Palmeiras 0x0 Atlético-MG: faltou o gol e mais algumas coisas

O Palmeiras empatou com o Atlético MG no Allianz Parque nesta tarde de domingo.
E foi um jogo fraco.

Cuca veio com Borja e Felipe Melo no banco. Zé Roberto e Fabiano que também apareciam no time titular ficaram na reserva.

Pra resumir: foi um jogo fraco. Poucas chances de gol no primeiro tempo – com destaque para Keno que chutou uma bola na trave e era o mais efetivo no ataque. Mas perder o pênalti que Willian perdeu foi um pecado mortal em uma partida onde as chances de gol eram raras. Isso foi aos 45 minutos do 1o tempo.

No 2o tempo Cuca entrou voltou com Borja no lugar de um ineficiente Roger Guedes. Deu mais agressividade ao ataque. Borja incomodou nos primeiros minutos, e quase marcou numa boa jogada de Keno pela esquerda. Bateu na defesa.

Mas aos poucos o time foi caindo de novo numa certa apatia quase cínica para os mais de 34 mil torcedores no Allianz. Entrou Bastos no lugar de Keno e caiu na direita. Pouca coisa fez.

Aí Cuca insistiu com Erik. Aqui cabe um parênteses: ok que cada treinador tem suas preferências às vezes incompreensíveis para os torcedores. Mas insistir com Erik em um jogo desses contra um time que briga (em tese) pelo título, é dose cavalar pra torcida. Que sentiu e mostrou no final da partida que não gostou não só do resultado deste domingo, mas das três últimas rodadas, onde um elenco – em tese – considerado o melhor do Brasil fez apenas 1 ponto em 9 disputados.

Noite de cabeça quente….

Saudações Alviverdes!

***

PRÉ JOGO

O Palmeiras pega o Atlético MG neste domingo, 16 horas, no Allianz Parque.

Cuca despista e não confirma o time. Especula-se que Felipe Melo fique no banco.
De qualquer forma o time terá ainda o desfalque de Dudu. As dúvidas são as mesmas de sempre:

Fernando Prass;
Jean, Yerry Mina, Edu Dracena e Zé Roberto;
Felipe Melo (ou Thiago Santos) e Tchê Tchê;
Willian (ou Roger Guedes), Guerra e Keno;
Borja (ou Willian).

E aí palmeirense. Qual escalação você aposta?

O ADVERSÁRIO

O técnico Roger Carvalho poderá contar com Valdívia no banco. O meia foi registrado no BID.
O time provável: Victor; Alex Silva, Gabriel, Felipe Santana e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago, Elias e Cazares; Robinho e Fred.

ARBITRAGEM

O trio é carioca. Marcelo de Lima Henrique será o árbitro, com Dibert Pedrosa Moises e Michael Correia
de assistentes.

O árbitro é pé quente em jogos do Palmeiras. Em 11 partidas apitada pelo juiz, o Verdão venceu 7, empatou 3 e perdeu apenas uma.

Apitou duas vezes contra o Atlético MG, com uma vitória para o Palmeiras no Mineirão e um empate no Independência.

RETROSPECTO

Aqui temos um problema. Apesar da superioridade do Palmeiras nos confrontos diretos (em 76 jogos foram 36 vitórias e 28 derrotas) temos um pequeno tabu. Desde 2011 o Palmeiras não vence o Galo. E no Allianz Parque, em duas partidas, tivemos um empate e uma derrota.

Hora de mudar essa escrita correto?

***

Então é isso aí. Vamos começar a arrancar no Brasileiro? Começando hoje.
Ah e deixe aqui seu comentário. Este será o post do pós jogo.