Pós Jogo Palmeiras 1×0 Fluminense: jogou melhor e venceu

O Palmeiras venceu o Fluminense no Maracanã. 1×0. Gol de Egidio, no primeiro tempo.

O Palmeiras foi superior ao adversário. Jogava pelas pontas com Willian e Dudu criando as melhores chances. Moises no meio poderia ter feito mais se caprichasse no último passe. E até mesmo a defesa, com Dracena firme, não causou grandes sustos. E nas poucas chances de gol do Fluminense, Prass estava lá.

Mas o destaque positivo fica pra Egidio. O lateral foi eficiente. Apoiou, jogou com vontade, fez um gol num belo chute de fora da área e ainda bateu nele a bola que no 2o tempo poderia ter sido o empate do Fluminense.

O time melhorou, ganhou 10 dos últimos 12 pontos e vai subir na tabela.
Não encanta? É verdade, não encanta. Mas qual time encanta nesse brasileiro?

Que venha o Santos. E dependendo do resultado desta noite de Grêmio e Bahia, poderemos terminar a próxima rodada na vice-liderança.

Por enquanto eles ainda são os favoritos ao título. Por enquanto….
Saudações Alviverdes!

***

Pré Jogo

O Palmeiras pega o Fluminense no Maracanã. Precisa vencer.

Com o empate no Morumbi, vitória do Palmeiras pode diminuir para 11 pontos a diferença contra o Corinthians.

Com a volta de Willian, Cuca deve deixar Luan, Guerra e Borja na reserva. O time deve ser: Prass, Mayke, Dracena, Juninho e Egidio; Jean, Tchê Tchê e Moisés; Willian, Deyverson e Dudu.

Do lado do Fluminense, o perigo é Henrique Dourado. Artilheiro do brasileiro e ex-atacante do Palmeiras. O time vem de uma classificação no Equador contra a LDU e pode sentir fisicamente.

Retrospectiva

O Palmeiras tem grande vantagem contra os cariocas.
106 jogos
57 vitórias
16 empates
33 derrotas
186 gols pró
151 gols contra

No Maracanã um grande equilíbrio:
37 jogos
15 vitórias
16 derrotas

O Palmeiras não perde do Fluminense desde 2015 e as últimas 7 partidas foram seis vitórias pro Verdão.

Arbitragem

Anderson Daronco será o árbitro.
O Palmeiras tem bom desempenho com esse árbitro em campo.

14 jogos
8 vitórias do Palmeiras
3 empates
3 derrotas

Contra o Fluminense foram dois jogos apitados por esse árbitro e duas vitórias do Palmeiras. Uma no Maracanã e outra no Allianz.

***

É ir pra cima e vencer.
E deixe aqui seu comentário. Este será o post do pós jogo.

Saudações Alviverdes!

81 Comments Added

Join Discussion
  1. O Palmeiras está inaugurando sua primeira escolinha de futebol, voltada para a revelação de talentos a partir de 4 anos. Isso sim é planejamento, é pensar no futuro independentemente das “tias Leilas” e dos presidentes milionários que venham a aparecer na história do clube. Mantendo a esperança utópica, espero que essa garotada seja incentivada a jogar bola por prazer antes de mais nada, deixando obsessões por três pontos e por Mundiais pra mais tarde. Parabéns aos responsáveis pela iniciativa, e que o clube colha frutos para dar (alegrias e títulos) e vender (por bons valores, já que é inevitável).

    • Gustavo Aroni 26/09/2017 | Responder

      Isso. Priorização do bom futebol sempre. Tenho certeza de que se este trabalho for feito com seriedade, padrão e continuidade, fazendo que a molecada aprenda a desenvolver seus dons futebolísticos, no futuro, os três pontos virão como consequência e em mais abundância do que hoje. Atitudes como essa valem mais do que todo o dinheiro, toda estrutura do mundo. Futebol em primeiro lugar!

    • Bianco 26/09/2017 | Responder

      Ué, qual a novidade? Já havíamos explanado muitas vezes aqui mesmo o quanto o Palmeiras vem crescendo nos últimos anos, investindo no profissionalismo administrativo e técnico, bem como na sua estrutura. Como consequência, o protagonismo em todas as áreas do futebol tem vindo naturalmente. Não foi de ontem pra hoje que mudou, só por causa da escolinha. O Allianz Parque foi o pontapé inicial, passou pela administração responsável do último presidente e segue hoje com Avanti, Centro de Excelência, maior patrocínio master, cotas de TV em dia. A escolinha é somente mais um passo rumo à hegemonia do Palmeiras nas próximas décadas.

      • Gustavo Aroni 26/09/2017 | Responder

        A novidade é que uma chance de começar a fazer futebol bem jogado, não esse meia-boca que as cotas de TV, Avanti, Patrocínio Master, vem comprando. Temos a estrutura e não temos futebol. Temos dinheiro e não temos jogador. Pagamos fortunas para um técnico e temos um amontoado em campo. Quem sabe a molecada, aliada a modernidade e planejamento nos treinamentos pode nos trazer de volta o que todo o dinheiro, toda estrutura não está conseguindo trazer: o bom futebol.

        • Mais uma vez brilhante, Gustavo. A intenção do meu comentário foi exatamente essa que você captou, apesar da tentativa inócua de desmerecê-lo e de desviar o foco com papagaiadas do tipo “protagonismo em todas as áreas do futebol” (em que planeta?) e esse blá blá blá corporativo que é repetido como lavagem cerebral feita em atendente de telemarketing (líder nisso, moderno naquilo, maior não sei em quê). Todo e qualquer protagonismo que um clube de futebol almeja precisa começar pelo essencial: formar bons atletas que joguem bem e ter profissionais competentes para cuidar deles. Sem esses alicerces todo o resto que vem depois, inclusive itens importantes como dinheiro e estádio de primeiro mundo, vira castelo de cartas. Pode ser difícil e às vezes até dolorido de aceitar, mas é a realidade.

  2. A gente percebe o atual contexto (pra aproveitar que o termo está na moda por aqui) do futebol brasileiro quando um dos supostos candidatos aos principais títulos da temporada cogita a contratação de Osvaldo de Oliveira praticamente em outubro. E quem tem tudo pra estabelecer uma hegemonia absoluta por anos a fio se limita aos três pontos com 1X0 de hoje e fé na medalhinha pro futuro. Gol da Alemanha.

Leave Your Reply