Paulistão Itaipava 2018 Corinthians x Palmeiras: é a final

 

 

O Palmeiras pega o Corinthians no Itaquerão na primeira partida da final do Paulistão Itaipava 2018.

Desde 1999 os dois clubes não se encontravam numa final.

O Palmeiras vem completo. Borja retornou e está à disposição de Roger. Marcos Rocha treinou esta semana e deve vir a campo.

O time provável: Jaílson, Marcos Rocha, Thiago Martins, Antonio Carlos e Victor Luiz; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima; Keno (ou Borja), Willian e Dudu.

Retrospecto

Em 100 anos de Dérbi foram 365 jogos:

129 vitórias do Palmeiras
110 empates
126 vitórias deles…

520 gols pró
480 gols contra

No Itaquerão

7 jogos
2 vitórias
1 empate
4 derrotas

Estamos há 4 partidas sem vencer. A última foi em 17/9/2016, no Campeonato Brasileiro, quando vencemos lá em Itaquera por 2×0.

O árbitro

Só mesmo a Federação Paulista para nomear um árbitro para essa partida declaradamente corintiano. O fim da picada.

Arbitragem: Leandro Bizzio Marinho apita a partida, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa.

Retrospecto desse árbitro com o Palmeiras:

7 jogos
5 vitórias
2 derrotas

As duas derrotas foram em 2017 contra a Ponte (0x1 no Moisés Lucarelli) e em 2016 contra o Água Santa.

Que o árbitro tenha juízo e serenidade para apitar corretamente.

Então é isso…

Dérbi por si só já é um jogo tenso. Final de campeonato depois de 19 anos sem haver esse encontro, é para corações fortes.

Uma final se decide em 180 minutos. Mas os primeiros 90 podem representar muita coisa. Que a sorte e os deuses do futebol estejam com o Palmeiras nesta tarde.

Saudações Alviverdes!

 

15 Comments Added

Join Discussion
  1. Não concordo com a saída do Keno e nem com a manutenção do Thiago Martins como titular. Considero o Roger um bom treinador e vem fazendo um bom trabalho até aqui, mas entendo que, em alguns momentos, ele demonstra uma certa teimosia.

    Tomara que dê tudo certo com as escolhas que ele fez.

  2. Gustavo Aroni 31/03/2018 | Responder

    Não acredito que o Corinthians irá propor o jogo contra o Palmeiras. Eles tentarão contra-atacar, ou buscar uma bola parada. Acho que o Palmeiras tem que se impor, mas com inteligência, atacar, sem se expor tanto lá atrás. Se jogar bom futebol, tem tudo para vencer e ficar com uma mão e meia na taça. Basta ter cautela, não medo.

  3. Renato 31/03/2018 | Responder

    Logo mais, as 16:30 esses jogadores do Palmeiras podem dar início à uma nova etapa em suas carreiras e a história da Sociedade Esportiva Palmeiras.
    Que joguem futebol, se entreguem, joguem com a alma e o coração e que cada torcedor palmeirense sinta orgulho por essa entrega.
    Torcerei muito pelo Roger Machado se tornar um ícone ou um símbolo, está na hora de mudarmos essa cultura do futebol brasileiro.
    Roger Machado não nasceu Palmeiras, não é palmeirense, mas a partir de hoje, poderá definitivamente ganhar o respeito e a confiança de todos nós e construir uma história de conquistas e glórias.
    Boa sorte a todos os jogadores, ao Roger Machado e nós torcedores palmeirenses.
    Estou confiante!
    Seremos campeões mais uma vez!!! 🐽🇳🇬🐽🇳🇬

  4. Cássio 31/03/2018 | Responder

    Imposição técnica e tática é o isso que o Manchester City faz agora contra o Everton. 45 minutos, 3×0, fora de casa, uns 80% de posse de bola, o adversário corre,corre mal toca na bola. Se marcar pressão toma um monte, se marca do meio pra trás, toma um passeio que parece um treino de 2 toques com uma chance de gol a cada 5 minutos. Não tem psicológico, não tem torcida adversária,não tem empurra empurra. Só jogo de futebol onde um impõe seu jogo e o outro sabe que tecnicamente não tem a menor chance.

    • Philipe Frois 31/03/2018 | Responder

      Seria um sonho ver esse futebol sendo praticado no Palmeiras, mas……não passa de um sonho. Não tem ninguém aqui que tenha capacidade pra engraxar os sapatos do Guardiola.

    • Exato, porém o MC é um caso em que “poderio econômico” encontrou organização tática e excelência técnica aliadas a tempo para desenvolver um trabalho voltado pra jogar futebol e, como consequência (e não causa), obter resultados. Por aqui estamos sempre em busca dos resultados, bom futebol como marca registrada é ISO qualquer coisa, balela e pode ser conseguido mais tarde, no ano que vem, depois de ganharmos o Mundial etc..

      Se o Guardiola viesse para o Palmeiras e no primeiro ano tivesse três vice campeonatos e empatasse em casa com o Sertãozinho, seria chamado de “burro que não conhece o que é Palmeiras” ou algo do tipo por muitos torcedores, e conselheiros pediriam o retorno do Felipão porque ganhou uma Libertadores há quase 20 anos. Essa é a nossa realidade.

  5. mario luiz 31/03/2018 | Responder

    Se mais uma vez tivermor problema com o apito, a culpa será única e exclusiva da diretoria do Verdão que simplesmente assiste a tudo calada. Já passou da hora de nos impormos nos bastidores, pois somos o time que mais dá dinheiro para a fpf, se formos garfados mais uma vez, devemos abondanar o paulista de 2019, vamos particiar de algum torneio da Puma e deixar que gambás, bambis e sardinhas paguem as contas da fpf.

  6. Reynaldo Zanon 31/03/2018 | Responder

    O Bragantino ganhou deles (não amarelou) em pleno Pacaembu. É absurdo o Palmeiras não se impor. Devemos ganhar as duas, mas, no mínimo, hoje, um empate.

  7. Zek 31/03/2018 | Responder

    Na verdade além dos técnicos, o jogador não pode amarelar…e quem não amarela faz a diferença…

  8. Zek 31/03/2018 | Responder

    Hoje é dia do Borja dois gols e venceremos por 3×1…

  9. Cássio 31/03/2018 | Responder

    Roger teve um jogo contra eles e vários outros para entender e travar a forma já batida de jogar deles. O “mundo ” está duvidando da qualidade técnica do Palmeiras. Hoje é jogo pra homens. E a história nos mostra que quando o Palmeiras se impõe a “fiel” emudece e eles tremem.

    • Concordo. O problema é que o Carille também teve vários jogos pra ver as deficiências (principalmente em bolas altas) da nossa defesa e da cobertura dada pelo lento Felipe Melo. Eles oferecerão a bola para o Palmeiras e explorarão essas falhas nos contra-ataques, fazendo o que sabem fazer de melhor, jogando dentro de suas enormes limitações e com toda a torcida a favor. Por isso, pelo menos até a bola rolar, o jogo é absolutamente parelho. E com todo o respeito, não vou entrar nessa de “Mundo X Palmeiras”, deixemos a imprensa falar e joguemos futebol.

  10. Zek 31/03/2018 | Responder

    Hoje Dudu tem que mostrar que é melhor que Rodriguinho e jogar bola, nada de ficar recuado fazendo pênalti na nossa área…

    • Nem de sugerir que o time saia de campo caso o Palmeiras sofra outro pênalti com expulsão. E também tá na hora do Lucas ser ToLima…

Leave Your Reply