Pós Jogo Santos 1×0 Palmeiras: talvez injusto…

O Palmeiras perdeu para o Santos na Vila Belmiro por 1×0.
O resultado foi injusto.

O time começou muito defensivo e preocupado com sua ala esquerda. No 1o tempo, o Santos teve uma chance de gol em uma jogada logo no início em falha de Mayke, onde Prass fez grande defesa. E o Palmeiras teve duas jogadas perigosas em uma bola no travessão de Guedes em chute de fora da área e um bom cruzamento onde Willian cabeceou pra defesa de Vanderlei.

Veio o 2o tempo e numa jogada onde Dracena sofreu falta (mas o juiz não viu) o Palmeiras tomou o gol.
A partir daí só deu Palmeiras. O Santos levou perigo em jogadas de contra-ataque ou lances isolados, como um escanteio onde Prass fez grande defesa.

Com as entradas de Keno (saiu Zé Roberto), Jean (saiu um irreconhecível Tchê Tchê) e Raphael Veiga (no lugar de Thiago Santos) fez o Palmeiras jogar no campo do Santos. Mas na frente do palmeiras havia o goleiro Vanderlei. Ou as falhas de Willian, que se fosse um pouco mais competente teríamos empatado.

E no final, pênalti em Dracena que não foi marcado. O juiz não viu de novo… pois é.

Mais uma derrota. Talvez injusta pelo que o time jogou no 2o tempo. Mas Cuca já gastou todos os seus créditos. Difícil entender a escolha de Mayke na lateral tendo disponível Jean (está mal mas parece ser melhor opção) ou mesmo Fabiano. E é impossível explicar Juninho como lateral esquerdo.

Ou como disse nosso comentarista Marcelo Vaccari: se tivesse entrado pra ganhar talvez não perdesse. Então também tá na hora do “Professor” mostrar resultado.

Saudações Alviverdes!

113 Comments Added

Join Discussion
  1. Zek 16/06/2017 | Responder

    Se começar com Maike na lateral…desisto de ver o jogo….além de mole…esses cara é pé frio….3 jogos 3 derrotas…

    • Paraíba 17/06/2017 | Responder

      O esquema de jogo tambem é pé frio, 3 volantes ou 3 zagueiros, são 4 jogos e 4 derrotas, se começar com esse esquema é derrota na certa.

  2. Philipe Frois 15/06/2017 | Responder

    Pra mim a culpa é da ruindade dos jogadores sim e do mal planejamento , contratações totalmente equivocadas. Eu queria o Cuca no lugar do EB pelo simples motivo que o Cuca é treinador de futebol e o EB não. Mas que nosso elenco é fraco é. Alguém consegue explicar como um diretor de futebol chega a conclusão que emprestar Allione e Régis pro Bahia e repor com Hyorran e Raphael Veiga é um bom plano de trabalho??? Só trocou 6 por meia dúzia…fora q trouxe Juninho, Maike, Antônio Carlos, não tem Guardiola q faça milagre amigo.

    • Philipe, há vários responsáveis nessa bagunça que se tornou o Palmeiras (mas o torcedor não está entre eles, é bom lembrar). Existem jogadores que poderiam ser melhor aproveitados ao invés de serem emprestados, sim, mas não é o caso de Allione ou Régis. Os outros garotos que você citou foram contratados esperando-se que o Palmeiras em 2017 ganharia tudo, assim eles entrariam aos poucos no meio das “feras” para se firmarem e serem futuramente negociados a bons valores. Por enquanto deu tudo errado, mas eles são os menos culpados.

    • Paraíba 16/06/2017 | Responder

      Alionde é um jogador muito irregular, tinha jogo que era só olhar na cara desse sujeito dava pra ver ele tava sem vontade de jogar ou com anemia.
      O Régis não tinha oportunidade de jogar, como não estão tendo R.Veiga e Hyoran, estão na .mesma situação.
      Na Bahia é melhor jogar 4 zagueiros e 4 volantes pra voltar com 1 ponto importantíssimo pro campeonato.

  3. Paraíba 15/06/2017 | Responder

    Tem gente escrevendo no 3vv, que o Cuca escala 3 volantes, ora 3 zagueiros por conta do elenco limitado, já são 4 derrotas neste esquema ridículo, isso é tática de time chinês ou o Cuca evoluiu bem com sua escursão pela Ásia.

  4. Philipe Frois 15/06/2017 | Responder

    Só não consigo concordar com as críticas ao Cuca em tentar achar o time ideal. Qdo ele faz invenções tipo jogar com 3 zagueiros eu até fico irritado tbm mas qualquer treinador em seu lugar estaria fazendo a mesma coisa e o motivo é simples: os jogadores são fracos, oscilam em um jogo mais ou menos e outro péssimo, não dá pra confiar em nenhum deles, ta impossível achar um time. Vc põe o Willian no banco, ele entra no decorrer da partida e vai bem aí no próximo jogo vc coloca de titular e o cara some. O mesmo acontece com Keno, o Borja até agora não disse a que veio. Nas laterais existe um deserto, ninguém, simplesmente ninguém consegue jogar. No meio só o guerra mostra sinais de regularidade. A zaga que ano passado era o pilar do time agora conta com Juninho, Antônio Carlos e etc…enfim..temos um elenco recheado de jogadores fracos e principalmente sem personalidade, vide Raphael Veiga, Hyorran. O Michel Bastos q é um cara experiente e tem futebol pra isso poderia assumir a responsabilidade e comandar a rapaziada, mas não, não temos líderes, não temos ninguém q faça além do básico. Enquanto isso o treinador vai tentando se virar pra achar uma formação. Não vai achar.

    • Paraíba 15/06/2017 | Responder

      Frois, o Sr quer cobrar o futebol do M.Bastos, Hyoran e R. Veiga sendo que não reservas e quando entram faltam
      5 minutos pra acabar a partida. Coloque a culpa no planejamento bom e barato, e na intelectualidade do professor pardal em escalar 3 volantes/ 3 zagueiros, ja são 4 derrotas nesse esquema ridículo. MADONNA!

      • Philipe Frois 16/06/2017 | Responder

        É exatamente por isso q digo q faltam personalidade e capacidade a esses jogadores. Já vi jogadores que não eram titulares e qdo entravam incendiavam o jogo e mudavam partidas. Hj só o Willian faz mais ou menos isso, o resto qdo entram , o time piora . Pra mim mostram q são fracos e não são capazes de aproveitar oportunidades. Concordo que é preciso tempo, continuidade, mas jogador qdo é bom , entra faltando 10 min e mostra que não pode sair mais. O Gabriel Jesus fez isso no Palmeiras, na Seleção e no City, e olha que nem acho o Jesus esse craque todo heim.

  5. Gustavo Aroni 15/06/2017 | Responder

    Calma, o Cuca vai acertar o time. Se não der esse ano, do ano que vem não passa. No mais tardar, em dezembro de 2018 estaremos voando e ganharemos tudo e mais um pouco. Vamos ter paciência, ele chegou agora e não conhece direito o elenco.

    • Reynaldo Zanon 15/06/2017 | Responder

      O Cuca foi campeão brasileiro há seis meses com 80% do elenco do Palmeiras atual.

      • Em seis meses acontecem – e mudam – muitas coisas. Em menos, até. Em março de 2016 o Palmeiras foi goleado pelo Água Santa, quatro meses depois assumiu a liderança do Brasileirão e não a perdeu mais. Em contrapartida, em julho de 2012 foi campeão nacional para (também) quatro meses depois ser rebaixado. Em cada uma das situações, os times eram os mesmos, com resultados totalmente diferentes. Acontece o tempo todo no futebol.

Leave Your Reply