Brasileiro 2018 Palmeiras 3×0 Paraná: bela vitória e um novo recomeço

 

Arre! Finalmente o pós jogo. Esse estagiário…

E o Palmeiras venceu e bem o Paraná no Allianz Parque. 3×0. Os gols foram de Bruno Henrique (#2) e Lucas Lima.

O treinador Wesley Carvalho veio a campo com Weverton, Mayke, Antonio Carlos, Thiago Martins e Diogo Barbosa; Bruno Henrique e Moisés; Arthur, Scarpa e Dudu; Willian.

E funcionou. Com uma boa cobertura nas laterais – ponto falho do time nos últimos jogos -, Bruno Henrique e Moisés se revezavam na função de primeiro e segundo volantes. Bruno Henrique ia mais ao ataque e fez o primeiro gol em chute de fora da área.

Logo depois em jogada de Scarpa pela esquerda, num rebote do goleiro Bruno Henrique novamente de dentro da área fez o segundo.

Arthur se destacava pela direita do ataque. E foi muito aplaudido quando foi substituído pelos 35 mil palmeirenses no Allianz. Hyoran entrou. Logo depois entrou Lucas Lima no lugar de Scarpa. E num lindo chute de fora da área, de sem pulo, completou o placar.

O adversário era fraco? Sim… da mesma forma que eram Sport, Ceará, Fluminense, ….

Bela vitória em um novo recomeço.

Agora é esperar a nova comissão técnica assumir.

Saudações Alviverdes!

103 Comments Added

Join Discussion
  1. Thom 01/08/2018 | Responder

    Eu acho a escolha do Felipão foi mais como ultima tentativa de conseguir um titulo ainda na gestão Galiotte, do que um planejamento de anos a frente do Palmeiras.

    Felipão vai dar certo num primeiro momento e talvez até leve um titulo, mas pela entrega que os jogadores vão dar.

    Depois que passar essa empolgação inicial, o tecnico tem que ter padrão de jogo e competencia de transmitir isso pros jogadores.

    Não acho que, a longo prazo, a escolha do Felipão é a mais correta.

    Diretoria pensando como torcedor. Tem que ganhar esse ano de qualquer jeito

  2. Lucas 01/08/2018 | Responder

    O Felipão não vai cair com esse time, não tem porque temer o rebaixamento. Ele caiu sim em 2012, foi culpa dele também. Mas o feito que tem que ser considerado é o título da copa do Brasil com aquele mesmo time. Sua capacidade de ganhar copas é o que o time precisa agora. Apesar do contrato dele ser longo, foi uma contratação emergencial, para salvar este ano e dar uma cara nova pro yime

  3. Levi 01/08/2018 | Responder

    Bom, em primeiro lugar …deixem o homem trabalhar.
    Se errar, que seja criticado e se acertar aplaudido.
    Mãe Dinah morreu e não deixou descendentes.
    Mas Dayverson de titular é piada de mau gosto.

    É claro que a tupiniquim press parcial, vai cair em cima do treinador….ao contrário do “encantador de serpentes”, o Tite.
    Mas o que realmente ninguém dá atenção são as cobras e ratazanas que ainda infestam o clube…..ACREDITEM….. foram os conselheiros do clube, luderados pelo sapo-mor que denunciaram a relação Crefisa/Palmeiras para a receita federal.
    E do nada apareceram as campanhas nas antros chamados de programas esportivos…. com todos falando do tal….”fair play financeiro”, lembram??….e adivinhem quem foi o único prejudicado? Palmeiras.
    O sapo tem o COF todo nas mãos….e adivinhem quem está reprovando as contas do clube?…..os aceclas do sapo.
    E muitas vezes brigamos e ofendemos pessoas que postam aqui, no famoso “Friendly Fire”….enquanto essa es.cória continua defendendo seus interesses no clube.

    • Pois é, Levi, andei lendo nesta semana algumas atrocidades cometidas pelo Jabba e sua turma dentro do clube, sempre remando contra a modernidade e a grandeza que todos queremos para o Palmeiras. O cara deve ter uma baita inveja do que se tornaram a Portuguesa e o Juventus, e deseja que tenhamos um clube maravilhoso, com bocha, piscinas e salão para festas de pizzaiolos e donos de cantinas. Futebol? Só atrapalha! Enquanto ele tiver fôlego para conseguir soprar uma bexiga lá dentro, vamos continuar discutindo quem poderá ser o alquimista que tranformará desordem em sucesso, sem achar o “Messias” que dará jeito nisso. O resto são preferências baseadas em fatos ou crendices.

    • Sobre o Deyverson, pode ter certeza: muitas pessoas que não o querem no time por ser um arremedo de jogador vão achar genial sua escalação depois do primeiro gol que marcar num Bahia ou num América MG da vida…

  4. Thom 01/08/2018 | Responder

    Chamem o Zagallo pra tecnico, já que currículo é tão importante.

    Ou o Dunga, que tem títulos mais recentes que os do Felipão.

    • LGO 01/08/2018 | Responder

      Não dá para chamar o Zagallo porque ele não tem maus saúde para isso e o histórico dele é bom, mas é só na seleção. Em clubes ele tem muito pouco resultado como técnico!
      Quanto ao Dunga não entendi, pois ele nunca foi campeão brasileiro ou libertadores ou mundial como técnico…
      Mas currículo de fato tem sua importância sim em qualquer contratação!!!

    • Nosso próximo treinador (que se não ganharmos Libertadores ou CB neste ano virá logo) deveria ser recrutado pela Catho Online, assim certamente o “melhor currículo” ocuparia o cargo…

      • LGO 01/08/2018 | Responder

        Vou explicar melhor porque currículo no futebol é tão importante:
        1. Jogador brasileiro é sem vergonha! Não é profissional na sua grande maioria. Só trabalha bem quando respeita o treinador, e na maioria das vezes só respeita o treinado que tem currículo.
        2. Quantas vezes já vimos arbitragem ser influenciada por treinador???? Tem gente (e não estou dizendo que é certo ou errado) que diz que na final do paulistão o pênalti só voltou porque a pressão dos jogadores do Curica foi maior. Só sei que com um Felipão no banco é obvio que a chance disso acontecer é menor.
        3. E por ultimo o Felipão já chegou pedindo jogadores ( Jonas e Ramires ) porque sabe que o clube está com dinheiro e vendeu muitos jogadores esse ano. Técnicos sem currículo ou não são ouvidos ou nem pedem, pois tem medo da diretoria.

        Podem falar o que quiserem. Que os treinadores deveriam ter mais personalidade ou os jogadores deveriam ser mais profissionais ou qualquer outra coisa, mas por hora o futebol tupiniquim funciona assim…

        • O currículo de meia folha do Carille ganhou três títulos em menos de um ano, já os currículos enormes de Abel e Luxemburgo nem passaram perto. Fico imaginando o presidente do Real Madrid em meados de 2016 olhando o currículo do Zidane como treinador e optando pelo Fabio Capello, colecionador de títulos (sendo o último deles dez anos antes daquele momento).

          Por mais que sejam importantes (e são), camisa e currículo não ganham mais jogos nem campeonatos sozinhos, podem falar o que quiserem e continuar brigando com os fatos.

  5. se não encherem o saco e deixarem o cara trabalhar Felipão vai dar certo. Em 2012 Felipão escolheu vários jogadores porém, a dupla Deby & loidy da época contratavam a terceira opção; Aí querem que o
    cara faça milagre. E outra, o técnico rebaixado foi Gilson Kleina e não ele.

    • Primeira parte certinho. A segunda, forçou a barra. Kleina era ruim, mas em 2012, ele pegou o barco já todo furado e cheio de água do Felipão, e pediram para ele salvar o barco tirando a água com uma xícara de café.

    • Na seleção de 2014 o Felipão também escolheu vários jogadores (até onde se sabe, todos) e deu no que deu. E se faltando 13 rodadas pra acabar o campeonato o Kleina tirasse o Palmeiras de onde o largaram (19º lugar, 33% de aproveitamento com 20 pontos e a oito de sair do Z4) hoje ele não estaria na Chapecoense. No mais, concordo: tem que deixar o cara trabalhar, essa é a única forma dele calar críticos, imprensa e incrédulos como eu. Tomara que consiga, todo mundo aqui vai ficar feliz. Não dá pra esquecer tudo o que ele fez de bom, só não dá pra apagar o que fez de errado, e as duas listas são grandes…

    • Reynaldo Zanon 01/08/2018 | Responder

      Mas o Felipão fez milagre ao ganhar a Copa do Brasil com aquele time fraquíssimo de 2012.

    • LGO 31/07/2018 | Responder

      Aqui ter gente que critica eu acho total absurdo. Pode ate não dar certo e as críticas virem, mas antes disso pelo currículo e pela história no clube deviam todos apoiar e acreditar.

      • Existem vários blogs “chapa branca” de torcedores por aí, onde “discussão” é sinônimo de elogio e nos quais criticar é proibido, meu caro. Não vou dizer que neles o mundo é “cor de rosa” por razões óbvias, mas por lá o céu está sempre azul. Sugiro participar deles. Pela linha adotada pelo 3VV, principalmente através da figura do Vicente Críscio (estamos com saudades dos seus textos, Vicente!), aqui há espaço pra todos, sejam cegos fanáticos ou cornetas. Se não gosta que seja assim, não frequente. O que não dá pra aceitar é ditar as regras do “bom torcedor”, apoia e acredita quem quiser. E repito: currículo não ganha mais nada no futebol, torço pra que o Felipão faça um bom trabalho pelo que ele ainda pode oferecer, não pelo passado, que por sinal é onde ficaram seus maiores feitos.

        • LGO 31/07/2018 | Responder

          Caro Eduardo,
          Em nenhum momento me direcionei a você! Quando for para você faço a referência como agora para que não haja dúvidas!!!
          Em nenhum momento quero dar o manual do bom torcedor, apesar de achar que você precisa dele!!!
          É no mínimo a quarta vez que vejo você convidar as pessoas a sair do blog. Postura extremamente rude e desnecessária!!!
          Mas não bagunce com a estirpe do blog que dá sim toda a liberdade, mas que sempre foi entusiasta quando se fala de Palmeiras!!!!
          Sua avaliação do assunto Felipão continua equivocada. Por mais que a China de fato é um mercado em desenvolvimento, não se pode apagar da memória os trabalhos feitos por lá. Até porque outros estiveram lá e não tiveram sucesso.
          Eu já trabalhei na China também num ramo em desenvolvimento e não acho que isso foi retrocesso na minha carreira profissional.
          Por fim gostaria que você sugerisse aqui e agora o técnico que você queria para o Palmeiras. Quero avaliar sua sugestão bem criteriosamente como você fez com o Felipão!!!
          Só criticar é muito fácil!!! Vamos discutir com fatos e dados sobre sua alternativa!!!!

          • Meu caro, você está misturando alhos, bugalhos e chocalhos, e o que é pior, colocando palavras que não existem no meu texto. Não estou menosprezando a China como país em desenvolvimento, mas não dá pra atribuir aos chineses qualidade num setor em que eles simplesmente não a tem. É a mesma coisa que imaginar o Brasil se destacando em rugby (e suas variações) ou nos esportes de inverno (esqui, hóquei, bobsled etc), podemos até montar por aqui equipes com investimentos e torneios que terão campeões, mas competir em nível internacional é outra história, não dá, isso é fato, se não gostar brigue com os fatos mas não com quem apenas os relata.

            Você expôs sua opinião segundo a qual todos “devem” apoiar e não criticar. É um direito seu, só acho que sempre que existe apenas e tão somente apoio incondicional sem cobrança e crítica na contrapartida as coisas normalmente não dão certo (e existem vários exemplos históricos disso). Apoiar e torcer sim, sem fechar os olhos para o certo e o errado nem tapar o sol com a peneira. Imagine eleger um político para um cargo executivo e a partir daí apenas apoiá-lo independentemente do erros que cometa (e todos nós erramos), acho meio difícil dar certo, não é mesmo? A não ser que estejamos tratando de seitas travestidas de partidos políticos como existem por aí, mas esse é outro assunto e não vale a pena entrar nele.

            Por fim, e para encerrar a polarização neste espaço, não estou sendo criterioso por ser o Felipão, por quem vou torcer muito apesar de tudo (como já escrevi, acho que nossas chances na Libertadores aumentaram no mínimo 50% com ele, porém em termos de bom futebol não tenho qualquer expectativa), eu seria criterioso com quem quer que fosse, especialmente com esse “currículo” recente (se algum dia você tiver uma empresa e precisar contratar para ela também vai fazer isso). A minha preferência seria o Marcelo Gallardo (que infelizmente já renovou com o River até 2021), até porque as opções no mercado nacional são poucas, pobres e mais do mesmo. É apenas uma opinião, não sei se daria certo, assim como não há certeza de sucesso para quem quer que seja (a diretoria do Palmeiras que o diga, são dez trocas em quatro anos), mas eu apostaria.

            • LGO 01/08/2018 | Responder

              Caro Eduardo!!!
              Ok. Vamos encerrar por hora a polarização! Até porque seu último texto foi muito mais claro e sereno!!!
              Quando digo em todos apoiar e acreditar é apenas minha opinião! Claro que isso se refere antes do trabalho começar, pois logo logo eu mesmo também estarei apontando erros e acertos. Concordo com você isso é parte fundamental para a evolução de qualquer trabalho.
              Apenas temos que tomar cuidado com a pré-disposição a criticar, pois isso pode nos levar a avaliações precipitadas e até equivocadas.
              Quanto ao mercado Chinês poderíamos ficar horas discutindo. De fato eles não têm a qualidade referida por você, mas tem investimentos altos, e como você mesmo disse se tiver investimento sem competência não dá em nada!!!
              Sou um diretor de uma companhia do setor de auto-peças e posso te dizer que fazer resultado num lugar onde se tem pouca qualidade é um desafio tão grande que se você não se reinventar todo dia as coisas não acontecem.
              Quanto a sua sugestão também não quero mais polarizar o tema, pois poderíamos discutir milhões de prós e contras sobre ele.
              Por fim agradeço o amigo em ter mantido a discussão em alto nível. Isso faz parte do crescimento de todos nós!
              Abraço.

      • É meio complicado querer invocar o currículo dele, afinal, ele conseguiu superar o Maracanazzo, e 2012 encaminhou muito bem nossa ida a segundona… Seus últimos títulos, todos do semi amador futebol Chinês…

        • É isso aí, meu caro Luís (tá meio sumido, hein?), a parte antiga e boa do currículo todo mundo invoca, os últimos “feitos” da folha corrida são todos “acidentais” e é melhor esquecer, né? O Pelé e o Pepe tirariam o Santos da zona de rebaixamento fácil fácil, currículo não lhes falta, mas têm só um probleminha…

          • To meio sumido sim, na Copa, aqui ficou sem graça, e na volta do Brasileirão, voltamos com o freio de mão puxado (eu não tinha a mínima dúvida de que o mês parado não ia adiantar nada para o Palmeiras; não porque fizemos a excursão, e sim, porque estou careca de ver pausas longas e nenhum técnico conseguir dar jeito na volta do recesso, e o motivo é que nenhum técnico vai desenvolver habilidades que não tem, e ainda por cima aplica-las, em um espaço de 2 semanas a 1 mês). Portanto, achei uma burrada descomunal de ter trocado o técnico APENAS após a volta da Copa, pois se tivessemos feito antes da parada, daria tempo do próximo técnico adiantar um pouco o trabalho de adaptação ao elenco.

            Quanto aos comentários do LGO, ele é eu em 2012: “Oba, o Felipão voltou, ele tem histórico vencedor, agora vai!”. Só que eu tenho o hábito de aprender com os erros. É muito improvável que o Felipão com 73 anos, vá ser diferente do Felipão com 65 anos, que já não era o Felipão de 54 anos…

            • Em maio do ano passado eu também pensava que o Cuca era a solução, assim como teria mantido o novato Valentim ao invés de tentar as igualmente incógnitas Bap e Axe. Independentemente de nossos erros e preferências, somos torcedores, tem gente que é paga pra ser profissional dentro do clube e consegue errar mais feio…

  6. Quer dizer que o Felipão merece ser ridicularizado. Campeão Mundial em 2002, 2 Libertadores , 4 Copas do Brasil etc… Bom é o bocó l do Tite que lambe o rabo da imprensa.;,

    • LGO 31/07/2018 | Responder

      Também acho ridículo. Que técnico brasileiro tem currículo em clube mais na seleção melhor que o dele????????

    • Se a referência é sobre meu comentário, sinto muito mas você não entendeu o que escrevi. Uma coisa é o que eu acho, e na minha opinião a vinda do Felipão é um retrocesso até que se prove o contrário (e tomara que isso aconteça!), outra coisa são os fatos que o levaram ao fundo do poço na carreira. Não concordo quando a Imprensa o ridiculariza, mas infelizmente ele tem feito muito pouco ou quase nada para ficar imune às críticas, e isso somente ele pode mudar.

      O pessoal adora se apegar a currículo, como se só isso fosse suficiente (peguem os currículos de Felipão e de Joachim Löw na manhã de 8 de julho de 2014 e avaliem se isso fez alguma diferença para o que aconteceu naquele dia), mas se esquecem que os maiores feitos dele estão lá no passado, quase todos no final do século XX, depois do penta foi só ladeira abaixo. Em qualquer empresa decente, o analista de RH que vai avaliar um currículo olha primeiro o que a pessoa fez recentemente, não o que ela fazia há 20 anos, com métodos e técnicas ultrapassadas. Não dá pra contestar a perda de uma Euro em casa para a Grécia, a perda de uma Copa em casa levando 10×1 nos dois últimos jogos, o fiasco de sua aventura no Chelsea, os fracassos nas últimas passagens por Grêmio, quando abandonou o time no intervalo de um jogo, e pelo Palmeiras, onde conseguiu um título de Copa do Brasil (sem os times da Libertadores) mas em compensação teve três campanhas fraquíssimas em Brasileiros (10º, 11º e depois largando o time em 19º lugar, sem brigar pelo título nem incomodar os líderes em momento algum), dois Paulistas sem qualquer brilho (chegou a ser eliminado pelo Guarani), eliminação patética em semifinal de Sul-Americana em casa (com vantagem do empate) para o rebaixado Goiás e eliminação ridícula numa CB levando de 6×0 do Coritiba. Essa folha corrida recente não pode ser desconsiderada ou simplesmente apagada apenas pela vontade das pessoas, quem quiser brigue com os fatos e não com quem os relembram. E sobre a “vitoriosa” carreira do Felipão na China, o Cuca não ganhou nada por lá e venceu o Brasileiro, isso prova o quê? NADA. China é simplesmente NADA no futebol, não é referência pra coisa alguma, nunca foi e possivelmente nunca será, campeonato chinês está no submundo do futebol e por lá vai ficar, os clubes são bancados por empresas e por isso são ricos, mas a gente já está careca de saber que muito dinheiro com qualidade duvidosa e competência questionável não dá muito certo…

      Resumindo: tomara que o Felipão chegue logo, bote ordem na casa, ganhe jogos e títulos, faça a imprensa engolir tudo o que diz e escreve e justifique a fé cega de muitos torcedores. Vou torcer intensamente por isso. Até lá, tem que trabalhar muito e quietinho, pois as críticas aos seus últimos trabalhos são incontestáveis e justificadas.

  7. LGO 31/07/2018 | Responder

    Viram que o Felipão já pediu o Jonas e o Ramires?????
    Se virem esses dois e os dois zagueiros que vieram forem bons estaria excelente!!!

    • Lucas 31/07/2018 | Responder

      Esse último zagueiro é bom sim. Jonas é muito complicado, tá na melhor fase da carreira, ídolo e com um salário gigante! Mas se vier o time melhor muito já!

  8. LGO 31/07/2018 | Responder

    Realmente acho um absurdo essa imprensa ridícula do nosso país. Olha o currículo e a história do Felipão. Campeão de tudo lá na China nos últimos 3 anos. Por aqui nem precisamos falar. Além do que é um Senhor de 69 anos. Respeito é bom, e esses i.d.i.o.t.a.s não sabem nada e não fizeram nada pelo nosso futebol para terem esse tipo de postura…

  9. Philipe Frois 31/07/2018 | Responder

    Quanto ao Deyverson minha opinião é a seguinte: Todo mundo sabe que o Felipão gosta de jogar com centroavante de ofício . Ele gosta de jogadas pelas beiradas e cruzamento pra área , além das bolas paradas. Nosso centroavante titular é o Borja que está fora de combate, mas o Felipão já pediu pra diretoria tentar contratar o Jonas do Benfica, ou seja, Felipão deve mesmo dar chance ao Deyverson por pura falta de opção, mas não acho que ele vai ficar teimando com o Deyverson. Ele vai botar pra jogar pq é o estilo de jogo dele, sempre foi, e a gente já sabia disso. O erro maior de todos foi o Mattos ter atendido o pedido do C.u.ca e ter contratado esse cara , agora é o que tem, até pq o Bigode tbm tem vários jogos q simplesmente não pega na bola. Vou torcer pro Borja voltar com tudo e fazendo gol até de canela pq se isso não acontecer teremos que engolir o Deyverson mesmo.

    • Teremos que engolir Deyverson e a perda de três títulos que, com um mínimo de competência e trabalho de pesquisa na hora de contratar, poderiam ser conquistados (pelo menos um).

  10. Philipe Frois 31/07/2018 | Responder

    Continuando…Na ESPN , os caras já cornetam uma provável escalação no primeiro treino comandado pelo Turra, questionando o Scarpa fora do time e o Lucas Lima ( que eles tanto criticavam) agora querem como titular do meio campo . Ainda tiveram , principalmente o tal de Nicola e Leonardo Bertozzi, a audácia de afirmarem de forma contundente que os métodos utilizados no treino pelo Turra são ultrapassados e não se usam mais no futebol atual. Na boa? Nem eu tenho convicção se o Felipão vai dar certo no Verdão, mas é melhor a gente se preparar e ficar esperto pra não cair na onda dessa imprensa ridícula. Se os caras já estão fazendo gozação e metendo o pau no trabalho de um treinador que ainda nem chegou no clube, baseados em apenas um treino de meio período comandado pelo seu auxiliar, então se empatar com o Bahia amanhã já podemos nos preparar para o Apocalipse.

    • A má vontade da ESPN com o Palmeiras é histórica. Cerca de 1/3 da programação esportiva diária é voltada para o Flamengo, dos outros 2/3 restantes metade é Corínthians e o que sobra é dividido entre os outros clubes, principalmente de acordo com a preferência do apresentador da vez (quando é o João Canalha quem está no ar, só se fala de Santos). Tirando o Mauro Cézar Pereira (de quem muita gente não gosta) e o Paulo Calçade, não existe jornalismo imparcial na emissora. E esse papo de “entrar na onda da imprensa” vai da cabeça fraca de cada um, quem tem opinião própria e consciência para ver os jogos e acompanhar o Palmeiras sabe bem que neste momento (e pelo menos desde o início do ano passado) não merecemos um elogio sequer de quem quer que seja, foram burradas em cima de burradas, dentro e fora de campo.

  11. Philipe Frois 31/07/2018 | Responder

    Imprensa ta rápida no processo de ridicularização do trabalho do Felipão. No bobo esporte do gambá Ivan Moré filmaram parte do treino e repetiram no mínimo umas 3 vezes uma parte onde o Paulo Turra que comandava o treino pergunta pra alguém ” como é o nome daquele jogador ali ?” ….Na ESPN os superentendidos do bate bola já cornetam a procav

    • Philipe, esse processo de ridicularização só existe porque o Felipão fez por merecê-lo. Se ele voltasse para o Palmeiras depois do penta e com um título europeu por Portugal, ninguém iria contestá-lo. É ele que precisa reverter esse quadro e provar que ainda é capaz de tirar leite de pedra, e o sucesso vai depender muito mas não apenas dele.

      • Philipe Frois 31/07/2018 | Responder

        Concordo que o Felipão regrediu ao longo do tempo e vai ter que provar que ainda pode comandar um grande clube. Mas os caras não esperaram nem o Felipão chegar pô…ainda não foi dado um treino sequer decente, o Turra ainda está conhecendo os jogadores e o Felipão nem no Palmeiras pisou ainda. Eu vejo é uma ma vontade tremenda com ele e com o Palmeiras. Tenho minhas dúvidas se ele tivesse ido para Corinthians ou Flamengo se a imprensa estaria agindo da mesma forma.

  12. Jango 31/07/2018 | Responder

    Paulo Turra vai colocar o Deyverson como titular no ataque. Quanto mais cedo descobrirem que esse cara não sabe jogar bola, melhor lá na frente.

    • O Paulo Turra fazer isso para um jogo não me preocupa, afinal é um zé ruela que só vai tapar buraco. Conhecendo o estilo do Felipão, de teimar com os mesmos jogadores até dar certo (e não até perceber que os caras não sabem jogar bola), o que me preocupa mesmo é ver confirmada a quase certeza de que o Deyverson vai virar titular absoluto nesse time. Se for isso, adeus títulos.

  13. Jango 31/07/2018 | Responder

    Bahia empatou no último lance com o Atlético-MG em um um gol impedido.

    Mais uma vez a arbitragem modifica diretamente o resultado.

    • O gol impedido foi o do 1×1, o lance do 2×2 foi normal. E prepare-se para ver as atrocidades que serão cometidas via VAR na Copa do Brasil já nesta semana…

  14. Philipe Frois 30/07/2018 | Responder

    Gustavo Gomez é o novo Xerife da zaga Alviverde rs. O paraguaio de 24 anos tem 1,85 de altura foi revelado pelo Libertad do Paraguai, teve destaque no Lanús da Argentina e estava no Milan da Itália. Vem por empréstimo depois do Palmeiras cobrir a oferta do Flamengo que tbm disputava o jogador. Sinceramente? Desculpe minha ignorância, mas nunca ouvi falar kkkk…tomara que se dê bem por aqui.

  15. Jango 30/07/2018 | Responder

    Gambás contraram mais um zagueiro, enquanto isso a diretoria zzzzzzzzz

  16. Danilo Peressim 30/07/2018 | Responder

    Sabe o que mais me chamou a atenção no jogo de ontem? A entrevista pós jogo do Wesley, cara humilde, extremamente bem articulado, de vocabulário simples e muito convincente, gostei muito de suas explicações táticas e da maneira como enxergou o jogo, das substituições e do respeito ao adversário. Não tudo está errado pelos nossos lados, tem muita gente boa remando a favor também, que adquira canja com o mestre Scolari, Wesley tem um futuro muito promissor, olho nele…

  17. Zagueiro Messias do América é ótimo jogador. Lembra muito o Vitor Hugo na impulsão . O Matos não enxergou isso e foi trazer esse argentino que ninguém nunca ouviu falar.

    • Jango 29/07/2018 | Responder

      É capaz desse Mattos não trazer ninguém bom mesmo com o Felipão.

    • Thom 30/07/2018 | Responder

      Ah tá, pq se ele trás o Messias do América, todo mundo ia elogiar o trabalho dele aqui… tá certo

      • Já temos o Moisés, o Jesus saiu há pouco e o verdadeiro Messias (aquele que vai nos trazer todas as taças) está chegando, isso sem falar nos apóstolos (Thiago, Felipe, Lucas…). Tem muita figura bíblica nessa história, melhor parar por aí antes de chegarmos ao apocalipse…

  18. Isso é culpa de jogadores que acham que vão ganhar fácil de times que lutam contra o rebaixamento. O ex- técnico depois desses jogos ainda elogiava o time. demoraram muito pra mandar esse amador do Roger embora.

  19. A falta de competência não nos ajuda, mas contra o Palmeiras o Cruzeiro chuta uma bola no gol, ela desvia e entra. Contra os Bambis, os caras amassam o adversário, conseguem pênalti e chutam na trave…

    • Wagner 29/07/2018 | Responder

      Inacreditável, Eduardo.
      O Palmeiras é o único time da galáxia que não ganha do Cruzeiro.

    • Aliás, eles somaram nove pontos (que poderiam ter sido doze) contra Flamengo, SCCP, Grêmio e Cruzeiro, nós enfrentamos Chapecoense, Ceará, Sport e Botafogo e somamos três, vai entender…

    • Jango 29/07/2018 | Responder

      Palmeiras é freguês do Cruzeiro e Inter. Nunca teve sorte contra esses times.

      • Reynaldo Zanon 29/07/2018 | Responder

        Já o Cruzeiro é mega-freguês da bambilândia. Impressionante. Apesar de tudo, com o nosso elenco e a chegada do Felipão, acredito que o Palmeiras ainda pode ganhar o Brasileiro.

  20. Wagner 29/07/2018 | Responder

    Será que temos elenco pior que SPFC ou Inter?
    Ou será que éramos mal treinados ou ainda mal geridos?
    Vamos ver o que muda com Felipão. Mas, já adianto que só motivação não resolverá.

    • Paraiba 29/07/2018 | Responder

      A diferença é quem chuta a bola enquanto tiver jogador triste , não comemora nem gol, perdendo dezenas de gols lá na frente, nem o Guardiola fica muito tempo no Palmeiras.
      Acho engraçado que um jogador com essas características é ídolo da torcida.
      É brincadeira!

    • LGO 29/07/2018 | Responder

      Claro que não temos elenco pior que os bambis e o inter, mas não tínhamos técnico e nem postura de homem de alguns jogadores!!!
      Quanto ao Cruzeiro será que alguém aqui vai elogiar o Barcos como na semana passada????

      • Wagner 29/07/2018 | Responder

        Amigo, posso lhe garantir que eu não fui um dos que suspiravam por ele.
        Teve gente tendo faniquito quando o Cruzeiro o anunciou.
        Por falar em Cruzeiro, acho que eles vão se concentrar mais na Libertadores e CB.

        • Esse foi o problema do ano passado, tudo quanto era time se concentrando em Libertadores e CB e os gambás levaram o Brasileiro com folga. Ainda existem 66 pontos em dispu.ta, abandonar o principal campeonato do país por competições que podem eliminar um time num lance de infelicidade ou por cinco minutos de pane é burrice.

      • Philipe Frois 30/07/2018 | Responder

        Falar agora é fácil, daqui a pouco o Barcos desanda a fazer gol aí neguinho some do blog.

        • LGO 30/07/2018 | Responder

          Não é questão de falar agora e muito menos sumir do Blog. É que existe uma pré-disposição a valorizar demais o que é dos outros e desvalorizar o que é nosso…

      • Você está fazendo uma avaliação rasa. Foi o quarto jogo do Barcos apenas, depois de sua volta ao Brasil, e obviamente, uma só andorinha não faz verão. Mas se assistiu as partidas, mesmo as derrotas, teria notado que ainda assim, ele criou diversas oportunidades de gols em lances que aparentemente, não aconteceria nada. O desempenho individual dele nas partidas foi bom, o time no geral é que ficou devendo. Trocaria com o Borja pra ontem, se nos fosse oferecido e eu fosse o responsável pelas contratações.

        • LGO 30/07/2018 | Responder

          Respeito sua opinião, e pra falar a verdade nem acho o Barcos um mal jogador. Apenas eu não contrataria ele em fim de carreira como está. E nos jogos que assisti achei sua participação fraca. Prefiro o Borja de longe.

  21. Wagner 29/07/2018 | Responder

    Boa Vitória. Vamos esperar que o time se reinvete, comece a jogar. Não é um elenco ruim e pode jogar mais do que joga.

    • Jango 29/07/2018 | Responder

      O único setor que precisa trocar todo mundo é a zaga. Não é cenário de terra arrasada.

  22. Thom 29/07/2018 | Responder

    Só vou criticar quando o que fizerem não for suficiente.

    Hoje foi. Mas a vitória fica mais na conta de jogador pilan.tra que não gostava de técnico do que com o fato do auxiliar ter descoberto um milagre técnico pro time jogar.

    Bom jogo, mas como análise pro que vem pro resto do ano não significa muito.

  23. LGO 29/07/2018 | Responder

    Kkkkk…lendo o blog parece que o time perdeu!!!!
    Que tem muita coisa para melhorar é claro que tem, mas por que não enaltecer Bruno Henrique, Lucas Lima (não foi só o gol), o esforço do William e a atividade do técnico interino????

    • 3vvAdmin 29/07/2018 | Responder

      Por favor correção: “lendo os comentários “. O 3VV está entusiasmado.

      • LGO 29/07/2018 | Responder

        Não vi ninguém indo na Paulista, mas entendo que é mais fácil criticar e ser pessimista para no caso de dar errado usar o “eu não falei?”.
        Eu prefiro avaliar de maneira mais imparcial reconhecendo os pontos a melhorar e os pontos em evolução, ainda mais após uma vitória de 3×0!

        • De fato, tem muita gente que prefere entrar na onda do “Viu, não falei?”, o que só não é pior do que os oportunistas que desaparecem da discussão nas fases ruins por falta de argumentos. Postar comentários nas vitórias é sempre fácil, enxergar além do resultado não. Pra quem gosta de bom futebol criticar é sempre difícil, pois a crítica se torna resultado da falta de qualidade com a qual todos sofrem, sejam os que querem ver o time jogando bem ou apenas aqueles que torcem pelos três pontos.

    • Quem não comenta resultado e sim a qualidade do que é apresentado tem muito o que criticar, já quem se contenta só com três pontos tem mais é que ir pra Av. Paulista comemorar mesmo…

      • De fato, tem muita gente que prefere entrar na onda do “Viu, não falei?”, o que só não é pior do que os oportunistas que desaparecem da discussão nas fases ruins por falta de argumentos. Postar comentários nas vitórias é sempre fácil, enxergar além do resultado não. Pra quem gosta de bom futebol criticar é sempre difícil, pois a crítica se torna resultado da falta de qualidade com a qual todos sofrem, sejam os que querem ver o time jogando bem ou apenas aqueles que torcem pelos três pontos.

        • LGO 29/07/2018 | Responder

          Muita teoria e pouca prática!!!
          Acho que podíamos ver o futebol como ele realmente é!!!
          E com isso avaliar o que realmente é importante para tornar o Palmeiras muito forte novamente!!!
          Como diz o Felipão: “a turma do amendoim não ajuda em nada”

  24. Reynaldo Zanon 29/07/2018 | Responder

    O Palmeiras fez o suficiente para ganhar. Em pontos corridos a vitória, seja como for, tem o mesmo valor: 3 pontos. O Bruno Henrique chegou ao Palmeiras como opção e está se transformando em um dos melhores custo-benefício. Bom na marcação, surpreendentemente ótimo finalizador, ainda sabe bater falta e não cria problema algum no grupo. O golaço do Lucas Lima valeu o ingresso.

  25. Zek 29/07/2018 | Responder

    Time pra Liberta e Copa do Brasil, tem que ser mais cascudo e ter mais vigor, o problema é Mosés e FM que jogam apenas um tempo, com intensidade, não sei se revezar ou como fazer, hoje Moisés aguentou 60 minutos…DB é outra questão, não marca e nem ataca, e Dudu tem ficar alegre ou será banco com a volta de Borja..e até agora Weverton passa menos segurança prá defesa que Jailson ou Prass….contra o Bahia fora, vai ser um mini teste de quem raça e fisico e futebol prá ficar nos jogos decisivos…

  26. Jango 29/07/2018 | Responder

    Esse campeonato, assim como o do ano passado, está uma verdadeira porqueira. Muito fraco.
    A diferença é que os gambás aproveitaram e dispararam na frente quando ninguém estava ligando. Nesse ano o Flamengo não teve a mesma competência.

    Se o Palmeiras ajeitasse o time de forma séria, dava pra ganhar esse título e ainda briga na Libertadores tranquilamente. Vamos abrir o olho dos jogadores, Felipão.

    • Realmemte, neste momento o líder é um time que “joga por uma bola”, e mesmo com atuações sofríveis com um pouquinho mais de competência poderíamos ter folga na ponta da tabela. Mas não me iludo muito: dependendo do desempenho nos próximos oito jogos (até o Derbi) o Felipão vai com tudo ou desiste de vez do Brasileiro pra tentar levar alguma taça.

  27. Felipão vai ter muito trabalho. Diogo Barbosa mais uma vez mal, fez uma falta boba na entrada da área e
    a bola foi no travessão. Mayke não serve nem pra reserva e o Dudu eu nem sei se jogou. Moisés e Scarpa
    também não foram bem. Gostei do Artur, Bruno Henrique e do gol do Lucas Lima.

  28. Cassio 29/07/2018 | Responder

    Isso é ter padrão tático. Mesmo perdendo qualidade e o treinador, dos adversários fracos e que derem mole o Curintia vai ganhar. Por isso o RM demorou até demais para cair.

    • Exato, é isso que faz a diferença muitas vezes. Apenas “ódio ao Curintia” (como muita gente gosta e acha que resolve) e discurso motivacional de uma figura mística não serão suficientes para jogarmos melhor e ganharmos títulos.

  29. Philipe Frois 29/07/2018 | Responder

    Podem me chamar de chato e corneteiro mas o Palmeiras é o time mais irritante do mundo. Os caras não conseguem convencer nem contra uma bost@ de um time como o Paraná. E não me venham com história que é um jogo as 11 da manhã contra um time tão fraco que os caras estão jogando pro gasto e vencendo sem fazer força pra se poupar pq qdo o jogo é as 8 da noite contra time forte o que a gente vê é esse mesmo marasmo e falta de gana , falta de vontade de se impor , falta de interesse de mostrar pra torcida que podem confiar no time. Eu não confio, pra mim não vai chegar a lugar algum , pode vir Felipão, Mourinho, Guardiola, quem for…o problema está no caráter dos caras mesmo.

    • Jango 29/07/2018 | Responder

      Realmente. Só ganhamos porque foi o Paraná. Time fraco.

      Felipão vai ter muito trabalho pela frente. Tomara que o véio dê jeito nesse time.

  30. Jango 29/07/2018 | Responder

    Vasco tomou a virada dos gambás. Não somos os únicos que não consegue ganhar desse timeco.

  31. Roberto 29/07/2018 | Responder

    Partida pavorosa do Moisés, Scarpa se movimentando melhor, mais ainda muito longe do se espera dele

  32. Zek 29/07/2018 | Responder

    Agora tem que descansar BH para jogar contra o Bahia e ver se VL não melhora o lado esquerdo..:

  33. Jango 29/07/2018 | Responder

    LL começando no banco e o time vencendo. Ótimo.

  34. Vitória protocolar e tranquila até aqui, assim como acontecia em Fortaleza. O Paraná não é exatamente a melhor referência, mas pode-se perceber nitidamente que Felipe Melo pode virar banco sem grandes remorsos. E se é o Dudu que perde o gol que o Scarpa não fez embaixo das traves já estaria com a cabeça na bandeja para a torcida devorar…

Leave Your Reply