juninho e Egidio; Thiago Santos, Jean e Guerra; Guedes, Willian e Keno.

E assim o Palmeiras iniciou a partida na pressão sobre o time da casa. Verdade que os baianos jogavam sem 4 titulares mas mesmo assim o time de Jorginho jogava de forma correta, e assustaram logo no início, com Prass fazendo duas boas defesas na sequência. Mas foi só. O Palmeiras marcava a saída de bola e o jogo passou a dominar a partida. Guerra numa bela jogada deixou Keno na frente do gol. O atacante sofreu pênalti. Desta vez convertido por Roger Guedes.

O Palmeiras dominava as ações. Mas no final da partida, em uma jogada individual, o Bahia empatou.No início do 2o tempo Tchê Tchê voltou no lugar de Mayke. Guerra continuava bem e lançando os atacantes. Guedes fez um mas o bandeira Boschilla (sobrinho daquele) marcou impedimento. Logo depois o Verdão desempatou num belo gol de Keno, em passe de Guerra. E passou a dominar a partida e perder gols. O erro era sempre no último passe, seja de Egidio, seja de Willian.

Apesar da vantagem palmeirense o Bahia equilibrou. Cuca trocou Keno (contundido) por Erik (alguém explique pra audiência). Depois Thiago Santos se contundiu e entrou Luan. O Bahia veio pra cima e num cruzamento Juninho cabeceou e Mina completou quase dentro do gol.

Quem pensava que 3×1 aos 40 do 2o tempo liquidaria a partida se enganou. Na saída de bola o Bahia foi pra cima e numa jogada que se vê muito na várzea Juninho errou feio e os locais descontaram. A pressão foi até que no contra-ataque Erik errou, Willian tentou o arremate e a bola sobrou para Willian dar números finais. 4×2.

A vitória foi importante por vários aspectos. Premiou o time que jogou mais. Deu tranquilidade para Cuca e seus comandados. E a próxima partida – contra Atlético GO – espera-se uma vitória com tranquilidade. E depois a Ponte em Campinas, terminando a sequência com o Grêmio em casa. Nove pontos em três jogos seriam suficientes pra dar o salto lá pra cima.

Que é o lugar correto desse time.
Agora é esperar pra ver e torcer.

Saudações Alviverdes!

138 Comments Added

Join Discussion
    • Exatamente. A incompetência dos dirigentes esportivos brasileiros – em praticamente todas as modalidades – aliada à ganância continuará impedindo qualquer tipo de hegemonia ou “espanholização” no país. Não existe vantagem perene com administração amadora. Como escreveu o PVC (texto cujo link está no post do Thiago Souza, nesta mesma página), foram 53 jogadores (praticamente cinco times) contratados em dois anos e meio, dos quais meia dúzia deu certo e só um – que teve custo zero porque “nasceu” no clube – é um craque inquestionável. A única hegemonia que o Palmeiras conseguiu nesse período foi a de gastos. Não adianta torrar dinheiro sem ter um planejamento de trabalho e um projeto de crescimento permanente, uma hora o Mattos vai embora, a dona Leila vai gastar em outra freguesia e aí, quando os fracassos vierem (e eles virão), quem garante que um Jabba não trará de volta o “bom e barato”?

  1. Gustavo Aroni 21/06/2017 | Responder

    Tudo o que falta é transformar essa “espanholização do bem” em bom futebol.

  2. Reynaldo Zanon 21/06/2017 | Responder

    Estamos muito bem na fita segundo estudo do Itaú. Palmeiras (e Flamengo) hegemônicos. O nosso Palmeiras está em forte vantagem competitiva e a melhor notícia é que essa vantagem é perene, veio para ficar, porque os demais “grandes” não têm todas as condições para desafiar o Verdão. O autor do estudo chegou a dizer que a hegemonia de Palmeiras e Flamengo “é uma espanholização do bem”, porque foram eficientes na administração. Muito bom mesmo.

    • Philipe Frois 21/06/2017 | Responder

      Eu assisti tbm…Sabe tudo de finanças e absolutamente nada de futebol esse camarada aí.

  3. Paraíba 20/06/2017 | Responder

    Com o acerto do chileno Valpinga, com o colo colo, o Palmeiras está de olho em Lucas Tolima, pela primeira vez na carreira, defenderá um clube grande.

  4. Paraíba 20/06/2017 | Responder

    No site grobo.com, estão chorando o gol do Jo que tava na linha do zagueiro do coxinha, o atacante vai finalizar no gol, depois de fazer falta no jogador adversário, Por que a mamãe não mostra o lance da falta.
    O Sistema protege dois times: gambas e urubus,talvez o FluC, mas esse, não tem a mesada da mamãe grobo, igual os 2 queridinhos.

      • Se estivesse apitando, no momento da jogada daria o pênalti. Se tivesse o recurso de vídeo, desmarcaria. Mas isso não muda nada. Lei das compensações: tiraram um pênalti claro a nosso favor diante do Santos, deram outro no mínimo duvidoso contra o Bahia. Fazer 1×0 em Salvador foi importante, mas talvez ganhássemos o jogo mesmo sem esse pênalti. Completamente diferente de não apontar a marca da cal no último lance de uma partida em que o time do infrator – e da casa – está ganhando por um gol de diferença.

    • Paraíba 20/06/2017 | Responder

      Aroni carrinho por trás é falta.
      Os comentaristas, estão fazendo lavagem cerebral na maioria dos torcedores. Cuidado!

  5. O gambazão que comentou o jogo ontem falou que não foi penalti. O fato do zagueiro tocar na bola não quer dizer que não tenha tocado no jogador. Vai aprender regra de jogo Mané.

    • Paraíba 19/06/2017 | Responder

      Carrinho por trás já acarreta infração, dentro da área penallidade máxima. Mas pra S. E.Palmeiras a regra é diferente, jogadores do Palmeiras tem que sofrer fratura exposta pra ser penalti. A imprensinha de gamba e mulambos sempre vão bostejar contra o Palmeiras.

  6. Fabrizio 19/06/2017 | Responder

    Pra mim o ataque ideal desse time é Dudu na esquerda, Keno/Roger Guedes centralizado e Roger Guedes/Raphael Veiga/Hyoran do lado direito. Seria um ótimo momento para testar essa formação agora que o William está suspenso, se o Keno tiver condições de jogo.

    Concordam? Não entendo pq o Cuca ainda não

    • Paraíba 19/06/2017 | Responder

      Quando é penalti pro Palmeiras, os comentaristas tem a seguinte interpretação: Realmente ouve o contato, o toque por trás e o empurrão, mas não é suficiente por árbitro fazer a marcação da penalidade. Já cansei de ouvir isso desses comentaristas de arbitragem.

  7. Gustavo Aroni 19/06/2017 | Responder

    Tabelas e favorecimentos à parte, ontem foi uma goleada estilo levada louca. O jogo foi uma mat.ança de co.bra total, e o Palmeiras foi superior ao Bahia, muito mais na garra e teve o Prass inspirado, apesar dos seus inúmeros bicões com as laterais desmarcadas para o passe. Bom futebol do time mesmo, nada, como de costume. Não entendo a desistência do seu Cuca (se é que tem dedo dele mesmo nisso), de querer jogar aquele futebol vistoso, e eficiente, do 1° turno do ano passado, com saída de bola, sem desespero, com cadência. Por que não? Pra mim a involução está aí, e não por vir uma vitória depois de uma derrota.

    • Exato. Estamos dez (que já foram doze) pontos atrás de uma equipe com muito mais dívidas e supostamente menos talentos que a nossa (existem refugos lá e cá), e quem quiser pode atribuir isso exclusivamente a favorecimentos, como quase sempre acontece quando não estamos no topo. Prefiro outra versão: no Parkinson Jorge o pessoal sabe que é ruim, entra em cada jogo como “quarta força” de SP e joga quase sempre o máximo que pode de forma minimamente organizada. Méritos deles, que dificilmente serão campeões numa disputa com 38 rodadas, mas que já fizeram uma baita “reserva” pra buscarem vaga na Libertadores de 2018. No Palmeiras, muita gente entra em campo achando que está no “Real Madrid dos Trópicos”, que nem precisa jogar futebol pro resultado vir e que os pontos se acumularão automaticamente. Parece a fábula da tartaruga e a lebre, aqui respectivamente substituídas pelo gambá e pelo porco.

  8. Reynaldo Zanon 19/06/2017 | Responder

    A novidade do árbitro de video é uma péssima notícia para o nosso maior rival, que ganhou pelo menos a metade de seus títulos com favorecimento da arbitragem. Enfim o maior “jogador” da história do SCCP, o Apito Amigo, vai se aposentar. Jogou por mais de cem anos! Que Pelé, que nada.

      • Paraíba 19/06/2017 | Responder

        La o cara que mexe com o tira teima, faz até a linha de impedimento torta pra livrar os favorecimentos de arbitragem corintianu, tem Gaciba, PCO, Simon, M. Rezende de Freitas, todos esses que comentam na tv, sempre fizeram parte da linda história curintiana do apito.

    • Paraíba 19/06/2017 | Responder

      Tem que acrescentar tambem que o Palmeiras não tem força nos bastidores é escrachado pela mídia anti palmeirense, o torcida dos gamba ascende sinalizadores todo jogo não tem punição, o STJD ganha dinheiro nas custas do Palmeiras que sempre foi o time mais penalizado por esse tribunal, ano passado a torcida do gremio ascendeu sinalizadores, no pacaembu, o stjd mandou o Palmeiras pagar o pato, o presidente dos mulambos arma confusão, joga pedras de gelo na torcida do Palmeiras no Allianz, o tribunal multou em 50 mil reais, por causa da palhaçada deste cretino.Em Brasília, a torcida dos mulambos começa briga com a torcida palmeirense, segundo relatório da pm, mas a RGT que manda e pune junto com o stjd o Palmeiras como visitante.
      Agente tem que ver esses detalhes , que definem o campeão em dezembro.

Leave Your Reply