Categorias
Brasileiro 2017

Pós Jogo Palmeiras 3×1 Atlético GO: jogando simples Verdão faz sua parte

O Palmeiras jogou simples e venceu o Atlético GO por 3×1. Willian, Moisés e Dudu fizeram os gols.

Jogando solto, com Keno atuando como ponta direita e em tarde inspiradíssima, o time de Valentim jogou bem. De forma simples, marcando a saída de bola, e tocando rápidos passes, logo foi envolvendo a defesa do Atlético.

Todas as jogadas de gol saíram pelo lado direito, através de Keno. Principalmente o segundo gol, com lindo passe para Moisés.

Bom (re)começo para Valentim. O time fica no topo de cima e brigando pelo G4.

Saudações Alviverdes!

40 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 3×1 Atlético GO: jogando simples Verdão faz sua parte”

O time do curintia é um time covarde, medroso e retranqueiro. O grêmio não venceu, ontem ,por que só pensa no barcelona de Guayaquil, domingo, diante do Palmeiras vão com o reserva.
O Palmeiras se mostrasse um pouquinho de vontade e futebol tava colado no

Ouvi falar no clube que ofereceram 800 pratas por mês pro cara. Grana demais para um jogador nota 5.

E o Lucas Lima, que dizem cotado a vir pro Palmeiras, não tá jogando nada e a torcida tava pegando no pé dele. Se vier mesmo, espero que não seja outro Michel Bastos.

Não tem jeito. Por pior que os fedidos joguem ninguém chega perto.

Se é esse Santos aí que está entre os gambás e o título, já Elvis. O Palmeiras sem chutão nem casquinha vai acabar sendo vice-campeão por osmose e incompetência generalizada, a mesma que aliás vai salvar (de novo) o Dorival da Série B. Ano que vem o Cuca prometerá o título no Galo, e como não estará na Libertadores pode até ganhar se tivermos outro Brasileirão desprezado como este.

Quem sabe o Valentim consegue um embalo de 8 a 9 vitórias, porque o Itaquerão vai somar de 12 a 15 pontos, no máximo, até o fim do campeonato.

É. Vamos ver se o Valentim vai manter o feijão-com-arroz, sem invenções e bicões, jogando quem deve jogar, tentando jogar bom futebol, para beliscarmos a vaga direta pra Libertadores.

Muitos erros cometidos desde Janeiro/2017 , deu nisso. Nunca foi tão fácil ser bicampeão seguido no campeonato brasileiro como esse , e nós , desperdiçamos a chance mais uma vez.
Eu como torcedor , gostaria que o Alberto Valentim fosse efetivado como treinador e que ele tivesse o apoio e o aval da dona Leila e dos demais que hoje mandam no Palmeiras.
E já poderiam estar conversando sobre 2018 , vendo quem iria ficar e quem iria chegar.
Só que não. O Palmeiras é uma província….
Estou para dizer aqui , que 2019 seja realmente um ano bom para o Palmeiras , porque ao meu ver , 2018 será um ano tão medíocre quanto esse de 2017.

Uma coisa que achei estranho foi que o Keno deu assistência pra 3 gols, mas em todos os 3 ninguém agradece a ele. Nos dois primeiros ele sai dando tapa no próprio peito, e no último com a mão atrás da coxa.

Olha, sei não, hein? Se fose o C.uca no comando, não tenho toda essa certeza de que ganharíamos, ontem, nem pela vitória em si (os malditos necessários três pontos), mas da forma como foi construída a vitória. Com ele, o Keno nem teria jogado, na frente seria o Deyverson.

Ahn, mas isso com certeza. Não seria nem de perto dessa mesma forma.

Mas a vitória viria, ACHO. 1×0 com um gol de rebote. O Atle GO é bem ruim…

Não seria da forma que foi. Podemos não ter recuperado o bom futebol, mas foi ao menos assistível…

Eu concordo que não podemos dizer que essa vitória é do Valentin, até porque ela com certeza viria com o C.uca.

Mas que é obvio a mudança de postura da equipe… isso é.

Pode nao ter nenhuma alteração tatica e nenhum evolução técnica.

Mas colocou o Deyverson no banco e fez o time jogar rapido pelas laterais. Sem chutão pro Deyverson dar de “casquinha”.

Uma baita mudança já.

Não sabemos se resolve. Mas ja me irrita menos.

Eu contrataria o Walter só pra bater pênalti, que golaço.

Pois é, agora imagine se o Vanderlei faz uma khda daquelas no final de um jogo. O Tropeço pode errar o quanto quiser que vai pra Copa, afinal é amiguinho do super treinador da CBF.

O Palmeiras fez boa partida, mas já vejo gente empolgada demais com o Valentim. Não podemos esquecer que enfrentamos o pior time do campeonato. O SCCP perdeu mais uma, o desempenho deles está em queda livre. Só lamento a derrota para o Santos e o empate com o Bahia, hoje – mesmo com os inúmeros tropeços ao longo do campeonato – estaríamos a 6 pontos daquele time e ainda com um confronto direto pela frente. Uma pena.

Concordo e isso precisa ficar bem claro: ganhamos do lanterna, cujo melhor jogador é um gordo. Só que quando acontecia de ganharmos dessas tranqueiras com o ex-treinador na base do qualquercoisabol era um tal de “acredito no Cuca” e “rumo ao deca” por aqui, então sejamos justos: não há motivo para empolgação agora como nunca houve nos últimos meses.

Só sei que não senti saudade alguma do C.uca, hoje. Não teve evolução praticamente alguma, até porque nem teve tempo pra isso, mas já deu pra se notar que melhorou. O Prass tentou não dar bicões, que o time tentou jogar, e não foi só bumba-meu-boi, e que tínhamos outras opções que o teimoso do C.uca nem , sequer, cogitava colocar em campo, como o Keno. Agora, o meio de campo do Palmeiras não é confiável: Bruno Henrique é fraco, Tchê Tchê desconectado e o Moisés lento. Sem falar das laterais. Mas o Palmeiras venceu e convenceu, e o C.uca foi tarde demais.

Com Mayke e Egídio de laterais, não existe time no planeta que consiga praticar bom futebol. Limpeza geral já.

Não precisamos de Mano Menezes.
Precisamos de uma faxina, mandar embora o que não presta e aí sim, gastar com boas contratações.
Valentim é o cara certo na hora certa.
Eu faria um contrato de 2 anos para ele como treinador do Palmeiras.
Não precisamos de Mano.

Eu sinceramente não sei onde vocês estão vendo essa diferença de vontade. Time comeu grama em todos os jogos-chave com o Cuca, raça não faltou. E hoje o time não está correndo mais do que o normal.

Por que torcedor acha que tudo é questão de raça e vontade? É tão difícil enxergar que a marcação está mais encaixada, defesa melhor posicionada, o time troca mais passes, constrói as jogadas com mais qualidade, sem pressa, com paciência, etc.?

Sem dúvida que sem a ansiedade impregnada pelo antigo treinador o time está mais leve, mas você acha que o Corínthians está dez pontos à frente do segundo colocado e com nove dedos na taça pelo time técnico que tem ou por causa da raça e da vontade de seus jogadores? Não se trata de ser APENAS isso, mas sem esses ingredientes as conquistas dificilmente chegam.

E eu não consigo ver tanta evolução em 2 dias…o Cuca caiu na sexta feira. No domingo o time já é outro taticamente? Então o Valentim é melhor que o Tite. Pra mim se trata de boa vontade mesmo. De pensar no coletivo, pensar em achar alguém melhor posicionado ao invés de chutar de qualquer jeito, pensar em recompor pra ajudar o time como um todo. Correr esse time sempre correu, mas boa vontade é diferente de demonstrar apenas vontade.

Nunca faltou vontade, assim como para alguns sempre faltou (e sempre faltará) técnica. Mas quando calça roxa e medalhinha se sobrepõem a uma disposição tática minimamente organizada, a gente vê que não se trata de evolução, mas de fazer o simples, exatamente como faz o líder e virtual campeão. Zagueiro defendendo, volantes distribuindo, meias armando (se bem que nesse quesito ainda estamos longe do ideal) e atacantes atacando. Não vamos ganhar os dez jogos que faltam, mas acredito que poderemos vê-los sem sentir que o ano que vem será perdido.

Não é que mudou da água pro vinho Philipe…não acho que houve tanta evolução e com o Cuca é possível que o time tivesse ganhado também. A questão acho que é o tipo de orientação que o técnico dá. No lugar de “manda um balão pra frente que a gente ganha a segunda bola”, parece que agora os jogadores escutam “vamo botar a bola no chão e chegar no gol dos caras tocando a bola”, por exemplo.

Pelo menos menos os chutões pras casquinhas do Gueiverson parecem ter chegado ao fim, parece…e isso já é uma evolução sim. No mais, boa sorte ao Valentim e vamos torcer pra esse time engrenar e fazer bons jogos assim contra times mais fortes tbm…não dá mais tempo pra título, mas dá pra terminar com um pouco de dignidade esse Campeonato, quem sabe com o vice campeonato, que não significa muita coisa mas pode dar um novo ânimo pra torcida pro ano que vem. Nós Palmeirenses estamos merecendo dias melhores.

Depois que o Cucaiu esses p i l a n t r a s resolveram se empenhar. Se bem que ganhar do lanterna jogando em casa é mais que obrigação.

2-0 jogando com 10, porque o Dudu não entrou em campo. Mas o astral é outro, o Prass já diminuiu com os bicões, já temos atacante partindo pra cima sem medo, um time mais leve, mais solto. Só falta o Moisés entrar em forma (muito lento) e o Tchê Tchê que não consegue marcar ninguém. Fora alguns que não devem continuar no Palmeiras, mas não comprometeram no 1° tempo.

Não houve show nem passeio, mas eficiência e objetividade com organização. Bom futebol dentro do que se pode praticar no país e com jogadores desse nível. É o que a gente sempre pedia, e que para alguns seria impossível. O adversário é fraco e houve falta do Dudu no primeiro gol? Sim, mas o Palmeiras parecia um time e não uma bando de desnorteados em véspera de feriado numa rodoviária. Um único “chutão” do Prass, numa bola recuada meio que na fogueira e que acabou chegando ao atacante palmeirense. Chega de grife, tragam bons laterais, bons atacantes e por favor bons meias, pois se não tivermos “entreguem as taças” em 2018 pelo menos o ano não vai acabar em agosto.

Pra mim esse primeiro tempo está mostrando exatamente o que eu já pensava sobre esse time. Não tem craques, mas tem jogadores com potencial pra mostrar um futebol bem melhor do que vinha apresentando. Com a troca do técnico que não deixou ninguém dentro do elenco triste, veio aquela vontade que não se via antes . Basta saber se isso dura só esse primeiro tempo, alguns jogos ou até o fim do ano. Eu sinceramente não confio nada nesses jogadores, e se ideias diferentes de um treinador são suficientes pra fazê-los tirar o pé e praticamente boicotar o trabalho do mesmo, qualquer outro motivo tbm será suficiente pra fazer o mesmo. Vamos aguardar até onde vai esse novo clima.

É verdade, não dá pra confiar em muitos desses jogadores, mas pelo menos agora eles sabem que só depende deles e não mais do horóscopo ou da fase da lua entrar em campo e jogar. Melhora um pouco, mas ainda precisamos de uma boa limpeza pra 2018.

Atenção: Não precisamos de Mano.
Valentim é o cara certo no momento certo.
Que seja gasto o dinheiro em bons jogadores.
Não precisamos de Mano Menezes.
Valentim merece ficar como treinador.

Meu deus, tem mais futebol nesses 20 minutos de Valentim do que toda a última passagem do Cuca. Com o mesmo esquema do BAP, 4-1-4-1. Menos faltas, mais passes, mais posse de bola. Agora estamos no caminho certo.

Os comentários estão desativados.