Categorias
Notícias

Palmeiras pega Atlético GO com Valentim no comando

 

Alberto Valentim está no Palmeiras desde 2014. Teve uma breve passagem no Red Bull esse ano (saiu após a vinda de Eduardo Babtista).

É a quinta vez que assumirá interinamente o comando técnico do Palmeiras. Entre 2014 e 2016 também dirigiu o time. Nesse período foram 10 jogos, com 6 vitórias, 1 empate e 3 derrotas.

março, 2016
São Paulo-SP (Pacaembu) 2×0

junho, 2015
Fluminense-RJ (Allianz) 2×1

setembro, 2014
Atlético-MG (Independência) 0x2

entre abril e maio de 2014
Grêmio-RS (Caxias) 0x0
Botafogo-RJ (Presidente Prudente) 0x2
Chapecoense-SC (Arena Condá) 0x2
Figueirense-SC (Fonte Luminosa) 1×0
Vitória-BA (Pituaçu) 1×0
Sampaio Corrêa-MA (Pacaembu) 3×0
Goiás-GO (Pacaembu) 2×0

Contra o Atlético GO neste domingo Valentim não deverá ter vida fácil. O time goianiense está na Z4, é verdade, mas no 2o turno tem o 3o melhor desempenho. Em 8 jogos fez 14 pontos (58% de aproveitamento). Em casa, fez 4 pontos em 3 jogos: venceu o Coritiba, empatou com o Bahia e perdeu do Cruzeiro. O treinador João Paulo Sanches – comanda o time há 13 jogos – vem fazendo um excelente trabalho de recuperação.

Ou seja, Valentim, como das outras vezes, entra como interino sem pegar moleza. Pelo menos foi assim em 2014 (Atlético MG), 2015 (Fluminense) e 2016 (SPFC).

Deste vez deverá ter uma sequência até o final do Brasileiro. Quem sabe…
Toda sorte a Valentim.

13 respostas em “Palmeiras pega Atlético GO com Valentim no comando”

Moisés fez uma grande temporada ano passado, mas é jogador superestimado. Volante muito bom dentro de um time bem arrumado e entrosado, fora isso não tem nada de excepcional. Jamais pode ser um “dez”, e não se trata de “grife”.

Exatamente, ou ele joga de segundo volante, mas nunca para armar o jogo, já que ele é lento, pesadão e tecnicamente regular. Nessa posição de meia poderia dar uma continuidade ao M.Bastos, que é mais qualificado que ele, para ver o que acontece

To achando que hj é dia do Valtão mostrar pro Gueiverson e pro preguiçoso do Borja como se faz gol.

Vartão quase sempre deixa o dele contra nós, mas o Valentim não vai escalar o Deyverson. Já ganhou (mais ainda) meu respeito por isso, pelo menos sabe a diferença entre um jogador de futebol e um pé de jabuticaba.

To achando que hj é dia do Valtao mostrar pro gayverson e pro bost@ do Borja como se faz gol.

Uma equipe de futebol pra trocar de treinador 2 vezes no ano , alguma coisa deu errado, contrações equivocadas: Luan, Geyverson, Juninho, Mayke, Borja .Mostra que o elenco é de Perebas.
Quem contratou Borja foi a galerinha do Twitter, uma bomba de 38 milhões.

O pi.lo.to teve seis treinadores (Kleina, Gareca, Dorival, Oswaldinho, Marcelo e Cuca, fora o Valentim sempre interinamente) durante seus quatro anos de mandato (na verdade, todas as cinco demissões ocorreram num espaço de aproximadamente 22 meses, entre maio/14 e março/16) e muitos choram de saudades da sua gestão maravilhosa. O Palmeiras não tem filosofia de trabalho há muitos anos, como diz o Gustavo Aroni querem passar da página 3 para a 200 queimando etapas e estranhando quando a coisa não dá certo.

Torço pelo Valentim. Mas é certo que não ficará, mesmo que tenha bom desempenho. O treinador deverá ser o Mano. A obsessão pela Libertadores e o Mundial é tão grande que, acredito, farão muitas loucuras em 2018. Eu já disse uma vez: prefiro ser campeão brasileiro do que da libertadores sem o consequente título mundial. Cuca pediu para ser demitido sexta-feira 13? Ou é coincidência?

Concordo quanto ao título brasileiro e tenho certeza de que a saída numa sexta-feira 13 após o dia da Padroeira não foi coincidência.

Os comentários estão desativados.