3VV na NFL: Aaron Freaking Rodgers

 

 

Por Allan Basso

Amigos do 3VV, esse foi um domingo e tanto.

Além da já esperada, mas sempre muito bem vinda, vitória sobre o time da marginal sem número, tivemos o primeiro domingo de NFL de 2018.

E, como sempre, foi um dia de muitas emoções.

Mas a temporada começou na verdade na quinta-feira, com a vitória dos atuais campões Philadelphia Eagles contra o Atlanta Falcons.

Foi um jogo muito emocionante, mas fraco tecnicamente. Os quarterbacks erraram muitos passes (completaram pouco mais de 50%) e os times cometeram muitas faltas (26 no total).

O fator que definiu o jogo foi a inabilidade dos Falcons em converterem em touchdown as chances na Redzone (jogadas dentro das 20 jardas do campo adversário). Foram 5 chances e somente 1 touchdown.

Fizemos um vídeo no Endzone 51 sobre esse jogo: https://www.youtube.com/watch?v=s0yhSFcdg1I

No final o jogo terminou da mesma forma que o confronto entre os 2 times nos playoffs do ano passado. Várias chances seguidas e um passe incompleto para Julio Jones na endzone na última oportunidade. Placar final: PHI 18 x 12 ATL.

***

Nos 2 primeiros jogos do Domingo transmitidos pela ESPN, os times da casa, New England Patriots e Minnesota Vikings confirmaram o favoritismo com certa tranquilidade.
Apesar dos placares próximos (NE 27 x HOU 20 e MIN 24 x SF 16) os jogos foram bem mais tranquilos que o resultado final faz parecer.

Em New England, Rob Gronkowski mais uma vez esteve imparável, aparecendo toda vez que os Patriots precisavam de uma recepção importante.
E em Minnesota a defesa dos Vikings pressionou muito Jimmy Garopollo, forçando vários erros e impondo ao QB dos 49ers sua primeira derrota na carreira.

Mas o jogo que chamou maior a atenção na tarde de domingo foi Pittsburgh Steelers e Cleveland Browns. Debaixo de muita chuva em Cleveland os Browns conseguiram, pela primeira vez desde 2004, não serem derrotados na partida inicial da temporada.

Mas também não conseguiram vencer.
Depois do empate no tempo normal (21 a 21) cada time errou um Field Goal na prorrogação e o jogo terminou empatado, algo pouco comum na NFL.

O destaque desse jogo foi o jovem running back dos Steelers, James Conner, jogando no lugar da estrela Le’veon Bell, fora do time por questões contratuais.

Em 2015, ainda na universidade, James Conner foi diagnosticado com Linfoma de Hodgkin, um câncer do sistema linfático. Depois de passar por um longo tratamento, Conner conseguiu vencer o câncer, voltou a jogar, e acabou draftado pelo time da sua cidade, Pittsburgh.

Logo no primeiro jogo de 2018 teve sua oportunidade e fez uma excelente partida. E ao conseguir seu primeiro touchdown na NFL o jogador comemorou bastante emocionado: https://www.youtube.com/watch?v=fOC6iVoybmI

***

As surpresas da rodada vieram de Tampa Bay Bucaneers e New York Jets.
Ambos jogando fora de casa contra times considerados favoritos, os Bucs com um QB reserva e os Jets com o novato Sam Darnold, o mais jovem QB a iniciar um jogo pela NFL na era do Super Bowl, ganharam de New Orleans Saints e Detroit Lions respectivamente.

E não só ganharam. Enfiaram 48 pontos cada um em cima dos times da casa:
NO 40 x 48 TB e DET 17 x 48 NYJ.

***

Mas o grande destaque da rodada foi o jogo de Domingo a noite entre Chicago Bears e Green Bay Packers.

A defesa dos Bears, reforçada pelo mega astro Khalil Mack veio com tudo no primeiro tempo.
Pressionando o QB, gerando turnovers e dominando o jogo.

Resultado no intervalo: 17 a 0 pra Chicago e Aaron Rodgers fora do jogo com uma contusão no joelho.

Mas depois de receber tratamento nos vestiários o QB dos Packers voltou a campo no meio do 3º período, mesmo claramente limitado pelas dores no joelho. Nesse momento o jogo estava 20 a 0 para o time de Chicago.

Então Aaron Rodgers realizou a maior virada da sua carreira, com 3 touchdowns no 4º período, num jogo pra lá de eletrizante.

Se você não viu vale a pena assistir pelo menos os melhores momentos: https://www.youtube.com/watch?v=d6OATIupK34

Com essa virada espetacular dos Packers e vitória inesperada dos Jets na segunda-feira iniciamos a temporada com vitória das 3 equipes do Green Team.

Que final de semana para as equipes de verde.

***

Mas a NFL não para. Nessa quinta-feira já começa a 2ª rodada com Baltimore Ravens e Cincinnati Bengals.

Semana que vem estaremos de volta aqui pra contar a vocês o que de melhor aconteceu nessa próxima rodada.

Sempre lembrando que queremos evoluir a coluna junto com vocês.
Por isso, deixe seu comentário com sugestões e críticas para melhorarmos o conteúdo a cada semana.

E se você já acompanha a NFL mas gostaria de aprender mais sobre o jogo, visite o canal Endzone51 no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCFMPQgQzxAveX6N0t-dMspA

***

Allan Basso é um palmeirense fanático pela NFL e torcedor do San Francisco 49ers.
Também criador do canal Endzone51 no Youtube .

14 Comments Added

Join Discussion
  1. Jarça Silva 12/09/2018 | Responder

    Que jogão do Green Bay, e que jogador o Aaron Rodgers. imagino se o Mack fosse para os Packers seria candidatíssimo ao Superbowl.

    • Allan Basso 12/09/2018 | Responder

      Oi Jarça,

      Realmente se o Mack fosse pra Green Bay os Packers ficariam muito forte na briga pelo título.

      Mas exatamente por isso que o Raiders não tinham interesse em trocar com eles.

      Mesmo assim Green Bay estará forte na briga.

      Abraços!

  2. ACDNG 12/09/2018 | Responder

    Os posts tem sido bem escritos, com correção, elegâncis e interesse. Continuem com o bom trabalho!

    Comento pouco mas leio tudo com muita atenção, e acredito que muitos outros façam o mesmo. Assim, mesmo com poucos comentários, bola (oval) para a frente!

    O nosso SanFran parece meio fraquinho, né? Será que dá para melhorar?

    • Allan Basso 12/09/2018 | Responder

      Obrigado ACDNG!

      Os 49ers começaram mal mas as condições do primeiro jogo eram bem desfavoráveis.
      Eu ainda espero uma temporada boa do time (diferentemente dos últimos anos) e com um pouco de sorte dá pra chegar aos playoffs.

      Brigar pelo título é mais improvável porque o time é muito jovem ainda. Mas na NFL nunca se sabe.

      Vamos torcer!

      Abraços.

  3. Mário Luiz 12/09/2018 | Responder

    Allan, bom dia, já assisti a jogos da NFL mas nunca entendi muito bem como é o sistema de pontuação, talvez por estar mais acostumado a esportes mais “simples” como futebol, basquete ou vôlei. Dá pra dar uma resumida?

    • Rafael_S 12/09/2018 | Responder

      Mário, quando o jogador do time em posse da bola ultrapassa a linha de gol com a oval em pleno controle, ele marca um Touchdown, que vale seis pontos. Após, ele tem direito à uma jogada extra, onde ele pode tentar mais uma corrida e anotar dois pontos, ou executar um chute e anotar apenas um ponto.

      Se o time atacante não consegue avançar o suficiente para atravessar a linha de gol, pode tentar arrematar a bola do local de seu máximo avanço. O que o possibilitará três pontos.

      Por fim, se o time atacante ao invés de empurrar e rechaçado pela defesa até a sua própria linha de gol, pode ocorrer o ‘gol contra’ deles, que se dará quando o jogador de ataque for derrubado atrás de sua própria linha de gol. Isso resultará em dois pontos para o time adversário.

      Espero ter ajudado, forte braço!

      • Perfeito, agora entendi. Até que não é tão complicado assim. Apenas mais uma pergunta: é verdade que os time tem 2 treinadores, um que cuida da defesa e outro do ataque?

        • Allan Basso 17/09/2018 | Responder

          Oi Mário,

          Na verdade são vários técnicos em cada time
          A estrutura mais comum é:
          1 técnico principal – Head Coach
          1 técnico responsável pelo ataque – Coordenador Ofensivo
          1 técnico responsável pela defesa – Coordenador Defensivo
          1 técnico responsável pelos times de jogadas especiais (jogadas que tem chute: Punt, Field Goal, Kick off, etc.) – Coordenador de Times Especiais

          Às vezes o Head Coach assume também as funções de Coordenador Ofensivo ou Defensivo, mas não é o mais habitual.

    • Allan Basso 12/09/2018 | Responder

      Oi Mário, tudo bem?

      Vou tentar resumir ao máximo.
      O objetivo dos times é chegar com a bola a endzone oposta ao seu campo. As endzones são as áreas nos extremos do campo, depois das marcações numeradas.
      Se o time chega na endzone é um touchdown, que vale 6 pontos.
      Sempre que faz o touchdown o time ganha também uma jogada extra em que ele pode tentar chutar a bola no meio Y amarelo, que vale 1 ponto, ou tentar chegar novamente na endzone partindo da jarda 2. Se conseguir ganha mais 2 pontos.
      Na grande maioria das vezes os times escolhem chutar para garantir o ponto extra, pois o chute é bem sucedido em 99% das vezes.

      Se o time não conseguir chegar na endzone, mas estiver relativamente perto, ele pode optar por chutar a bola no Y de onde a bola estiver. Esse é o Field Goal, e vale 3 pontos.

      Essas são as pontuações principais. Geralmente a conta que se faz de cabeça são 7 do touchdown (6 + 1 ponto extra) e 3 do Field Goal.

      Uma opção mais rara de pontuação é quando um jogador é derrubado em sua própria endzone. Nesse caso ocorre um Safety, que vale 2 pontos. Mas na grande maioria dos jogos você não vai ver isso acontecer.

      Recomendo ver esse vídeo da ESPN que explica de forma bem básica o funcionamento do jogo.
      É um vídeo bem curtinho de pouco mais de um minuto:
      https://www.youtube.com/watch?v=0Qh0TmJdMCI

      Abraços!

      • Valeu Allan, agora deu para ter uma boa ideia sobre a complexidade desse jogo, não é á toa que tem 3 técnicos por time………………..

  4. Cassiano 12/09/2018 | Responder

    Muito legal a coluna Alan, parabens pelo 3vv na NFL.

Leave Your Reply