Categorias
Brasileiro 2017 Resenha dos Jogos

Pós Jogo Coritiba 1×0 Palmeiras: depressão

Ok que os desfalques eram importantes: Jean, Mina, Dracena, Guerra, Borja, Dudu.
Ok que a escalação parecia ser a melhorzinha que Cuca podia fazer: Prass, Maike, Antonio Carlos, Juninho e Egidio; Felipe Melo, Tchê Tchê, Thiago Santos e Michel Bastos; Keno e Willian.
Ok que o Coritiba faz um início de campeonato bom.

Mas é inadmissível perder uma partida dessas.

Alguns jogadores do Palmeiras parecem não ter condições de vestir a camisa do atual campeão brasileiro e de um time que aspira ser campeão da Libertadores. Nem precisamos citar os nomes. O torcedor está vendo.

Três chutes a gol no primeiro tempo foram de Felipe Melo, Tchê Tchê e Michel Bastos.
No segundo tempo uma chance com Hyoran quando o Coritiba quase implorava pra tomar um gol.
Os meias contratados esse ano não criaram quando entraram em campo. O lateral direito deixou o jogador do Coritiba na cara de Prass (que convenhamos, deixou o gol aberto). O lateral esquerdo não consegue acertar um cruzamento (ok, esse foi contratando em outra temporada). A zaga não conseguia sair jogando. O ataque não finalizava.

Logo, alguma coisa está profundamente errada. Teoricamente esse elenco milionário seria o melhor do Brasil.

Então com a palavra o Sr. Alexandre Mattos, que teve à sua disposição todo o dinheiro solicitado para contratar quem quis para a importantíssima temporada 2017. Alguns com fama, outros sem. Poderia por exemplo começar explicando como o Campeão Brasileiro pretende disputar três competições importantíssimas com esse nível de “reservas” que entraram em campo no Couto Pereira nesta noite de quarta feira. Ou foi apenas uma noite infeliz desses jogadores? Ou nós aqui e boa parte dos torcedores estamos muito críticos? Somos todos corneteiros?

Haja depressão!

201 respostas em “Pós Jogo Coritiba 1×0 Palmeiras: depressão”

Richarlyson e nome de boiola. Que fique por lá mesmo. Além disso, ainda não mostrou que vale isso.

Não se trata de ter nome de boiola, mas de ser outra revelação das nossas “canteras mineiras”, o mesmo lugar de onde vieram Vitor Hugo, Thiago Santos, Girotto e mais uma baciada que contrataram na gestão anterior, tida e havida como a mais revolucionária do século. Em outras palavras, mais um que jogaria o fino da bola contra Sertãozinho e Catanduvense, mas que na hora de mostrar futebol de verdade em jogos importantes afinaria.

É impressionante a determinação que o FlorminenC tem de evitar a contratação de meias-boca pelo Palmeiras. Thiago Neves, Martinuccio, Richarlyson…

Martinuccio eu concordo. Thiago Neves na época jogava muito no Fluminense e Richarlyson ainda é uma incógnita, pode virar um grande jogador ou não.

De incógnitas e apostas estamos cheios. E ainda bem que o Fluminense não é Cruzeiro, Coritiba nem América Mineiro, senão esses craques certamente teriam desfilado por aqui.

Bom dia, a todos do blog, muita paz, saúde e alegria que pode ser com o vitória do Palmeiras diante do fluC.

Qdo o Fluminense gozava da fortuna da Unimed, ninguém lá tinha dó de vir aqui e oferecer um caminhão de dinheiro pra quem quer que fosse sem nem dar satisfação a ninguém. Qdo se trata de Fluminense acho que a conversa tem de ser diretamente com jogador e empresário mesmo. Nem sei como eles conduziram essa negociação, mas se eu estivesse no lugar do Mattos e quisesse tirar alguém de lá, ofereceria uma grana preta ( ja que está sobrando mesmo ) pro jogador e pro empresário e diria: se vire com o presidente de vcs se estiverem a fim de acertar com a gente. Não sei vcs , mas eu não esqueço das humilhações e chacotas que sofremos qdo o Palmeiras estava na M…financeiramente…não foi 1 nem 2 que tiraram sarro da nossa cara , jogadores q diziam q jamais jogariam no Palmeiras. Lembram do Marcelo Moreno e do pai dele? O Vagner meio campista estava praticamente certo com Palmeiras até o Fluminense atravessar, assim como martinuccio e Thiago Neves. Lembro que o time do jardim Leonor adorava fazer gracinha tbm…Nem conheço esse Richarlyson direito mas só pq o Presidente deles foi na mídia reclamar do Palmeiras, agora to torcendo pra contratarem ele.

O procedimento do Palmeiras e principalmente do empresário em relação ao jogador do “Florminense” é lamentável. A falta de ética, caráter é algo normal nesse meio, muito parecido com o que acontece com a política. Alguns devem lembrar quando “o 3ª Divisão” aliciou o jogador Thiago Neves que já tinha recebido um carro do Palmeiras como “luvas”; e o caso da “ruindade” Martinuccio?
Quanto a Richarlysson, é bom jogador, mas os valores mencionados são absurdos; mas prá quem pagava 1 milhão de salário pro Bárrios ficar mais tempo no DM do que jogando não surpreende. bsurdosevalores que estão

Acho que no caso do Martinútil principalmente, o FluminenC nos fez um favor. E concordo plenamente: quem acha que é bonito fazer com os outros não pode reclamar quando fizerem conosco.

Pra quem já comprou um bicho preguiça da Colômbia achando que era centroavante o coala não
me surpreenderia.

40 libras no Richarlysson do fluC! Então parece que vai resolver a escassez de gols no ataque do Palmeiras.

O galinhoti foi pra Austrália , deve estar atrás de algum canguru pra reserva do Borja. Os cangurus pelo menos tem impulsão, quem sabe dá um bom cabeceador.

Só falta os australianos passarem a perna no Gru e empurrar um koala fantasiado de canguru.

Faz tempo que não passo por aqui. Sou do tempo que o 3vv era um blog e que a possivel a chance do Vicente ser presidente era só uma brincadeira entre nós frequentadores. Muita coisa mudou e o Palmeiras também. Na década passada, enojava nos (os 3vevistas) a diretoria bambi, comandada por Marco Aurelio Cunha, jogar sujo de todas as maneiras pra ganhar jogos. UMA DAS ESTRATÉGIAS MAIS SUJAS ERA DAR EM CIMA DE JOGADORES DO TIME ADVERSARIO EM VESPERA DAS PARTIDAS. Era corriqueiro. Eu sou palmeirense, mas quero que amanha o time apanhe como nunca. Ser palmeirense é acima de tudo ter honra. Mas a honra pelo visto ta morrendo. Dar em cima de jogador do adversario em vespera de jogo é um absurdo. É nojento, é trapacear, é ser bambi. Que a torcida do Palmeiras olhe para o passado e veja quem eramos, quem somos e quem estamos querendo ser. Sou mais a serie B com cabeça erguida do que um titulo ganho sujamente. Se eles se sujaram para ganhar, problema deles. Eu quero um palmeiras limpo, ao menos no futebol.
Palmeiras oferece R$ 40 mi, Richarlison pede para não jogar e Flu se irrita… – Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2017/06/09/palmeira-oferece-r-40-mi-richarlison-pede-para-nao-jogar-e-flu-se-irrita.htm?cmpid=copiaecola

Torcer para perder, nunca! Mas concordo com você quanto ao procedimento do Palmeiras. Todo palmeirense tem verdadeira aversão pelo clube que fica do outro lado do muro, principalmente pelo fato de eles sempre agirem de maneira muito desleal, jogando sujo mesmo e, não raro, apunhalando o Palmeiras pelas costas. E, todos sabemos, desde os idos da Segunda Guerra Mundial, ou até antes. Portanto, como palmeirense, espero que o Palmeiras também neste aspecto seja
um contraponto àquele clube e aja com dignidade.

Sobre o Mattos é lamentável alguém querer fritá-lo, mas essa é a politica do Sapo Boi. O Mattos
é um ótimo profissional, 4 titulos brasileiros nos ultimos anos . No futebol ninguém acerta todas. Tenho alguns questionamentos sobre como Dona Leila conduz alguns episódios, porém nessa ela foi bem. Na minha opinião mesmo sabendo que com cheque em branco ajuda muito, não vejo outro profissional melhor que ele no mercado. A torcida tem que se preocupar e muito é quem irá substituí-lo quando futuramente ele sair, para que não venha depois um Frizzo ou um Palaia da vida.

Melhor ter o Mattos que o Frizzo, assim como é melhor ter o Borja que o Alecpança. Ninguém acerta todas realmente, mas alguns abusam do direito de errar, então como esses profissionais fazem parte da folha de pagamento do Palmeiras, nada melhor que usar seus talentos, mas sem deixar de cobrar resultados. Dona Leila, Mattos, Borja ou mesmo Cuca não têm superpoderes nem são infalíveis. Só causa preocupação saber que em meio a uma fase na qual o time pouco cria em termos ofensivos o clube busca mais volantes ou ex-jogadores do América MG como “soluções”. Antes de gastar mais grana com apostas ou aposentados aproveitadores, é preciso definir quem quer ficar e, principalmente, quem quer trabalhar nesse grupo.

Tche Tche e Roger Guedes querem sair nessa janela pra Europa. Dudu tem proposta da Turquia e falam
que a proposta é irrecusável. Acho que aí está o motivo do mau rendimento. Os caras não estão focados
no Palmeiras, nesse caso não há treinador que dê jeito.

O que o Cuca tem que fazer é parar de inventar. Fazer o feijão-com-arroz. Só trocar o Prass por Jaílson e o Dracena por Juninho (e indicar dois bons laterais para serem titulares). O resto é isso aí. E o Borja tem que jogar. Vai ter que fazer gol na marra. Se não jogar bem substitui. O que não pode é ficar usando o Palmeiras como laboratório com o Brasileirão em andamento. Já deu tempo suficiente para ter um time titular, e ir mudando as peças pontualmente. Não ficar entrando cada jogo com uma escalação diferente, poupando jogadores, muito bem pagos, pra competição nenhuma.

De 2000 a 2014 vivemos os piores anos de nossa história, pelo menos pra mim que tenho 31 anos​ de idade. Com 2 rebaixamentos, vexames incontáveis, eliminações que viraram piada na boca dos nossos adversários. Aí vem 2015, uma arena linda e moderna, arrecadação milionária a cada partida, vem a Crefisa com o maior patrocínio da Amarica latina, contratações que elevam a auto estima do torcedor como o chapéu do Dudu. Logo já fizemos a final do Paulista , coisa q não acontecia há 7 anos, conquistamos a copa do Brasil vingando o paulista contra o Santos , numa das finais mais difíceis dos últimos anos, tem altos e baixos como a eliminação precoce na libertas tbm mas logo em seguida a conquista do BR 16 depois de 22 anos. Qualquer torcedor de qualquer outro clube, ou qualquer outro conselheiro ou dirigente diria que o caminho é esse , e que estamos no caminho certo e a previsão é de um futuro muito vencedor. Menos na Sociedade Esportiva Palmeiras onde os caras não se dão por satisfeitos em ter Santos , São Paulo e Corinthians como adversários. No Palmeiras é a maior adrenalina jogar contra si mesmo, os caras são experts nas estratégias para se auto derrotar. Parece ser esse nosso “DNA vencedor”.

E a Leiloca disse ontem no Esporte Interativo que se o Mattos for embora ela para

Volta Paulo Nobre. Infelizmente segundo notícias nosso novo presidente tem que beijar a mão do Geléia do caça-fantasma (Mustaphá). Se continuar nessa toada, vão mandar o Mattos embora, e quem sabe trazer o Pituca “o loiro” de volta e o Frizzo. Meu Deus, enquanto o Nobre era nosso presidente esses caras foram colocados em seus devidos lugares.

Não é bem assim que a banda toca, ou você acha que o piloto foi eleito com a bênção de quem lá dentro?

Oque eu sei é que tão querendo puxar o tapete do Mattos. Não precisa saber de onde partiu a idéia´ é
óbvio. Mattos tem grande participação nos elencos campeões de 2015 e 2016 e aqueles que não querem
o bem do futebol do Palmeiras querem tirá-lo. Um dia o capeta carrega esse turco FDP pro inferno e aí
vamos ter sossego.

Quando o Jabba deu as caras em entrevista no início do ano falando de “austeridade” e outras coisas do gênero, a gente deveria ter percebido que se tratava de um mau presságio para a temporada. Não há dúvida que o Mattos ganha muito e às vezes contrata mal, porém mais certo ainda é que a preocupação do turco está na grana que não vai parar nas mãos dele, o Palmeiras que se lasque. Com relação ao inferno, acho que o capeta não quer concorrência nem “bom e barato” por lá, por isso o maledeto continua sua caminhada sobre a terra…

Grêmio enfiou 6 na Chapecoense lá em Chapecó, que coisa.

Então, a tabela do Grêmio foi bem parecida com a nossa, exceção feita ao clássico contra os bambis, onde éramos considerados amplamente favoritos. Os gaúchos têm 12 pontos e nós ⅓ dos deles.

Nem acho as tabelas dos dois times tão parecidas assim, pois em comum só Chape e Vasco. A questão é que o Grêmio também perdeu um de seus principais jogadores para a temporada (sem comparações individuais, que fique claro), tem um treinador que até outro dia estava na praia, tem ex-jogadores em atividade, refugo que saiu daqui, garanto que em janeiro nenhum gremista falava “entreguem as taças” e mesmo assim lá as coisas dão certo – e não quero dizer com isso que eles serão campeões de tudo, mas estão jogando bom futebol. Qual é o segredo?

Corrêa, sobre tabela é igual pra todo mundo, em 2009, o Palmeiras tropeçou no naútico, avaí, sport . Ganhou 1 ponto nessas três partidas.
O inter e santa lideraram ano passado, hoje,estão na série B, é muito cedo, acredito no Palmeiras e no trabalho do cuca.
Mas esse negócio de 3 volantes, é estratégia de professor pardal.

Lembrando que o Grêmio ganhou a CdB ano passado e só. E não ganha mais nada a séculos. Então aquele papo de “pressão da torcida por titulos atrapalha por um bom futebol” é uma piada…

Estamos há mais de seis horas sem fazer um mísero gol e num jogo só o Grêmio fez seis contra um time que quando jogou contra nós o goleiro deles saiu de campo com uniforme limpo. Teria sido outra vitória “doada” ou só incompetência mesmo? E realmente não tem mais bobo no futebol: o Atlético (GO) enfiou três naquele time contra o qual já jogamos três vezes no ano sem vencer nenhuma. O pessoal tá esperando os superpoderes do Cuca voltarem, aí falam em Richarlison e Joelinton, nem precisa de kryptonita. Acho melhor o Mattos ver quanto custa trazer o Robério de Ogum pra que ele faça uma ponte direta com San Gennaro, pois não consigo ver saída dessa crise pelas vias normais.

Sei que não temos moral nenhuma pra reclamar de nada , mas analisando a tabela do campeonato vi que já fizemos 2 jogos seguidos fora de casa nas primeiras 5 rodadas e que depois do jogo contra o Fluminense faremos novamente 2 jogos fora contra Santos e Bahia, ou seja, em 7 rodadas , 4 jogos fora sendo duas vezes seguidas. A primeira vez que faremos dois jogos seguidos em casa será no mês de julho e um deles é o clássico contra o Corinthians. Repito, pelo que não estamos jogando , não temos moral pra reclamar de tabela, nem de arbitragem nem de nada e se for querer ser imparcial, esses jogos seguidos que hj fazemos fora de casa, no segundo turno será no Allianz. Mas que isso influencia na campanha eu não tenho a menor dúvida. Se tivéssemos o começo de tabela que o time de Itaquera teve com Chapecoense em casa, Atlético GO e Vitória , certamente não teríamos só 4 pts…temos muitos problemas internos pra resolver, o time está uma Merd.@ , mas na minha opinião sempre vale a pena olhar além do que a maioria enxerga.

Concordo totalmente. A tabela nos desfavoreceu muito nesse início de campeonato. E não podemos nos esquecer que os jogos fora são justamente onde temos maiores dificuldades (Chapecoense, SPFC, Coritiba) e, já já, na Vila Belmiro e na Fonte Nova. Chego a desconfiar de má fé (para não dizer pilantragem) em relação ao Palmeiras nessa tabela. Ma o tiro vai sair pela culatra, porque o Palmeiras vai se reerguer e, depois, embalar.

É um ponto de vista a ser considerado. Porém, no ano passado, só fomos sair do estado de São Paulo na sexta rodada para jogar contra o Flamengo em campo neutro, e a tabela nos colocou três dos quatro piores times (Santa Cruz, América e Figueirense) quase que em sequência em casa (enfrentamos o Cruzeiro em MG antes de pegarmos os catarinenses). Não vi ninguém reclamar nem falar em complô (a não ser o teórico oficial das conspirações do blog, é claro, que quando aparece é pra ofender quem opina), e não tenho dúvidas de que aquela sequência também ajudou muito no final.

O destino do Palmeiras está escrito: Abu Dabi nos Emirados Arabes, esquece o Brasileirão que será uma espécie de laboratório pra escolher quem que vai disputar o bi mundial.

O Alecbanha falou que o Paulista era treino pra Libertadores, deu no que deu. Brasileirão é a nossa realidade, é o que define o status de um clube no país, determina seu poderio no mercado e as diretrizes das temporadas seguintes. Perder esse foco por causa de delírios pode ser perigoso e, num curto prazo, ter consequências desastrosas.

Os gambáticos com um treinador interino estão liderando o Br-17, a ansiedade minha pelo mundial interclubes é tanta, que to enxergando o campeonato brasileiro como um teste.

Sei lá. Acho que pelo investimento que fizemos, por sermos os atuais campeões brasileiros, por termos trazido o super Cuca, ficar se apegando à ordem da tabela? Para! Não estamos ganhando, e sequer fazendo gols, porque não estamos jogando nada. Não tem bom futebol do Palmeiras contra ninguém. Desde o mais fraco ao mais forte dos adversários (que andam bem meia-boca também). Comigo, essa desculpa não col

Não é uma desculpa, nem mesmo uma reclamação. Como bem disse o Eduardo, ano passado nós tivemos um começo de tabela favorável e ainda contamos com jogos onde enfrentamos adversários difíceis em campo neutro como Fla e Flu por exemplo. Não acho q fomos favorecidos pela CBF como tbm não acho que estamos sendo prejudicados nesse ano. Só levantei esse ponto pra tentar entender o momento que passamos. Óbvio que temos um time mais fraco do que imaginávamos mas continuo com a opinião que se trocasse a nossa tabela com a do Corinthians, não teríamos 4 pts e nem eles 13. Os times hj estão muito nivelados e a tabela pode ser o fiel da balança sim.

Li na internet que o Palmeiras tem interesse em Richarlyson e Joelisson kkkkkk….o time está há 4 jogos sem fazer um misero golzinho e os nomes q vejo sao Richarlyson e Joelisson???? Bom, espero que seja alguma brincadeira de mal gosto de algum “jornalista” gambá. Se não for , é a prova que o sapo boi anda mandando e desmandando lá dentro novamente e aí …bem vindos de volta aos anos 2000

Acredito que a equipo de Palmeiras estara voando no mês de julho, com o Valdívia, um centrovante e um lateral esquerdo recem contratados.

Voando pra qual país? Vão fazer excursão, disputar o Ramón de Carranza contra o Real pra tentar colocar outra estrelinha vermelha na camisa? Ou vamos de Trofeo Naranja, Copa Suruga ou quem sabe tentar a sorte no tênis em Wimbledon? Espero que pelo menos pra fretarem voos tenha gente competente nessa gestão, senão periga contratarem a Lamia…

Kkkkkkkkk O Cuca vai ajustar esse time com a chegada de mais 3 reforços. Vamos dar muitas gargalhadas até Abu Dubi.

Só uma coisa, Paraíba: obrigado por entender o espírito de avacalhação, que não tem intenção de ofender ninguém. Quem não sabe rir de si mesmo acaba tomando remédio tarja preta mais cedo ou mais tarde.

Voltando à polêmica sobre a contratação ou não do Valdívia. Parece que já fizeram um levantamento de sua passagem pelo país árabe. Eis os números: o clube dele fez 66 jogos em dois anos. Valdívia jogou em 46 , sendo titular em 37 partidas. Marcou 12 gols e deu 15 assistências. E então, vale a pena?

A utilização de números e estatísticas no esporte de um modo geral pode ser fundamental para atingir resultados expressivos, como foi mostrado no bom filme “Moneyball”. A utilização pura e simples de números sem contextualização especificamente no futebol, no entanto, pode levar a erros crassos e arruinar temporadas. O pessoal que defende com unhas e dentes a permanência do Bap se apegando ao seu excelente aproveitamento esconde (como já comentei, não sei se por ignorância ou mau-caratismo mesmo) que esse desempenho foi obtido quase que exclusivamente contra equipes inexpressivas do futebol brasileiro e sul-americano. Um atleta que em algum momento da carreira já demonstrou habilidade ser destaque no campeonato emiradense, no chinês ou no uzbeque pra mim significa pouco, mas chama a atenção que o chileno tenha sido escalado desde o início em apenas 56% dos jogos. O mais importante nesse levantamento é saber contra quais times ele jogou melhor, marcou gols e deu assistências, e a qual colocação no campeonato esse desempenho levou sua equipe. Se ele arrebentou nos confrontos que decidiram o título a favor da camisa que defende é uma coisa, se marcou oito gols contra os Linenses e São Bernardos das arábias, alguns deles de pênalti, a análise será totalmente diferente. Olhando apenas para números, posso defender aqui a contratação do Elano, que ao que tudo indica terminará o ano como sendo o único treinador a ter aproveitamento de 100% sem levar gols trabalhando num time grande do Brasil, e também apenas sob a fria ótica dos números ninguém poderá contestar. Pra resumir: Valdívia, nunca mais.

Se você acha que o ano não está perdido tomara que estejam certos , mas vendo a bagunça que virou o time e o musgambá se metendo no futebol é difícil acreditar.

Eu não confio no Cuca. O Palmeuras já não joga bem desde a época que ele já estava por aqui. Saiu, voltou e o time continua não jogando nada. Sabe por quê? Porque ele não entra em campo. É igual a todos os outros técnicos. E agora está pior porque veio por cima da carne seca, com sapatinho de cristal e, pelo jeito, rezando pouco. Confio no bom futebol, se ele não aparecer com Cuca, Kéka ou Kiko, vai ser só a red star cup.

Treinador que insiste em 3 volantes, é sinal que não tem mais o que fazer.
Vitinho será o futuro do Palmeiras.

Se o futuro do Palmeiras se resume a aceitar a volta do Valdívia ou esperar que o Vitinho vire craque, daqui a uns vinte anos ainda teremos só uma estrelinha vermelha na camisa.

Dinheiro tem, o Palmeiras precisa de jogadores de qualidade ,não de ruindade, que tá cheio de amebas nesta equipo.

Pois é, tem gente com plena convicção de que o nosso treinador veio de Krypton, é o Cuca Kent (ou, no original, Cucal-El), dotado de superpoderes e que a qualquer momento vai botar a capinha verde-kryptonita nas costas, sair voando e resolver nossos problemas na velocidade da luz. Não funciona assim. Sucesso no futebol hoje em dia é mistura de talento, competência, trabalho, organização e entrega. Não precisa ser dividido certinho em 20% pra cada item, mas quando se chega perto de zero em algum deles (que é nossa situação atual), nem chamando a ajuda do Batman e da Mulher Maravilha – e olha que essa que está nos cinemas bate um bolão…

E eu tentando me convencer a ter paciência, mas admito que eu começo a perder as esperanças, tem alguma coisa muito errada nesses bastidores que não estamos sabendo, esse elenco não é tão ruim assim, esse ataque não está fazendo um mísero gol há vários jogos, os caras não estão se entendo dentro de campo, não é possível!

A culpa não é do Cuca, é de quem contratou esse monte de porcaria das quais não teve uma única
contratação que vingou. Oque não é grosso é pipoqueiro. Infelizmente um ano perdido pela incompetência do sr. Mattos que acha que vai resolver os problemas do time com jogador de Goiás , Santa
Cadê o Presidente pra dar uma satisfação pra torcida das c a g a D A S que vem fazendo ?

Sem fazer apologia à violência, se a torcida for cobrar alguém, que coloquem o dedo na cara do poupançudo da Caixa, que só traz jogador encostado do Cruzeiro e “revelações” do Coritiba, e do Gru, que está mais perdido que piolho naquela careca dele. Jogador limitado e mediano não tem culpa de atuar em clube grande com cobranças diárias, culpados são os que acharam que esses caras aguentariam vestir a camisa do Palmeiras num ano cheio de ambições e pretensões como este.

Não é por nada não, mas vocês são bipolares demais.

Quando veio Moisés, Tche Tche, tudo promessa foi o mesmo papo. Deram certo, agora tem que apostar em revelação sim, tem que manter a média de idade baixa. Reclamam demais.

Concordo, Ryan. O ano não está perdido, como diz o Sérgio. A recuperação no Brasileiro é questão de tempo e estamos nas quartas-de-final da Copa do Brasil e oitavas-de-final da Libertadores. Não está nada perdido. Confio no Cuca.

Reynaldo, perdido o ano não está, mas vc confia que com esse futebol sendo apresentado consigamos disputar pelo menos uma final esse ano ? CdB ou Libertadores..ou até mesmo brigar entre os 4 no Brasileiro…

Um time de futebol supostamente candidato a ser campeão do planeta e que gastou milhões em contratações – inclusive para seu ataque – consegue ficar mais de nove horas dentro de campo sem marcar um único gol por méritos próprios (nas duas únicas vezes em que a bola encostou nas redes nesse período foi por conta de “acidentes de trabalho” das defesas adversárias, também chamados de “gols contra”), e o torcedor que não estiver satisfeito com isso sofre de “bipolaridade” e reclama sem razão, é isso mesmo? É, enquanto alguns palmeirenses sofrem com esses “transtornos psicológicos”, os problemas de outros poderiam ser facilmente resolvidos com uma consulta ao oftalmologista e um par de óculos novos…

Quatro rodadas sem um gol sequer… Dois penais perdidos… Aí fica difícil, qualquer erro da defesa é derrota. Como é que Gennaro di Benevento vai ajudar quem não se ajuda?? Entreguem as taças!!! (só não sei pra quem)

Os comentários estão desativados.