Libertadores 2018 Cerro Porteño 0x2 Palmeiras: estilo Felipão

 

 

O Palmeiras venceu o Cerro Porteño em Asunción nesta noite de 5a feira. 2×0. Dois gols de Borja.

Jogando um futebol quase traiçoeiro, o time de Felipão fez aquilo que se espera na Libertadores. Deixou o Cerro pensar que dominava a partida mas tinha no contra-ataque a sua melhor arma.

O primeiro tempo foi até monótono. O Cerro tomava as ações mas a defesa do Palmeiras estava muito bem postada e não dando espaços. O meio-campo com Moisés, Felipe Melo e Bruno Henrique dava pouco espaço aos meio campistas paraguaios. Dudu e Hyoran voltavam na marcação. E lá na frente ficava Borja.

E foi ele o nome do jogo. No início do 2o tempo pegou uma bola espirrada na defesa e de pé esquerdo fez o que se espera de um atacante: gol.

Deu mais tranquilidade ao time que jogava com personalidade. E numa saída de bola rápida de Weverton, Diogo Barbosa carregou, tocou para Borja e foi servido. Entrou na área e bateu forte. No rebote, Moisés recuperou a bola e serviu desta vez a Borja. Que não desperdiçou.

O Palmeiras foi perigoso no contra-ataque e seguro na defesa. Fez 2×0 e abriu enorme vantagem para o jogo da volta.

Parece que os tempos de Felipão retornaram.

E isso é bom!

Saudações Alviverdes!

60 Comments Added

Join Discussion
    • Assino embaixo e reconheço firma. Deveria ser o carro-chefe de todo planejamento do clube (aliás, de todos eles), o ideal seria que nele se estabelecesse o padrão de jogo da equipe para a temporada e a partir disso se formasse o elenco com prioridades e objetivos traçados. Com a inversão de importâncias que caracteriza o futebol nacional desde o ano passado, corremos o risco de continuar vendo equipes medíocres mas organizadas e dispu.tando apenas uma competição (como SCCP em 2017 e SPFC em 2018) levando títulos que em condições normais passariam longe.

      • Paraiba 11/08/2018 | Responder

        Essa geração Nutella não gostam de treinar, não aguentam jogar quarta e domingo, então já que a Libertadores e copa do Brasil são prioridades escalaria só reservas no brasileiro, o desgaste seria menor, esse elenco do Palmeiras tem muito pereba, não conseguiu ganhar do mequinha, cadelas, botafogo e tantas equipo fracas. A sorte tem que ajudar em 1999 ajudou. 😆😆

    • Reynaldo Zanon 11/08/2018 | Responder

      Há excesso de competições no segundo semestre, por isso as tais opções. Eu sugeriria à CBF que ajustasse o calendário para que a Copa do Brasil passasse a ser disputada no primeiro semestre, paralela aos campeonatos estaduais. Não sei porque não fazem e acumulam três competições importantes no segundo semestre. Seria bom para todos e valorizaria todas as competições.

  1. Mauser A Zago 11/08/2018 | Responder

    Brasileiro não “já era” não. 8 pontos só. Bora focar que dá pra ficar nas cabeças

    • Oito pontos pra quem vai priorizar copas e “praticar” o que praticamos contra o América MG com times alternativos equivale a três vezes a distância entre a Terra e a lua. O Palmeiras só voltará seu foco para o principal campeonato do país se (ou quando) cair fora dos mata-matas, porém a exemplo do que aconteceu em 2017 será tarde demais para dispu.tar título.

  2. LGO 10/08/2018 | Responder

    Após o jogo medonho contra o América, cravei aqui no Blog que ganharíamos do Cerro. Para mim era muito claro isso.
    E não quero ser corneta, mas a chance de não ganharmos do Vasco é enorme!!!
    Time reserva e sem a mesma pegada…

    • Carlos 10/08/2018 | Responder

      “Sem querer ser corneta, masjá sendo”….hhahahaha

    • Tenho uma desagradável sensação de que lamentaremos amargamente deixar o Brasileirão em terceiro plano. É como largar a mulher depois de 20 anos de casado, trocá-la pela amante com metade da idade, levar um chute desta e querer voltar para aquela. Pode ser que ela aceite, pode ser que não.

  3. Lucas 10/08/2018 | Responder

    O bigode veio pras copas, o brasileiro já era, tem que ficar entre os quatro primeiros só. Impossível focar e ganhar tudo, só ver a cagada que o Flamengo fez. Espero um título, imagina uma libertadores…

    • João 10/08/2018 | Responder

      Se fizer igual o Grêmio fez no ano passado está perfeito. Ganhou os jogos que não eram nas vésperas das decisões e ficou no G4.

  4. Philipe Frois 10/08/2018 | Responder

    Bem, é isso, estilo Felipão nível hard…não tenho a menor idéia se vai dar certo mas acho inteligente da parte da torcida apoiar o tempo todo e dar uma segurada na corneta. Já tomamos na cabeça várias vezes e não sou de achar que a torcida tem culpa pelo futebol mal jogado que o Palmeiras vem jogando há um bom tempo, mas a “Chiação” da arquibancada ajuda a pressionar e fazer um clima pesado no clube. Acho que os jogadores vão respeitar muito mais o Felipão do que os estagiários que passaram pelo clube e vão obedecer suas ordens pq sabe que ele era capaz de barrar craque na seleção então não vai fazer a menor cerimônia de sentar qualquer Dudu ou Lucas Lima da vida. Eu já não me iludo mais com futebol bonito, aqui no Brasil não existe competência de cartolas pra criar uma estrutura , formar jogadores e um sistema no clube pra gerar isso, então estou me contentando com taças a qualquer custo. Preferia comemorar dando show mas se não é possível então vamos seguir o exemplo dos nossos rivais gambás que vai time vem time eles continuam jogando feio, porém com raça, a torcida empurra o tempo todo e quase todo ano levantam um caneco pelo menos. Espero que o Felipão com esse jeitão dele consiga nos fazer sentir orgulho de ser Palmeiras novamente.

  5. lito 10/08/2018 | Responder

    Seja bem vindo Zé Rafael, excelente contratação. Ontem vitória maiúscula. Dá-lhes Felipão.

  6. Reynaldo Zanon 10/08/2018 | Responder

    O Palmeiras sob o comando do Felipao tem notória melhora do sistema defensivo. Antes o time tomava gols todo jogo. Em outras palavras, o Palmeiras está mais competitivo

  7. Ótima vitória com a cara do ”Big Phil”, gostem ou não ninguém pode negar um fato:

    Hoje o Palmeiras já começa a ter uma identidade de jogo, principalmente em jogos fora de casa.

    Quem assistiu os jogos do Palmeiras nos torneios eliminatórios na primeira passagem do Felipão, conhece bem esse esquema de jogo. E fomos muito felizes com ele naquela época.

    • O Roger conseguiu vitórias fora de casa contra times melhores que esse Cerro, que tem repertório pobre e nem incomodou o Wéverton. E a única identidade que passamos a ter é a do chutão pro lado que o nariz estiver virado. Dá certo? Às vezes.

  8. Cássio 10/08/2018 | Responder

    A meta do Felipão é clara e não vai mudar. Primeiro fazer o máximo pra não tomar gols. Fazer…em contra ataques, em uma bola parada, no erro do adversário, vez ou outra em uma boa troca de passes…todo mundo sabe que o Palmeiras vai fazer. É só aprender a bater pênalti. Contrata o Dourado que tá encostado no Flamengo e bate pênalti como poucos. 🙂

    • Excelente estratégia pra quem se gaba de nadar em dinheiro: trazer um treinador ultrapassado com jeito manjado de jogar, que aposta na bola parada e no mínimo possível de bola rolando e um caneludo nota 3 que é excelente batedor de pênaltis pra resolver os mata-matas…

  9. Cássio 10/08/2018 | Responder

    Felipão termina o jogo com 4 volantes. Felipão raiz. Rsrsrs Deixou jogadores caros como LL e Scarpa no banco e fez o que Roger levou 6 meses pra fazer. Apostou no Yoran, no Moisés, no Jean. Jogadores que jogam e saem para o jogo. Assim como o Bruno Henrique. Pra mim só faltou o WWillian. O Felipe Mello vai sair por conta própria. Hoje já mostrou as partes baixas pra torcida. Deve pegar uns dois jogos de gancho.

    • Não viaja, se ele calhar a boca de quem achou ruim, vai todo mundo sair ganhando. Quem reclama, é porque acredita que o Felipão não tem condições de levar o Palmeiras onde se espera, que é na vanguarda do atual futebol brasileiro, títulos serão sempre bem vindos, mas tem uma parcela que quer títulos e ver o Palmeiras bem estruturado, para não passar mais por outro anos 80 ou 00. Como se cansou de falar por aqui: ninguém deixa de agradecer o quanto o Felipão nos fez feliz nos anos 90, é apenas questão de achar que o Felipão 2018 é incompatível com um projeto a longo prazo.

    • Ops, não quis ser grosseiro, é que achei exagero dizer que a torcida vai ter de rezar pra ele não dar certo, ninguém tá torcendo pra dar errado, estamos apenas opininando que não temos essa crença que o atual Felipão é o cara certo. Desculpe se exagerei no azedume da resposta.

    • O Cerro não é exatamente ruim, tampouco uma maravilha, apenas a proposta de jogo deles foi muito pobre, como aliás foi a nossa contra Bahia e América MG. Todo mundo que é a favor de se jogar única e exclusivamente por resultado sem dar importância ao futebol se esquece (ou omite) que essa estratégia tem prazo de validade, não dá certo toda hora. Isso vale pra qualquer time ou técnico, incluindo Palmeiras e Felipão.

  10. Marcelo 09/08/2018 | Responder

    O colo colo é muito mais time que o cerro. Haja coração e ligação direta hein Felipão.

  11. Thom 09/08/2018 | Responder

    O que me impressiona é como o Borja só faz gol em Libertadores.

    Sobre o time e o jogo, achei fraco, mas suficiente. Felipão não veio pra encaixar um esquema moderno e competitivo. Veio pra motivar e fazer o basico

  12. Gustavo Aroni 09/08/2018 | Responder

    Olha, no 1° tempo eu dormi. Mas esse 2° tempo, dentro da proposta “Felipônica” adotada, foi espetac.ular. Acho que já podemos Palmeiras esperar o Colo-Colo.

  13. Olha, no 1° tempo eu dormi. Mas esse 2° tempo, dentro da proposta “Felipônica” adotada, foi espetac.ular. Acho que já podemos Palmeiras esperar o Colo-Colo.

  14. Olha, no 1° tempo eu dormi. Mas esse 2° tempo, dentro da proposta “Felipônica” adotada, foi espetacular. Acho que já podemos Palmeiras esperar o Colo-Colo.

  15. O segundo tempo do Palmeiras foi tão bom que redimiu um monte de gente que andava em baixa, como Moisés, Antonio Carlos (talvez o melhor, não perdeu uma bola) e Diogo Barbosa. E parabéns ao Felipão por não teimar com Deyverson de titular.

  16. Jango 09/08/2018 | Responder

    Felipe Melo deu 90% dos botes errados. Mas pelo menos salvou um gol do Cerro.

  17. Renan 09/08/2018 | Responder

    2×0 e 4 volantes pra garantir o resultado, 3 jogos nenhum gol sofrido, arrumou as laterais. O Roger é bom treinador mais precisa de muita cancha ainda pra subir de nível. Com Felipão a confiança no time cresce junto com a expectativa

    • Paraiba 09/08/2018 | Responder

      Esse time do cerro é fraco demais.Borja muito bem no jogo

        • Paraiba 09/08/2018 | Responder

          Caiu no grupo do grêmio onde tomou 5 e teve 2 times fracos, até o jabaquara passava nesse grupo.

      • O Cerro não é essa maravilha toda, mas não está pior que Ceará, Sport ou esse Santos, de quem não ganhamos e tomamos vários gols. Não adianta trocar 600 passes num jogo e ter apatia na hora de decidir, porém esse estilo do Felipão não vai funcionar toda hora contra todo adversário, precisa ter alguma variação e um mínimo de criatividade.

    • De fato, conseguimos sair de campo até agora sem levar gols de Paraná, Bahia, América MG e Cerro Porteño, só a nata do futebol. Até o horário de verão começar talvez o time consiga acertar o gol adversário…

  18. Quando o Palmeiras formar uma equipe de MMA talvez a contratação do Felipe Melo se justifique. Por ora, segue sendo um fiasco.

  19. Eduardo 09/08/2018 | Responder

    Até aqui Noriega muito chato, Hyoran e Mayke muito mal. De bom mesmo só a torcida dos caras enquanto cantava uma música que parecia Tu Vens

  20. Jango 09/08/2018 | Responder

    Adeus meio-campo. Ligação direta com o selo de qualidade Felipão.

    • Quem esperava algo diferente não tem a menor noção de quem seja Felipão. Mas viva o currículo, a sorte, a emoção…

  21. Cássio 09/08/2018 | Responder

    Sobre o jogo. Acredito que será como sempre foi com o Felipão. Com emoção em excesso. Teste pro coração a cada 15 minutos e no fim. Empate ou derrota por um gol pra reverter no Allianz. Basta lembrar as campanhas da Libertadores e da Mercosul que ganhamos. Derrota pro River lá, reverteu aqui. Derrota pro time da Colômbia lá no gol mais besta da história uma bola morta na linha de fundo que o Sampaio e outro jogador foram juvenis e tomaram o drible…e na volta um parto pra fazer 1×0, 5 minutos depois Júnior Baiano deu uma voadora dentro da área…Empate… fizemos 2×1 na marra e nos pênaltis estava escrito.Enfim, já preparei meu coração pra sofrer. 🙂

    • Na Mercosul de 1998 só perdemos o primeiro jogo da final, foi uma campanha com 11 vitórias, 1 empate e uma derrota.

  22. Cássio 09/08/2018 | Responder

    Diz que eu já publiquei. Enfim , meu medo é que a AT&T deixe o Palmeiras na mão ou trate as transmissões como produto de segunda classe até o término do acordo. Não sou sócio, não conheço os bastidores, valeria um post.

  23. Cássio 09/08/2018 | Responder

    Uai postei um comentário sobre a minha preocupação com o fim do Esporte Interativo e sumiu. Eu hein.

  24. Cássio 09/08/2018 | Responder

    https://blogdojuca.uol.com.br/2018/08/por-que-o-fim-do-canal-esporte-interativo/

    Isso muito me preocupa. Embora o Palmeiras tenha ganho uma baita da grana do Esporte Interativo, esse negócio de transmitir o Brasileiro 2019 pelo Space e pela TNT não me parece muito promissor.

    Alguém aqui que seja Conselheiro ou o Vicente, sabe se o Palmeiras está se precavendo? Americano é frio e calculista em negócios. A AT &T não piscou em limar uma marca nacional razoavelmente consolidada e mandar quase 200 embora. Não duvido nada que realizem o prejuízo e deixem todos os times que assinaram com o EI na mão ou trate as transmissões como produto de segunda classe até poderem se livrar.

  25. Cássio 09/08/2018 | Responder

    Gente, lavagem de dinheiro rola solta também na Europa.

Leave Your Reply