Categorias
Opinião

Opinião: começa o ano….

 

Não, não, não. Querido amigo palmeirense. Não se trata de um post “oportunista”.

O time perdeu sábado. É verdade. Jogou mal. E foi prejudicado pela arbitragem, ainda que tenha sido apenas um lance capital (a expulsão de Jailson).

Mas o ano começa agora, no mês de março. Por quê? Porque o Campeonato Paulista, uma grande pré temporada, começa a afunilar. Ninguém duvida que o Palmeiras será o líder de seu grupo e deve pegar o São Bento. Faltam apenas três rodadas cuja única importância é definir as quartas de final e a ordem de quem joga a segunda partida em casa na semi e na final.

Março é importante também porque começa a Libertadores. A fase de classificação – 6 partidas – é bem diferente. Antes, num passado recente, era inconcebível não passar por essa fase. Hoje em dia, não é bem assim. Nos últimos anos alguns grandes brasileiros caíram nessa fase. Remember 2016

E nossa chave não é tão simples. Boca e Palmeiras são favoritos. Mas começaremos com uma carne de pescoço em Barranquilla, Junior. Toda atenção é pouca….

Mas e aí? do que se trata a coluna?

De nada. Ou de tudo. Apesar da superioridade (hoje, dia 26 de fevereiro, colocada em dúvida por conta do resultado no Itaquerão; mas no futebol vamos da euforia à depressão em apenas um resultado, concordam?) teórica do elenco palmeirense, o único campeonato que devemos ser competitivos – não falo em favoritismo, falo em disputar o título – é o Brasileiro. Pelo menos teoricamente.

Já a Libertadores, depende de como o elenco vai se comportar nos jogos fora. E depois, jogando um mata mata, um dia ruim pode estragar tudo.

Mas voltemos ao tema da coluna. Do que se trata mesmo? Ah sim, da superioridade colocada em questão após a derrota sábado.

Vamos por partes. O time jogou mal. Culpa do treinador e dos jogadores. Ponto! Que eles tenham capacidade e serenidade para entrarem no caminho certo. E que Roger reconheça os erros e escale os melhores.

Ah sim, o árbitro. Em um clássico, jogando na casa do adversário, perdendo por 1×0, um pênalti (apesar de não convertido) e uma expulsão, mudam o cenário. Coloca um fardo a mais para uma tentativa de reação. Klaus interferiu na possibilidade de reação do Palmeiras. Deveria ser punido pela Federação. Contamos com o trabalho da diretoria palmeirense para punir quem nos prejudica. Se isso não muda o passado, ajuda a prevenir o futuro.

Ou seja, jogamos mal. Ponto! E o árbitro nos prejudicou num lance capital. Ponto de novo. Uma coisa não invalida a outra.

E sobre o time? Por isso o tema da coluna. Começa o ano. Palmeiras x Corinthians já foi e perdemos; daqui a pouco Palmeiras x SPFC; antes disse, estreia da Libertadores; depois, mata-mata e decisões do  Paulista.

Roger Machado está pronto? O elenco está pronto? Estamos prontos? Quem sabe… achávamos que sim com a sequência de 100%. Depois que empatamos duas vezes e perdemos para o rival (nas condições que vimos) um porco enorme se instalou atrás da nossa orelha.

Mas mas mas… a derrota para o Corinthians pode significar nada se conseguirmos o título Paulista. Se não, pode vir um pouco mais de turbulência. Mas temos o Brasileiro, onde vamos disputar o título.

Mas no curtíssimo prazo esse jogo da Libertadores é chave. Se vencer, e bem, esqueceremos sábado. Se passarmos por cima do SPFC, esqueceremos mais ainda (já nem lembro o que). Só depende do Palmeiras.

Começa o ano!

Saudações Alviverdes!

78 respostas em “Opinião: começa o ano….”

Uma parte minoritária da torcida sofre da síndrome de vira-lata, gostam de se vitimizar e pregam que o fim do mundo está proximo. Ao mesmo tempo elogiam os adversários e cobiçam seus jogadores, o que gera dúvidas sobre de que lado estão. Teve gente elogiando o Cruzeiro ontem, mas se fosse o Palmeiras q tivesse tomado 04 na cabeça, estariam colocando a corda no pescoço e subindo na cadeira.

Já uma outra parcela significativa da torcida (de todas, na verdade, mas vou me ater à nossa pois é a que conheço melhor) é formada por modinhas, paraquedistas que entendem xongas de futebol e acham que ganha jogos e campeonatos quem é líder em arrecadação, programas de sócio, adimplência bancária e outras estultices. Falam asneiras como cobiçar jogadores de outros times quando até pouco tempo atrás estavam arrancando os cabelos pela eventual ida do craque Scarpa ao rival da Vila Leonor, e criticam quem pedia Conca ou Everton Ribeiro há tempos como se todas as contratações do Palmeiras nos últimos três anos tivessem sido acertos totais, sem qualquer decepção ou erro crasso de planejamento. Por fim, quem é comentarista de vitória e só sabe ver resultado não vai entender nunca que é possível elogiar um time que perdeu para um adversário que jogou melhor que ele, como é possível criticar outro com sequência longa de invencibilidade que só enfrentou o vento e a brisa.

Bom, vejamos. Dudu com novo empresário, plano de carreira, Europa à vista, etc etc. Só esperamos que com isso ele fique menos nervosinho e volte a jogar bola. Pobre Jailson, a mesma história de sempre. O sujeito luta honestamente toda uma vida para conseguir um lugar ao sol e quando consegue sempre aparece a inveja e a intolerância para destruir tudo. Não acredito em teorias da conspiração, mas o papel da imprensa e de alguns grupos de palmeirenses neste episódio, além de lamentável sob o aspecto moral, só pode ser uma tentativa aberta de desestabilização desse grande atleta que honra, e muito, as nossas cores. E o Roger hein, depois de praticamente dois meses de pré-temporada insistindo nessa formação, vai querer mexer justamente agora? Ô San Gennaro, tu tá devendo. Vê se dá aí uma prensa no São Jorge!

Acho que título de grande porte como Copa do Brasil , Campeonato Brasileiro , Libertadores , nós palmeirenses só iremos ver daqui mais 20 anos.
Espero estar errado.
Não dá para admitir perder 4 vezes seguidas para o maior rival , não dá.
E ninguém no Palmeiras se manifesta , isso que doí mais.

O Palmeiras vai ganhar títulos nos próximos vinte anos sim, Renato. Estaduais, nacionais e eventualmente até um ou outro internacional. Não tantos quanto poderia caso se organizasse da forma como as pessoas que não se iludem com modinhas sabe que deveria ser, mas vai ganhar. Até porque o futebol brasileiro está e continuará ridículo, haja vista o que vimos nesses primeiros jogos de Libertadores envolvendo os times tupiniquins, então qualquer clube que tiver alguma coisa diferente pra apresentar de vez em quando vai levantar taças. O que me incomoda mesmo é saber que dificilmente nos próximos vinte anos (e não sei se estarei por aqui para ver todos eles) veremos futebol de verdade sendo praticado pelo Palmeiras, e que a esmagadora maioria vai aceitar e até gostar disso.

Eu também estou bastante indignado com o Palmeiras no momento. Mas você, Renato, é extremamente pessimista, sempre. Não é para tanto.

Bom dia Reynaldo.
Não sou pessimista.
Com relação ao Palmeiras te falo o seguinte:
A estrutura e as condições e o salário oferecidos aos jogadores , esses caras tem que jogar com vontade, correr, se dedicar e vencer os jogos.

A única verdade sobre o Palmeiras – Elenco caro demais e jogadores sem nenhum amor a camisa.
O resto é tudo mentira – Melhor elenco do Brasil.
Se esse time fosse bom , Linense teria levado uma surra do Palmeiras.
Se esse time fosse bom , a Ponte Preta perderia em Campinas para o Palmeiras.
Ao palmeirense só restar torcer contra o curintia. Muita pobreza de espirito.
Tudo isso porque nós torcedores do Palmeiras caímos na armadilha do próprio clube e dessa imprensa maldita em afirmar que temos o melhor elenco do Brasil ou da América.
Esse time atual é nota 4,8

Na boa… faz um ranking dos times brasileiros e encaixa o Palmeiras com essa nota q vc está dando (4,8). Gostaria de saber quem são e as notas dos de cima e dos debaixo… Pode ser os outros 11 grandes…

Bom, a título da verdade, não fui eu quem comemorou contratação de Scarpa, como se estivesse trazendo o novo Messi… Então, não é de se admirar que quem comemora esses tipos de contratações, esteja coçando a cabeça agora, sem entender porque o time não decola, tentando jogar a culpa pra cima de outros torcedores. Não, não sou contra as contratações que o Palmeiras fez, apenas não consigo me empolgar do mesmo jeito, logo, não fico tão surpreso com o resultado (na verdade, me surpreendeu foi o Palmeiras ter 4 vitorias nos 4 primeiros jogos do ano, quando o normal, é ter alguns tropeços nos pequenos), e sem sentir que banquei o tolo ao comemorar qualquer coisa, não me sinto compelido a terceirizar a culpa, que só compete ao Palmeiras (tanto dos jogadores e comissão técnica, quanto administrativamente. Melhoramos muito neste último, mas ainda falta muito também, para podermos, realmente dizer que o clube “se modernizou”.

O Palmeiras vai se modernizar no dia em que separar futebol de parte social do clube, quando não depender mais de mecenas (Parmalat, Nobre, tia Leila) para ter times fortes e, principalmente, quando tiver capacidade de formar jogadores e treinadores de alto nível. Enquanto tivermos gente que se incomoda com o time pelo qual a mãe do goleiro torce apitando lá dentro, um riquinho querendo aparecer mais do que o outro gastando dinheiro com quantidade mas não necessariamente com qualidade, torcedor querendo cabeça de técnico a cada derrota e coisas do tipo, continuaremos a viver de ciclos, com os de estiagem sendo maiores que os de fartura.

Então nobre Eduardo , esqueça , pois isso nunca vai acontecer no Palmeiras.
E vai prevalecer a nossa máxima , grandes conquistas de 20 em 20 anos.
Então não será esse ano que a taça obsessão será erguida.

Quanta besteira!!! Quanta gente vivendo de passado…..o futebol mudou…não tem mais torcedor de “radio”…….futebol hoje é dinheiro…….é lucro…. é dinheiro, Se vocês estão procurando alguma coisa diferente disso….mudem de esporte, se é que existe algum que não pensem em lucro……futebol dos anos 80 não existem mais…fica só na lembrança.

Besteira é achar que dinheiro ganha jogo, como muito modinha afirma categoricamente. Desde que foi criado, o futebol mudou bastante na forma, mas na essência continua o mesmo: ganha quem joga mais e melhor. Quem não aceitar isso, que vá brincar de Banco Imobiliário.

Amanhã começa a Libertadores para o Palmeiras, competição onde podemos fazer de 06 jogos (fase de grupos) até 14 jogos (se chegar na final). Analisando friamente, é tiro curto. Porém, todos devem encarar todos os jogos como finais. Temos elenco mas olhando de fora, não enxergo RM como um bom comandante (no sentido de motivador), que saiba despertar em cada atleta o ímpeto para brigar pela bola como um faminto pelo prato de comida. Lembro do Felipão sendo gravado gritando com o elenco, para que batessem no Edilson, então nos gambás. Ou então do Luxa chacoalhando a rapaziada pra entrar mordendo na 2a partida da final paulista 93 contra a gambazada. Os técnicos de hj parecem priorizar mais o esquema tático mas se esquecem q sem motivação a técnica fuça em 2o plano. Espero q esteja enganado e q o RM prove que entende também de ser o general de um exército.

4 ultimos derbis, 4 derrotas… bom fora a vergonha, uma coisa que ocorreu nos 4 jogos e que, a meu ver ao menos, é o maior problema e um baita de um calcanhar de Aquiles, é o despreparo psicológico dos jogadores. Chego a me perguntar se para este tipo de jogo exclusivamente, não seria uma boa deixar o Dudu de fora ou como opção no banco, entrando após o inicio do segundo tempo apenas, com a cabeça fria. Ele não controla sua pilha e contagia o resto do time no decorrer do jogo. E um cara que anda meio que viajando na maionese com frequencia, o Tche Tche, também deveria ser barrado num primeiro momento nestes jogos estratégicos.

Todas as discussões e sugestões definem o seguinte: o modo de jogar mudou, o Tite e o Carile pegaram carona [com material muito melhor) na do filosofia adotado pelo Fernando Diniz e o nosso treinador ainda está na admissão.

A maior prova de que as dimensões do campo não têm nada haver com a técnica do futebol, é que na Europa se vê ótimos estádios no padrão FIFA e grandes jogos, jogadas de efeito, times que sabem tocar a bola dentro de um esquema tático disciplinado. O que dizer então do habilidoso e fantástico Falcão numa quadra minúscula de futsal, em comparação a um campo oficial???

A dimensão do gramado não tem mesmo haver com técnica do futebol. Como disse antes (até para ficar bem mastigado, facilitando a interpretação) tem a ver com a tática e espaço para aplicação criatividade.

E corrigindo meu comentário, neste caso, é “ter a ver” e não “ter haver”.

Acho que o futebol está chato. Mas no aspecto tático e criativo, dentro das quatro linhas. Falo com a maior convicção de que a dimensão do gramado não acompanhou a evolução física dos atletas. Priorização quase que total da marcação (onde chega,os ao cúmulo de pontas marcarem laterais), sem espaço para criatividade, além da gradativa queda da qualidade técnica dos jogadores. Nada haver com torcida ou dirigentes.

Mudando de assunto, queria fazer um desabafo: eu tô há três dias puto com essa derrota, e essa indignação só foi passar depois que eu fiquei ainda mais indignado com as reações negativas ao Jailson e a mãe dele por causa da reportagem da Globo. A cena dela chorando no primeiro gol do Corinthians foi uma das coisas mais lindas que eu já vi no futebol. E qualquer um de nós, torcedores fanáticos, faria o mesmo se fosse um filho nosso jogando no Corinthians. Claro que provavelmente se fosse o contrário também teria um monte de babaca corintiano enchendo o saco.

Cada conselheiro que reclamou da reportagem, do Jailson e da mãe reflete perfeitamente o estágio de evolução da instituição Palmeiras. Estamos mais organizados administrativamente do que nunca, mas tudo pode ruir em instantes se esses urubus ganharem chegarem ao poder.

Ah, e obviamente os torcedores que reclamam são os mesmos que dizem que futebol hoje em dia tá muito chato.

Essa história do Jailson é uma grande babaquice. Os caras ficaram nervosos pq o Palmeiras tomou um chocolate dos gambás. Se fosse o contrário, se o Palmeiras tivesse vencido eles lá dentro , os conselheiros estariam dando risadas da cara da mãe do Jailson , tirando sarro de ter feito uma reportagem e ter aparecido na tv com cara de bund@ juntamente com outros torcedores gambás. Esse fanatismo doentio desses caras , afeta o cérebro deles e eles nem percebem .

Sem falar que a Globo.sta conseguiu o que queria: tumultuar o ambiente no Palmeiras após uma derrota para o maior rival.

Esses conselheiros deveriam é cobrar postura condizente para um Derby de boa parte desses jogadores.

Cruzeiro – duas falhas da defesa e dois gols do Racing.
Até o 1o tempo do jogo de hoje p time cruzeirense só havia tomado 1 gol em 8 jogos oficiais.
Está aí.
Para quem acha que libertadores será fácil.

Pelo menos o Cruzeiro jogou pra frente, tentando ganhar a partida, não se encolheu nem se acovardou mesmo pegando um time muito bom. Ossos do ofício, e time algum que tenha Egídio sai de campo impune. E é mais uma prova de que ter campanha impecável em campeonato estadual hoje em dia significa nada se o time não encarar jogo decisivo com postura condizente.

Quando o Roger chegou, as avaliações mais sérias dos seus trabalhos anteriores indicavam um técnico com habilidade para montar a equipe implementar um sistema tático compactado e veloz. Mas havia desconfiança quanto as suas capacidades na leitura do jogo e na definição e rodízio adequado das peças. O Derby de sábado confirmou com clareza as suas dificuldades. Além disso, igualzinho ao ano passado, o time parece passivo, sem alma, e pior, quem entra não faz a menor diferença. Ou seja, falta mentalidade vencedora, resiliência à pressão e, sobretudo, entrega. A esperança é que toda essa coisas sejam ainda resquícios da pré-temporada, mas a partir de agora o bicho vai pegar e é hora de agir com urgência para 2018 não repetir 2017.

Estão cobrando tanto uma aparição, uma atitute enérgica do presidente, que a hora que sair o hulk de dentro dele, vai falar besteira e na hora errada.

“Reclamo por que sou torcedor, mas não sou pago para dar solução”… piada, parece o cara que pega a mulher traindo na sala, só reclama e vai dormir no quarto por que não sabe o que fazer. Falta de ação!!!

Se recebesse o salário do Miccos eu até procuraria uma solução, como não recebo. Agora, a falta de criatividade na comparação conseguiu superar a do futebol do Palmeiras. Parabéns!

Pois é, um reclama e vai pro quarto sem solução. Já o outro, sempre esperto e proativo, age pintando a sala, comprando um sofá novo e dizendo pros amigos: “tenho a sala mais bonita, os melhores móveis, a cor das paredes é a mais cara blá bla blá”, mas o problema dos “ornamentos” na testa mesmo continuam iguais…

Junior está em 13o no campeonato colombiano. Meu medo não é o Junior, mas a defesa do Palmeiras.

Pois é, o Linense tá em último no Campeonato Paulista e graças à nossa defesa não ganhamos deles em casa…

Acho que o mais importante é mostrar evolução. Mais importante é o aprendizado. Mais importante é o que vem depois de um resultado como esse.
Acho que o Roger subestimou uma equipe muito mais madura taticamente do que a nossa. Jogou como se fosse um jogo normal, não alterou sua proposta. Os gambás abriram o treino e mudaram o esquema de jogo. Deram muito mais importância ao clássico do que nós. Precisavam mais do resultado é verdade.
Pontualmente:
– Thiago Martins não dá. Não era titular nem no Bahia. Deve ter retornado melhor fisicamente do que os outros, OK. Mas já se faz necessária a sua substituição. No penalti que o Dudu fez ele estava sendo facilmente superado pelo Rodriguinho dentro da área. Fora todas as outras falhas recentes.
– Felipe Melo. Não tem a dinâmica que a posição exige hj no futebol moderno. Quem tá toda hora dando carrinho tá chegando atrasado. E carrinho é risco. Uma hora ou ele não alcança ou fará penalti. Experimentaria o tche tche ali, com Moyses de segundo volante.
– Nossas linhas estão muito distantes e pouco combativas. Isso é trabalho para o técnico e para os jogadores. Tem relação com posicionamento e disposição. Jair Ventura em pouco tempo já implantou isso nos sardinhas. Não dá (para quem quer ser campeão) pra tomar o gol igual ao primeiro dos gambás.
– Essa história de “vai ganhar tudo”, “tem obrigação de ganhar tudo” é apenas uma grande sacanagem da imprensa “especializada”. Não se pode levar a sério quem não percebe que um time com A. Carlos e Thiago Martins não é uma potencia futebolistica. É interessante jogar a pressão para o Palmeiras. SEMPRE fizeram isso. SEMPRE. Nao me lembro dos bambis do Raí carregar esse superfavoritismo por exemplo. Real Madri foi eliminado por um timinho na copa do Rei. Manchester City foi eliminado por um time de segunda divisão na copa da inglaterra. Nenhum time tem OBRIGAÇÃO de ganhar. Vencer é um prazer. Não vamos cair nessa.

Excelente texto. Escreva mais por aqui, quem gosta de futebol agradece.

Não sei quanto isso é importante, mas temos um problema de representatividade. Não nos sentimos representados pelo atual presidente omisso, e agora, após o clássico, temos dúvidas se seremos bem representados por esse elenco nos jogos grandes. Que cheguem as finais logo.

Omisso é o mínimo que se pode dizer do presidente. O jogo foi sábado e onde está o presidente? Vi entrevistas de jogadores indignados, do Mattos, entre outros e nada do presidente. Ele se escondeu? Cadê o presidente? Com esse presidente vão fazer o que quiser do Palmeiras na Libertadores e fora dela. Lamentável.

Caraca, eu queria entender dois pontos.

A galera que ta escrevendo que “desse jeito, esquece liberta, Junior B e Boca são melhores do que nós e nós vamos ficar na fase de grupos” realmente acha isso? Realmente acha que somos o pior Brasileiro na Liberta? Que temos time pra ficar na fase de grupos?

E a galera do “precisa jogar bola” qual a sugestão? Um ano é Conca (nem vou comentar), no outro ano é Everton Ribeiro (cade?), Diego (ganhou o que?), etc, etc, etc… tem mais alguma super dica?

Agora tão questionando o “futebol moderno”, que é absurdo marcar lateral e bla bla bla bla.

Porque deve ser isso que falta pra ser o Real Madrid. =D

Não somos o melhor time (nem elenco) do Brasil, mas somos top 3. E dizer o contrario é ir contra tudo que aconteceu nos ultimos 3 anos.

Se em FEVEREIRO voces ja sabem que o Palmeiras não tem time pra ganhar nada, qual o sentido de continuar torcendo?

É o mesmo que a galera que diz que estão todos contra o Palmeiras, juizes comprados pra nos prejudicar…. pra que continuar torcendo então?

Thom, a respeito de Conca, Everton Ribeiro, etc, ficou no passado. Lembra daqueles posts sobre relatividade que cansamos de conversar por aqui. Não sou eu que tenho que dar solução alguma, não ganho para isso, pois sou um mero torcedor. Só sei que o time que eu torço, ainda não jogou bom futebol neste século XXI. Eu acho um absurdo ponta ter que ficar marcando lateral. É a minha opinião, não é blá blá blá. Falei que pode ser alternativa, não sei se dará certo também. O que sei que estamos com a mesma soberba,
e com mesmo futebol paupérrimo. Não é profecia não, é fato. Basta assistir os jogos. E eu não disse em nenhum momento que não temos time pra ser campeão, técnico ou que o ano acabou depois de sábado. Disse que a continuar a jogar esse futebolzinho, não ganharemos nada é diferente.

Eu entendo, Gustavo.

Mas a minha OPINIÃO é que o time jogou (e joga, eventualmente) um bom futebol. Que estamos no caminho certo, temos um dos melhores times/elencos/futebol, precisamos arrumar muitas coisas, mas estamos no caminho. Com jogadores excelentes, bons e normais.

Isso é opinião, certo?

Se voce chama quem pensa assim de iludido, deslumbrado, torcedor de resultado, etc etc, tudo bem eu dizer o que penso sobre sua opinião, né?

Porque afinal, aqui mesmo sendo todos palmeirenses, precisamos confiar na moderação pra barrar comentarios ofensivos (que infelizmente, ela não consegue fazer), porque não sabemos discordar sem ofender.

Isso, Thom. Tenho o maior respeito por você e por todas as suas opiniões, e acho que você tem mais que expô-las, sempre. Aliás respeito a opinião de todos, inclusive de quem entra aqui, apenas para divergir tudo o que digo. Acho que em todos os comentários, em todas as opiniões, tem sempre algo de bom para o Palmeiras. Chamo de deslumbrado, acho que na mesma medida que me chamam de profeta. Juro que não me importo. Mas uma coisa vou cobrar sempre: bom futebol do Palmeiras. Quem dirige o clube que se vire para proporcionar isso, ou prepare os ouvidos para as cornetas.

Perfeito, Thom. Eu rio de muitas das “dicas” que alguns dão aqui, você citou bem algumas que viraram pérolas. Mas retratação você não vê.

Só faltava essa, eu ter que me retratar pelo futebol de jogadores não deram certo no Flamengo, não no Palmeiras. É muita xaropisse.

Como eu queria que o Roger montasse o time no bom e velho 4-4-2. Hj em dia ta cheio de Rinus Michels por aí e o futebolzinho bem pequenininho. Pra jogar libertadores tem que reforçar o meio campo, tem que ter pegada, tem que dar combate o tempo todo e com Thiago Martins Tchê tchê Michel Bastos e Dudu isso vai ser impossível. Eu entraria quinta feira com Jailson, Marcos Rocha, Antônio Carlos , Luan ( Dracena não tem condições ) e Victor Luís; Thiago Santos , Felipe Melo, Moisés e Lucas Lima, Willian e Borja. Um time sem frescura . No segundo tempo entra Scarpa no Lugar do Moisés q ta voltando agora e Keno pra botar correria no lugar do Willian ou do Borja. Pra mim é isso, o time ficaria mais forte, mais encorpado e mais competitivo. Infeliz hj em dia ta difíci aturar esse bando de professor pardal com suas invenções mirabolantes que não levam a absolutamente nada. Deveriam aprender com o Renato gaúcho q montou um time sem craques , sem frescura e com o Barrios de centroavante e foi campeão ano passado.

E uma coisa que eu não entendo nesses Rinus Michel’s, e acho que um dos motivos da chatisse do futebol moderno, é esse negócio de ponta ter que ficar marcando lateral adversário. É o rabo mordendo o cachorro. Quem sabe num 4-4-2, isso acabe. Vish. Falei demais. Mas uma pra lista de Nero.

Vão achar que você tá falando do Marco Polo del Nero (eu te disse, eu te disse)…

Exatamente, Philippe, o Carile diante do Palmeiras nem atacante colocou na frente foi um 4 -6 – 0 com o Rodriguinho deitando na defesa alviverde, Dudu merece banco, o William é nosso melhor atacante tava jogando bem ,o Roger o tirou, jogaria só com o William na frente, Borja banco também, colocaria o Scarpa.
Jailsão
M. Rocha, Luan, Thiago Martins, Vitor Luiz
Thiago Santos, Ousadura
, Moisés , Lucas Tolima e Scarpa
William na frente

Essa formação pra mim tbm é boa…mas vamos ficar aqui nos iludindo pq o RM não vai fazer nada disso kkk

Por último, nosso digníssimo Presidente precisa sair de seu mundo imaginário e agir. Se fosso o Paulo Nobre, o bicho já estava pegando.

Mauro Betting disse tudo em sua coluna. Respeitem essa camisa e essa torcida.
Agora, com essa zaga, Michel Bastos na lateral não dá. E O R Carvalho, chega dessas frases (parece o Márcio Araújo) e cobra mais dedicação dos jogadores. Aqui é Palmeiras. E o Emerson,vai jogar quando??? Quando vem outro zagueiro? Precisamos também de um 9 para brigar com o Borja, quem sabe o Jonas.

É por isso que ele está meio passivo, está Carvalho. Se fosse Machado, estaria atacando Deus e o mundo. 😂

Se o Palmeiras tivesse ganhado do SCCP e perdido do São Caetano, era porque nós não temos raça e não jogamos nada contra pequenos

Palmeiras é o time que não pode perder nunca.

No fim, concordo um pouco com o post. Derrota, passou, Libertadores a cobrança é maior. Só vamo

Moderação, solta meu POST, sejam “libertadores” kk.

O grande problema, é que os jogadores bonzões que contratamos, na verdade, são só um tiquinho melhores que os jogadores meia sola do país. E tem alguns, que pagamos caro, e nem um tiquinho melhores são: Borja é muito ruim, comparado a Lucas Prato, Fred, Jô, Ceifador, Guerrero… E olha que estou apontando só atacantes que, na Europa, pegariam banco, provavelmente como terceira opção. O Palmeiras está mais profissional? Está, mas no sentido de pagar alguém para se fazer um serviço, não no sentido (errôneo) de que quem lá trabalha é ultra competente. Mattos acerta, mas depois de errar várias contratações. Nosso DM não vive mais cheio, mas por outro lado, os jogadores não parecem ter vigor físico, para jogar com intensidade por 90 minutos (na verdade, andam jogando 20 minutos por partida, e os outros 70, tocando de lado e se “poupando”). Nosso presidente, omisso. Nossa patrocinadora, sumiu da face da terra, depois que a receita acabou com a festa de posar de “bem feitora com a carteira aberta”. Nós estamos sendo bombardeados com informações superficiais de que somos uma nova potência, mas a verdade é que dá pra melhorar (muito) em todos os setores. Esses resultados pífios e futebol meia sola não são uma obra do acaso. Pra ser bem sincero, até nossos dois últimos títulos nacionais, foram ganhos, jogando um futebol beeeem safado. Aliás, últimos 3 títulos nacionais, mas 2012 pelo menos, foi uma surpresa, por já não esperarmos nada daquele time.

Na 5a feira RM terá que provar que enxergou os erros que ele e o time cometeram nos últimos jogos e mexer no time titular. Eu escalaria para esta partida Jailson. MRocha, TMartins, AC, VLuis. FMelo, TSantos, Moises, LL, Dudu. Dub God.

Eu manifestei minha opinião no post anterior.
Com a falta de vontade e engajamento no jogo de ontem , iremos fazer apenas de 7 a 9 pontos na libertadores e provavelmente ficaremos de fora.
O Palmeiras não tem time para vencer Junior Barranquilla e nem Boca Juniors.
Time que empata com Linense em casa e Ponte Preta , me desculpem , não tem condições de ir a lugar algum. Esse elenco se fosse bom , teria enfiado uma sacolada no Linense , não tem desculpa.
Falta atitude do presidente e do diretor remunerado , falta cobrar ou exigir empenho desses jogadores vagabundos. Sim , esses jogadores são vagabundos.
Até quando iremos perder para os gambás ? Já são 4 derrotas consecutivas.
Time bom não entra em campo com medo.
Jogadores ca.gões e medrosos.
Essa é a real , com esse elenco , com esse time não iremos longe.
Mais um ano onde foi criado muita expectativa e o final será mais uma vez uma enorme decepção.

Muito curioso esse fato :
Wanderley Luxemburgo ao vivo no programa Bola da Vez na semana passada.
Wanderley Luxemburgo ao vivo ontem no Gazeta Esportiva.
Wanderley Luxemburgo ao vivo no Sportv hoje.
Wanderley Luxemburgo com a dona Leila semana passada.
Fatos curiosos , só isso.

O Luxemburgo virou alvo de chacota da imprensa. Eles o levam em seus programas pq sabem q vai dar audiência pelas coisas q ele fala e depois ficam tirando sarro dele no outro dia… só que pra mim o Luxa ainda é o cara q mais entende de futebol nesse país, tanto taticamente quanto na ” boleiragem” . Seus métodos é que são ultrapassados, hj em dia os jogadores mimadinhos não aceitam técnico com a linguagem dos anos 90. Mas ele ainda seria capaz de fazer muito time aí jogar mais do que vem jogando, inclusive o nosso.

O Luxemburgo virou aquele cara que era exímio datilógrafo (240 toques por minuto) décadas atrás e que hoje reclama que ao invés daquelas Olivetti manuais as empresas dispõem de modernos e ultravelozes computadores (que armazenam muitas informações inúteis, é verdade). Se o cara é tão bom assim, precisa se adaptar aos novos tempos, ou então deve ceder seu espaço para quem pode fazê-lo. Cruel, mas verdadeiro.

Li o texto e concordo com quase tudo. Discordo apenas que houve só 1 lance capital contra os Gambás, pra mim teve 2, o lance do Jailson e o lance em que o Fagner deveria ser expulso no primeiro tempo. Quanto a esperar algo dessa diretoria omissa representada pela pessoa do senhor Galliote, prefiro dormir pra não me estressar, ele não vai fazer absolutamente nada, é mais banana que o Tirone e não vejo a hora do seu mandato acabar. Quanto ao time nos próximos jogos, espero que o senhor RM tenha aprendido alguma coisa com os jogos anteriores. É preciso reforçar o meio campo, não dá pô rs deixar o falastrão do Felipe Mello marcando sozinho. Tchê tchê, Dudu, Lucas Lima e Borja não marcam ninguém, o único do sistema ofensivo q ajuda é o Willian e é sempre ele q é substituído. Não adianta ficar fazendo discurso bonitinho se não enxerga essas coisas.

Não questionei a escalação com a qual o Palmeiras começou jogando, apesar de achar que o William já não vem bem, que o Tchê Tchê não empolga e que o Dudu está devendo faz tempo, assim como também não questionei as substituições. O que eu questionei (e acredito que muitos também) foi a maneira passiva do time em campo, não dá para pensar em título (seja ele lá qual for) se não tivermos um time brioso, vibrante e que lute até o apito final, simples assim.

Você conta com o trabalho da diretoria do Palmeiras para que a FPF puna o Claus? Alguém viu ou ouviu uma palavra do nosso presidente desde que acabou o jogo? Deve estar escondido embaixo da cama morrendo de medo de que apareça alguém que faça uma simples pergunta. Comportamento patético!

Desde o ano passado nosso presidente Banana tem me deixado puto. Lembro dele dando entrevista depois daquela guerra contra o Penarol lá no Uruguai. Disse que ia primeiro apurar os fatos e se posicionar depois de ver as imagens… Disse isso naquela velocidade do Oswaldo Oliveira… volta Nobre!

Enquanto nos desgastamos aqui com a derrota para os gambás , nossos jogadores e nosso treinador não estão nem ai.

o treinador deveria aproveitar os últimos jogos fáceis pra testar novas alternativas e novas escalações… para mim, o scarpa e keno deveriam ser titulares e o tche tche e m bastos tem que ir pro banco… montaria o time com jailson, vitor luis, 2 zagueiros, m rocha, felipe melo, moisés ou lucas lima, dudu, keno, borja e scarpa… não acho que o nosso problema seja elenco, tirando que falta um zagueiro ótimo, mas sim a montagem do time, e a escalação… a partir do segundo tempo contra o santos, o palmeiras ficou fácil de ser lido e previsível… hora do treinador mostrar sua verdadeira capacidade e dar-nos esperança para o ano que segue!

Os comentários estão desativados.