Palmeiras 0x3 Atlético PR: fechando o ano

O Palmeiras perdeu para o Atlético PR em Curitiba por 0x3. Jogo ruim do Palmeiras que poderia ter tomado mais gols não fosse Fernando Prass.

Mesmo com a derrota o Palmeiras terminou o Brasileiro com o vice-campeonato. Muito mais pelo demérito dos outros do que por seus méritos. Mas fica o gosto amargo que esse título não era difícil de buscar.

Que sirva pelo menos para aprender com os erros. Planejamento errado, treinadores errados, contratações erradas. Muito dinheiro gasto e pouca qualidade.

Agora é pensar em 2018.
Saudações Alviverdes!

***

266 Comments Added

Join Discussion
  1. Cássio Andrade 16/12/2017 | Responder

    Barrios foi muito útil ao Grêmio no ano, mas nos últimos dois meses é um a menos.

    • Como, aliás, já era um a menos por aqui, apesar de ter sido útil na CB 2015. Uma coisa é um jogador render mais num esquema que o favoreça, outra é ser considerado craque ou cabeça de bagre de acordo com a camisa que veste.

    • Leu 17/12/2017 | Responder

      Já foi dispensado pelo Grêmio.

  2. Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

    Car.al.ho! Aposto que não assistiram meia dúzia dos jogos do Scarpa e ficam idolatrando o cara. Pra mim, um bom jogador e só. Mas não daria nunca três jogadores por ele. Eu sou mais o Róger Guedes.

    • Felippe 15/12/2017 | Responder

      Palavras de Gustavo Aroni “Olha, tô pra dizer que esse Romarinho coringuento dos inf.ernos joga mais que o Scarpa e o Lucas Lima.” Grande opinião . Falar mais o quê?

      • Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

        Minha opinião. Joga mais, corre mais e decide mais que os dois. Empata com o Lucas Lima em zoar o Palmeiras pelas redes sociais. E o Scarpa enquanto isso dorme.

  3. Felippe 15/12/2017 | Responder

    Respeito todos os jogadores, tirando a paixão, eles são empregados e até pai de famílias. PONTO, ninguém quer o mal de nenhum jogador do Palmeiras, apenas queremos jogadores melhores. Eu acho que cada um deva seguir seu caminho. Não esqueçamos que eles ganham super bem ( mérito deles), mas agora como torcedor do Palmeiras queremos o melhor para nós “time”, Scarpa é essencial, se é craque não sei, mas pelo amor de deus não deixe ele ir para gambás ou bambi. Espero ter sido dessa vez esclarecedor. Observação nosso grande zagueiro Antonio Carlos da poderosa Ponte Preta renovou o contrato só pq os bambis o queriam.

    • Palavras do Felippe: “Scarpa é essencial”. Foi essencial no Flu pra evitar a degola, será que é isso? Sabe em que time jogava em 2015? No “poderoso” Audax. Grande opinião, falar mais o quê?

  4. Philipe Frois 15/12/2017 | Responder

    E ainda tem mais gente pra ir heim…Bruno Henrique, Jean , Fabiano, Thiago Santos kkkk….tem bastante gente pra fazer troco kkkkk

  5. Philipe Frois 15/12/2017 | Responder

    Eu nem acho o Scarpa tudo isso não, apenas um bom jogador e que sabe bater umas faltinhas, coisa que é raro hj em dia. Mas acho que deveria trazê-lo por se tratar de um fato novo, tem a possibilidade de dar certo, sinceramente acho que daria. Já Guerra, Veiga, Bastos, Deyverson etc já ta na cara que não deram certo aqui nem vão dar . Por mim poderia dar todos eles pro Flu e ainda um brinde que seria o Luan zagueiro kkk…que é um zagueirinho de condomínio kkk…ruim e mole pra kcte . Diminuiria esse elenco inchado que temos hj e traria um jogador realmente com potencial pra jogar do lado do Lucas Lima. Essa é minha opinião.

    • Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

      Quem chora por taças são vocês. Eu choro por bom futebol, e isso o Scarpa não pode proporcionar

    • Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

      Dar o Guerra tudo bem. Agora (sei que você não disse isso), não daria Roger Guedes, Hyoran e +1 jogador + dinheiro por ele. Nem a pau!

  6. Philipe Frois 15/12/2017 | Responder

    Se a diretoria não conseguir convencer o Roger Guedes ir pro Flu, manda o Guerra que é um podre e mais uns 2 . Ta cheio de jogador meia boca mesmo no clube e com Moisés , Lucas lima e Scarpa se vier aí que esses meia bocas não vão jogar nunca mesmo. Qto ao Roger Guedes deixa só treinando e não relaciona pra nenhuma partida o ano inteiro. Faz esse cara sumir do mapa. Já que dinheiro não é problema pro Palmeiras não vai fazer tanta diferença se deixar o cara encostado.

    • Paraíba 15/12/2017 | Responder

      Já tem 3 canhotos no elenco : Rafael Veiga, Michel Ba$tos e o recém contratado Lucas Tolima, não precisa do Scarpa. Precisa contratar um fazedor de gols, só tem o William e o Keno, o resto… deixa pra lá.

      • Felippe 15/12/2017 | Responder

        Só porque Rafael Veiga (lixo) e Michele Basto (refugo das bambis) chuta com o pé esquerdo não vamos trazer o Scarpa? Me fala um cobrador de faltas desse milionário elenco do Palmeiras? Me fala quem foi que deu mais passes para gol no Brasileiro de 2017 e quantos foram? Vou tentar explicar pq quero o Scarpa, Guerra 32 anos e canela de vidro, pífio 2017, Veiga e Hyoran sem comentários, Moisés foi o maior lixo nesse Br 2017, o de 2016 jogou muito bem, Dudu é uma incógnita , tem partidas que some em campo. Linha de frente seria Scarpa, L.Lima, Dudu e Borja e como diria os Avantis “Tragam as taças”, desculpe pela piadinha.

        • Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

          Eu não sei não. Essa linha de frente aí não me empolga nem um pouco. Se for com isso aí, vai passar carão já no Paulista. Coitado do Roger Axe, será decaptado antes do inverno !

          • Felippe 15/12/2017 | Responder

            Bom para você é Dyeverson, Bigode, R.Guedes, Erick, Keno e………Passar carão já passamos com a macaquinha (rebaixada Brasileiro) no Paulista 2017, ou você simplesmente esqueceu? Três a zero não é só carão, é humilhação. Se o Scarpa for para os gambás, aí , aí, aí……..prefiro ele aqui mesmo que seja banco.

            • Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

              Tá mais preocupado com os gambás que com o Palmeiras. Agora seremos reféns do Scarpa. Era só o que me faltava. E todos esses que você citou aí não são meias.

            • Scarpa com seus “gols de falta” (quantos?) e passes precisos levou o Flu pra onde, mesmo? Será que precisa desenhar?

        • Paraíba 15/12/2017 | Responder

          Felippe, escalar Lucas Lima e Scarpa juntos no mesmo time? Impossível, e os 2 volantes, vai ter que tirar o Dudu ou Keno .

    • Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

      Eu acho que se trocar só o Veiga pelo Scarpa, o Flu deve ainda nos voltar uma moeda.

      • Felippe 15/12/2017 | Responder

        É você e a torcida dos gambás torcendo para Scarpa não vir. Esquisito isso né?

        • Gustavo Aroni 15/12/2017 | Responder

          Scarpa é um jogador normal. Caro demais pelo pouco que joga. Não vai mudar nada.

          • Felippe 16/12/2017 | Responder

            Barato é Felipe Melo, Borja, Guerra, Luan……….Bom não vou mais falar de Scarpa, o tempo dirá quem esta certo. Espero não ter em algum momento ti ofendido. Fique na paz.

            • Gustavo Aroni 16/12/2017 | Responder

              Sempre estive em paz. Esses são exemplos para não trazermos mais jogadores normais pagando fortunas, sem analisar direito. Jogando no Brasil, o único na posição que está acima é o Hernanes. O Thiago Neves e o tal do Zé Rafael jogaram mais que o Scarpa. O “lixo” do Rafael Veiga, que nem teve quase oportunidade, e não custou uma fortuna, se bobear é igual ao Scarpa.

            • Gustavo Aroni 16/12/2017 | Responder

              O tempo dirá e se o Scarpa arrebentar, aqui ou em outro lugar do planeta, terei a humildade de me redimir, como muitos aqui não fazem quando erram, e metem a culpa na arbitragem, stjd, globo e apostas.

              • Enquanto torcedores ficam discutindo por jogadores meia-boca, chamando de “gambás” quem não concordar com eles (argumento mais original, impossível…), o Palmeiras apresenta time e técnico diferentes a cada ano, sem sequência de trabalho, padrão tático ou qualidade minimamente aceitável de futebol. Depois ficam criando mil teorias de perseguição sistemática pra justificar a inconpetência que esteve na cara o tempo todo.

  7. Felippe 15/12/2017 | Responder

    Roger Guedes faz docinho e não quer ir para o Flôr, agora eu quero ver se temos diretoria mesmo.

      • Não foi porque o Flu não garante pagar salários em dia no ano que vem, daí o Palmeiras (que para alguns é a Casa da Mãe Joana só porque hoje está com dinheiro) teria que arcar com esses custos e ainda com os do Scarpa, que não devem ser baixos. Quero ver nego que fala em “docinho” trabalhar sem garantia de receber salários só por “amor à empresa”…

  8. Não sei de onde o povo tira que nossa torcida é “diferenciada”, o que eu mais leio em blogs do Palmeiras é um tal de “se fosse torcedor do time X ou Y, estaria feliz, mas aqui, só cornetam”, pra pessoa afirmar isso, ela provalvemente nunca se deu ao trabalho de entrar em blogs e bate papos de outras torcidas “pra espiar”, todas torcidas são EXATAMENTE IGUAIS, sempre tem os amargos, os alegrinhos, os em cima do muro, etc… pessoal acha que o Palmeirense tem um Q especial no DNA, quando na verdade é tudo gente, e assim sendo, certos comportamentos são esperados e inevitáveis. Sim, há diferenças no sentido “sazonal”, “financeiro”, “assiduidade”, mas isso não tem a ver com ser mais ou menos corneta, apenas que certas torcidas tem um percentual maior ou menor de pessoas que realmente acompanham, e “consomem” tudo referente ao time.

    Uma das frases mais esdruxulas é o tal do “se contrata o cara, a torcida chia, se não contrata, chia, torcida bipolar”, como se não fosse uma pessoa que elogiou, e uma outra que reclamou, não tem nada de bipolar, a não ser que a torcida inteira seja uma única entidade.

    • Isso aí é coisa de quem vive no País das Maravilhas correndo atrás do coelho branco, que ao invés de gritar “Tô atrasado! Tô atrasado!” dispara “Fui roubado! Fui roubado!”. No mundo real e normal, onde vive a maioria das pessoas, acontece exatamente o que você descreveu, só mudam os endereços e as cores das camisas.

  9. Gustavo Aroni 14/12/2017 | Responder

    Obsessão 2018. Pote 1 – Grêmio, River, Boca, Atlético Nacional, Peñarol, Santos, Corinthians e Cruzeiro. Pote 2 – Palmeiras, Independiente, Emelec, Estudiantes, Cerro Porteño, Libertad, Bolivar e Universidad del Chile. Pote 3 – The Strongest, Colo-Colo, Racing, Flamengo, Defensor, Alianza Lima, Real Garcilaso e Colômbia 2. Pote 4 – Atlético Tucumán, Deportivo Lara, Delfín, Monagas e +4 times da pré-Libertadores. Não podem clubes do mesmo país num mesmo grupo, exceto os que vierem da pré-Libertadores.

    • Ou seja, a não ser que o sorteio nos dê novamente de presente o decadente Peñarol, teremos de cara que superar Boca, River ou Atlético Nacional, com pré-temporada reduzida e (mais uma vez) vários jogadores novos ainda se adaptando ao clube. Boa sorte, vamos pracisar de muita…

  10. Reynaldo Zanon 14/12/2017 | Responder

    O Flamengo é e sempre foi 90% de oba-oba e 10% de realidade. Por isso todo esse auê com o tal de Vinicius Jr., que toda vez que entra em campo, parte para cima dos zagueiros adversários como um louco, faz uns 2 ou 3 bons dribles e, após dez minutos, some do jogo. A torcida do Flamengo é dita como a maior do Brasil (oba-oba), mas quem mais fatura com torcida no País é o Palmeiras. Poderia citar muitas outras situações em que o Flamengo é muito mais oba-oba (em grande parte inflado pela imprensa conivente) do que realidade. O nosso maior rival tem muito oba-oba também, embora se comparado aos cariocas, tenha um pouco mais de realidade.

    • Em se tratando da realidade atual do Palmeiras (“entreguem as taças”, “hegemonia”, euforia infinitamente maior antes do que durante ou após as partidas, que é o que interessa), não estamos com moral pra falar do excesso de oba-oba de ninguém.

      • Reynaldo Zanon 14/12/2017 | Responder

        Sua visão é estreita e imediatista Eduardo, resumindo tudo em apenas um ano.O Palmeiras vive uma realidade muito mais sólida, comprovada pelos números, pela arena que tem, pelo CT que tem, entre outras várias situações. O fato de não ter ganhado nada em 2017 apenas confirma uma vez mais o quanto o futebol é extraordinário, onde tudo pode acontecer. Mas diante da realidade sólida do Palmeiras novas conquistas são inevitáveis, porque é assim que acontece com todos os clubes mais poderosos do mundo. A história comprova.

        • Não há nada de imediatismo no meu comentário, meu caro, pelo contrário. Ele se baseia no que tenho visto nos jogos (a verdadeira razão de ser dos nossos debates, certo?) não apenas de 2017 mas nos últimos anos. A história comprova, isso sim, que conquistas construídas sem futebol são efêmeras e não resistem ao tempo. A conta sempre chega, é a regra dos fatos, gostemos ou não dela. É o que provavelmente vai acontecer com o grande rival ano que vem, quando estiver em outras competições cujos adversários não tiverem suas atenções divididas e caso não pratique mais que futebol meramente pragmático. Quando as conquistas (nas competições reais, não campeonatos de arrecadação, investimentos de patrocinador ou sócios torcedores) do Palmeiras acontecerem como fruto de trabalhos bem feitos dentro e fora de campo, como resultado de planejamento e não de sorte ou acasos, serei o primeiro a aplaudir e reverenciar. Até lá, o que e quem tiver que ser criticado ou cobrado, pelo menos de minha parte, será. Viver com os pés na realidade é opcional, negá-la é um direito, porém querer transformá-la ao seu próprio gosto e prazer revela uma visão não estreita, mas distorcida. Pra quem quiser seguir nesse caminho, boa sorte. Só não venham criar os mesmos fantasmas e mordomos depois.

  11. Philipe Frois 14/12/2017 | Responder

    O Flamengo dis.pu.tou a Sula pq foi eliminado na libertadores na primeira fase. Em 2016 o Palmeiras tbm foi elimnado na primeira fase da libertadores em nao jogou a sulamericana. Pq?

    • Porque as regras mudaram neste ano. Antes tínhamos clubes participando de Libertadores e Sula desde o início na mesma temporada (ano passado o Atlético Nacional poderia ter faturado as duas, não fosse a tragédia da Chape), como a partir de 2017 as duas competições passaram a ocupar o calendário “cheio” isso não é mais possível. Na verdade, a Conmebol está copiando o que a UEFA faz há anos, com os terceiros colocados dos grupos da Champions indo pra Liga Europa.

  12. Eu gostei da vinda do LL. No nosso limitado mercado, ele pode ser o diferencial para impulsionar e animar a equipe nesse 2018. Mas é fato que ele é inconstante, e em um primeiro momento, não é assim uma baaaaaita contratação. Pior ainda esse Scarpa, nunca vi ele fazer absolutamente nada de mais para tanta onda a respeito dele. Todas as vezes que vi jogar, achei só mais um. Tem muito mais cheiro de marketing de empresário querendo vender seu peixe, do que um grande jogador no time errado.

    Em tempo: Nunca pensei que fosse torcer para o cheirinho perder algo, mas depois da encheção de saco no BR16, peguei nojo deles. Me diverti muito com o “maracanazzo” na libertadores de segunda divisão kk

    • Pois eu tenho esse asco dos urubus desde que o Wright aprontou aquela palhaçada em 1981, e olha que nunca tive simpatia pelo Galo. Quanto a LL e Scarpa (que nem foi contratado), o cerne das críticas que estão sendo feitas é exatamente esse que você bem definiu, não são (até agora) jogadores que fazem A diferença. E ainda tem gente desdenhando do oba-oba que se faz em outros clubes…

  13. Gustavo Aroni 13/12/2017 | Responder

    E esse Vinícius Jr, só não vou dizer que é outra mentira, porque não tem nem idade pra isso.

    • Reynaldo Zanon 14/12/2017 | Responder

      O Flamengo é e sempre foi 90% de oba-oba e 10% de realidade. Por isso todo esse auê com o tal de Vinicius Jr., que toda vez que entra em campo, parte para cima dos zagueiros adversários como um louco, faz uns 2 ou 3 bons dribles e, após dez minutos, some do jogo. A torcida do Flamengo é dita como a maior do Brasil (oba-oba), mas quem mais fatura com torcida no País é o Palmeiras. Poderia citar muitas outras situações em que o Flamengo é muito mais oba-oba (em grande parte inflado pela imprensa conivente) do que realidade. O nosso maior rival tem muito oba-oba também, embora se comparado aos cariocas, tenha um pouco mais de realidade.

  14. Renato 13/12/2017 | Responder

    Será que a tia Leila está assistindo ao jogo de hoje?
    Trás esse Barco amanhã….

  15. Renato 13/12/2017 | Responder

    Que moleque bom de bola esse Barco.
    Esse sim é jogador nota 8,0
    Melhor que Scarpa.

      • Estou vendo o jogo e percebendo com mais nitidez ainda como os treinadores brasileiros são obsoletos e ultrapassados. O Independiente não tem craques nem “nomes” como o pessoal gosta, o técnico veio do hóquei sobre a grama mas o time joga certinho, toca de primeira e sem bumba-meu-boi. E o tal de Barco joga bem mesmo, pena que não tenha grife.

        • E antes que alguém fale, a comparação nada tem a ver com o Rueda, apesar do colombiano já ter adquirido alguns vícios dos treineiros brazucas.

  16. agora você forçou demais. Romarinho é meia boca e se o Palmeiras contratasse esse FDP eu invadiria
    o campo com um pedaço de pau pra surrar o cara.

    • Gustavo Aroni 13/12/2017 | Responder

      Calma! Não quero que venha pro Palmeiras. Mas olha, é melhor ou pior que Scarpa e Lucas Lima na margem de erro.

  17. Gustavo Aroni 13/12/2017 | Responder

    Olha, tô pra dizer que esse Romarinho coringuento dos inf.ernos joga mais que o Scarpa e o Lucas Lima.

    • Paraíba 13/12/2017 | Responder

      Quando o real madrid venceu esse torneio tampão, chamado: mundial , o jornal MARCA da Espanha, estampou uma foto 3×4 do título e quatro linhas sobre o jogo.
      Time europeu não liga pra esse torneio fajuto, o Roberto Carlos, disse, pra tudo mundo ficar ciente .

      • Gustavo Aroni 13/12/2017 | Responder

        Mas o brasileiro dá importância. Não tem desculpa. Se não quer continuar sendo zoado pelos rivais, tem que ganhar esse torneio tampão. Estrela vermelha só vale pro palmeirense.

        • Pois é, quando se trata de torneio que não chegamos nem perto de dispu.tar final é assim, fajuto, “série B da Libertadores” e outras pérolas. Em tempo: sou contra obsessão doentia por qualquer título, mas na maioria das vezes desdenhamos justamente do que não podemos ter.

          • Renato 13/12/2017 | Responder

            Eu gostaria de ver meu time frequentando todas as finais dos campeonatos que participa
            Ganhar ou perder faz parte.
            Esse ano foi vergonhoso.
            Vamos seguir o exemplo do Grêmio.
            Vai ganhar do Real no domingo.

            • Boa, Renato. Quero ganhar tudo e jogando bem sempre, esse deve ser o objetivo do clube. Com tal nível de exigência, quando os títulos não vierem chegaremos perto deles, afinal derrotas fazem parte e vão acontecer. O que não dá pra aceitar é essa história de sonhar com hegemonia e chamar uma competição que nunca ganhamos de “fajuta”.

          • Paraíba 14/12/2017 | Responder

            Eduardo, até nesse torneio de 2 jogos ?????? Que não é campeonato, o Palmeiras quando disputou era intercontinental – 1 jogo só, foi operado pela arbitragem. Tu lembras? O bandeira anulou o gol legítimo do Alex, tinha 2 ingleses do Manchester, dando condições. Até nesse torneio o Palmeiras foi operado.
            Somos vítimas da teoria da conspiração, até quando?

            • Verdade, Paraíba. Desde o jogo contra o Savoia, em 1915, somos perseguidos e operados pelas arbitragens, não houve uma única derrota na nossa história que possa ser justificada por falta de futebol, por jogadores limitados, por dirigentes incompetentes ou por méritos dos adversários, quem não enxerga isso deve viver em outra dimensão. E os torcedores de todos esses times que ganharam o tal “torneio fajuto” ao qual você se refere deveriam tomar conhecimento das suas teorias para assim se convencerem de que, no fundo, aquela taça que os clubes de coração deles têm em suas salas de troféus não vale nada… Viva a realidade paralela!

  18. A falta de motivação do Lucas Lima se dava muito por salários atrasados e promessas não cumpridas da diretoria. Quanto ao Scarpa jogava sozinho com um monte de cabeça de bafre, como o Valdivia em 2014.
    Além disso, ambos são ezímeros, cobradores de falta, lembrando que nosso último gol de bola parada foi do Jean no brasileiro de 2016 contra o Santa Cruz..

    • Sabe quantos gols de falta os dois fizeram juntos neste ano? Pois procure. E os salários atrasados não impediram o Santos de chegar invicto até as quartas da Libertadores nem de terminar em terceiro no Brasileirão mesmo com um treinador como o Levir em boa parte do tempo. O problema do LL foi acreditar em quem lhe disse que ele tem futebol pra jogar no Barcelona da Catalunha quando talvez nem no de Guayaquil ele seria unanimidade. Bons jogadores, nada além disso, nem melhores que o Dudu são.

  19. Se você está dizendo que uma contratação só sabe se deu certo ao longo da temporada eu não te entendo
    quando critica tanto Lucas Lima e o Scarpa. que sequer estrearam e você faz duras críticas a ambos como se fossem 2 pernas de pau. Aliás o Scarpa nem foi contratado..

    • Quem tá criticando os dois? Estou me baseando apenas no desempenho fraco deles no ano, não significa que vai se repetir aqui mas que não são craques, não são. E o William Bigode é a melhor prova de que contrataçâo boa se confirma em campo, pois chegou “na baciada” sem alarde nem suspiros do torcedor mas fez a diferença em alguns jogos de todas as competições que dispu.tou.

Leave Your Reply