Categorias
Brasileiro 2017

Pós Jogo Palmeiras 1×0 Fluminense: jogou melhor e venceu

O Palmeiras venceu o Fluminense no Maracanã. 1×0. Gol de Egidio, no primeiro tempo.

O Palmeiras foi superior ao adversário. Jogava pelas pontas com Willian e Dudu criando as melhores chances. Moises no meio poderia ter feito mais se caprichasse no último passe. E até mesmo a defesa, com Dracena firme, não causou grandes sustos. E nas poucas chances de gol do Fluminense, Prass estava lá.

Mas o destaque positivo fica pra Egidio. O lateral foi eficiente. Apoiou, jogou com vontade, fez um gol num belo chute de fora da área e ainda bateu nele a bola que no 2o tempo poderia ter sido o empate do Fluminense.

O time melhorou, ganhou 10 dos últimos 12 pontos e vai subir na tabela.
Não encanta? É verdade, não encanta. Mas qual time encanta nesse brasileiro?

Que venha o Santos. E dependendo do resultado desta noite de Grêmio e Bahia, poderemos terminar a próxima rodada na vice-liderança.

Por enquanto eles ainda são os favoritos ao título. Por enquanto….
Saudações Alviverdes!

***

Pré Jogo

O Palmeiras pega o Fluminense no Maracanã. Precisa vencer.

Com o empate no Morumbi, vitória do Palmeiras pode diminuir para 11 pontos a diferença contra o Corinthians.

Com a volta de Willian, Cuca deve deixar Luan, Guerra e Borja na reserva. O time deve ser: Prass, Mayke, Dracena, Juninho e Egidio; Jean, Tchê Tchê e Moisés; Willian, Deyverson e Dudu.

Do lado do Fluminense, o perigo é Henrique Dourado. Artilheiro do brasileiro e ex-atacante do Palmeiras. O time vem de uma classificação no Equador contra a LDU e pode sentir fisicamente.

Retrospectiva

O Palmeiras tem grande vantagem contra os cariocas.
106 jogos
57 vitórias
16 empates
33 derrotas
186 gols pró
151 gols contra

No Maracanã um grande equilíbrio:
37 jogos
15 vitórias
16 derrotas

O Palmeiras não perde do Fluminense desde 2015 e as últimas 7 partidas foram seis vitórias pro Verdão.

Arbitragem

Anderson Daronco será o árbitro.
O Palmeiras tem bom desempenho com esse árbitro em campo.

14 jogos
8 vitórias do Palmeiras
3 empates
3 derrotas

Contra o Fluminense foram dois jogos apitados por esse árbitro e duas vitórias do Palmeiras. Uma no Maracanã e outra no Allianz.

***

É ir pra cima e vencer.
E deixe aqui seu comentário. Este será o post do pós jogo.

Saudações Alviverdes!

81 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 1×0 Fluminense: jogou melhor e venceu”

Só espero que quando revelar segure o jogador pelo menos até os 22 anos pra não acontecer igual o Gabriel Jesus.

O Palmeiras está inaugurando sua primeira escolinha de futebol, voltada para a revelação de talentos a partir de 4 anos. Isso sim é planejamento, é pensar no futuro independentemente das “tias Leilas” e dos presidentes milionários que venham a aparecer na história do clube. Mantendo a esperança utópica, espero que essa garotada seja incentivada a jogar bola por prazer antes de mais nada, deixando obsessões por três pontos e por Mundiais pra mais tarde. Parabéns aos responsáveis pela iniciativa, e que o clube colha frutos para dar (alegrias e títulos) e vender (por bons valores, já que é inevitável).

Isso. Priorização do bom futebol sempre. Tenho certeza de que se este trabalho for feito com seriedade, padrão e continuidade, fazendo que a molecada aprenda a desenvolver seus dons futebolísticos, no futuro, os três pontos virão como consequência e em mais abundância do que hoje. Atitudes como essa valem mais do que todo o dinheiro, toda estrutura do mundo. Futebol em primeiro lugar!

Ué, qual a novidade? Já havíamos explanado muitas vezes aqui mesmo o quanto o Palmeiras vem crescendo nos últimos anos, investindo no profissionalismo administrativo e técnico, bem como na sua estrutura. Como consequência, o protagonismo em todas as áreas do futebol tem vindo naturalmente. Não foi de ontem pra hoje que mudou, só por causa da escolinha. O Allianz Parque foi o pontapé inicial, passou pela administração responsável do último presidente e segue hoje com Avanti, Centro de Excelência, maior patrocínio master, cotas de TV em dia. A escolinha é somente mais um passo rumo à hegemonia do Palmeiras nas próximas décadas.

A novidade é que uma chance de começar a fazer futebol bem jogado, não esse meia-boca que as cotas de TV, Avanti, Patrocínio Master, vem comprando. Temos a estrutura e não temos futebol. Temos dinheiro e não temos jogador. Pagamos fortunas para um técnico e temos um amontoado em campo. Quem sabe a molecada, aliada a modernidade e planejamento nos treinamentos pode nos trazer de volta o que todo o dinheiro, toda estrutura não está conseguindo trazer: o bom futebol.

Mais uma vez brilhante, Gustavo. A intenção do meu comentário foi exatamente essa que você captou, apesar da tentativa inócua de desmerecê-lo e de desviar o foco com papagaiadas do tipo “protagonismo em todas as áreas do futebol” (em que planeta?) e esse blá blá blá corporativo que é repetido como lavagem cerebral feita em atendente de telemarketing (líder nisso, moderno naquilo, maior não sei em quê). Todo e qualquer protagonismo que um clube de futebol almeja precisa começar pelo essencial: formar bons atletas que joguem bem e ter profissionais competentes para cuidar deles. Sem esses alicerces todo o resto que vem depois, inclusive itens importantes como dinheiro e estádio de primeiro mundo, vira castelo de cartas. Pode ser difícil e às vezes até dolorido de aceitar, mas é a realidade.

A gente percebe o atual contexto (pra aproveitar que o termo está na moda por aqui) do futebol brasileiro quando um dos supostos candidatos aos principais títulos da temporada cogita a contratação de Osvaldo de Oliveira praticamente em outubro. E quem tem tudo pra estabelecer uma hegemonia absoluta por anos a fio se limita aos três pontos com 1X0 de hoje e fé na medalhinha pro futuro. Gol da Alemanha.

O que precisa ficar claro, para que talvez exista menos discussão entre os “Cornetas” e os “Iludidos”.

O Palmeiras não joga um bom futebol, condizente com sua história. Isso está claro.

Mas joga melhor que 95% dos demais times no Brasil.

Esses são os fatos.

Podemos criar argumentos ou teorias, mas nao da pra fugir disso.

É. Nosso futebol é um pouco (0,1%) menos ruim que o da maioria. Mas é ruim.

Mas ai é ruim se comparado a sua (nossa) expectativa.

Para ser uma cobrança razoável, devemos colocar em contexto, como eu ja disse aqui antes.

O contexto é esse, infelizmente.

Por isso, há razão quando dizem que estamos bem.

E não vejo muito argumento pra dizer coisas lastimáveis sobre a equipe. Sobre alguns jogadores e sobre o desempenho.

Concordo que está aquém do que queremos como torcedores.

Mas (de novo), no contexto, estamos bem, sim.

Concordo, tudo é contexto. Só penso que, a se manter esse contexto, não demorará muito para o futebol brasileiro ficar reba também entre os sulamericanos, e equiparados com africanos, no cenário do futebol mundial. O Palmeiras, pela estrutura e pela receita que tem, deveria ser o precursor para reverter esse quadro, mas quem o comanda não faz nada, pois a torcida se contenta apenas com o curto prazo, com os malditos dos três pontos de hoje, seja da maneira que vier, sem futebol, sem padrão. Três pontos esses que podem não vir amanhã numa competição mais importante. O primeiro aviso foi o Santos, duas vezes contra o Barcelona. O segundo foi os 7-1 da Alemanha na seleção, aqui no Brasil, em plena Copa do Mundo, e pelo jeito, mais vexames virão e gostaria que não fosse com o Palmeiras.

Perfeito. Tudo é contexto. Aceitar migalhas de quem poderia oferecer se não banquetes pelo menos uma lauta refeição é um contexto de conformismo e mediocridade, acentuado poriginal mais uma lavagem cerebral do nosso iluminado treinador, pra quem a medalhinha é mais importante que variação tática e plano de jogo. Aceitamos o Cucabol em 2016 em nome dos 22 anos sem Brasileiros. Estamos aceitando o Cucabol em 2017 pra alcançarmos um líder onze pontos à frente. Vamos aceitar o Cucabol em 2018 porque precisaremos ganhar Libertadores e Mundial, inadiavelmente. Embora eu tenha condições, pra que me alimentar bem se posso apenas matar minha fome? Esse é o contexto da pobreza de pensamento e de objetivos, esse é o fato absolutamente incontestavel, pelo menos pra quem não sofre de astigmatismo funcional. Vamos todos na onda do “Aqui é Palmeiras, sempre unidos venceremos” que o bicho (quem sabe até o tri) mundial é questão de tempo.

Gostei do jogo de ontem.

Jogou bem, como deve-se jogar fora de casa.

Dentro do esperado.

Não espero, definitivamente, bom futebol contra o Santos.

Apenas 3 pontos.

Também tenho este pensamento, está muito claro que futebolisticamente falando, neste ano o Palmeiras deixou a desejar. Criou-se uma grande expectativa, tendo-se em vista que vínhamos da conquista merecida do Enea campeonato Brasileiro e com o elenco ainda mais reforçado.
Por outro lado, ainda temos reais possibilidades de conquista do BR17, são 13 jogos para somar o maior número de pontos. Pontos são o que nos interessam agora, com a derrapada dos rivais podemos garantir mais uma taça na nossa sala de troféus.
Como já dito anteriormente, planejamento 2018 está em curso desde julho. Com certeza nossa diretoria já traçou planos para o próximo ano com antecedência, em diversos cenários possíveis. Desde 2015 o Palmeiras tem se mostrado cada vez mais profissional, apresentando trabalhos para obtermos resultados em curto/médio/longo prazos.

O gol do Egídio também é treinamento dado pelo Cuca. O problema dele ao meu ver é que o cara é paneleiro mas se vocês não gostam do cara façam campanha pelo Bonamigo que tá desempregado.

Legal. A única opção pro Cuca é o Bonamigo (aliás, são amigos). Com esse pensamento e esse nível de exigência, pedir futebol de qualidade (algo perfeitamente possível de ser praticado) e organização tática (currículo básico pra carreira de qualquer treinador do mundo, pelo menos aquele que não seja preguiçoso e ultrapassado) de fato é jogar pérolas aos porcos, sem trocadilhos com nosso mascote. O povo merece os governantes que tem pois se contentam com migalhas de pão e lonas de circo, e a relação entre o torcedor e seu time segue no mesmo féretro.

Olhando só a tabela do Palmeiras e dos marsupiais, dá confiança na disputa pelo título. Mas daí eu assisto os jogos, e me lembro que o futebol do time tá tão frágil, que qualquer escorregada de leve, já vai resultar em empate ou derrota, e aí a esperança se esvai de novo. Quando o time joga mal assim, no limiar, ganhando por 1 x 0, contra um adversário totalmente combalido, dá pra sacar que o time não vai conseguir se safar nas pedreiras.

Os atacantes perdem um monte de gols na frente do gol e a culpa é do Cuca.

Perder gols na frente do gol, a culpa é do atacante, agora jogar aquele futebol (na minha opinião) ridículo, a culpa é do C.uca.

Você tem razão até certo ponto. Ele não entra em campo, mas quem indicou o “principal atacante” do time, que tem problema de coordenação motora? Quem treina (ou deveria treinar) finalização? Quem aproveita (ou deveria aproveitar) a semana livre para aprimorar posicionamento e troca de passes?

Cuca é o técnico mais capacitado trabalhando no Brasil atualmente, isso não se pode negar. O nível dos jogadores não é o mesmo de 05, 10 anos atrás, então o técnico faz o que pode. Temos que parar com a idéia de trocar técnico a todo momento, Palmeiras já trouxe uma série deles, entre experientes e promessas, e este troca-troca constante não trouxe benefício nenhum. Há que se dar sequencia ao Cuca, que já provou tanto no Palmeiras quanto em outros clubes sua capacidade.

Tem gente reclamando do Cuca. O trabalho não é tão bom mas vocês preferem Abel Braga, Luxemburgo…

Para mim, tanto C.uca, como Abelão, como Luxemburgo, e cia ltda são iguais e ultrapassados. Não é coincidência vermos jogos abomináveis como este de, hoje, pois são corporativistas e são grandes responsáveis pelo nível rasteiríssimo do futebol brasileiro. Se fosse presidente fo Palmeiras e do Fluminense, teria demitido os dois técnicos no intervalo.

Cuca, Abel, Luxemburgo, Levir, Mano, Bap, Dorival, Roger Machado, todos fazem parte da escola fracassada de treinadores brasileiros, que se apegam unicamente a números e a pragmatismo para desenvolverem mal e porcamente seus trabalhos. Tudo isso fica mais evidente nas disputas internacionais, quando nossos treineiros são colocados no bolso de meros desconhecidos. Boa parte dessa responsabilidade também é dos dirigentes, que dão respaldo zero, mas quando se tenta fazer “reserva de mercado” impedindo a entrada de gringos para trabalharem aqui fica claro que ninguém quer evoluir, ninguém quer apresentar propostas diferentes de se praticar futebol, tampouco querem abrir mão de altos salários e de multas rescisórias milionárias. Acho que o Cuca deveria sair agora, pois já ficou claro que seu trabalho não vai evoluir em termos qualitativos, será cada vez mais do mesmo, mais panelinhas, mais “Campeonato de HP” disputado em calculadora e não em campo, mas é apenas uma opinião, sei que nada disso vai acontecer. E discursos corporativos do tipo “Aqui é Palmeiras, sempre unidos venceremos” são lindos, mas apenas enaltecem a mediocridade.

Não adianta pedir para tirar o Cuca. Quem vem?
Cuca deve permanecer e seguir com seu trabalho, com certeza já está montando o elenco 2018. Sairão alguns, chegarão outros, importante que seja dado sequencia ao seu trabalho.

E o irmão do Paulo Cesar de Oliveira assaltando o Grêmio em Salvador. A coisa é de família, eu queria saber se fosse contra os gambás se ele daria esse pênalti vergonhoso que ajuda ainda mais os .molambentos…

Não acho sensato um árbitro paulista apitar um.jogo de um vice líder, até o pênalti, gaúcho, quando temos um líder, 3° e 4° colocados, todos paulistas.

Pois é, mas esse resultado aliado à vitória do outro baiano colocou as gazelas de volta no Z-4. A verdade é que o Grêmio, assim como o time que lidera, já atingiu seu ápice no ano e agora será apenas ladeira abaixo. Se bobear, não passa pelo Barcelona genérico e o Portalupe cai. Pena que o Palmeiras perdeu tanto tempo com obsessão, panelinha e medalhinha, pois se tivesse jogado meia hora de futebol em cada partida estaria em primeiro lugar.

O que decepciona é que esse campeonato, qualitativamente falando, é tão rasteiro e mesmo assim o Palmeiras não consegue jogar bem um joguinho sequer. Esse time do Fluminense de hoje é um dos mais horrorosos que eu já vi na história da Série A, e o Palmeiras não conseguiu jogar um futebol convincente, todo enrolado, no deixa a vida me levar. 2018 preocupa.

Existe um campo de grama sintética perto de casa (não dá mais pra chamar de “campo de várzea…) no qual de vez em quando paro nas minhas caminhadas aos domingos pela manhã para observar as pelejas. Nelas já vi jogadas mais bem elaboradas do que nessas últimas duas vitórias por 1×0 do Palmeiras (só vou ficar nos jogos desta semana para não esticar a polêmica), e esse pessoal anônimo não ganha salários astronômicos, não tem regalias e pouco provavelmente treina durante a semana. O Campeonato Brasileiro na verdade oferece o nível que a maior parte do torcedor aceita, é a maximização da mediocridade. Enquanto isso, o nosso treinador lança o “Desafio HP”, botando a torcida amestrada a fazer cálculos para o título, jogando a famosa cortina de fumaça para desviar o foco da absoluta falta de qualidade hoje existente para garantir seu emprego por mais uma temporada. Como muito bem definido, vem aí o “deixa a vida me levar” versão 2018.

Olhando só a tabela do Palmeiras e dos gambás, dá confiança na disputa pelo título. Mas daí eu assisto os jogos, e me lembro que o futebol do time tá tão frágil, qye qualquer escorregada de leve, já vai resultar em empate ou derrota, e aí a esperança se esvai de novo. Quando o time joga mal assim, no limiar, ganhando por 1 x 0, contra um adversário totalmente combalido, dá pra sacar que o time não vai conseguir se safar nas pedreiras.

Dá pra ganhar os próximos 4 jogos. Sardinha, Bahia, Atlético Go e Ponte; Se conseguir aí dá pra pensar em pegar os gambás.

A possibilidade do Palmeiras conquistar o Deca é real, não se pode negar. O time não está dando baile, mas dança conforme a música do campeonato. Conquistamos mais 03 ptos e diminuímos mais ainda a diferença para o líder. A torcida do Palmeiras tem sido exemplar e vem apoiando o time nos jogos, temos boas chances de ver algo bom no final do ano. E o planejamento 2018 está em andamento desde julho, é assim que nos preparamos profissionalmente. Alguns sairão, outros virão, e 2018 será bem melhor. Nem melhor, nem pior, simplesmente PALMEIRAS. Sempre juntos.

A lamentar os pontos perdidos.
Até agora 8 derrotas.
Das quais eu lamento e vou citar a metade( Chapecoense 2 vezes, Atlético-PR e gambás)
Temos hoje 43 pontos somando esses 12 pontos que eu citei, seríamos líderes hoje.
Está aí a questão.
Os pontos perdidos decidiram o campeonato.

Pois é, concordo que infelizmente deixamos escapar alguns pontos importantes, que nos colocariam em uma posição muito melhor na tabela. Por outro lado, vemos que os demais também estão perdendo pontos bestas, a questão é que estão derrapando agora, quando o Palmeiras é que parece entrar nos trilhos. Não desanimem e vamos juntos acreditar que é possível.

O Palmeiras fez boa partida, principalmente no primeiro tempo, quando dominou totalmente o jogo. No todo, mereceu amplamente a vitória. O ataque desperdiçou várias chances, o que poderia ter complicado o jogo. Três pontos importantes. O SCCP está jogando pessimamente e deve somar cerca da metade dos pontos que somou no primeiro turno. O título depende da tal arrancada pretendida pelo Cuca. Se o Palmeiras for capaz dela, há chance sim de ainda brigar pelo título. Veremos.

Correto, Reynaldo. Campeonato de pontos corridos se vence somando mais pontos e o Palmeiras conquistou mais 03 hoje, é o mais importante. Já diminuímos a diferença para o líder em 11 pontos e na próxima rodada já podemos ser vice-líder isolado. Torcida do Palmeiras acredita sempre, vamos em busca do Deca.

Pode ser. Mas ainda acredito que essa “meta de buscar o título”, obrigação que deveria ser estabelecida em maio (não em setembro) alcançando um líder com mais de dez pontos de distância, para mim é mais para pilhar a torcida e estabelecer uma cortina de fumaça para desviar o foco do trabalho fraco e sem padrão algum do treinador, já visando sua permanência para 2018. Os “marsupiais” não precisam de uma campanha brilhante para chegarem ao título, ganhando menos da metade dos pontos que ainda vão disputar obrigariam o Palmeiras a ter um aproveitamento superior ao que teve em todo o campeonato passado, sendo que nenhum dos remanescentes daquela conquista estão jogando melhor do que em 2016, assim como os substitutos. Ou seja, o título para o Palmeiras hoje se resume ao “Troféu HP”, só está em disputa nas calculadoras do mundo virtual.

Você, Eduardo, para usar um chavão, vê sempre o copo meio vazio, impressionante.

Esse time não tem jogador pra apresentar um bom futebol, não adianta. Moisés é apenas um bom jogador e o Guerra é outro mais ou menos. Os atacantes perdem muitos gols porque são apenas razoáveis e mesmo assim se não tivessem brincado com esse campeonato estaríamos disputando o título. Expliquem pra mim porque reintegraram o Felipe Mello se o cara não joga. Ele não é grande coisa
mas é melhor que o Jean.

Eles não reintegraram ninguém!!! Só botaram ele pra treinar novamente por causa dos advogados! Já que não conseguiram vender na janela, deixa treinar pra não ter reclamação trabalhista. Não vai jogar nunca mais! E se jogar eu não assisto mais jogo!

Mais uma partida “Tá bom!” do Palmeiras. O golaço do Egídio deverá lhe garantir a titularidade até o final do ano, pelos critérios do Zé das Medalhas. Pena que o tal “projeto” sobre o qual comentou o treinador nesta semana nada tenha a ver com jogar futebol, pelo que se viu na total ausência de meio de campo e de criatividade que a equipe mostrou. Como disse o Gustavo, a vitória foi pro menos ruim, mas pelo menos o Flu tem a desculpa de estar em crise financeira e ter vários garotos da base no seu time principal, não um dos maiores patrocínios das Américas. E justiça seja feita, apesar de ainda insistir nos chutões a esmo, o Prass melhorou bastante nas últimas partidas e tem salvado o time de perder pontos bestas. Reiterando o que já escrevi, se vão trazer algum goleiro para 2018 que seja alguém pra ser titular absoluto, não pra fazer número.

Resultado Tá Ótimo para o Palmeiras, somamos mais 03 pontos e seguimos fortes em busca de um melhor lugar na tabela. Se vamos conseguir, somente o tempo dirá. Mas pelas tendências dos adversários, dá pra chegar longe sim.

Considerando que o fluminense jogou quinta feira no equador e o palmeiras treinou a semana toda, nosso desempenho hoje foi pífio. Se o time tivesse um mínimo de vontade o placar seria obrigatoriamente mais elástico. De qualquer forma essa rodada nos deixou quase garantidos na libertadores já que 7 times brigam por 6 vagas e um deles ganhará a copa do brasil. Que pelo menos tenham vergonha na cara pra ficar entre os quatro e fugir da pre libertadores

Eu acho que o time foi bem taticamente mas tecnicamente os atacantes estão deixando a desejar. Dá
pra brigar sim pelo vice campeonato mas sábado teremos Juninho e Luan na zaga oque trará enormes
emoções. Cuca é bom treinador mas vai provando ser um grande paneleiro, só joga quem ele indica.

O Cuca tá na média dos bons treinadores brasileiros, isto é, quando precisa mostrar algo a mais se embanana todo. Essa história de fazer panelinha em todo lugar pra onde vai realmente compromete sua carreira. Se ficar (como parece que vai) no Palmeiras em 2018, vejo um ano sem muitas perspectivas em termos de futebol, será apenas mais do mesmo (Cucabol e resultados). Só espero que não o demitam em abril por ter perdido o Paulista.

Trocar de técnico a todo momento é o que mais atrapalha o crescimento de uma equipe, e o Cuca já mostrou que dentre os técnicos série A atuais, é o mais capacitado. Se não tivesse saído após a conquista do Enea, com certeza teríamos tido melhores resultados na temporada, a entrada do EB é que atrapalhou todo o desenvolvimento.

Olha, apesar de toda meia-boquice que é esse futebol do Palmeiras, o do Fluminense é muito pior. A vitória foi pro menos ruim.

Menosprezar a vitória do Palmeiras sob a alegação de que o adversário é fraco, não traz enriquecimento nenhum ao Verdão. Parabéns, Palmeiras! Mais 03 pontos e vamos em frente, que venha o próximo adversário.

Bianco, para mim o Palmeiras pode ganhar 1000 pontos e 82 Brasileiros consecutivos. Se não for consequência de bom futebol, não vai me satisfazer. Não adianta, não mudarei meu modo de torcer para o Palmeiras. Pode replicar meus comentários o quanto quiser. O único que ainda dou preferência pelo resultado ao bom futebol é a Libertadores (e consequentemente o Mundial de Clubes Fifa, por ser inédito). O dia que ganharmos esse Mundial, nunca mais me preocuparei com resultado algum do Palmeiras, mas sim 100% com o futebol. Respeito seus comentários, e espero que você respeite os meus também. Isso é a democracia que você cobra.

Voltou o Cuca bol…sofrido …mas ganhando….agora a semana toda treinando e numa falta perigosa…Dudu entrega a bola pro adversàrio…serà que treinaram direito…

Mas que jogo horroroso! Ao menos vieram os 3 pontos. Agora é partir pra cima do time do projeto de pastor.

Essa partida ta dando sono…. chega a dar tristeza a falta de vontade do nosso time. Parece que ta ganhando de 5×0.

Tem que jogar nas costa de Lucas que tà cansado…..e caprichar mais no ultimo passe…e Dudu coneçar a aparecer…

Quanto ao jogo da manhã, estou ficando louco? No gol de empate dos marsupiais, tive certeza, que no início da jogada, o Rodriguinha agarra o jogador bambi que está protegendo a bola, com as duas mãos, o puxa pelo uniforme e o arremessa pra fora de campo, e o juiz não deu nada… Vi o lance na hora e um replay depois, em ambos é nítido, mas não vi ninguém em lugar nenhum, falando que o gol foi roubado… E foi muuuito roubado (de novo…)!

Que partida horrorosa… Em vez de sentir orgulho time, tô sentindo é vergonha alheia… Infelizmente, 2018 vai ser pra recomeçar tudo de novo, caso contrário, vai terminar o ano, de novo, a ver navios…

Não sou muito dê chororô com arbitragem, mas já tiveram, pelo menos, uns três pênaltis duvidosos a favor do Palmeiras.

Não pode recuar…abriu a porteira……tem matar o jogo….colocaria Borja pra segurar a zaga do flu…

O negócio é ganhar hoje. Não acredito em título mas podemos atrapalhar muito os galináceos. Vamos jogar no entulhão e lá ganhar dessa farsa que está em primeiro.

O cansaço do time do Fluminense é nítido. Isso deve piorar no segundo tempo e aí cabe ao Palmeiras
aproveitar. Moisés tá jogando nada, precisa deixar os atacantes na cara do gol

Não acho que nesse jogo estejamos mal. Fora de casa, está o mínimo que poderia estar.

O problema é que, no nível dos últimos jogos, esse é um jogo até que bom.

É isso sim é um absurdo

Quer exemplo de um jogo macabro, sem criatividade, sem categoria, sem nada? É esse que estamos assistindo.

Ese Fluminense é horroroso e o Palmeiras não joga. Tiriça da po.r.ra.

Acho que o Palmeiras é melhor que o Fluminense, porém, se não tiver determinação e atenção isso de
nada adianta.

Na esperança que, hoje, o Palmeiras apresente um bom futebol, e que a vitória venha como consequência.

Tem que vencer esse jogo de qualquer jeito…Tem que por pressão nos adversários e aí fica mais fácil…

O resultado dessa manhã ajudou o Palmeiras. Agora é a hora do Palmeiras enfim aproveitar e vencer o Fluminense. Confio desconfiando.

Há boatos (para os que adoram isso…) que o Flu vai priorizar a Sula e largar mão do Brasileiro, o que acho perigoso dada a baixa pontuação do time carioca. Aliás, não só perigoso mas, voltando ao tema que já discutimos, uma vergonha. Nenhum clube dito “grande” deve deixar a principal competição do país em segundo plano. Os “marsupiais” estão com a mão na taça, mesmo com uma queda vertiginosa de seu rendimento (vi o Derby no Allianz há dois meses e vi boa parte do jogo de hoje, praticamente com a mesma escalação o futebol era outro), graças a essas “desistências”. Se não ajustarem esse calendário para os próximos anos (e não sei exatamente como fazer isso), a única forma de não esvaziar o BR seria a volta dos mata-matas, e sou contra isso.

O campeonato de pontos corridos, perdidos e principalmente doados pela arbitragem sempre privilegiou o curintia. Na rodada passada gol de mão passou a valer , hoje, recuo de bola do Pablo pro Fracassio; também tá valendo é impressionante como gambas tem simpatia com a arbitragem.

Os comentários estão desativados.