Categorias
Brasileiro 2017 Jogos

Pós Jogo Palmeiras 4×2 São Paulo: nosso freguês VIP

De virada é mais gostoso. Ainda mais do SPFC… principalmente quando eles estão na Z4.
O Palmeiras ganhou por 4×2. Saiu perdendo mas virou com dois gols de Willian e tomou novamente o empate no final do 1o tempo.

No 2o Keno virou em lindo chute de fora da área. E Hyoran fechou o placar.

Boa vitória. Coloca água na fervura palmeirense. E vencer o SPFC é sempre muito bom.

Síntese

Podia ter sido mais fácil. Mas não foi. O Palmeiras dominou mas não conseguia traduzir o domínio em chances reais de gol. A defesa palmeirense tomou dois gols por desatenção da marcação e ainda teve uma bola no travessão na primeira etapa e um gol perdido quando estava 2×2 no 2o tempo.

Mas a tarde era de Willian. O lado-avante jogou bem e fez dois gols, o primeiro em cruzamento de Michel Bastos e o segundo em jogada individual. E ainda deu o passe para Hyoran fechar o placar.

Notas

Prass: Pouco exigido, sem culpa nos gols. 6.
Jean: Melhor hoje. Apoiou bem e não teve problema na zaga. 7.
Dracena: falhou no 2o gol. Fez muitas faltas na entrada da área. Não inspira mais a mesma segurança de 2016. Nota 5.
Luan: Desarmou bastante mas junto com Dracena ainda não inspiram confiança. 6.
Michel Bastos: Armou bastante. Se entendeu bem com Willian. 7,5.
Bruno Henrique: Podia ter participado mais. 5.
Keno: Entrou no lugar de Bruno Henrique e jogou na esquerda em cima da defesa adversária. Fez gol e incomodou. Nota 8.
Tchê Tchê: Melhorando. 7.
Guerra: Tentou tentou mas hoje foi mal. 5 pela disposição. Foi substituído.
Hyoran: Entrou na fria. Não estava fazendo nada de diferente até o gol. Por isso ganha 7.
Moisés: Ainda não achou o futebol de 2016. Mas tá melhorando. 7,5.
Willian: Dois gols, um passe pro 4o gol, isso tudo voltando de contusão. 9,5.
Deyverson: Entre tropeços na bola deu um chute a gol (boa defesa de Sidão) e um passe pro terceiro gol. Parece muito. Parece pouco. Fica com 5 que tá bom demais. Foi substituído.
Thiago Santos: Não deu tempo de mostrar a caixa de ferramentas. Sem nota.

Cuca: A defesa parece ter se conhecido no vestiário. Os volantes não protegeram a defesa no primeiro gol deles. E ainda insiste com Deyverson. Ah… e colocou Hyoran no que podia ter sido uma fria. Hoje teve mais sorte que juízo. Vai ficar com 4, porque o estagiário tá de bom humor.

Arbitragem

Sandro Meira Ricci deixou o jogo correr. Talvez até demais. Mas não foi mal. 7.

E fim de papo

Desempenho do SPFC no Allianz:
5 jogos
5 derrotas
16 gols sofridos e 3 gols marcados

Nosso cliente mais VIP.

190 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 4×2 São Paulo: nosso freguês VIP”

Palmeiras 4-2 São Paulo: Jean e Michel Bastos (que são horríveis) nas laterais. Por que Maike e Egídio contra o Atlético? Por que trocar?

Minha vontade era dizer:

Esta trocando porque foram horríveis.

Mas ai lembro que esses outros dois tb foram horríveis… e ai não tenho mais argumento.

(mentira, o maike demonstrou evolução. eu daria uma chance mesmo)

Só pra esclarecer um ponto. Eu discordei de alguns aqui a respeito do Mattos e suas contratações, dizendo que meu ponto de vista (até citando Everton Ribeiro e Flamengo), o culpado não é o Mattos.

É o Cu.ca e quem achou que valia a pena trazer um cara que saiu do clube praticando um futebol fraco, e voltou sem estudar ou se aperfeiçoar.

O Mattos e o menor dos culpados. Mandam ele trazer alguém e ele trás.

Treinador já tá enganando faz tempo e agora perdeu a moral. Se o Felipe Mello houvera dito que não jogava mais com o treineiro, entre outras coisas, o treinador tinha dado um ultimato: “ou ele ou eu”. Por que não bateu o pé agora e condenou o retorno, se vai ser o trabalho prejudicado (como dizem por aqui) pelo Felipe Mello?

Ele ta querendo ser mandado embora. Por isso nao ta falando nada…. Só não quer parecer “culpado” com a torcida.

Incrível como dão mais moral para um moleque (no pior sentido) que se diz jogador do que para o técnico campeão brasileiro. Realmente o ano do Cuca não está bom, mas daí jogar no lixo tudo o que ele já fez pelo clube preferindo enaltecer o shitbull é pura burrice e jogar contra o Palmeiras.

Incrível como a “diretoria” está dando mais moral pro Felipe Mello que pro C.uca. Por que será, né?

Concordo com o Gustavo. Palmeiras mesmo, só em 2018.

Tinha uma vaga esperança de usarmos esse final de ano para preparamos o ano que vem, mas com a volta do F.Melo, já vi que em dezembro não teremos técnico, e vai começar tudo de novo em janeiro.

Até 2019 pessoal.

Era pra ter aproveitado esses 13 dias já com o Valentim no comando, que estudou para merecer o cargo. Mas tivemos a benção de pegar um São Paulo, pré-rebaixado, no Allianz Parque, onde conseguimos golear sem o mínimo de bom futebol, e vamos continuar cumprindo tabela, infelizmente.

Exatamente, Gustavo.

Com esse “perdão” ao F.Melo, fica evidente que o Cu.ca não continua. Mas ao invés de ja mandarem embora, vão manter ele até o fim do ano.

Ai contratar outro, que vai pedir mais 9 jogadores, e mandaremos 22 por empréstimo.

E vai ser 2017 parte II

(pelo menos não vai ser 2014 prt II, mas tb não ser muito mais animador que isso)

O unico alento é que a imagem do Cu.ca “salvador” será quebrada e o proximo coitad… digo, técnico que for treinar o Palmeiras não terá a sombra de ninguem.

Se eu fosse alguém lá, ja teria mandado o Valentim estudar, Palmeiras pagando parte desse aprendizado, estuda na europa, com 99 tecnicos, fica um ano nessa e volta.

Ai vc efetiva ele em 2018.

O time do C.uca tá atrapalhado faz tempo, e o culpado é, e poderá ser o Felipe Mello. Só que gutebol que é bom, nada. Santo 4-2 no penúltimo do campeonato.

Sei não essa volta do F Mello. Sei que foi por força de lei, mas a presença dele poderá afastar de vez a permanência do Cuca para o ano que vem. Fica CUca!!!! Volta Paulo Nobre!!

Entrevista ridícula deste FMelo, se colocando como vítima e como maior q o Palmeiras. Ficou óbvio q vai atrapalhar o trabalho do cuca, pensando somente em si próprio. Tosca a idéia de deixarem este cara falar.

Palmeiras acaba de completar 103 anos, história com muitas glórias e conquistas. Paixão de milhões, torcida mais apaixonada de todas, extrapola as quatro linhas do campo. Passou por alguns percalços, mas sempre demonstrou a sua grandeza. O momento atual (em campo) é uma pequena turbulência, muito longe dos piores momentos pelos quais já passou. Elevar isso a enésima potência e querer jogar no lixo tudo o que já temos em termos de time e de estrutura é no mínimo um desrespeito ao próprio Palmeiras. Por isso tudo, é melhor ser otimista e apresentar soluções, ao invés de potencializar as dificuldades e tumultuar ainda mais o momento delicado.

Olha, sinceramente, pra mim já bastou de Palmeiras esse ano. Vou cumprir tabela que nem o Palmeiras. Feliz 2018 a todos.

Você não ficará longe por muito tempo, Gustavo. Pelo menos assim espero. Ao contrário de mequetrefes que só aparecem na boa, quando ganhamos de babas jogando futebol pífio, sempre no estilo “Aqui é Palmeiras, po**a!” e querendo ensinar a todos como torcer, você tem opinião embasada e crítica, sempre clamando por qualidade independentemente do resultado. Quando não existirem mais pessoas assim e o torcedor que restar aceitar qualquer coisa “pelo resultado”, o futebol vai morrer mais um pouco.

Você tem razão. Não podemos aceitar qualquer coisa, só pelo resultado, só por ser C.uca. Aqui é Palmeiras poxxa! Palmeiras com futebol, não enganação.

É incrível a semelhança de alguns com aquele desenho antigo da hiena Hardy: “Oh, vida! Oh, azar! Por que isso só acontece comigo? Não vai dar certo!”… o pessimismo e baixo astral não podem nunca ser maiores que a força, superação e otimismo na busca de soluções. Se não deu certo agora, que sejam tomadas as ações para melhorar. Apresentem soluções factíveis, não simplesmente jogar no ar que está tudo errado. Como já dito anteriormente, o Palmeiras é gigante sim, tem história e respeito sim, tem torcida sim e felizmente aqueles que remam pra frente são bem mais que aqueles q insistem em jogar uma âncora.

Discursinho furado. Bem de torcedor deslumbrado, que só olha o resultado. Não é pessimismo não, é realidade. O Palmeiras vem jogando um futebolzinho pobre há mais de um ano. De quatro campeonatos, fomos eliminados em tres, e no que restou estamos longe do líder. Quer a solução? Jogar bom futebol, não esse samba do italiano doido que o Palmeiras apresenta. E o Palmeiras é gigante, concordo, mas o futebol apresentado está longe de honrar suas tradições.

O ponto é que se tivessemos sido eliminados em 3 campeonatos e estivessemos a 11 pontos do lider, jogando bem, nao estariamos com essa sensaçao de derrota constante.

Correto, tem que se buscar retomar o caminho das vitórias e isso já começou na última rodada. Trabalhar rodada a rodada e buscar a confiança, os pontos necessários para voltar aos trilhos. Temos que terminar este campeonato na melhor posição possível. Querer q de repente o Palmeiras jogue como a Holanda 74, Brasil 82, Palmeiras 96, Barcelona 2011 é pura utopia e chega a ser de uma infantilidade e ingenuidade tremenda por parte dos profetas do apocalipse.

Esperamos que jogue o mínimo de futebol para, pelo menos, beliscar uma pré-libertadores. Futebol de Palmeiras de 96, Holanda de 74? Com esses jogadores? Com esse burro, ultrapassado no comando? Impossível!

É, o problema com o Borja são os treinadores mesmo, coitado.

Não será fácil ganhar das frangas de BH . Ainda nais agora que eles começaram a ganhar novamente
e com Dracena na zaga e o improdutivo Guerra no meio. será complicado. Queria saber se o Borja
fez gol ontem, se ele foi escalado na posição errada ou se o técnico da
Colômbia não gosta de centroavante fixo..

Eita , lendo esses posts me pergunto se não merecemos mesmo esse elenco. Os gambás serão campeões e os bambis não serão rebaixados, só não ganharam de nós graças a São Genaro que fez a bola das gazelas bater na trave e do zagueiro queridinho do Tite perder um gol imperdível. Jogamos mal novamente, acredito que vamos perder para os Galinzés e voltar a estaca zero e pior fora do G4. O time não mostrou um futebol nem de meia boca, zaga fraca e centroavante inexistente, a única coisa de bom foi a melhora do futebol do Tchê Tchê……Não se iludam elenco mal montado com jogadores fim de carreiras e outros revelações de times de série B.

Pois é, Felippe. Quando a gente lê pérolas do tipo “pediram Éverton Ribeiro e ele é reserva no Flamengo” ou “era só o que faltava, goleiro ter que jogar com os pés” dá pra dizer que realmente merecemos esse elenco meia-boca e vexames do tipo eliminação pra Ponte Preta, Barcelona genérico de farmácia popular e ainda estar treze pontos atrás de time com salários atrasados e repleto de dívidas. Dinheiro Fácil e Abundante + Falta de Planejamento + Jogar pelo Resultado + Cucabol + Soberba = Fracasso Retumbante.

Pérola? Pediram Everton Ribeiro e até agora ele jogou melhor que quem no Palmeiras? Algumas das suas opiniões são boas, mas seus argumentos são falácias, em sua maioria.

Como já dito anteriormente, profetas do apocalipse que elogiam os vizinhos em detrimento da própria casa.

300 milhas pra ela não é nada. Triplicou o faturamento depois do patrocínio com o Palmeiras, ano passado mais de 1 bilhão de lucro.

Dona Leila, que já injetou mais de R$ 300 milhões no Palmeiras, aguarda a chegada de um jato Falcon 8X. A aeronave, avaliada em cerca de R$ 200 milhões, é capaz de fazer o trajeto entre São Paulo e as principais cidades dos Estados Unidos e da Europa sem escala para abastecimento. Já da pra espinafrar o C.uca e trazer o Kilnsmann para dar um “up” o Valentim até o fim do ano.

Ninguém aqui veio desmerecer o passado do Prass. Mas já que é assim vamos pra paulista comemorar o Mundial de 51. Futebol é momento e nesse momento o Prass vai muito mal obrigado e eu espero que não renovem seu contrato já que o Palmeiras não é instituição de caridade nem filial do INSS.

Concordo plenamente. Obrigado Prass, mas está na hora de abrir espaço para novos protagonistas. Palmeiras acima de tudo!

Futebol também é momento, mas não apenas isso. Não acho que deve-se reverenciar um jogador apenas pelo seu passado ou por uma fase, fosse assim o Valdívia seria uma ótima contratação pelo que jogou em 2008 e deveríamos fazer contratos vitalícios com Betinho (gol do título em 2012) e Fabiano (gol do título em 2016). E como deixei claro, questiono se a renovação com o Prass deve ou não acontecer. Só que, assim como o Gustavo Aroni vive dizendo, se vamos trazer alguém pra ser titular do time, este precisa ser melhor do que quem está lá hoje. Gatito não é melhor que o Prass, aliás não é melhor nem que o Jaílson, é um goleiro absolutamente comum que é bom pegador de pênaltis (a mesma coisa que acho, aliás, do Diego Alves) e só. O Palmeiras não deve mesmo ser filial do INSS, tampouco sucursal de Laboratório Clínico, chega de testes e análises, lugar de apostas é casa lotérica. E antes do costumeiro apedrejamento, trata-se apenas uma opinião.

E será que um dia isso irá acontecer? Sai um Prass e vem um melhor que ele (e que o Jaílson) e não três Gatitos. Quando pensaremos mais em qualidade, do que quantidade? Quando apostaremos na nossa base, ao invés de apostar só nos que vêm de gora?

Caio Mancha, Vinicius, Dybal, Alemão, Fábio, Denoni, Arancibia… qual vcs querem?

Fabrício, Amaral, Régis, Róger Carvalho, Victor Ramos, Leandro Almeida, Fellype Gabriel, João Paulo, Kelvin, Girotto, Leandro Banana, Alecsandro, Ryder qual serviu?

Dudu, Dracena, Mina, Jean, Moisés, Victor Hugo, Hyoran, Raphael Veiga, estes e a maioria dos citados acima. Todos muito importantes para o crescimento e os títulos nacionais dos 02 últimos anos.

Se houver trabalho decente e que priorize qualidade ao invés de quantidade nas duas extremidades (divisão de base e contratações milionárias), não precisaremos mais temer nomes como Caio Mancha, João Denoni, Ryder, Fellype Gabriel ou Róger Carvalho. Ao invés de subirem dez e contratarem vinte dos quais se aproveitarão mesmo só dois, subirão três bons e chegarão quatro ótimos. É por isso que os erros devem ser apontados, as críticas precisam ser feitas e os rumos corrigidos. San Gennaro e medalhinhas ajudam quando as pessoas já fizeram a maior parte do serviço pesado, de outra forma só servem de consolo.

O Prass foi um grande goleiro. Hoje é ex atleta em atividade, sou mais o Gatito.

Correto, tb considero o Gatito uma ótima aposta. Se dará certo, somente vestindo nossa camisa para saber!

Se é pra apostar, por que não apostar na base? Por que pagar por una aposta. Que se pague então para trazer um goleiro melhor que o Jaílson. E de preferência, insisto, que também, saiba jogar com os pés.

Alemão, Fábio, Deola, Bruno… só pra citar alguns da base, insistentemente testados e todos viram no que deu. Salvo raras exceções, goleiro bom atinge a maturidade após 25 anos pois além de experiência, bagagem, precisa ter maturidade emocional e demonstrar liderança. Jogar com os pés não deve ser critério de avaliação, vide Sidão.

Então que se traga um goleiro melhor que Prass e Jaílson. Na minha opinião, o Gatito não é, assim como acho que o goleiro tem que saber, também, jogar com os pés, coisa que o Sidão não sabe.

E o Palmeiras emprestou o Gabriel Barbosa, 9 da base, para o Spal da Itália, por um ano.

Não tenho a menor dúvida: mesmo decadente, Prass. Gatito lembra aquele goleiro argentino da Copa de 1990, Goycochea, ótimo pegador de pênaltis mas fraquinho embaixo das traves. Se vier, será um fiasco, a não ser que o objetivo seja levantar mais uma taça na base do SanGennaroBol dos pênaltis, sem se preocupar em jogar futebol, como em 2015. Acho questionável a renovação do Prass, mas muita gente esquece tudo o que ele já fez e passou por aqui desde 2013. Aliás, a memória do povo por aqui anda ruim mesmo. Se o Rodrigo Caio fosse atacante e não zagueiro, provavelmente estaríamos discutindo quem seria o novo treinador para o jogo contra o Galo, não o goleiro pra 2018. Menos.

Eu buscaria lá fora um bom goleiro que também saiba jogar com os pés.

Goleiro é única posição que permite jogar com as mãos, justamente para defender o gol. Este é o objetivo da posição. Daí vem gente com idéia de goleiro jogar com os pés, cada uma viu… campo não é futsal, daqui a pouco vão pedir goleiro que saiba cabecear pra tentar gol nos cruzamentos…

Primeiramente, você não soube interpretar o que eu escrevi. Eu coloquei um goleiro que “também” saiba jogar com os pés, portanto, sei que o objetivo da posição é defender o gol, mas não é o único. Também não comparei futebol com futsal e, muito menos, goleiro que saiba cabecear. Mas então, no futebol moderno, não esse que 99,9% dos técnicos implementam aqui, é quase que essencial que os goleiros saibam jogar com os pés, acionar o sistema defensivo e, principalmente, evitar que os goleiros deem chutões (como o Prass adora fazer) dando a posse de bola de graça para o adversário. Pegue os melhores times e seleções do mundo, assista aos jogos, e principalmente como os goleiros se comportam em campo, usam os pés. Pegue os jogos do Palmeiras e compare. Já se foi a época em que a função do goleiro era só defender a meta. Reveja seus conceitos, você está tão ultrapassado quanto a esmagadora maioria dos técnicos brasileiros.

Quem ainda acha que um goleiro nos dias atuais não precisa saber jogar com os pés, depois de tanto tempo que a regra mudou, só deve acompanhar futebol pelos “resultados” mesmo. É evidente que para exercer sua função primordial ele precisa ser bom com as mãos, mas a própria dinâmica do jogo moderno, na qual muitas jogadas começam com o goleiro, determina que ele seja eventualmente o “11º da linha”. Em algumas situações, o silêncio é uma dádiva…

Boa Mattos, tomara que o Gatito venha, precisamos urgentemente de goleiro.

Se fosse eu , contrataria o Fernando Miguel, goleiro do Vitória-BA.
Melhor que o Gatito.

Correto, se Jailson se recuperar basta +01, caso contrario +02. Prass foi muito importante para o Palmeiras, merece o respeito de todos, mas seu ciclo no Verdao acabando neste ano.

Só pra provocar quem critica o Alexandre Mattos, e quem pedia a plenos pulmões Conca e Everton Ribeiro.

Ambos são reservas.

Erros acontecem.

Não acho que a contratação do Everton Ribeiro tem sido um erro pro flamídia. É que assim como o nosso medalhinha, o jogadores tem que encaixar no esquema, e nunca o esquema aos jogadores. Logo a torcida vai pegar no pé. Já o problema do Conca é guerrice crônica. Não sei se tem cura.

É preciso tomar cuidado pra não descontextualizar, como muita gente faz. O Conca teria sido uma ótima contratação no início do ano passado, antes da lesão grave que teve no joelho e que comprometeu sua carreira provavelmente para sempre. Na época, pra quem não lembra, nosso “meia de criação” era Cleiton Xavier. Fomos campeões assim mesmo? Sim, é verdade, porém o tempo mostrou (como sempre mostra) que conquista por mero resultado e com pouco futebol não gera frutos a médio nem a longo prazo. Já o Éverton Ribeiro não é reserva no Flamengo, por culpa do regulamento ele não pode atuar pela Copa do Brasil e se não me engano nem pela Sul-Americana, mas já mostrou serviço em alguns jogos do Brasileiro. Quando não atua é por opção do esquema, algo que aliás se repete muito no Palmeiras. Se estivesse aqui seria, sim, de muita utilidade, desde que o treinador das medalhas soubesse utilizá-lo dentro de suas melhores características, é claro. De resto, não sobram provocações e sim os fatos: foram mais de 50 jogadores contratados pelo Mattos desde janeiro de 2015 (praticamente cinco times) dos quais pouco mais de 10% fizeram a diferença. Se um trabalho que privilegia a quantidade em detrimento da qualidade não merece críticas, é sinal de que aceitamos qualquer coisa, e se não tivermos cuidado aquele buraco do qual saímos há alguns anos pode estar logo ali de volta, na próxima esquina.

Futebol não é video-game, onde se escolhe jogador pelo nome e tudo se encaixa sozinho… se fosse assim, bastava contratar 11 titulares + 05 reservas.

Pois para mim, os melhores têm que jogar sempre. Jogariam juntos Diego e Éverton Ribeiro, e se bobear o Conca junto, se voltasse bem.

E outra coisa, temos o Borja e o técnico não o coloca para jogar como está acostumado. Pedimos tanto um nove nove, centroavante de área, e quanto o temos o técnico insiste em colocá-lo de forma a satisfazer seu esquema. Já foi assim com o Barrios e perderemos o Borja da mesma forma pra ficarmos com Deyverson.

Nem Conca, nem Everton Ribeiro (embora seja uma contratação recente), nem Berrío (apesar do lance na Copa do Brasil) e nem Guerreiro, pra ficar apenas no Flamengo, são contratações que renderam o esperado.

O problema é que achamos a grama do vizinho sempre mais verde.

A tática de contratações do Mattos é de buscar jogadores de menor evidencia. E não é só do Mattos.

É evidente que a Crefisa, que é quem desembolsa a grana, da aval para as contratações. Tanto é que pressionou a presidencia a não demitir o Mattos, ameaçando se desligar da parceria também.

A estratégia é trazer jogadores de menos nome, para ganhar com futuras vendas.

E as perdas são compensadas pelos ganhos. Não preciso nem dar exemplos dos lucros obtidos com vendas de jogadores que vieram, somaram e foram vendidos bem mais caros.

Trouxemos 50 para 10 darem certo. Deu, e ganhamos 2 titulos nacionais em 2 anos consecutivos, um deles que não ganhavamos a 22 anos.

Os outros 2 times de alto investimento não chegaram nem perto.

Sobre gastar muito, o dinheiro sai, em grande parte, da Crefisa. E, aparentemente, ela está bem satisfeita com o que está sendo feito.

Já falei que, se alguém tem que se preocupar com “contratar vários pra aproveitar alguns” é a Crefisa, já que geralmente o dinheiro é dela.

Em campo, apesar do ano irregular, estamos conquistando títulos.

O futebol jogado ainda não é o ideal, e isso é evidente.

Mas, ao meu ver, não é culpa das contratações.

Até porque, os sempre vistos como “contrataram certo”, não estão rendendo como nós.

Flamengo, citado lá em cima, é prova disso.

Atlético Mineiro com seus Robinhos, Freds e cia, ja pedidos aqui, estão piores ainda.

Então… menos.

Pera aí. Pedimos a contratação do Conca e do Éverton Ribeiro para o Palmeiras, não para o Flamengo. Se os caras estão dando certo lá, se são banco ou titulares lá, pouco importa. Não se pode cravar que os jogadores que, pra você, não estão dando certo lá, títulos lá, não dariam aqui. O Barrios não se adaptou aqui, mas está bem no Grêmio, fazendo gols. É muito relativo.

Neste momento não temos um pingo de moral pra comentar contratações que não deram certo em qualquer clube no mundo, e olha que sou dos que menos se preocupam com “grama do vizinho” por aqui, isso é recorrente em quem só acompanha resultados e não liga pra qualidade do futebol. Eu quero é que a grama do nosso jardim seja sempre a melhor, independentemente se em outros clubes ela é verde, azul ou se é servida no almoço. Por outro lado, se você está tão tranquilo com a gastança irrefreada e sem critérios do Mattos só porque “a grana é da Crefisa”, acho melhor colocar as barbas de molho. Uma hora a dona da plantação de dinheiro (que não entende de futebol, apenas confia em quem supostamente entende – mas nem sempre acerta…) cansa de tantas apostas ruins e leva suas sementes pra outra fazenda, aí se não houver estrutura forte (e nenhum lugar que tenha Mustafá Contursi dando pitacos pode ter estruturas firmes) a casa pode ruir como aconteceu depois da Parmalat, e o caminho a gente sabe onde vai dar. Não é assim que a banda toca. Se você quer chamar as contratações de Fabrício, Amaral, Régis, Róger Carvalho, Victor Ramos, Leandro Almeida, Fellype Gabriel, João Paulo, Kelvin, Girotto, Leandro Banana, Alecsandro e Ryder (pra ficar só em alguns que já foram embora) de “tática para lucrar no futuro”, fique à vontade. Eu chamo de “dinheiro no lixo” mesmo, aliás um montante com o qual poderiam ter trazido um terço de quantidade com três vezes mais qualidade. Quanto aos títulos, não há o que contestar que eles vieram e deixaram todo palmeirense feliz, mas a falta de bom futebol (que apesar das discórdias ainda é o que faz a diferença para trabalhos darem certo e os resultados – aí sim – aparecerem) fez com que a curto prazo a expectativa virasse frustração. O Palmeiras tem chances imensas de ganhar mais títulos nos próximos anos, principalmente porque a concorrência será limitada, mas se continuarmos a jogar só por resultado e a montar times a esmo apenas porque o “dinheiro não é nosso”, a cada janeiro recomeçaremos do zero. Então… Muito menos, meu caro.

Voce parece não ter lido meu texto, mas tudo bem. Geralmente concordamos e quando discordamos é muito interessante ver seu ponto de vista, pois voce o expoe muito bem.

Meu ponto é o que respondi ao Gustavo. Contexto.

Você quer que a grama seja a melhor. Precisa ser comparado a alguma coisa.

Podemos não gostar do futebol jogado porque ja vimos outros times, e até mesmo o nosso, joogando bem mais bola.

Atualmente, o futebol do Palmeiras está nivelado por cima, se comparado com os outros times.

É preciso comparar com os outros times pra entender a realidade. Não estamos em 1994, e não estamos no mundo da fantasia.

A unica coisa que o dinheiro pode nos dar é a chance de errar mais que outros clubes.

Mas não da pra trazer jogadores que não querem jogar no Palmeiras, ou que na avaliação de quem está lá, é um risco desnecessário.

Exceto o Diego, eu não teria trago nenhum reforço dos clubes que gastaram mais no ultimos anos.

Nem Everton Ribeiro (jogando na china a anos sem ninguem ver o futebol), nem o Diego Alves (pega penaltis mas é ruim embaixo das traves), Nem Guerrero (cadê?), nem Conca (cadê 2?), Nem robinho, Fred, Jo (que deu certo)… entre outros que deram e não deram certo.

Se voce ver pelo valor, a cada 1 Vitor Hugo, compensa 5 Régis.

A cada 1 Moisés, compensa 5 Rayder.

Pelo valor e contribuição dada pelo time.

Além disso, Leandro Almeida, Barrios, Victor Ramos e Kelvin, pra ficar no seu exemplo, foram pedidos de treinadores e deram razoavel retorno esportivo ao clube.

A Mattos raramente decide de quem ele vai atrás. Ele é o cara que recebe um e-mail dizendo “Precisamos trazer esse cara. Se não der, esse cara”.

E está fazendo seu papel muito bem.

Senão, a ver o quanto a Done Leila da seus pitis, já teria rodado a muito tempo.

Se estou tão errado assim, deixo a pergunta.

Me diga 5 nomes conhecidos do mercado, que muitos aqui queriam, e que deram certo em seus times? E, também, que não houve nenhuma noticia de que o Palmeiras tenha tentado trazer?

Concordo que não da pra dizer que só porque não deram certo lá, não daria certo aqui. Mas é a unica forma de analisarmos possíveis erros de gestão nesse ponto.

Exato. E contratações são relativas além de, muitas vezes, serem um risco.

O que estou dizendo é que as criticas muitas vezes são baseadas em opiniões, não em realidade.

É necessário SIM observamos outros clubes. Exatamente por ser relativo.

Pedimos aqui Conca e E.Ribeiro como se somente eles resolvessem. E menosprezamos aqui QUALQUER contratação feita pelo nosso time, salvo raras exceções.

Exceto o Borja, Dudu e talvez o Guerra, criticaram/criticamos todos que vieram, dizendo que eram baciáveis.

Se contratações são relativas e o que da certo cá pode não dar certo lá, fica evidente que é necessário contextualizar.

E dentro do futebol Brasileiro, entre os times de grande investimento nos ultimos anos, somos os que o fizeram com mais eficiencia.

E digo isso falando de resultado E de futebol jogado.

Porque infelizmente, o futebol jogado pelo Palmeiras pode não ser equivalente ao investimento feito. Mas é equivalente ao jogado no Brasil. Equivalente aos melhores, diga-se.

Prova disso são os títulos e o provisório quarto lugar. Estamos nivelados por “cima”.

Não da pra cobrar ninguem por um desempenho que ninguem obtem. Por um desempenho obtido em 1994, ou algo no campo dos sonhos.

Como voce disse, é preciso analisar contexto.

E no contexto, as contratações não são o fiasco que merece demissão sumária dos participantes.

E até nesse provisório quarto lugar do Palmeiras, podemos contextualizar. Pois se estamos bem (na posição na tabela, não no quesito futebol jogado) no Brasileirão, fomos eliminafos sumariamente das outras três competições que disputamos, e por três equipes (Ponte Preta, Barcelona Fake e Cruzeiro), teoricamente, mais modestas que a nossa. Então, poderíamos contextualizar, por exemplo, um 1-3 (e provavelmente um 0-4) contra o Palmeiras em relação a tiulos no ano. Tudo é relativo.

Parabéns pelas colocações, muitas vezes é necessário escrever nos mínimos detalhes para se fazer entender. Há aki alguns (2) q frequentemente escrevem sempre menosprezando o trabalho do Palmeiras e valorizando a grama dos vizinhos. Realmente este ano não tem sido bom em termos de resultado, mas o clube esta no caminho certo. Estrutura de primeira, contas em dia, receitas lucrativas de fontes variadas, categorias de base formando frutos para o futuro. Há q se manter o planejamento e mexer menos na comissão técnica, criando assim uma continuidade de filosofia. Amendoins sempre existiram e persistirao, tem sua importância, pois vemos q qto mais esperneiam, mais estamos no caminho certo.

Aliás, sou um dos dois que está sempre por aqui, não só quando ganha clássicos. de 4 a 2, mas também e principalmente, nas derrotas quando os deslumbrados e fantasmas somem, ou só aparecem depois da meia-noite, ou que aparece aqui bem de vez em nunca, não para discutir opinião, mas sim, menosprezar a opinião dos outros. Estou sempre aqui, no filé e no osso. Gosto de futebol bem jogado pelo Palmeiras (mais até que o simples resultado, tem que ser consequência de bom futebol), com C.uca ou sem ele, com planejamento ou não, com receitas astronômicas ou não, continuidade ou não, muito menos continuidade de um trabalho, de uma filosofia onde o futebol é zero, padrão inexistente e onde integrante da comissão técnica quer sair na mão com jogador. Melhor cada um ficar no seu quadrado, debatendo e respeitando a opinião alheia, em prol de um Palmeiras melhor. Deixar as ideologias de fora.

Gustavo,

Concordo enormemente com o que voce disse. Mas e ai que eu digo. Estamos num provisório 4 lugar, que nos dá uma triste condição de 0-4 em títulos.

Não é o fim do mundo pra mim, se o caminho for o certo.

É ai que entra o que eu disse. O problema não são as contratações. E sim a filosoofia (não só do C.uca, mas falemos dele porque ele é o tecnico) de que o jogador precisa encaixar numa filosofia de tecnico.

Ai entra a velha história de “Muda tecnico, traz 99 jogadores”.

Como comparação, há uma matéria referente a seleção, onde mostra que o Tite vai precisar quebrar algumas regras proprias pra encaixar o Luan (grêmio) na posição que ele costuma jogar.

Mostra que é um cara que se adapta pra extrair o melhor de cada jogador.

Coisa que não acontece aqui.

Concordo com voce, por isso digo que o foco em “demitir” não deveria ser exatamente em quem contrata…

E concordo sobre o respeito. Duvido que sejam apenas 2 os “cornetas”.

Mas chamamos de “cornetas” quem acaba indo pelo lado racional e não pelo emocional, como a maioria fazemos.

Confesso que ficamos meio azedos e com pré disposição a reclamar, mas na maior parte das vezes, temos razão.

Infelizmente.

Sabe Thom, não me importo de ser chamado de corneta, profeta do apocalipse ou coisa parecida. Sou mesmo, mas dizer que sempre menosprezo o trabalho do Palmeiras e valorizo a grama dos vizinhos, não é verdade. Tanto não é que canso de dizer que 99,9% dos técnicos são ultrapassados, e que o nível do futebol dos outros times é rasteiríssimo. Se dissesse que valorizo o bom futebol jogado na Europa (grandes centros), em relação ao do Brasileirão, está abaixo da linha da pobreza, e também no Palmeiras que é inexistente, com um técnico ultrapassado e sem variações táticas, seria mais justo. Enfim, acho que devemos concordar, divergir, discutir, mas com respeito.

SIm, concordo. Também não ligo de ser chamado de corneta na maior parte das vezes que venho aqui.

Até porque as vezes temos que criticar mais do que queremos, pra equilibrar a balança de quem vem dizer que vamos enfrentar o Real Madrid em Dezembro… rs

E ai, discordar de uma galera meio extremista nas opiniões que tem, as vezes resulta nessas coisas.

Venho aqui por comentaristas como voce e o Eduardo. E outros, também.

Da pra concordar ou discutir e sair melhor do que entrou.

Prefiro gambás vice, Chape, Coritiba e baitolas rebaixados.

Gambá vice de preferência com o Palmeiras campeão, né? Assim fica fácil, até eu queria essa, mas não vale, a pergunta foi pra saber o que doeria menos… Eu não tenho dúvida: Jardim Leonor na Série B!

O Vitória tá empurrando as gazelas pro penúltimo lugar. Curiosidade: considerando que o título já era (apesar das declarações profundas do Cuca), se só houvesse uma dessas possibilidades, o que vocês prefeririam ver no final do ano: gambás campeões E bambis rebaixados OU gambás sem título E bambis mantidos na Série A?

Essa é uma questão muito difícil de ser respondida. Para mim, é quase impossível de decidir.

Pra mim é facil.

Pode deixar os gambás serem campeões… toda a comemoração ta sendo diluida ao longo do ano.

Mas o São Paulo rebaixado, não tem preço.

Desculpem a corneta mas, Jean nota 7?!?!?!
Meu Deus, ele foi inexistente na defesa. Falhou claramente no gol do Hernanes e deixou sempre um buraco na direita. Foi péssimo. Verdade que tenha dado o lançamento para Deyverson no gol do Keno. Mas foi só. No mais, um desastre total.

Vitória importantíssima digassi di passagi. Escapamos da derrota graças à ineficiencia do ataque deles. Nossa defesa está um queijo suiço.
Só que aqui não. Chupa bambi.

Então nem isso: quem deu o passe pro Deyverson foi o Tchê Tchê. 🙁

É dessa vez não teve valsa. Os bambis estão querendo contratar o motorista do ônibus do Vasco que já tem experiência em relação aos campos da série B.
Agora, essa nossa defesa meu Deus, essa linha de zaga não dá. Quem sabe colocar o F Mello de zagueiro, não dá certo????
No mais, chupa SP.

Feliz pela vitória. Mas não iludido. Futebol muito ruim. Treinaram uma semana (gostaria de ver os treinamentos), e o Deyverson entra como titular. O Jean teve a pior atuação de um jogador do Palmeiras nos últimos anos, não acertou nada. A dupla de zaga foi medonha (já falei aqui: nas poucas vezes que entrou em campo Antonio Carlos mostrou ser melhor do que todos esses ( exceto Mina); mas como foi indicação do EB e Luan e Juninho foram indicados pelo Criativo e custaram 20 milhões, AC não joga. Michel Bastos ser considerado o melhor defensor no clássico é algo prá se pensar; tem coisas muito erradas acontecendo.

O Jean foi mal mesmo, mas dizer que foi “a pior atuação de um jogador do Palmeiras nos últimos anos” é sinal de que você não viu nenhuma partida com a participação do Borja ou do Egídio em 2017, né?… Quanto a ver os “treinos”, melhor esquecer, se quando tá valendo nos jogos já é isso aí, imagina quando é só rachão…

Alex não sei o que houve mas muitos comentários seus foram para a caixa de spam diretamente (sem filtro). Não sei se foi culpa do WordPress ou o Dreamhost…. sorry. Passei todos eles aos comentários aprovados.

Obrigado!! Tinha até colocado uma questão pro Criscio. Vou ver se localizo.

Se o Felipe Mello jogasse alguma coisa dá até pra entender Empresta pro Náutico, CRB, é mais negócio
que reintegrar esse cara.

Jogar ele até sabe, embora não tenha demonstrado nada por aqui até agora, mas a questão é reintegrá-lo e continuar a utilizá-lo de uma maneira que ele não atua há anos, aí não vai dar certo mesmo, só vamos adiar a sua despedida.

E pra ver o nível do Borja o Deyverson é melhor que ele.

E o Felipe Mello vai ser reintegrado. Professor vai ter que engolir esse sapo a seco.

Jogar só por resultado não dá certo porque uma hora o futebol cobra a conta, e quem não tiver saldo se dá mal. Com o orgulho e a vaidade é a mesma coisa, não adianta querer fazer tudo do seu jeito passando por cima de todo mundo pois ninguém faz nada sozinho. O FM voltou atrás porque viu que fez besteira e que ninguém está disposto a pagar o mico de contratá-lo. O Cuca vai engolir porque viu que abrir mão de alguns jogadores para manter outros piores pode custar eu emprego. A necessidade vai fazer as pazes entre ambos, só precisamos saber até quando.

As patas vão descer arranhandoo na garganta e vem abertas kkkkkkkkkkk,, agora quer saber, bem feito pro seu Cuca abaixar um pouco a bola e entender que é pago pra fazer os jogadores se entenderem e jogar a bola que sabem e podem, mas até agora ainda estão devendo…

Concordo. Já foi o tempo em que trabalho de treinador era distribuir coletes, apitar treinos e, em alguns casos, recorrer a calças coloridas ou medalhinhas na hora do aperto. Se não sabe lidar com pessoas numa atividade que depende essencialmente delas, que busque ajuda profissional para tratar esse problema ou que engula o orgulho a seco.

Resposta fácil, nenhum deles joga metade da bola do Gabriel Jesus.

O ano passado nós tivemos o melhor ataque com três atacantes rápidos, sem o tal centroavante de área. Por que não repetir esse esquema com Bigode, Keno e Guedes, sendo que um deles daria o lugar ao Dudu quando este voltar?

Até porque, seja com Deyverson ou Borja, continuamos SEM centroavante, seja de área ou fora dela. A grana que foi jogada fora com essa dupla é qualquer coisa, só serviu pra dar espaço pro Jabba retornar do inferno com seu discurso de austeridade financeira. O Mattos não precisa ser demitido, só tem que trabalhar com mais critério e pesquisar melhor o que está comprando.

O Palmeiras mereceu ganhar. Dominou a maior parte do jogo, mas falhamos e tomamos sustos demais na defesa que, por pouco, não nos custou uma derrota desastrosa. Precisa corrigir isso urgentemente. O Cuca agora terá finalmente um bom tempo para acertar o time. No final, vitória muito saborosa.

Isso é torcer com os pés no chão. Estar consciente dos defeitos do time, mas ao mesmo tempo conseguir saborear uma vitória como essa.

A falha do Edu Dracena no segundo gol dos bambis é pra meter no banco e não voltar mais.

O que vale é o resultado final….Cuca é o cara do segundo tempo…teve a visão de de Keno (queimei minha lingua de propósito) e Hioran…..e agora é definir um time….e vamos chegar perto dos gambás…

E merece o tal de “resultado”. Enquanto ficarmos nessa, pouco importando a qualidade do futebol apresentado mas sim a “fé na medalhinha”, vamos dar um passo pra frente, outro pra trás e a tal “hegemonia de títulos” vai ficando com outros clubes.

Alguém sabe quando o Jailson volta, não aguento mais esse cone no gol.

O Bigode salvou o emprego do Cuca Esponja calça roxa, pelo menos por uns quinze dias, pois já disse que da próxima derrota ele não passa. Não perdemos porque o adversário era absolutamente horrível, não dá pra se encantar pelo placar. Se não acertar esse sistema defensivo (“o melhor do país” enquanto enfrentávamos Linenses e Ferroviárias da vida), vamos passar mais vergonha em 2018.

Aliás, meteu o Bigode, o cara faz dois. Colocou o Keno, fez um. Hyoran, mais um. Tava mais que abençoado.

Verdade, hoje a santinha, San Genaro e todos os santos estavam com o Cuca kkkk

Não só o Guerra, o Moisés também não jogou nada hoje. Funcionou apenas o ataque, se dependesse dos zagueiros e meias teríamos perdido.

E o lado direito da nossa defesa foi uma autobahn o jogo inteiro.

Jogo de dois times limitadíssimos. Só quevo Palmeiras errou menos e venceu.

O Hyoran já ajudou a salvar a pele do técnico. Não joga mais. Só entrou porque o professor estava no desespero.

Tem que dar chances mesmo até porque nossos meias hoje Moisés e Guerra negaram fogo. O ataque
funcionou bem, principalmente o Wlliam. Palmeiras precisa de zagueiros e laterais mais rápidos, o
primeiro gol da bicharada mostrou isso.

Bambizada perde do jeito que mais gosta! Que Felicidade ver esse Hyoran jogando, moleque bom de bola e inteligente, fez o seu merecidamente, que o seu Cuca lhe dê mais chances! William o mais novo matador de bambis! Jogo tenso com final feliz!

A torcida palmeirense agradece ao Dorival pela escalação desse goleiro de várzea. E o que foi aquilo no Deyverson? Assistência com Parkinson…

À volta do Cuca só serviu para mostrar que o grupo não gostava dele tanto assim. Ele ganhou a queda de braço com o Robinho, Barrios, Rafael Marques, Borja e Felipe Melo, mas perdeu a confiança da torcida. Se não for demitido logo, adeus Libertadores 2018.

Cuca tá perdido….usou a mistica…deve ter sonhado que Yoharan fez um gol….

No desespero ele põe o Hyoran pra jogar. Se o moleque faz o gol ele leva os louros.

Fez gol contra o Vasco….quando ninguem esperava…depois de Moisés é o que da mais sangue…

É um oásis de técnica no meio de um deserto de vontade misturada com ruindade. Não querendo cometer a heresia de comparar, mas Maradona, Romário, Alex e outros que carregaram times nas costas em momentos diferentes não jogavam com craques, mas também não tinham caras tão limitados como esses.

Trocar de técnico a cada 3 meses não resolve…….ja trocamos com o tecnico que a torcida queria..

Os Bambis já viram que com o empate a torcida vai pressionar….aí tão jogando no erro..igual a chape…

Com empate o C.uca fica. Se o Palneiras ganha vira Deus. Se o Willian faz mais um vira César Maluco.

Independentemente do resultado, o que não vai mudar é o Deyverson: cara de Jorge Preá, tamanho e postura de Oséas, futebol de Bizu.

Tecnico não ensina jogador a a prender a jogar, a maioria aí está na profissão errada.

Empate é o pior dos mundos. Não ajuda na tabela e não ajuda a defenestrar o Cuca.

E ainda tem gente aqui que prefere culpar TODOS os jogadores de defesa pelos gols sofridos em vez de admitir o óbvio de que é um problema coletivo, de organização, algo que um técnico bom seria capaz de melhorar.

Com 3 volantes não pode cruzar sozinho…..mas tinha 2 no Henanes e Prass que só assistiu…

Tu é cego cara. Esse FDP não pega nada. Não tomou 3 porque bateu na trave. O segundo gol foi um chutinho e ele pula antes. Fora Prass, Dracena, Luan e Bruno Henrique. Se não puser alguém pra marcar o Hernandes vai perder..

Fora Prass, Dracena, Luan, BH, Jean, Mina, Antonio Carlos, Juninho, M. Bastos, Egidio, Zé Roberto e por aí vai. Contratem Sergio Ramos, Marcelo, D. Alves e Neuer.

Todos são culpados, do goleiro ao treinador passando por quem contrata a esmo e por impulso sem avaliar as reais condições do contratado. A obsessão por ver um desafeto demitido não pode encobrir fatos.

Time que não tem defesa ganha jogo mas não ganha campeonato. Time que não toma gol, mesmo mediano, ganha campeonato. Vide bambis 2006-07-08 e gambás 2011-15-17. Queria muito ver esse time jogando bem, mas se a opção é perder jogando mal ou ganhar jogando mal, que acertem essa porcaria de defesa e levantem taças, ainda que feias…

Não tem receita mágica. Time que ganha taça só buscando resultado sem praticar futebol minimamente decente uma hora ou outra fica a mercê das suas próprias limitações, e a taça acaba virando um acidente de percurso. A CB 2015 e o BR 2016 são a prova disso.

Calma gente, temos um jogo fácil na próxima rodada, o galinho lá em Minas. Se o Cu.ca continuar nem G6 esse ano.

Se o Micale sobreviver ao jogo de Campinas, ele se reabilita na próxima rodada.

Quando um refugo consegue ser melhor que milionárias contratações, é por que algo está errado para o time é bom para os dirigentes.

Deixaram o Hernandez livre. N]ao dá pra aguentar Luan, Dracena e esse frangueiro que não pega nem bola atrasada. Tirando o William o resto não joga nada.

Vc tem um zagueiro velho e sem arranque. Outro zagueiro, este é novo mas caneludo e perna de pau. Um lateral esquerdo velho e um lateral direito comum e que se encontra em qualquer várzea.
E vc venda dizer que o Fernando Prass é frangueiro?? Nem 10 Buffon pegaria esse chute do hernandes.

Menos. Que a defesa é um lixo a gente já vem dizendo há tempos, por isso achei injustas algumas falhas impostas ao Prass quando ele era apenas o último a errar. Só que depois de ter ido pra reserva e voltar por obrigação graças à contusão do Jaílson, ele está claramente sem confiança alguma. Dizer que o chute do Hernanes foi indefensável é algo, ainda que redundante, indefensável…

Eu sinceramente gostaria de saber qual o relacionamento entre o Dayverson e o Cuca. Futebol certamente que não é

Achei que o árbitro quebraria nosso galho expulsando ele e o zagueiro Bambi, mas não deu certo…

Goleada tipo 4×3, 5×4, porque o lixo da defesa e um convite para tomar gol. Impressionante três chances dois gols é uma no travessão

Keno não faz gol é pior que MLeite…..pode ver estatistica de gol por jogo…

Esse Luan é mais ex gydio.
Que inferno desse Alexandre Matos insisistir em trazer apostas e refugos dos mineiros Cruzeiro e América.
Apostas que nunca dão certo.
Apostas ou perebas quem não deram certo no exterior, tipo Bruno Henrique.
Tá na hora de começar a contratar com mais seriedade e profissionalismo.

Pelo menos um “refugo” do Cruzeiro é nosso melhor “nove”.

Pronto, agora posso mandar pra pqp os cornetas do William, haha. Joga muito o fera.

O Bigode é um jogador nota 6, e consegue ser o melhor “camisa nove” desse elenco. Disparado.

Gol deve acalmar….temos que acalmar….e Dayverson entrar no jogo…

William, sempre ele. É o mais próximo do G. Jesus que a gente tem, e foi o atacante mais barato contratado esse ano.

Escrevemos quase a mesma coisa ao mesmo tempo de forma diferente.

E o Prass caindo antes e a bola vai na trave. Esse time não tem nada que preste.

Cuca nunca sabe jogar primeiro tempo….temos que ter 2 tecnicos um prá primeiro tempo …e Cuca no segundo..l

E por que o Prass se joga antes da bola chegar? Tá com medo po.r.ra?

Tamo afobado…..defesa fragil com 3 volantes….e continua o velho problema não finaliza ora defesa do goleiro..só pra lua ou fora do gol….

Mas passaram a semana livre treinando o quê, receitas de churrasco?

Que culpa tem o Cuca que contrataram essas m e r d as de jogadores. o único que ele indicou foi esse tal de Dayverson.

E o outro t[a aposentado. E o Hernandes joga livre.

Se não marcarmos um gol nesse goleiro de várzea, hoje mesmo demitiria todo atacante que esteve em campo por justa causa. E não tem jeito, esse Luan é zagueiro de Série B.

O consolo é saber que o sofrimento está acabando, o mito Cuca está sendo destruído, em breve teremos técnico novo e a esperança de um 2018 melhor começa a surgir.

o Palmeiras não acerta um chute no gol, incrível. Aturar esse Edu Dracena também não dá.

Como até em jogo de cumpadres o Palmeiras pode tomar gol, acredito no 1-1, e continua tudo bem.

Os comentários estão desativados.