Brasileiro 2018 Palmeiras 2×0 Atlético PR: seta para esquerda e farol alto ligado

 

O Palmeiras venceu o Atlético PR no Allianz Parque nesta noite de quarta-feira. 2×0. Willian e Moisés fizeram os gols.

1o tempo mais travado. 2o tempo muito melhor. O Palmeias pegou um adversário difícil que estava subindo na tabela e nas últimas 7 partidas tinha vencido 5, empatado duas e feito 12 gols e sofrido apenas 1. Venceu nessas partidas Flamengo e Grêmio.

Mas parou frente a um Palmeiras determinado, marcando muito forte e calculista. Um time quase cínico, que joga primeiro pra não tomar gols e depois para fazer. E quando vai para o ataque pressiona até conseguir o que quer. Feito o gol, volta a se fechar.

Esse é o Palmeiras de Felipão. Nesse momento a 3 pontos da liderança. E pedindo passagem.

Saudações Alviverdes!

65 Comments Added

Join Discussion
  1. Lucas 07/09/2018 | Responder

    O gambá presidente quer priorizar a copa do Brasil, pois é… Se ferrou, porque se entrar com o time reserva contra o nosso time reserva, a chance de perder feio aumenta e aí o rebaixamento se torna realidade. E aí a copa do Brasil já fica comprometida de vez. Domingo é um campeonato a parte, que podemos ganhar mais uma vez com requintes de crueldade pra eles e glória para nós. No mais, sem palavras pra campanha do bigodudo, calando a maioria das pessoas… Eu achava que não ganharíamos nada e agora temos a chance de uma tríplice coroa inédita, que eu acho improvável demais, porém sonhar não é crime… De qualquer jeito, o trabalho já está sendo muito bem feito, com uma defesa sólida, um estilo de jogo definido e um espírito de equipe evidente. Sabemos que a diretoria fez muita contratação duvidosa e tomou decisões estranhas mas trazer o Felipão foi um acerto… Imagina o que ele faria com um elenco melhor…

  2. Cássio 06/09/2018 | Responder

    Grato a todos. Os que concordam ou não. O importante é a discussão manter o nível e ser para o bem do Palmeiras.

    Só acho que essa de que o Felipão não conhece variações táticas modernas, é lenda. Pode não ser a sua principal qualidade, mas ele conhece e bem. Aliás,na minha opinião, nesse sentido, enquanto o Luxemburgo ( que era mestre) estacionou, o Felipão evoluiu e muito.

    • Pelo que li, independente do atraso do Felipão, a comissão técnica dele está “em dia”, passando treinos e orientações condizentes com o futebol moderno. Talvez isso explique o sucesso atual do Felipão no Palmeiras. O que não é demérito, ser isso for fato, é um bom cenário.

    • Não acho que o Felipão seja um “analfabeto” tático, longe disso, penso apenas que esse não é seu ponto forte. Ele sempre foi um estrategista motivador, e isso ganha títulos.

  3. Carlos 06/09/2018 | Responder

    O Loss caiu, ou melhor, caiu não, foi rebaixado novamente a auxiliar técnico….. E como para domingo não tem técnico, ou auxiliar assume interinamente! Ou seja, domingo quem comanda o time é o…. LOSS!!!!

    Imagina a motivação do cara!!!!

    • Parece que as opções por lá são Levir Culpi e Dorival Júnior. Se continuar assim, faltando cinco ou seis rodadas pra acabar o campeonato vão fazer de tudo pra tirar o Lisca Doido do Ceará pra tentar colocar no currículo dele mais um milagre contra rebaixamento…

  4. lito 06/09/2018 | Responder

    Grande general. Esse “homi” é o cara.

  5. Philipe Frois 06/09/2018 | Responder

    Não consegui assistir o jogo, nem os lances eu vi ainda, mas já tinha em mente que seria um jogo bem difícil e caso o Palmeiras conseguisse a Vitória passaria uma imagem de time forte que realmente está brigando pelo título nacional . Foi o que aconteceu, agora a torcida empolgou, o time embalou e se vencer os gambás no domingo aí segura….eu não queria, mas tô me empolgando tbm kkkkk

  6. Cássio 06/09/2018 | Responder

    Vou dizer porque não considero o Felipão “a diferença ” Eduardo. E sou suspeito porque considero o Felipão um patrimônio da história do Palmeiras. Ele não faz milagres. EM 2012 o elenco do Palmeiras era medonho. A diretoria era composta pelos dois patetas. Mesmo ganhando uma Copa do Brasil explorando o que tinha que eram Barcos, Valdivia ao estilo Valdivia e Marcos Assunção. Em um mata mata você arma um esquema, pilha os jogadores e consegue matar o Grêmio em POA. Com esse mesmo grupo, com Valdivia mais chinelinho que nunca, Marcos Assunção jogando a base de infiltrações, tirando pus do joelho, Barcos mais preocupado em dizer que não jogaria a série B porque achava que tinha chances de jogar a Copa, no Brasileiro longo, sem o Palestra, com o grupo pequeno e extremamente limitado o time caiu. Assim como não considero nem ele e nem o Kleina os principais responsáveis pelo rebaixamento ( considero a piada Pituca/ Frizzo inventada pelo Mustafá). No momento atual como disse no comentário anterior ele tem um grupo grande e de qualidades, um CT HOTEL incrível, um estádio que tem a cara do Felipão. Fechado,intimidador, moderno. Enfim com tudo para ele armar um inferno para o adversário. Como eu disse ele é agente de mudança de mentalidade de um grupo de qualidade. Claro que é evidente a mudança defensiva para o time parar de tomar gols bestas. A velocidade para aproveitar os vacilos do adversário. Muitos desses vacilos causados pelas mudanças que ele implantou. O mérito dele fora a questão tática é fazer o grupo de qualidade acreditar que pode. As peças estavam lá. A camisa do Palmeiras sempre impôs respeito. E isso ele sabe usar quase à perfeição. EM mata mata você consegue fazer por 180 minutos com que jogadores inferiores se superem. EM campeonatos longos é quase impossível. Alguns podem dizer…O Carille conseguiu. Conseguiu, fez um primeiro turno espetacular. Depois foi caindo a ponto de o juiz ter que garfar o Palmeiras no jogo que decidiu o campeonato.

    • mario luiz 06/09/2018 | Responder

      Parabéns pela análise lúcida e coerente. Infelizmente temos sempre uns amendoins na torcida que além de nunca irem ao estádio, se pautam pelos que os ditos “jornalistas esportivos” escrevem sobre o time.

      • Entendo seu ponto de vista, Cássio, e concordo com muito do que você escreveu, exceção feita à parte tática do Felipão, que pra mim nunca foi nem jamais será seu ponto forte. Com ele, o mais simples funciona mais e melhor, pelo menos na maior parte das vezes. Mas insisto que com todo dinheiro, estrutura e opções de jogadores o Palmeiras só está evoluindo porque uma figura acima de qualquer suspeita em termos de história do clube está tomando as decisões e, pelo menos por enquanto, acertando.

        Volto à cena: imagine o torcedor vendo o jogo (no estádio, no sofá de sua casa em São Paulo ou no Japão, todos são iguais, apesar de alguns grandes ba.ba.cas e im.be.cis acharem que não) e sua reação quando um Eduardo Baptista tira o Borja pra colocar o Deyverson, ou quando um Roger Machado não tira o Mayke do time titular. Agora imagine esse mesmo torcedor vendo o Felipão fazer exatamente igual. “O cara é genial, sabe das coisas, deixa ele trabalhar, pelo menos um título vamos ganhar!”. Muda tudo. Somente um treinador aqui no Brasil hoje tem essa influência no seu clube, o Renato Gaúcho (não estou comparando os trabalhos dos treinadores, que fique claro), faz o que bem entender e o resto aplaude. Lá rendeu pelo menos um título por ano, aqui também pode, mas não significa que vai dar certo sempre. E não vai, mesmo.

        Sobre 2012, indiscutivelmente a diretoria foi a grande responsável pelos rebaixamentos, mas não dá pra isentar o Felipão de sua parcela de culpa na queda. Na obsessão por ganhar um título, que acabou vindo, o treinador, que já vinha de um período absolutamente medíocre desde julho de 2010, não conseguiu montar uma equipe minimamente organizada para não perder jogos contra times piores no Brasileirão, e naufragou. Foi o que se repetiu no fiasco da Copa de 2014: apesar de toda desorganização, quem escolheu os jogadores, escalou o time e definiu a estratégia contra a Alemanha foi ele, só acredita que aquilo foi “acidente” ou “apagão” quem tem fã clube. Ele merece todo bônus pelos sucessos que atingiu, mas não se pode tirar o ônus de seus fracassos. Aliás, isso vale pra qualquer um.

        • LGO 06/09/2018 | Responder

          Amigos vamos pontuar algumas coisas:
          1- O Felipão pode por o Deiverson e manter o Mayke porque os dois estão jogando bem e porque o time está ganhando. Só por isso!!!! E isso mérito do Felipão!!! Com os outros técnicos citados eles jogavam mal e nós muitas vezes perdíamos!!!!
          2. Claro que todos devem assumir seus fracassos e o Felipão tem muita culpa em 2012 e 2014!!! Agora não entendo porque ele tem que acertar todas. Aqui no Blog ninguém erra!!! Somos todos perfeitos!!!!
          3. 2014 de fato foi um fiasco, mas o Felipão de duas que esteve lá ganhou uma. Se tiver um técnico que consiga a cada duas copas ganhar uma, mesmo que a que perder seja dessa maneira eu oficializaria esse técnico na seleção de forma vitalícia! Ou vamos continuar endeusando o Tele que perdeu 2 copas com a melhor seleção em nome do futebol bonito defendido por alguns aqui?????
          4. 2012 ele tem culpa, mas dirigiu um dos piores Palmeiras da história!!!! Ontem eu estava indo para o jogo e meu irmão mandou de brincadeira antes do jogo que a escalação de ontem saiu, e eram os nomes de 2012. Respondi não hora. “Estou voltando para casa” kkkk. E mesmo assim ele conseguiu um título e tem gente que prefere lembrar os fracassos…aí é difícil entender!!!!!!

          • Só não esqueça, que a Copa do Brasil 2012, não contava com os times da libertadores, nossos dois gols em Porto Alegre foram muito felizes, vieram no finalzinho, e contra o poderoso Coritiba na final, tivemos muito mais sorte que juízo (lembra a bola subindo, e o Bruno parado olhando ela cair, e o jogador do Coritiba perdendo a chance por achar que a jogada estava parada? Entre várias outras pataquadas), sem contar que o juiz roubou a nosso favor (finalmente, embora tenha tido erros conta também). Fiquei muito feliz com o título na época, mas todos sabemos que esse troféu é de barro e não ouro.

  7. A minha reação hoje seria de aplausos. Deyverson tem entrado bem no time e deu um passe de Alex no lance do primeiro gol. Fez muito mais que o superestimado Borja que andou em campo; .

  8. Cássio 06/09/2018 | Responder

    Acho que deve priorizar o próximo jogo. E assim sucessivamente. Cada jogo é importante para a confiança e consolidação do grupo como um todo. Chamou a minha atenção a comemoração do gol do William. Não é só questão de união, é cara de grupo confiante, que acredita em si, se sente respaldado em qualquer situação e que pode reverter qualquer situação.

    Títulos serão ou será ( eu dava o ano como perdido, 1 eu vou comemorar muito ) consequência desse processo de fortalecimento interior e exterior de cada jogador. Até do Deyverson. E o responsável por isso tem nome… O Palmeiras e o seu gigantismo. As peças estavam lá. O Felipão e a sua comissão técnica são os agentes da mudança na mentalidade interna dos jogadores.Em fazê-los enxergar essa força, esse tamanho de time e torcida e o respaldo e sustentação que a história e o peso dessa camisa dão a qualquer jogador. RM, EB, VALENTIM e outros não tem ainda estofo e experiência para entender e passar isso a qualquer grupo de jogadores. Eles têm que lutar para se manterem no cargo primeiro.

    Nada é garantido nessa vida, mas pra mim, o Palmeiras saiu de 5% de chances de algum título ainda esse ano, para pelo menos 85%. Repito, acredito, o Palmeiras será campeão de um dos 3 torneios. E eu vou ficar feliz pra caramba!!!!

    • Muito bom, Cassio. Mas a diferença neste momento é mesmo o Felipão. Ele só tem um similar no Brasil hoje, que é o Renato Gaúcho no Grêmio. Se o Tite estivesse no clube gaúcho e escalasse Jael, seria crucificado em praça pública. Se o Bap ainda estivesse aqui e colocasse Mayke de titular, não chegaria empregado ao vestiário. Pelo que representam nas histórias de seus clubes, esses dois podem fazer o que quiserem que não serão contestados. Nem sempre isso funciona pra ganhar títulos, mas pelo menos para o Grêmio deu…

  9. Cássio 06/09/2018 | Responder

    Pra não dizer que não reclamo…O Palmeiras continua batendo pênalti muito mal. Moisés não deslocou o goleiro…O goleiro é que não esperou até o fim e se jogou pro lado direito. A batida foi no meio do gol,alta e olhando pra bola.

    Ps. William não tem o reconhecimento que merece. Joga muito, ajuda a marcar, abre espaço, se desloca e faz gols toda hora. Lembra o Paulo Nunes.

  10. Reynaldo Zanon 06/09/2018 | Responder

    Bela e importante vitória. Ótima rodada para o Palmeiras. Felipao é um técnico que sabe explorar o elenco que tem em mãos. Pelo que vejo dos concorrentes, temos tudo para levantar a taça do Deca.

  11. LGO 06/09/2018 | Responder

    Pessoal!!!
    Chegando agora do estádio!!!
    Outro bom jogo nosso já que o Prass não fez nenhuma defesa contra um time que vinha muito embalado!!! E aproveitamos 2 das 5 chances criadas!!!!
    Domingo temos todas as chances de ganhar, porém é um jogo de risco alto!!!
    Caso perca ficarei 2 ou 3 dias sem entrar no 3VV, pois tem gente aqui que vai se deliciar descendo o c.a.c.e.t.e no Felipão!!!!!
    Boa noite e saudações alviverdes a todos!!!

    • Você é torcedor do Palmeiras ou do Felipão? Só consegue comentar em vitórias ou quando acerta “profecias”? Aí fica fácil, né?

      • LGO 06/09/2018 | Responder

        Isso é que alguns não conseguem entender!!! Hoje torcer pelo Palmeiras é torcer pelo Felipão e torcer pro Felipão é torcer pelo Palmeiras!!! Será que vocês esqueceram que todos aqui inclusive eu dizíamos que 2018 já era???? Isso não faz nem 30 dias!!!!!
        Faço comentários tanto em derrota quanto em vitória. O que me incomoda é a sensação que alguns estão esperando uma derrota para detonar o trabalho feito que é muito bom. E o time não é invencível, isso infelizmente alguma hora vai acontecer…

    • Ué, você já tá “adivinhando” que ele não vai errar? E se ele errar e for criticado, quem estiver criticando é quem está errado? Vamos esperar o jogo, e então ver o que vai acontecer. Por momento e time, é óbvio que somos os favoritos, de longe. Mas não podemos esquecer que, no Derby, os caras vão correr o triplo do que em qualquer outro jogo deles. A crítica, se vier derrota, será em cima dos culpados, seja um jogador específico por erro individual, seja o conjunto, se não deixar a alma em campo, ou o técnico, se escalar e mexer errado.

  12. Cássio 06/09/2018 | Responder

    No jogo passado disse que essa rodada tinha tudo pra ser perfeita. Do meu ponto de vista foi. Mesmo que o Grêmio vença o Santos fora amanhã. O time está regular e subindo na tabela. Nem acho que virar líder logo seja prioridade. Faltam 15 rodadas. Mais importante pra mim é ficar por ali, rondando a liderança e como diz o título do post manter a seta pra esquerda e o farol alto ligados. Na hora certa(minha opinião últimas 7 rodadas) acelerar pra tomar a frente e não perder mais. Vamos acreditar. Ser realistas…Sim…mas é momento de enxergar o copo meio cheio.

    Ps.2016 pra 2017 o treinador campeão pediu as contas e foi contratado mais um dos técnicos em formação que o Palmeiras adora contratar. Não tinha como haver continuidade e evolução mesmo.

  13. Deusverson acabou com o jogo. Olha, eu estava na arquibancada, bem atrás do Scolari e não é que quando ele chamou o Deusverson começaram a xingar o Felipão. Tem torcedor que merece o Roger
    Machado. Felipão está entre os 3 melhores treinadores do mundo e tem gente aqui que só fala do 7 X 1.
    Pobreza de espírito.

    • Você peca pelo exagero. Felipão está muito bem, mas você desconsidera todo o contexto (futebol sulamericano, clube mais rico das Américas, ainda não ganhou nada, etc). Acho que nem historicamente ele fica entre os 3 melhores (contando todos títulos ganhos, etc). Mas claro, temos de ficar felizes pelos resultados até aqui. Acho engraçado a turma do “mandou Roger embora, o problema não era o técnico”. Só que era. Pessoal confunde continuidade, com dar muro em ponta de faca.

    • Quem são os outros dois? Deixe-me adivinhar: Lisca Doido e Dunga!

      Agora uma pergunta: você está no estádio atrás do banco do Palmeiras, que não sai do 0x0 contra um time no meio da tabela, na metade do segundo tempo. O técnico é o Roger Machado e ele chama o Deyverson. Qual seria sua reação?

    • Philipe Frois 06/09/2018 | Responder

      Deusverson foi bom 😂😂😂…Já Felipão no top 3 do mundo é um pouquinho exagerado heim amigo kķk

  14. Eu estou muito feliz, ouvi o jogo pelo rádio, e até senti uma ponta da emoção que sentia quando era aborrescente, ouvindo os jogos do verdão. Sou obrigado a aceitar, que errei ao não querer o Felipão. Claro, não é o futebol ideal, mas é a liga que eu queria que o time desse, só achava que seria com outro técnico. No melhor dos mundos, estaríamos na vanguarda administrativa, refletindo no campo. Mas a verdade é que, só o Palmeiras tomar jeito, não nos transformaria, pois precisa mudar tudo, mentalidade dos clubes, cbf, mídia, etc… Precisa mudar tudo, para nós aproximarmos do que acontece na Europa, não está apenas nas mãos do Palmeiras. Torcer para o bom momento se converter em títulos, e de repente, as coisas começarem a funcionar melhor nos nossos bastidores. Difícil, mas seria bom se acontecesse.

  15. Renato 05/09/2018 | Responder

    Só tenho que agradecer ao Scolari.
    Muito obrigado !
    Mais 03 pontos na conta e 3ª colocação isolada na classificação e a 03 pontos da liderança.
    Boa Noite à todos e até a próxima rodada , domingo contra os gambás.

  16. Renan 05/09/2018 | Responder

    Mais 3 pontos na conta, Felipão fazendo o time jogar pra ganhar e não correr riscos, desempenho deixemos pro ano que vem com tempo pra treinar, esse ano quero títulos em primeiro lugar

    • Concordo em partes. Não caio mais nessa. Na reta final de 2016, quando se trocou desempenho por resultado, alegavam que após o título a qualidade voltaria. Balela. Mesmo que o Palmeiras ganhe o Mundial e tenha 3 meses de pré-temporada em 2019, o papo vai continuar o mesmo. Claro que dá pra ser campeão sem jogar bem, mas uma hora a conta chega.

      • Thom 05/09/2018 | Responder

        Faz mesmo sentido pra vc não comemorar um título porque o time, na sua opinião, não joga da forma que é a mais correta na sua interpretação do que é futebol?

        Futebol não é só sobre estar certo, cara. Não é só sobre jogar como deve-se jogar e se soprepor ao adversário.

        Pode ser assim na Europa, onde manda quem tem dinheiro, e simplesmente mataram os 5 principais campeonatos nacionais de lá.

        Aqui não. Pode sim ser nivelado por baixo, mas me aponta outro nacional onde 5 times tem totais chances de ser campeão, a essa altura.

        Saiba apreciar Futebol, tb. Não só o seu futebol. Que, concordo, é o sonho de qualquer torcedor.

        Não e uma cornetada, só um ponto de vista

        Abraço!

        • Paraiba 05/09/2018 | Responder

          O meu querido aqui só não virou campeonato espanhol porque as diretorias de curintia e framengu são incompetentes ,mas tá caminhando pra isso que vc escreveu.

        • Cara, se o comentário é pra mim, gostaria que você reproduzisse aqui exatamente como, onde e quando escrevi que não comemorei ou não comemorarei título conquistado com o time jogando de uma forma com a qual eu não concordo. Quem está preocupado com “certo” e “errado” aqui é você, eu estou apenas externando um ponto de vista, que pode mudar à medida que os fatos me levem a isso.

          De minha parte, vou torcer sempre para que o Palmeiras ganhe todos os seus jogos com bom futebol (ou seja, dando o mínimo de chances ao adversário na defesa, criando bastante no meio de campo e aproveitando ao máximo as chances no ataque, e por favor note que não escrevi o termo “dando show”), simplesmente porque na minha opinião é o melhor caminho pra ganhar títulos. Muita gente quer ter sucesso e dinheiro, mas nem todos estão dispostos a trabalhar duro para isso, e é o que eu penso de praticar futebol única e exclusivamente pelo resultado e pelos três pontos. Não é errado e às vezes funciona, só não queira que eu exalte essa postura.

          De resto, não me importo que não gostem do que escrevo, ninguém precisa concordar comigo, só peço que não distorçam ou inventem o que não existe. Abraço.

          • Thom 06/09/2018 | Responder

            Palmeiras ganhou e tu provoca comentarista do cara. Mas sua consciência e seu guia, torça da forma que fazaoz sentido pra ti. Abs

      • Renan 05/09/2018 | Responder

        Bem lembrado, mas também vale lembrar que não houve continuidade no trabalho 16/17, cenário que se mostra diferente hoje, por isso acredito que o desempenho vira com tempo

  17. Paraiba 05/09/2018 | Responder

    Até que enfim pênalty convertido.
    + 3 pts é o que importa

  18. Paraiba 05/09/2018 | Responder

    Escrevi aqui no intervalo no jogo Felipone colocará Geyverson e Jean kkkkkkk

    • Caraca, só tem profeta por aqui. Vai ver foi por isso que o Moisés acertou o pênalti! E a fase tá tão boa que o Deyverson entrou e mudou o jogo. Te cuida, Real Madrid!

      • Paraiba 05/09/2018 | Responder

        Descansaria o Moisés domingo e colocaria o vitinho, Moisés não aguenta joga 90 minutos muito menos quarta e domingo.

  19. Jango 05/09/2018 | Responder

    Infelizmente o Loss não é mais técnico dos gambás. Vamos ver o que vem por aí.

  20. Depois dos Gambás fugirem na Libertadores, agora foi a vez do Lost fugir no Brasileirão. Caiu antes do Dérbi.

  21. Nós precisamos marcar esse gol logo, a rodada está sorrindo pra gente de novo, por hora, Bambi perdendo, e mesmo o Inter ganhando, ainda ficaríamos a 3 pontos da liderança

  22. Felippe 05/09/2018 | Responder

    Roger em 4 rodadas 8 pontos, Mestre dos mestres Felipão 4 rodadas 8 pontos, entendi.

    • Renan 05/09/2018 | Responder

      O Roger começou se complicar depois do oitavo jogo do brasileiro. K

    • Renan 05/09/2018 | Responder

      Relembrando a tabela, o Roger começou a se perder na sétima rodada depois de um começo irregular, se salvou com os resultados diante de SP e Grêmio e depois desandou de vez, voltou da copa sem desempenho e nem resultado e caiu merecidamente

  23. Paraiba 05/09/2018 | Responder

    Pra que Lucas Lima, Hyoran , Guerra, vitinho da base e o Scarpa ? 3 volantes Moisés tá estourado, Felipe Melo e Thiago Santos.
    O Scolari escalou esse time pra não leva gol.

    • O objetivo do Scolari depois dos 7×1 é não levar gols. Serve pra ganhar campeonato chinês (referência de qualidade pra muita gente), um mata-mata aqui e outro ali. Quando é preciso propor jogo contra time mais organizado, esqueça, vai ser isso aí e nada mais.

      • Paraiba 05/09/2018 | Responder

        Tem que subir essa marcação, o Palmeiras marca muito atrás .
        Daqui pouco entra o Jean e o Deyverson

      • Cláudio 05/09/2018 | Responder

        Para sua tristeza pode servir pra ganhar um campeonato brasileiro (referência de qualidade), uma Copa do Brasil aqui e outra Libertadores ali…

  24. Tá bom, mas tá ruim. Esperar criatividade de um meio de campo com Thiago Santos, FM e Moisés é querer demais, por isso sempre que possível alguém cava uma falta perto da área, já que esse é nosso melhor (muitas vezes, único) recurso ofensivo.

    • Paraiba 05/09/2018 | Responder

      A bola parada com Dudu não funciona faz 3 anos é sempre bola no primeiro pau quando não é a meia altura é fraca.
      Cadê o analista técnico tático não consegue enxergar isso.

Leave Your Reply