Porconomics: Todo cuidado é pouco, respeite a Lei de Roberval!

 

 

Por Victor Maimone

Caro nerd, geek e cdf, voltemos nossas atenções ao principal campeonato que disputamos, na modesta opinião deste escriba, o Brasileirão. Opinião vencida dentre uma torcida a qual sofre de síndrome de Estocolmo e trata outros torneios como obsessão, entende este que vos escreve ser a liga nacional nosso maior objetivo. Maiores justificativas são dadas habitualmente nas nossas consagradas rodas de bar pré e pós prélio.

Foi numa dessas, inclusive, que aprendi a importância da Lei de Roberval. Cunhada pelo palestrino-mor Roberval Maimone, a famigerada proposição proíbe a lembrança – em dias de jogos – dos piores momentos do clube e, em seu artigo segundo, proíbe o espírito do já ganhou. “Mas meu caro e prolixo nerd, vamos enfrentar o vice lanterna, vindo de um resultado expressivo nos Andes! É óbvio que já ganhamos!”. Ah, caríssimos, quanto mau agouro não tão comprovável por números esse pensamento gera! Aliás, falando neles, o temos a dizer sobre o Sport?

Senão, vejamos. O time nordestino, apesar da vice lanterna, vai relativamente bem contra times fortes. Repetindo nosso exercício de divisão da campanha de um time em virtude do aproveitamento de pontos do adversário no momento do confronto, o Sport vai melhor contra times fortes do que sua média de pontos! Especificamente, apesar de terem conquistado apenas e tão somente 32% de todos os pontos que disputou, eles conquistaram mais de 44% dos pontos disputados contra times fortes (à época do confronto), leia-se Galo, Sistema, Cheirinho, Internacional, Rival líder e, como infelizmente bem sabemos, Palmeiras.

Anima, contudo, saber que o Palmeiras, por outro lado, tem aproveitamento excelente contra times com baixo aproveitamento. Conquistamos 77% dos pontos quando jogamos contra times em situação similar à do Sport. Inclusive somos favoritos nas casas de apostas, as quais estão pagando 2,15 em caso de vitória nossa, contra 3,10 no empate e 3,60 na derrota. Dá uma olhadinha lá na nossa primeira coluna pra lembrar como saber qual a nossa chance de vitória a partir dessa informação, meu caro nerd, geek e cdf!

Dito isto, repetir-me-ei! Respeite a Lei de Roberval em sua roda de bar pré e pós prélio! Vamos com tudo para o nordeste, Palmeiras!

Ah, a coluna não vai ser atualizada no próximo final de semana. Este que vos escreve estará de mudança e não haverá tempo hábil para torturarmos uns números antes da partida contra o Cruzeiro pelo Brasileirão. Nos vemos em outubro!

***

Victor Maimone é um palmeirense fanático por números. E um nerd fanático pelo Palmeiras. Não necessariamente nessa ordem. Também possui uns diplomas por aí.

8 Comments Added

Join Discussion
  1. Philipe Frois 23/09/2018 | Responder

    Não sei como o Inter tá disputando o título ainda…o time deles é horrível! Não acerta Nada, tá conseguindo ser pior q o curintia.

  2. O nosso aproveitamento contra os chamados “pequenos” melherou e muito justamente por causa da Lei Roberval, pois o Felipão (ao contrário de seu antecessor) conhece muito bem os efeitos dessa lei e colocou na cabeça dos jogadores que tem que ser sério e focado do começo ao final da partida, e aí está a diferença. Como dizia o Felipe Melo: Se tiver que dar tapa na cara vamos dar tapa na cara, mas com responsabilidade e com muita “ousadura”……

  3. Paulão 23/09/2018 | Responder

    Gostei da Lei de Roberval, o já ganhou pra nós quase sempre é desastroso kkkk. As moçoilas deram mole e o inter tem jogo difícil contra um rival de quem é freguês de carteirinha, ou seja, temos uma chance excelente de embolar de vez o G3 e causar pânico nos adversários. Resta saber se o “time alternativo” vai funcionar.

  4. Cassiano 22/09/2018 | Responder

    As chances de buscar o BR estão surgindo e o time está embalado na competição, mas vamos com calma e para evitar que algo corra mal, precisamos respeitar a Lei de Roberval.

  5. Que boa sinuca de bico que o Felipão se encontra nesse momento, hein. Certamente, deve existir hoje uma tremenda dúvida dele, do restante da comissão e também por parte da diretoria se o planejamento feito para o Campeonato Brasileiro após a chegada do Scolari se mantém, colocando o ”time alternativo” ou se começa a ir com força total nesse campeonato, que por incrível que pareça é o que o Verdão tem mais condições de conquistar nesse momento.

    De qualquer forma, é muito bom ver o Palmeiras tão forte nas três competições que está disputando, cumprindo assim as expectativas da torcida para esse ano. Sem dúvidas, a contratação do Scolari foi o maior acerto do Galiotte na sua gestão até agora.

  6. Reynaldo Zanon 22/09/2018 | Responder

    O Palmeiras tem enormes chances de ganhar mais um Brasileiro. Não vejo forças para SPFC e Internacional até o fim do campeonato. Não podemos desperdiçar pontos para times como o do Sport. As nossas últimas 5 rodadas são Fluminense (casa), Paraná (fora), América Mineiro (casa), Vasco (fora) e Vitória (casa). Tabela ideal para dar o arranque final, mas, para isso, teremos de já estar à frente dos outros ou, pelo menos, muito próximo deles.

Leave Your Reply