Categorias
Notícias

CB 2017: 4as de final definidas

O chaveamento das quartas de final foi definido pela CBF em sorteio realizado nesta 2a feira.

Palmeiras x Cruzeiro.
Grêmio x Atlético PR.
Flamengo x Santos.
Atlético MG x Botafogo.

Os jogos de ida acontecerão entre 28 de junho e 4 de julho.
Os jogos de volta estão marcados para 26 de julho e 9 de agosto.

Palmeiras faz a primeira no Allianz.

E aí: gostou?

42 respostas em “CB 2017: 4as de final definidas”

Tenho certeza que esse povo que quer o cachaceiro de Caracas de volta votariam em Lula e Dilma pra Presidente da República também. É gente que gosta de ser enganada. Mas quando o pinguço colocar
a mão na coxa com 15 minutos vão estar metendo a boca no cara e aí vai ser tarde. Tem gente melhor
pra contratar que jogue futebol e que não vai ficar enrolando no DM.

Não gosto de misturar as bolas por aqui quando o assunto é política, mas pensei a mesma coisa. Quando o pessoal da “estrelinha vermelha” (não a que colocaram na nossa camisa…) votou na gerentona o retrato do vice apareceu junto na urna eletrônica, então se ele está lá agora não é por causa do Cometa Halley nem obra do acaso, mas quem os elegeu se esquece disso rapidinho.

Sai zica! Com a contratação de Everton Ribeiro e a provável chegada de Geuvânio, passa para o Flamengo o título simbólico de “melhor elenco do Brasil”. Quem sabe agora o Palmeiras (e muitos de seus torcedores, que afinal são os verdadeiros culpados por nada dar certo ultimamente) deixe a badalação de lado e se concentre apenas (enfim!) em jogar futebol pra conseguir em campo aquilo que por enquanto só ganhou na imaginação fértil da sua enorme comunidade.

Agora que o título de “melhor elenco do Brasil” deve passar pros urubus, tomara que os gambás virem o cheirinho, e nós os nem fede nem cheira. Aí esses jogadores acamodados (que já foram vaiados) e o técnico deslumbrado (que está na bica pra ser vaiado também) ponham os pés no chão e produzam bom futebol.

Em um grupo de supostos palmeirenses no facebosta já está rolando campanha pela volta do chinelinho chileno!!! Gustavo Aroni, você disse tudo!!! Olha, achar que esse praticamente ex-jogador em atividade é o fim dos problemas do Palmeiras é de chorar…

O Valdívia é contratado na segunda-feira e na terça já desfalca o time na entrevista coletiva…

Em pouco mais de 24 horas lemos nos comentários daqui que o Valdívia é a solução dos nossos problemas, que o Jesus não é craque mas um jogador superestimado pela imprensa e que o Palmeiras não engrena em 2017 por culpa da torcida, sem citar a comparação feita entre Bap e Guardiola, Conte e Zidane e a certeza de que o Cuca vai repetir a campanha do ano passado. Acho que até amanhã vai aparecer alguém com saudades do Mustafá.

E pelo que andei vasculhando em outras mídias palestrinas, a possível volta do chinelo-chileno é aprovada quase que unanimemente. Sinceramente, se ele vier mesmo, acho que merecemos morrer abraçados com a estrela vermelha do “mundial” de 51 até o fim dos tempos.

Aroni, na libertadores que não é muito difícil de ser campeão, o Valpinga arrebenta! Tu vai dar muita risada ainda kkkkkkk

Não é difícil, mas é preciso pelo menos entrar em campo. Nessa história toda, a única pessoa que tem alguma chance de rir (e muito) é um certo chileno nascido na Venezuela totalmente desprovido de caráter.

Se você estiver certo e o Valdívia arrebentar na Libertadores vou achar que mais uma obra de San Gennaro, e das boas. E o cubano, José Amador, vem junto.

Não sei o Valdisney, mas pelo nome esse cubano tá vindo pro lugar certo e tem tudo pra arrebentar por aqui, afinal neste ano não vi outro clube trabalhar de forma tão amadora como o Palmeiras…

Se por aqui, que considero o fórum mais equilibrado de torcedores palmeirenses, já leio essas pérolas, nem quero pensar no que encontraria em outros grupos, passei da idade… E essa história de associar “estrela vermelha” a alguma coisa não vem dando certo no país já faz algum tempo. Sobre o Guerra, ele não precisa de sombra (até porque o Valdisney só faz sombra a alguém no DM), e sim de um melhor condicionamento físico e de companheiros tecnicamente habilitados para a prática do futebol.

Eduardo, a solução não é o Valdívia, a solução é achar um meia que faça sombra pro Guerra que só joga no 1° tempo e cansa no 2°. O Borja vai demorar pra engrenar, o Cuca já disse que se ele tivesse no Palmeiras em janeiro o Barrios não teria saído.
Raphael Veiga e Hyoran são jovens se colocarem eles agora no time titular vão se queimar rapidinho e o vitinho… sem palavras.

A questão do Valdívia é simples. Fosse eu o Galiotte, primeiro perguntaria ao Cuca se ele gostaria de contar com o Valdívia. Caso o técnico dissesse (com entusiasmo) que sim, daria ordens aos assessores para pesquisarem todo o período do Valdívia no país árabe (principalmente esse primeiro semestre de 2017). Se as informações forem positivas, ou seja, ele jogou sempre de titular, sem contusões, está bem técnica e fisicamente, então iniciaria as negociações e, mesmo assim, proporia um contrato de produtividade. Se o chileno aceitasse, contrataria. Hoje o Palmeiras não depende mais do Valdívia como ocorria em 2014 e consequentemente o trunfo dessa suposta negociação está nas mãos do Verdão.

O roteiro descrito para uma eventual contratação do Valdívia é perfeito, mas não deveria valer apenas para ex-jogadores desempregados procurando uma teta para mamar como é o caso do chileno. Qualquer clube grande que se preza, em qualquer parte do mundo, deveria fazer exatamente isso, ter profissionais que pesquisassem o histórico recente e a situação física e emocional do atleta que estão contratando. O volume de decepções com jogadores que não se adaptam porque chegam sem condições plenas de atuar em alto nível diminuiria consideravelmente, isso sem falar no dinheiro economizado que poderia ser melhor aplicado em outras negociações. Consultar antecipadamente o treinador, então, é requisito básico para que qualquer transação resulte em sucesso. Se desde o início de 2015 tivéssemos adotado esse expediente, acredito que de umas 40 contratações teríamos feito não mais que doze, priorizando qualidade em detrimento de quantidade e privilegiando as divisões de base (se não são boas o suficiente, é preciso cobrar quem trabalha por lá). Acho que daria até para ganhar mais do que CB 2015 e BR 2016, mas isso tudo hoje fica apenas no universo das possibilidades.

Contra qualquer adversário o Palmeiras passará na bacia das almas, pois não está jogando nada faz tempo. Somos um amontoado em campo, assim como era com o Bap e agora é com o Cuca. O Cruzeiro é ridículo, cheio de refugos, mas não é muito diferente de nós, e decide em casa. Tem que repetir o que fez com o Inter, não tomar gol em casa e achar um gol khgado lá.

O cruzeiro foi eliminado da Sulamiranda, pelo poderoso nacional do Paraguay.
O Palmeiras é favoritíssimo pra levantar a taça.

Acabamos de perder do SPFC, que foi eliminado da mesma competição citada por um time de bairro que jamais havia saído da Argentina em 82 anos de existência. Neste momento o Palmeiras só é favorito a chegar em dezembro como a maior decepção do futebol brasileiro em 2017.

O SPFC “não ganhou” do Palmeiras, foi o Palmeiras que “deu” a vitória a eles com duas inesperadas falhas do muito bom Prass, além da perda do pênalti daquele “que nunca perde pênalti” Jean. Mesmo jogando muito mal, o Palmeiras teria vencido por 1 a 0.

Isso na sua visão. Na da maioria das pessoas que viu o jogo sem deixar paixão interferir no raciocínio, o SPFC VENCEU o Palmeiras por 2×0, e ainda tivemos a incompetência de perder um pênalti (esse sim, presenteado pelo adversário, pois o lance que o originou daria em nada). Sou um dos defensores do Prass por aqui, mas naquele jogo ele falhou como já havia falhado feio três dias antes contra o Tucumán, se bem que o péssimo posicionamento da zaga no clássico também foi decisivo. Sobre o Jean, aquele que “nunca perdeu pênalti na vida”, se a memória não ajuda consulte no Youtube a partida entre Palmeiras e Vitoria no primeiro turno do ano passado. Ele nunca foi grande coisa batendo pênaltis, basta ver suas cobranças também sem deixar a paixão atrapalhar os olhos. É o cobrador oficial porque os outros conseguem ser piores que ele. Isso é fato, gostemos ou não. Aceitar que eventualmente outros times, mesmo tendo jogadores SUPOSTAMENTE inferiores aos nossos, são melhores porque se empenham mais e ganham do Palmeiras com méritos próprios dói menos e evita alguns constrangimentos.

Verdade. Nesse time de acomodados e idosos, cairia como uma luva. Seria mais deles.

Peguei uma luva aqui em casa, joguei no chão, ela caiu e ficou lá, inerte, sem fazer absolutamente nada. Lembrou muito o Valdisney e o que ele pode fazer nesse timaço que temos…

Verdade, o gabriel Jesus não é tudo isso não, bom é ´ o Borja.

Não foi só Jesus, o Barrios jogou muito naquela partida.

O Gabriel Jesus é superestimado. Não foi primordial (embora tenha sido importante) para a nossa conquista do Brasileiro. Oscilou muito no Palmeiras. Não é esse “craque” todo que boa parte dos torcedores e imprensa dizem e está longe de ser “insubstituível” como essa mesma imprensa vive dizendo.

Percebe-se. Está dando pra ver como Borja e Willian do Bigode estão o substituindo bem, enchendo as redes adversárias de gols. Estou com medo da janela européia do meio de ano levar nossos verdadeiros craques.

O Guardiola deve até estar pensando em vir ao Brasil pra negociar com o “Mittos” a devolução do GJ (já que compraram gato por lebre), tentar levar o Bigode, de quebra o Erik e quem sabe até o Guedes. Já estou até vendo a torcida do Manchester City na apresentação dos três: “Podem entregar as taças!”…

O chaveamento das quartas de final servirá até a decisão do torneio. Desta maneira, as semifinais terão os vencedores dos jogos Atlético-MG/Botafogo x Flamengo/Santos e Atlético-PR/Grêmio x Palmeiras/Cruzeiro

Passa sufoco. Isso se jogar um mínimo do futebol, algo que não acontece há algumas semanas. Mas do outro lado também não há nenhuma Brastemp, e como torneio mata-mata é decidido muitas vezes na sorte, se eles não vierem jogar “final de Copa do Mundo” por aqui as chances de classificação são boas.

Primeiro jogo será daqui praticamente hum mês. Até lá, Cuca terá um pouco mais de tempo para acertar o padrão de jogo do time.

Primeiro jogo será daqui praticamente hum mês. Até lá, Cuca terá um pouco mais de tempo para acertar o padrão de jogo do time.

Dá pra passar, tá no mesmo nível nosso. É só não ir pros penaltis.

Os comentários estão desativados.