Categorias
Libertadores 2018 Pós Jogo

Libertadores 2018 Boca Juniors 0x2 Palmeiras: vitória maiúscula

 

 

O Palmeiras jogou contra o Boca Junior na noite desta 4a feira na Bombonera e venceu com uma vitória maiúscula: 2×0. Gols de Keno e Lucas Lima.

O Palmeiras jogou melhor a maior parte dos 90 minutos e mereceu a vitória. Foi para o ataque desde o início e Keno quase faz um gol de costas num chute do goleiro argentino.

Felipe Melo e Bruno Henrique estavam firmes no meio campo. Borja incomodava muito o ataque. O único problema no 1o tempo era Lucas Lima que não aparecia para o jogo e a defesa ligava o ataque diretamente.

Mas num lance em que Marcos Rocha acreditou na bola antes dela sair para a lateral e cruzou na área, Borja segurou a marcação de dois zagueiros do Boca e Keno cabeceou livre para marcar 1×0.

Na sequência um apagão da defesa palmeirense e quase gol dos argentino. Abila estava impedido mas o bandeira não deu. No lance seguinte um quase replay da jogada anterior e dessa vez Abila empurra para o gol. Dessa vez foi marcado impedimento.

Veio o 2o tempo. O Palmeiras melhor postado e jogando no contra-ataque. Keno melhor. Dudu com importância tática. Lucas Lima mais acordado. Willian entrou no lugar de Borja. Jaílson se destacava fazendo grandes defesas. Num contra-ataque Lucas Lima fez um gol antológico em La Bombonera tocando por cobertura de fora da área. 2×0.

Depois do gol pouco incomodou o Boca. Mas quando chegava Jaílson sempre seguro.

Uma noite em que tudo funcionou bem. Com a vitória o Palmeiras garantiu a classificação para a próxima fase. E mais uma vitória garante a liderança do grupo.

Curta aí palmeirense. Hoje é um dia/noite para comemorar.

Saudações Alviverdes!

134 respostas em “Libertadores 2018 Boca Juniors 0x2 Palmeiras: vitória maiúscula”

SP, 28 de Abril de 2018
Sábado – 13:40 horas
Que o jogo contra o Boca Jrs não tenha sido uma exceção.
Bons resultados são decorrentes de regularidade.
Espero ver amanhã um time amassando o adversário e impondo autoridade.
Rumo à liderança desse campeonato brasileiro.
Bom sábado e domingo à todos.

O Palmeiras precisa enfiar na cabeça que precisa ser muito superior aos seus adversários e que o juiz sempre deve ser visto como inimigo.
Os dois gols impedidos do Boca não devem ser mais tomados porque em um jogo contra o time marginal, possivelmente seriam assinalados.

Gols como os que levamos do Boca (anulados corretamente, mas poderia não ter sido assim) não podem mais ser tomados porque o sistema defensivo de uma equipe que se credencia a ganhar todos os títulos que dispu.ta não deve ter postura de quem está num churrasco entre solteiros e casados. Botar tudo sempre nas costas da arbitragem é a muleta perfeita.

O cara de bolacha presidente do ….. Está morrendo de inveja do verdão. Boa resposta Edmundo.

dois grandes reforços… Juninho indo para o galo e Migue Bastos para o sport…semana dos sonhos essa hein…

Ok, finalmente assisti ao jogo completo. Ao meu ver:

– Não achei que o Marcos Rocha foi engolido pelo Pavón. Acontece que foi mais qualidade do Pavón do quê falha do MR. O Boca joga muito espaçado, então quando vira o jogo da direita para a esquerda, é natural o ala receber com mais espaço, até o marcador chegar.

– Não achei que o Keno fez mal partida. Movimentou bastante, criou jogadas interessantes, desafogou o ataque e criou situações, levando a defesa do Boca ao desespero. Borja também jogou bem, não foi fominha, passou várias bolas corretamente, esfriou o jogo em momentos de pressão. Ponto fraco no ataque foi o Willian, uma nulidade.

– Reiterando, o Palmeiras melhorou sim, mas o Boca também é beeem meia boca. Considerando que não há nenhum time na América do Sul, jogando o fino da bola, um Palmeiras aplicado, pode sim se sobrepor no campeonato.

– Não acho que 3 atacantes está nos favorecendo. Lucas Lima é bom para os padrões brasileiros (restolho que a Europa não quer) atuais, mas não dá meio Alex. Logo, ele tende a render mais se dividir a função de criador com outro meia atacante. Eu tiraria o Keno, e colocaria o Guerra. Ficariam o Guerra e o Lucas Lima municiando, o Borja como referência, e o Dudu orbitando o Borja, pela esquerda e direita. Quando o Dudu cansar, entra o Keno fazendo a mesma coisa. Keno com gás, contra o adversário cansado, é uma festa.

– Time precisa fazer hora extra, para treinar finalizações, principalmente os atacantes. O time tem ido mal neste fundamento. E o Matos tem de trazer 1 ótimo zagueiro, para ficarem revezando AC, Dracena e este novo contratado. SE possível, um CA melhor que o Borja (não é difícil), Borja seria o reserva imediato, e pode dispensar o Deyverson.

– Não sei se há, mas se não tiver, montar um departamento de psicologia, para acompanhar os jogadores e trabalhar essa ansiedade e distração, não podemos, toda santa vez que sairmos na frente, sofrer ataques tão perigosos e gols logo em seguida.

Ademais, ótima vitória, histórica, para limpar de vez da mente, a final do paulista. É garantir o primeiro lugar do grupo com mais uma vitória, e mandar reservas para a última rodada de grupos, pois toda chance de poupar esse ano, sem prejudicar classificação, tem de ser aproveitada.

Boa velho, ótimo comentário. Concordo em tudo com você, necessidade de zagueiro, psicólogo, Keno no segundo tempo, Lucas Lima e Guerra, falhas nas finalizações, arbitragens sem vergonha, vitória histórica. Só discordo quanto ao Marcos Rocha. Acho que nosso lateral no apoio foi muito bem, mas na defesa foi trucidado, jantado, penetrado (sem lubrificante), humilhado, atropelado, agredido, engolido, desmilinguido, e todas as rimas que se possa imaginar. Aliás perdemos o campeonato paulista nas costas dele e tomamos o empate do boca também por ali. Não estou dizendo que ele não presta, pelo contrário, pensando em Mayke, Jean e Fabiano, estamos muito bem. Mas precisa ter uma cobertura implacável naquele setor. E isso o Antônio Carlos não tem condição de fazer.

A análise é boa, mas o Keno tem sido o melhor – ou um dos melhores do time – nos últimos jogos. Tem de ser titular. Quanto à lateral-direita, o Jean, nos seus bons tempos, antes das contusões, foi bem ali, tinha boa marcação e bom apoio. Pode ser uma futura opção.

Eu sou um dos caras do “Boca não é tudo isso”, mas nem por isso deixei de ressaltar que a vitória foi maravilhosa. Na verdade concordo com o Thiago e defendi isso aqui antes e fui muito criticado. Não é que o time melhorou assim, só que estava muito longe de ser aquela droga pintada pela maioria aqui.
Quanto a Cruzeiro, Curica e Grêmio também discordo. Ganhar bem??? O Grêmio claro que é um ótimo time, mas sequer ganhou de nós o ano passado. Quanto mais ganhar bem. O Curica ganhou o título de nós com um futebol horroroso de uma bola só, na retranca total, com 30% de posse de bola e com ajuda do juiz. E de novo todos aqui enalteceram a organização do Curica.
O Cruzeiro nem se fala. Ainda vai penar muito para tentar se classificar na libertadores e também ganhou o título mineiro na bacia das almas com ajuda da arbitragem.
O que precisamos é apenas corrigir alguns detalhes como a cobertura do lado direito, corrigir a posição ou trocar o Lucas Lima e a contratação de um zagueiro bom, mas o mais importante para mim é mudar a cabeça dos jogadores e principalmente da torcida para termos mais CONFIANÇA e jogarmos o futebol que temos melhor que todos no Brasil e compatível apenas com o Grêmio.

LGO, não se esqueça q ano passado o confronto entre Grêmio e Palmeiras teve os dois times reservas no primeiro turno e no segundo turno nós estávamos com os titulares e eles com os reservas. Não sei vc, mas eu desconsidero esses dois jogos , pra mim não conta. Quanto ao Corinthians é exatamente por eles jogarem da forma q jogam que eu quero ver o Palmeiras sendo superior e vencendo de forma convincente, coisa q não acontece desde 2016. Toda vez q jogamos contra times organizados sofremos bastante e dificilmente vencemos, é justamente nesses jogos que vemos a falta de criatividade de nossos jogadores pra furar a defesa adversária. Continuo com minha opinião, o dia q o Palmeiras for superior num jogo e vencer bem tanto Grêmio, Corinthians e Cruzeiro eu vou acreditar que podemos conquistar qualquer título, enquanto isso continuo esperando que a sorte nos ajude como nos ajudou na Bombonera e com os dois pés atrás.

Obrigado, Philipe, você me “economizou” um post. As duas vitórias contra o Grêmio em 2017 foram boas e justas, porém em ambas o adversário jogou com reservas. Se isso serve de desculpa para a péssima atuação diante do “poderoso” São Caetano, precisa valer no sentido contrário, também, Aliás, a falta de informação é um dos maiores combustíveis para o fanatismo cego, daquelas pessoas que só querem ver qualidades do lado de cá e defeitos do lado de lá (inclusive no que diz respeito às arbitragens). E podemos até ter o melhor futebol do Brasil, mas ele anda tão bem guardado que só é mostrado uma ou duas vezes por ano, então…

É realmente vou continuar com minhas dúvidas. Acho a exigências que todos fazem no Palmeiras ser MUITO maior que para outros times. O Curica por exemplo ganhou inúmeros elogios aqui com um futebol horrível com que ganhou de nós a final. E mesmo Grêmio que tem todo esse sucesso porque foi campeão da libertadores sem pegar nenhum adversário de peso o campeonato todo. Aliás o adversário forte que eles pegaram foi o Botafogo e classificaram ganhando “bem” de 1×0 com o Botafogo mandando no jogo.
Fanatismo cego ocorre aqui quando os resultados não veem e o pessoal fica louco e escreve um monte de coisa absurda. Por favor experimentem ler os comentários antes do jogo do Boca. Vocês vão se assustar…
Nós precisamos entender que futebol não é mais como antigamente. Ninguém ganhará bem dos seus principais adversários. É tudo muito mais competitivo e nivelado do que antigamente.
Por isso que além dos problemas que todos nós já listamos aqui precisamos resolver o problema da falta de confiança no time. E essa, sinceramente, nós torcedores não ajudamos em nada!!!

Eu acredito que é difícil manter um alto nível durante toda a temporada, falando em termos de “bom futebol”, e não só de resultados. Nossa torcida, historicamente é reclamona. Não foi a toa que o Felipão inventou o termo turma do amendoim. Tenho certeza de que se o Carille fosse nosso técnico e fizesse por aqui o que faz lá no time dele, ganhando títulos com futebol de time pequeno, jogando por uma bola, seria muito cornetado. Sem falar que provavelmente por aqui nem ganharia nada, já que não teria aquela benevolência da arbitragem. Olhando daqui, podemos dizer que a filial da rede globo tem um time “organizado”, o que soa até como elogio. Mas por aqui, esse futebol seria aceito? Creio que não. Viveríamos em pé de guerra com o treinador, do mesmo jeito. Ultimamente eu tenho sido talvez um pouco menos corneteiro do que já fui há tempos atrás. Talvez pelo fato de termos hoje perspectivas muito melhores do que tivemos desde a saída da Parmalat até, sei lá, 2014. Talvez por termos conquistado duas taças nacionais de 2015 pra cá. A estrutura que o Palmeiras tem hoje me deixa mais confiante no time. O time de 96 jogava o fino da bola, mas só ganhou um Paulista. O time do Felipão, primeira passagem, mais “cascudo”, ganhou Copa Mercosul e Libertadores. Se pensarmos em termos de importância dos títulos, não tem nem comparação.

Michael Bastos vai para o Sport? Aleluia!! Mas tem mais uma meia dúzia que dá para mandar para lá. Olho nesse Pavón. Acorda Mattos, precisamos de dois zagueiros, mais um atacante e o Scarpa de volta.

Esquemattos é uma ameba.

Ele vai esperar nós perdermos mais um ano para aí sim ir atrás de reforços, como fez no ano passado.

Meter 2 a zero no Boca em ema bombo era não tem preço! Que esta vitória sirva pra dar uma mudanca de rumo nas coisas! E vamos firme no Brasileiro !

Marcelo seu comentário foi o de número 130 mil do 3VV. Em meu nome e nome de todos os colaboradores do 3VV nesses 11 anos de história, agradecemos a você e aos outros milhares de comentaristas que nos fizeram chegar nessa marca. Abraços, Vicente

SP, 26/04/2018
22:17hs.
Se um time que está participando da Libertadores encerrar em 3o lugar a fase de grupos, ele recebe como prêmio vaga nas 8as de final da sul-americana.
Futebol sul-americano é uma piada.

Renato, há alguns anos é assim na Europa, o terceiro colocado dos grupos da Champions “migram” pra Europa League. Algumas (só algumas) coisas que copiam de lá são interessantes por aqui. Final única de Libertadores em campo neutro, por exemplo, é um aborto.

Aos caras do “Boca não é tudo isso”:

De quem o Palmeiras precisa ganhar pra que vcs digam: “agora sim foi uma boa vitória?”

É uma pergunta séria

Da minha parte, acho que foi uma excelente vitória. Na real o que eu queria ressaltar é que o desempenho da equipe não mudou da água pro vinho nesse jogo. Assim como não era uma merda antes.

Da minha parte, acho que foi uma excelente vitória. Na real o que eu queria ressaltar é que o desempenho da equipe não mudou da água pro vinho nesse jogo. Assim como não era uma droga antes.

Na minha opinião tem 3 times aqui no Brasil que se o Palmeiras vencer bem eu me daria por satisfeito e somente elogiaria. São eles: Grêmio, Corinthians e Cruzeiro. Mas não basta vencer , tem que ter um bom desempenho, tem que ser superior em pelo menos 70% do jogo, tem que controlar a partida e convencer , aí sim eu direi que temos um bom time e que temos condições pra vencer qualquer campeonato. A vitória de ontem foi ótima mas a meu ver o desempenho foi novamente baixo. Vencemos pq o jogo é assim , mas poderíamos ter perdido se eles tivessem um centroavante melhor que soubesse observar a linha de impedimento e se eles tivessem um goleiro melhor tbm não teríamos feito o segundo gol. Enfim são coisas de jogo, mas o que eu quero dizer é que com o desempenho de ontem dificilmente venceriamos Grêmio, Corinthians e Cruzeiro. Não sei se consigo me fazer entender direito mas pra resumir acho que o time tem muito o que melhorar ainda , principalmente na parte defensiva.

Eu sou um dos caras do “Boca não é tudo isso”, mas nem por isso deixei de ressaltar que a vitória foi maravilhosa. Na verdade concordo com o Thiago e defendi isso aqui antes e fui muito criticado. Não é que o time melhorou assim, só que estava muito longe de ser aquela droga pintada pela maioria aqui.
Quanto a Cruzeiro, Curica e Grêmio também discordo. Ganhar bem??? O Grêmio claro que é um ótimo time, mas sequer ganhou de nós o ano passado. Quanto mais ganhar bem. O Curica ganhou o título de nós com um futebol horroroso de uma bola só na retranca total com 30% de posse de bola e com ajuda do juiz. E de novo todos aqui enalteceram a organização do Curica.
O que precisamos é apenas corrigir alguns detalhes como a cobertura do lado direito, a posição ou troca do Lucas Lima e a contratação de um zagueiro bom, mas o mais importante para mim é mudar a cabeça dos jogadores e principalmente da torcida para termos mais CONFIANÇA e jogarmos o futebol que temos melhor que todos no Brasil e compatível apenas com o Grêmio.

Não tinha assistido o jogo inteiro, só os 20 minutos horríveis do Palmeiras no primeiro tempo, que se resumiam a ser pressionado, recuperar a bola e fazer a inútil ligação direta para o ataque. Mas havia lido em vários lugares que exatamente, este foi o único momento bem mais ou menos do time. Assisti o resto do primeiro tempo agora, e acho que você tem e não tem razão, no que está insinuando nessa sua pergunta. O Palmeiras melhorou um pouco sim, em relação aos últimos jogos, mas ao mesmo tempo, jesus, esse Boca é o pior Boca que já vi jogar na minha vida. Acostumado com os jogões entre Palmeiras e Boca nos anos 90/00, onde ambas equipes eram sensacionais, fiquei pasmo com a debilidade desse Boca de quarta. Óbviamente, nosso baixo nível, para mim não é novidade. De qualquer forma, é óbvio que é melhor ser o menos pior, mas o Palmeiras ainda não tem cara de timaço, é nessas ilusões que a gente se ferra, pois caímos do cavalo quando o jogo é pra valer e o adversário vem mais aguerrido. O Roger tem de continuar se empenhando, e os jogadores tem de botar o tico e o teco para funcionar, pois está longe do ideal. O que me causa dúvidas é se, esse time realmente tem esse potêncial latente que habita nosso imaginário (incendiado pela gastação desenfreada em jogadores “que prometem”), ou se na verdade, estamos observando algo perto do máximo que essa equipe e esse técnico tem para entregar. Mais uma vez, espero que seja a primeira opção, mas já estou esperando sentado, pois de pé cansou faz tempo.

belissíma vitoria e acredito que sentiremos diferença na equipe no jogo contra a chapecoense…
na minha opinião, o abalo da perda do titulo foi superada ontem..
concordo com a maioria, o lado direito esta sendo nosso ponto fraco em relação a defesa. O Marco Rocha sabe apoiar, mas para marcar…tem serias deficiências.

O Marcos Rocha continua uma teta na marcação. No mais, tudo que eu quero é regularidade.

Temos que elogiar também a arbitragem. Se fosse jogo com os gambás seria 2a2. Teriam validado os dois gols impedidos.

creio que o nosso querido Gustavo Aroni novamente viu outro jogo, o Pavon fez o que quiz em cima do Antonio Carlos? o Antonio Carlos jogou de lagteral dieito ? TENHA DO !!!!!!!!!!!!!!!!!

Acho melhor você voltar lá e ler direito o texto do Gustavo pra não escrever besteira.

Acho no mínimo curioso na se salientar a extraordinária vitória!!!
Quando o Curica ganhou de nós roubado jogando horrorosamente por uma bola se salientou e muito a organização deles!!!
Temos muitas coisas a corrigir, mas o time realmente tem qualidades!!!!
Apenas como dado histórico foi a primeira derrota deles em casa na libertadores por mais de 1 gol de diferença…

Quem não está salientando a extraordinária vitória por aqui? Por acaso os textos estão saindo em grego ou alfabeto cirílico no 3vv? Uma coisa é valorizar um resultado histórico, outra é voltar com o “entreguem as taças”.

Defeitos defensivos nós temos mesmo, principalmente no lado direito. O Marcos Rocha é um excelente ala, mas um péssimo marcador. No gol relâmpago da final, o Antônio Carlos foi responsabilizado, mas o nascedouro da jogada foi nele, que foi driblado com muita facilidade com menos de 1 minuto de partida. Ontem, o tal de Pavon, fez o que quis pra cima dele o jogo inteiro. Ainda assim, a partida do Palmeiras ontem, no geral, foi muito boa, e a sorte é que o tal do Ábila é muito ruim.

Realmente o Marcos Rocha penou muito com o Pavon. Temos que corrigir isso. Aliás, qque ótimo atacante que é o Pavon

Gustavo, o problema não está exatamente no Marcos Rocha na marcação, mas na cobertura… o Antonio Carlos é lento e os dois volantes não conseguem cobrir o espaço a tempo… mas o Marcos Rocha e o Diogo Barbosa são os melhores jogadores de linha pra mim, atualmente, que tem que ser mais explorados em jogadas de ataque.

Parabéns a todos, honraram nosso manto. O Roger demorou muito em colocar o Dracena. Melhorou em muito a defesa. Olho nesse Pavón, o cara é craque. Olho nele Mattos. Traz ele, o Scarpa de volta e mais dois zagueiros.

Resultadismo aqui é brabo hein. Time jogou bem, mas foi preocupante em alguns momentos. Não conseguiu trocar três passes durante a maior parte do primeiro tempo. E curiosamente, os protagonistas nos gols foram os piores titulares em desempenho: M Rocha, Keno e LL.

Esse time do Boca não pegava nem G4 aqui no Brasil. Não sei como vai ser campeão argentino. Vi os jogos do Racing contra os brasileiros e pra mim se mostraram uma equipe bem mais evoluída.

Enfim, vale muito pelo feito e pela retomada da confiança, mas que ninguém se iluda achando que estamos prontos.

Caro Thiago!

Não digo que não concordo com seus comentários sobre o Boca, apenas gostaria de lembrar que fui fortemente criticado por um companheiro do Blog quando falei que o Boca não era tudo isso que todos falam!!!!

Se o Boca que está disparado na frente pra ser campeão argentino, o que dizer então dos caras que tem que ter ajuda do juiz pra ganhar do Independiente…

O Boca não é tudo isso? Tá bem, mas por enquanto só Verdão meteu dois de vantagem lá na casa deles!!! Nunca nenhum estrangeiro fez isso na história. Manda os outros irem lá fazer e depois a gente pode conversar….

Caro Carlos!

Claro que o Boca é um time forte, apenas rebati antes do jogo quando supervalorizaram dizendo que iriamos apanhar fácil. Futebol não é assim. Dentro de campo são 11 contra 11. Assim como muitos aqui valorizam demais o Curica por ganhar na marra, na retranca, ganhar por uma bola e por fim no apito caso necessário.
Claro que vejo muitos erros e que temos que corrigir, mas continuo sendo saudosista. Meu Palmeiras nunca foi e nunca será estilo Curica como alguns querem.
Realmente o jogo ontem foi histórico e vai ficar na nossa lembrança e na do Boca por muito tempo.
Parabéns por seus comentários!!!!

Parabéns pelos comentários, Thiago. Pés no chão valem mais que três pontos nessa hora.

Só não podemos deixar o “pé no chão” se transformar em falta de confiança…

Sugiro que a taça de vice-campeão do paulistinha seja recebida. Façam uma rifa ou façam um leilão. A renda seja doada a uma instituição de caridade. Creio que vai dar uma boa renda.
É preciso deixar que seja conhecida como a taça da vergonha, e isso passe para a história do futebol paulista.

Palmeiras teve muita sorte também hoje, não podemos esquecer.

Tiverem dois gols bem anulados, mas não lembro deles terem dois gols anulados em casa. Além disso, o único que não deram, não entrou.

Num mata mata, pode ser fatal. Que saibamos aproveitar que a sorte nos sorriu e corrigir o que falta ser corrigido. Que o Brasileirão nos traga a constância que procuramos

E o Felipe Melo foi bem. Se tem um jogo em que se esperava dele uma boa atuação, era esse. Correspondeu, e sem precisar dar tapa na cara de ninguém.

Só assustou naquela bola mal recuada. Mas compensou o erro durante toda a partida.

Só assustou naquela bola mal recuada. Mas compensou o erro durante toda a partida.

Discordo de vc ….ele fez alguns desarmes no meio mas errou passes e de “2” entregadas no meio . Se saem os gols não estaria falando isso.

Vitória maravilhosa! Pena que não é o segundo jogo da final depois de um empate no jogo de ida kkkkk. Mas infelzmente o caminho até lá ainda é bem longo… eu não consigo me conformar com essa defesa que faz um a zero aos quarenta e toma a virada ainda no primeiro tempo (ainda bem que o placar não registrou os dois gols que entregamos aos caras). Tem time medíocre por aqui que não toma gol e não corre riscos jogo após jogo, por que não buscamos essa segurança também? Não é possível que seja tão difícil.

Não acreditava nessa vitória, assisti do minuto 20 até o 38, achei o time uma porcaria. Só fui ver o resultado agora, parece que fizemos um segundo tempo muito bom. Adorei estar errado hehe. Agora, torcer para essas duas vitórias seguidas começarem a tirar a final do Paulista da cabeça dos jogadores.

Primeiros 10 minutos perfeitos, os 35 seguintes horríveis, foi quando fizemos o primeiro gol (coisas do futebol). Já no segundo tempo com uma marcação melhor e os jogadores mais focados fizemos o segundo e poderíamos ter feito o terceiro, e como era noite de San Gennaro a bola deles não entrava, e quando entrou foram marcados (de maneira correta) impedimentos. Agora é só festejar com um bom vinho tinto.

A saída da porcaria do Thiago Martins melhorou demais o time. Pena que o Dracena tá velho.

Linda vitória principalmente porque jogamos bem. A vitória foi merecida. Espero que essa vitória e classificação faça o time pegar moral embale em todas as competições.

Os comentários estão desativados.