Nova coluna do 3VV: Porconomics

 

 

Fulano é tão favorito, mas tão favorito, que vai perder!

Oi?!? Quem nunca escutou algo parecido? (spoiler alert: o leitor atento lembrou do dia em que Alex abriu uma fábrica de chapéus).

Ou então clássicos como “a fase é boa, vai ganhar”, “jogar em casa dá vantagem”, “com esse técnico aí não tem a menor chance”, “a camisa pesa” ou – a minha zica preferida – “já está ganho!”.

Alguns apelam para superstições, cravam que o time irá ganhar pois naquele dia o sol nasceu às 6:51. Outros utilizam fatos comprovados (?) como a inegável correlação entre as sagradas e infalíveis meias brancas e os títulos do Verdão.

A realidade é que não há uma única roda de bar pré ou pós prélio na qual não se faça uma previsão. É divertido demais tentar prever as coisas, poder estufar o peito após uma vitória e mandar o consagrado “eu já sabia!”, ainda mais em se tratando de Palmeiras, onde tudo pode acontecer.

É aí que eu entro. Muito prazer, meu nome é Victor e eu sou nerd. Geek, para os millennials. E palmeirense. Bastante, quase que insuportavelmente nerd e palmeirense. Diretamente das catacumbas de uma biblioteca próxima a você, chego para somar ao elenco do 3VV sempre em busca dos 3 pontos, com responsabilidade e, claro, para responder às perguntas divertidas que cercam o futebol.

Quer dizer, divertidas para um nerd palmeirense:

  • Jogar em casa é mesmo uma vantagem?
  • Clássico é clássico e vice versa?
  • A nossa camisa pesa mesmo?
  • Quais as chances do Palmeiras vencer o próximo jogo?
  • E o que raios acontece em um site de apostas?

Bem vindo eu mesmo e vamos torturar uns números! Ah, e antes que eu me esqueça, ser favorito é bom sim. De cada 3 jogos, o favorito vence 2!

Victor Maimone é um palmeirense fanático por números. E um nerd fanático pelo Palmeiras. Não necessariamente nessa ordem. Também possui uns diplomas por aí.