Pós Jogo Bahia 2×4 Palmeiras: goleada pra arrancar

 

 

O Palmeiras venceu o Bahia por 4×2 em Salvador e com isso dá sinais que vai iniciar a recuperação no Brasileiro.

Já se percebe uma evolução no time de Cuca. Desta vez o treinador deixou no banco Tchê Tchê e veio com Prass; Mayke, Mina, Juninho e Egidio; Thiago Santos, Jean e Guerra; Guedes, Willian e Keno.

E assim o Palmeiras iniciou a partida na pressão sobre o time da casa. Verdade que os baianos jogavam sem 4 titulares mas mesmo assim o time de Jorginho jogava de forma correta, e assustaram logo no início, com Prass fazendo duas boas defesas na sequência. Mas foi só. O Palmeiras marcava a saída de bola e o jogo passou a dominar a partida. Guerra numa bela jogada deixou Keno na frente do gol. O atacante sofreu pênalti. Desta vez convertido por Roger Guedes.

O Palmeiras dominava as ações. Mas no final da partida, em uma jogada individual, o Bahia empatou.No início do 2o tempo Tchê Tchê voltou no lugar de Mayke. Guerra continuava bem e lançando os atacantes. Guedes fez um mas o bandeira Boschilla (sobrinho daquele) marcou impedimento. Logo depois o Verdão desempatou num belo gol de Keno, em passe de Guerra. E passou a dominar a partida e perder gols. O erro era sempre no último passe, seja de Egidio, seja de Willian.

Apesar da vantagem palmeirense o Bahia equilibrou. Cuca trocou Keno (contundido) por Erik (alguém explique pra audiência). Depois Thiago Santos se contundiu e entrou Luan. O Bahia veio pra cima e num cruzamento Juninho cabeceou e Mina completou quase dentro do gol.

Quem pensava que 3×1 aos 40 do 2o tempo liquidaria a partida se enganou. Na saída de bola o Bahia foi pra cima e numa jogada que se vê muito na várzea Juninho errou feio e os locais descontaram. A pressão foi até que no contra-ataque Erik errou, Willian tentou o arremate e a bola sobrou para Willian dar números finais. 4×2.

A vitória foi importante por vários aspectos. Premiou o time que jogou mais. Deu tranquilidade para Cuca e seus comandados. E a próxima partida – contra Atlético GO – espera-se uma vitória com tranquilidade. E depois a Ponte em Campinas, terminando a sequência com o Grêmio em casa. Nove pontos em três jogos seriam suficientes pra dar o salto lá pra cima.

Que é o lugar correto desse time.
Agora é esperar pra ver e torcer.

Saudações Alviverdes!