Categorias
Opinião

Quando perder e vencer não são bons ensinamentos

Por Vicente Criscio

Ganhar e perder no futebol é parte do processo. Além do caráter didático pra mente é muito bom pra alma. Mesmo quando perdemos. Aprendemos a lidar com as frustrações. E quando fazemos um bom diagnóstico nos ajuda a nos prepararmos melhor pro próximo desafio.
Infelizmente pro futebol brasileiro ontem perdeu-se uma enorme oportunidade de um bom aprendizado.
O time do Palmeiras perdeu – se é que perdeu mesmo – o título brasileiro de 2017 porque contratou mal, porque se planejou mal (duas trocas de treinadores no ano) e porque priorizou Libertadores em detrimento do Brasileiro. Ponto.
E apesar de todos os erros ainds tinha chances de crescer e buscar a liderança. E nessa hora foi prejudicado violentamente pela arbitragem em dois jogos: Héber Roberto Lopes não validou um gol contra o Cruzeiro que mudaria a história do jogo. E a arbitragem de Anderson Daronco e do seu bandeira influenciaram diretamente no resultado da partida. Quando validaram um gol em completo impedimento. E quando rasgaram a regra e não expulsaram Gabriel. Isso porque o ético Jô deveria ter tomado cartão amarelo contra a Ponte Preta e não jogado neste domingo pela suspensão que iria sofrer.
Contra esse tipo de violência não há aprendizado positivo. Pro vencedor fica a impressão que o “crime compensa”. E dão risada. Pro perdedor fica a sensação que precisaria usar das mesmas armas. Péssimo sentimento.
Mas o que mais surpreende no dia de hoje é que a imprensa de maneira geral ignora todos os fatos. Atitude bem diferente que teve nos raros momentos em que o Corinthians foi prejudicado.
Então nessa 2ª feira nublada e feia como o futebol brasileiro fico pensando no banco de trás de um 99 uma explicação pra sermos tão apaixonados por um esporte que movimenta bilhões mas continua à mercê de vigarices de toda ordem. Das arbitragens que na hora certa sempre erram a favor dos mesmos e contra os mais bobinhos. Dos tribunais esportivos que há tempos olham a cor da camisa e das tranças pra absolver ou punir. E da imprensa. Que na verdade joga o jogo da conveniência e da audiência.
Essa é a mesma imprensa que fingiu que os estádios para a Copa estavam sendo construídos de forma lícita. E hoje parece envergonhada quando é quase obrigada a falar do escândalo do estádio que abrigou a partida de ontem. A mesma imprensa que fingiu que tudo corria dentro dos conformes no Maracanã, no Mané Garrincha ou nas Olimpíadas. E hoje mostra indignada delações e esquemas envolvendo o governador preso. A mesma imprensa que tratou o zagueiro Rodrigo Caio como símbolo da ética e foi buscar – vejam vocês – a opinião do atacante Jô no programa Bem Amigos. Mas não tem coragem de expor o mesmo atacante pelo gol de mão, pelo chute sem bola no jogador pontepretano. Jogo limpo (era esse o mote?) clamava o apresentador Ivan Moré. Cadê essa conversinha agora?
Alguns nessa hora dizem que 7×1 foi pouco. Não faço torcida contra a seleção brasileira. Mas quem sabe alguns outros 7×1 não façam emergir uma outra elite de jornalistas que seja menos hipócrita e mais imparcial. Quem sabe não surja uma elite de dirigentes menos viciada e que enxergue o futebol como algo a ser tratado de forma séria. Afinal são alguns bilhões de reais que patrocinadores enfiam no futebol. Pra quê? Pra tudo ser decidido por um bandeira míope ou medroso? Por um árbitro que não quer desafiar o status quo?
E quanto aos dirigentes do Palmeiras está na hora de exigir nos bastidores o respeito que nossa camisa centenária, vitoriosa e representada por mais de 16 milhões de brasileiro merece. Aqui ninguém quer ser ajudado. Basta não sermos prejudicados. E isso se faz ANTES dos “acidentes previsíveis”.
Enfim, hoje e amanhã e a semana toda a imprensa vai enaltecer a raça, o mosaico, o virtual campeão. Para alguns a sensação que vale tudo pra ser campeão. Pra outros a sensação de impotência.
Enquanto isso algum garoto brasileiro nesse momento está comprando a camiseta do Real Madrid. E será um ponto a menos na audiência do derby de daqui a alguns anos.
Segue o jogo.

23 respostas em “Quando perder e vencer não são bons ensinamentos”

Assino embaixo.

A história do Palmeiras é marcada por vitórias com honra e superação. Os ídolos do Palmeiras são em sua maioria, pessoas de bom caráter. Eu não me orgulharia de ter um Neto ou um Marcelinho Carioca como ídolo. Eu não me orgulharia de ter um estádio surrupiado do dinheiro do povo porque o presidente do clube e o da República eram dois mafiosos. Ainda sou daqueles que prefere a derrota honrada à vitórias “nos bastidores sujos e pré definidas”.
O futebol deveria ser o espelho de uma sociedade honrada. Não é.

VICENTE, HA DUAS FACES NESTA MOEDA CHAMADA FUTEBOL, QUEM MANIPULA E QUEM É MANIPULADO, HOJE A SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, POSSUI POLITICAMENTE UMA FRAGILIDADE CONSTANTE, AUSÊNCIA DE ESTRUTURA PROFISSIONAL, E PLANEJAMENTO PRÉVIO , QUE RESULTOU NAS QUEDAS EM QUATRO DISPUTAS , QUE DEIXAM CLARO A INEFICIÊNCIA E COMODISMO, NOS LOUROS ALHEIOS, EU E VOCÊ FOMOS CRÍTICOS NA ULTIMA GESTÃO, POIS A SOBERBA DA PRESIDÊNCIA , TRAZIA O LIMITE QUE ESTARÍAMOS DEITADOS APOS SUA SAÍDA, AFINAL QUAL FOI A EVOLUÇÃO QUE ESTA DESIGNADA ? QUAIS SÃO OS PASSOS QUE SEGUIREMOS EM 2018, PARA OBTERMOS A RETOMADA DOS ÊXITOS ? AS RECEITAS ESTÃO SENDO BEM EMPREGADAS, O DESPERDÍCIO , QUE VOCÊ DESTACOU EM ELEVADO NÚMEROS DE MEDÍOCRES JOGADORES CONTINUARA , POR TEMPO “INDETERMINADO´´? AS RESPOSTAS SÃO SIMPLES , MAS QUEM AS RESPONDERA , DE ACORDO COM O TEMPO E EFICIÊNCIA ? ESTE É O DETALHE DA ORGANIZAÇÃO, DO PLANEJAMENTO , DA ESTRATEGIA E RESULTADO ESPERADO , O RESTO CARO AMIGO É A MESMA CONVERSA QUE OUVIMOS HA 40 ANOS NAS ALAMEDAS DO VELHO E NOVO PALESTRA ITÁLIA !

Acabei de receber agora a noite por volta das 21:00 horas.
Através de um amigo do meu primo que trabalha na rede globo de sp
“A rede globo bancou o felipe massa na f1 esse ano porque ele havia anunciado a aposentadoria e a globo havia comprado os direitos de transmissão.
E que no campeonato brasileiro deste ano , desde o inicio que o time da marginal (curintia) seria e será o campeão.”
Ou seja , cartas marcadas e nós aqui discutindo isso….

Então, a Globo combinou com a Chapecoense pra ganhar duas vezes do Palmeiras? Deixou tudo acertado pra que o Bahia fosse buscar o empate perdendo por 2×0? Exigiu que o Cuca “treinasse” o time pra fazer 42 cruzamentos errados pra área do Santos, que só deu um ataque e venceu o jogo? Mandou mala branca (e talvez preta, marrom, cor-de-rosa…) pro Jean perder pênalti, o Prass falhar e o SPFC nos derrotar no Panetone? Ameaçou de rebaixamento via STJD o Atlético PR, que veio aqui e ganhou com gol de Thiago Heleno? Será que foi a Globo que mandou vídeos de todos os pênaltis que o Palmeiras bateu nos últimos cinco anos pro Vítor do Galo assistir e estudar, assim ele conseguiu pegar “milagrosamente” dois em duas partidas diferentes, que nos custaram quatro pontos? Olha, não duvido que o amigo do seu primo seja uma pessoa muito bem informada e intencionada, mas o fato é que o ser humano, por natureza, teima em procurar respostas difíceis pras perguntas mais simples da vida. E no exemplo em questão, a resposta para “Por que perdemos o Campeonato Brasileiro?” me parece um óbvio “Porque faltou competência, planejamento e, na maior parte do tempo, futebol”.

Eu penso que apesar da roubalheira de ontem, e outras anteriores, quando se tem um um time/elenco com jogadores de qualidade, e técnico que não inventa, não tem arbitragem, rgt ou stjd que atrapalhe. Ess ano falta qualidade, falta futebol.

Sim, é por ai mesmo. Fomos roubados em alguma das derrotas para a Chapecoense? Contra o SPFC no Morumbi? Contra o Atlético PR ou o Santos, em casa? No empate contra o Bahia? Só aí são 17 pontos jogados na lata do lixo. O aluno passou de fevereiro a outubro namorando, fumando baseado e faltando em 75% das aulas, aí tem uma chance na prova final de novembro (com conteúdo do ano inteiro), vai mal, culpa o professor pela reprovação e ainda por cima leva a mãe na escola pra brigar com o diretor. Como a gente sabe que não vai mudar a roubalheira no futebol, temos que mudar nossos métodos pra combater isso. Não roubando mais, mas jogando mais e melhor que os outros.

Uma situação não anula a outra. Concordo que o Palmeiras perdeu muitos pontos por pura incompetência, mas o fato de que aquele clube pela milésima vez está sendo favorecido nos momentos decisivos não pode ser deixado por isso mesmo. O Palmeiras tem que reclamar com muita veemência na CBF e exigir uma “geladeira” para o Daronco e que essa “geladeira” seja uma claro recado para todos os árbitros de que prejudicar o Palmeiras terá consequências e será também um recado geral (aos cubes e à imprensa) de que o Palmeiras tem forte influência nos bastidores. É isso o que eu espero do Galiotte, seria isso o que eu faria no lugar dele. Mas não tenho muita esperança

Vicente, entendo perfeitamente a sensação de “impotência” diante de tudo o que aconteceu, apesar de insistir que a nossa situação no campeonato é essa por nossa culpa. Mas imagine o seguinte cenário para janeiro de 2019: Andres de volta à presidência do rival, Lula de volta à Presidência da República (dividas do Itaquerão perdoadas, clube voltando a fazer investimentos pesados), possível retorno de Tite após fracasso na Seleção, Paulo Nobre de volta à presidência do Palmeiras (clube “andando com as próprias pernas”, já que nessa situação a Crefisa vai embora). O que hoje está ruim pode piorar, e muito. Não é teoria de conspiração, apenas um vaticínio.

Com relação à arbitragem deveríamos ter feito como o cartola do Grêmio, ou seja, antes da partida ter chutado o balde sobre a escolha do juiz, com isso o cidadão se viu obrigado a apitar de maneira impecável o jogo do Grêmio contra os gambás. Tivéssemos feito isso durante a semana o juiz teria tido uma postura diferente, mas não, temos um presidente que não nasceu para o futebol, e sim para comandar um time de Pólo. Segue o jogo, infelizmente.

O Palmeiras é um excelente lugar para “trabalhar”
Não existe cobrança no jogador.
O jogador recebe muito dinheiro e não é dedicado , não tem compromisso com o clube
O jogador que joga no Palmeiras não está nem ai para o clube e muito menos para a torcida
O Presidente do Palmeiras é um fantoche ! O gerente de futebol então….Só pensa em beber whisky.
Que 2018 seja diferente , mas não vejo perspectivas.

O Palmeiras foi prejudicado, ontem, a detentora dos direitos de transmissão do campeonato, só foi mostra o lance do impedimento de 1 metro só no intervalo. O Palmeiras a partir de 2019 fechou com o grupo americano de TV Turner, será que é por causa disso que o Palmeiras esta sempre sendo prejudicado pelo canal câncer do País. Palmeiras, Inter , santos, grêmio, bahia, botofago poderiam formar uma liga pra acabar com o favorecimento de TV a marginais e mulambos.

Disse tudo Vicente. Agora não adianta nosso “presidente” bonzinho ir reclamar na maldita CBF, isso se o guru dele deixar (Mustaphá). Será que não temos no sub-11 um lateral esquerdo e um zagueiro??? Porque o aprendiz de técnico colocou o Guedes, esse cara quer ir embora, que vá com Deus. Porque não colocou o Thiago no lugar desse B Henrique? Na minha opinião ontem era jogo para o Felipão, pelo menos cobraria amor a camisa. Quem sabe o Abelão não dá jeito no time no ano que vem.

O texto diz tudo, concordo plenamente. Dado o histórico de roubalheira (dentro e fora do campo) do SCCP, a nossa diretoria – a começar do presidente – errou imensamente ao não agir nos bastidores antes – como diz o texto – dos jogos. O Galiotte está sendo um bananão!

Grande texto.
Realmente fico pensando como somos idiotas em gastarmos nosso tempo, nosso dinheiro e nossa saúde emocional em um jogo de cartas marcadas. O futebol brasileiro é apenas um reflexo do nosso comportamento como povo, cujo maior espelho está em Brasília.
O time da mídia quase sempre ganha com ajuda externa (há raras exceções). Ganha jogos, ganha campeonatos, ganha estádio… sempre com a ajuda de alguém.
E hoje, quando a gambazada me liga ou manda mensagens enchendo o meu saco, pela vitória roubada de ontem, porque o “palmeiras não tem mundial”, eu só respondo o seguinte:
– Vocês vão pagar o estádio construído com nosso dinheiro público, ou vão ROUBAR ISSO TAMBÉM?

Agora, que esse time de 2017 é um timinho bem sem vergonha, isso é viu…ainda revoltado principalmente com o Egídio. Que cara vacilão, que cara desatento, parece um retardado mental q não sabe pra onde correr. Se eu jogasse com ele acho que não me aguentaria de tanta raiva e dava uns tapas na orelha dele dentro de campo mesmo. Não é possível essa tara do Palmeiras com laterais esquerdos tão ruins. Não sou tão velho, por isso só me lembro de 2 laterais esquerdos a altura da SEP , Júnior e Roberto Carlos. De resto só vi pereba como Egídio, Misso, Rovilson, Gerley, Chiquinho, Leandro bochecha, Juninho Pampers, etc..etc..etc…pelo amor de Deus…será que um dia os caras vão conseguir acertar as laterais?? Pq na direita é a mesma coisa!

Excelente texto mesmo. Concordo com tudo! Nenhum Palmeirense em sã consciência dirá que perdemos o campeonato por causa da arbitragem. Temos mais de um milhão de erros , mas os “erros” de arbitragem no nomento mais crucial do campeonato não pode ser ignorado. Contra Cruzeiro e Corinthians fomos prejudicados sim. Se tudo ocorresse de maneira normal, hj estaríamos a 3 pontos deles e o campeonato ainda estaria aberto. De tudo o que foi dito no texto , o que mais me enoja é a conivência da imprensa. É a hipocrisia no seu mais alto grau. Analisam de uma forma pra uns e de forma totalmente distinta pra outros. É por causa de Ivan Moré e CIA que eu , ao contrário do Vicente, torço e torço muito pra selenike se lascar sempre. Nunca torci contra a seleção, mas depois que começaram as obras pra copa 2014 e aquele time nojento ganhou um estádio de presente com o dinheiro dos nossos impostos, eu torço demais pra seleção tomar 7, 8, 9, 10….até que chegue um dia que alguém tenha coragem de limpar toda essa sujeira. Acho que esse dia nunca vai chegar, não acredito nisso., Por isso o Palmeiras mais do que nunca precisa ter a consciência de que caminha somente com suas próprias pernas ( o que é o correto ) e precisa fazer tudo direito se quiser ser forte e competir com os times da imprensa e da CBF.

Outra coisa: ninguém vai em cima do juíz, ninguém cobra, pressiona!!! pq argentinos e uruguaios ganham diversos torneios? Pq pressionam!!!! Cobram arbitragem!!!! Falta ação da diretoria de ir pra cima da CBF e exigir respeito ao Palmeiras!!!!

Se o dudu empurrou o zagueiro como a globo induziu colocando o lance mil vezes com lupa o Rodriguinho fez o msm com o edu dracena….seja menos inoxente e abobalhado….jogar bem ou mal nao da ondireito de arbitro decidir o jogo a favor do time petralha nao seja menos idiotizado e exergue o problema alem daquilo q te vendem nos enlatados….apenas em título de comparação tu cita 1 lance do dudu….so ontem foram 4 erros absurdos resultando em 3 gol irregulares e uma NAO expulsao….fora onjogo passado um gol legítimo mal anulado….ACHO Q TA BEM PROPORCIONAL….e por causa de torcedor frouxo de bosta q nos roubam jogo apos jogo seja torcedor gourmet aejam aqueles q gerem o clube….passar pano pra arbitragem q nos tira o campeonato e entrega pro cbf team e nojento

O Dudu faz falta e a culpa é da Globo? Quem está sendo abobalhado e idiotizado nessa história? Uma das maiores idiotices que existem é fanatismo cego, em qualquer segmento, isso só leva á intolerância. Queremos que as coisas aconteçam de forma limpa e transparente no futebol, sempre e para todos os clubes, sem “leis de compensação”. Achar que tudo é sempre manipulado beira a esquizofrenia, quem acredita nisso e perde tempo torcendo pelos times “perseguidos” precisa de tratamento. Que dá raiva de tudo que aconteceu, dá, mas se tivéssemos feito nossa parte (jogar bom futebol e vencer partidas consideradas “acessíveis” dentro do contexto nacional de hoje) estaríamos na frente mesmo com os Hebers e Daroncos da vida.

Achei o texto ótimo, mas não dá pra colocar tudo na conta da arbitragem. Ontem fomos prejudicados, mas também já fomos ajudados também. Duas rodadas atrás todos vimos o Dudu empurrando o zagueiro do Atlet GO no gol do Palmeiras, mas deixamos passar. Onde estava nossa luta pela verdade nesse momento? Esse ano foi uma sucessão de erros no Palmeiras que culminou com o fim patético ontem. Péssimas contratações, Presidente omisso, jogadores nutela. Ontem o Palmeiras foi um time mole. Não deu em nenhum momento a importância que o jogo tinha, e nem vou lembrar que perdemos da Chapecoense com jet leg em pleno Allianz!,,,

Desculpe Marcos, mas somos muito mais prejudicados que auxiliados!!! O erro contra o Cruzeiro e ontem nos daria ao menos estar apenas 3 pontos do Corinthians!!! Concordo em tudo com o texto do Vicente e estava comentando isso ontem quando era vitima da zoeira dos gambás: como podem cobrar políticos, governantes e outros, se ficam vangloriando uma vitória na mão grande????
Já a “imprencinha”, é ridícula, e você disse tudo Vicente: já ouvi ontem de um comentaristazinho escroto da Fox que o culpado do gol impedido foi o Egidio, ou seja, se ele tivesse acompanhado o “Munhoz piorado” o gol seria legítimo!!!
Aí eu me pergunto: como seria a reação se fosse 1×0 pra nós com um gol impedido ou mesmo de um penalti como o do Jô????? Será que a analise seria a mesma??? Será que se tivessem anulado o gol, a RGT não passaria n hora o replay????? Pq será que só passaram no intervalo??????? Pq hein???????? Precisa de resposta?????

Quero uma caneta virtual pra assinar embaixo de TUDO o que você escreveu. Parabéns pela lucidez, mas não vai demorar para algum dos habitantes do País das Maravilhas (onde o Palmeiras é soberano, imbatível e hegemônico) mandar você correr pra av. Paulista com a bandeira do rival na mão. O texto do Vicente, pra variar, também é ótimo, e resume bem a sensação que o palmeirense tem nesta segunda-feira plúmbea. É claro que não se pode negar a influência de fatores externos, mas será que eles não existiram nas nossas últimas conquistas? Ainda assim, não superamos esses obstáculos? Aprender a ganhar é muito mais difícil que saber perder. Não jogamos fora o campeonato (e, de resto, a temporada) ontem, mas no momento em que algumas escolhas foram feitas lá em dezembro e janeiro, o resto foi só consequência. No dia em que tivermos gente competente de verdade em todo esse processo de plantio e colheita, os Hebers e Daroncos da vida serão apenas ervas daninhas. Dói e dói muito, mas são os fatos.

Os comentários estão desativados.