3VV na NFL: How about more Football?

 

 

Por Allan Basso

Caros amigos do 3VV, líderes do Campeonato Brasileiro, a semana 4 da NFL foi eletrizante.
Vários jogos decididos no finalzinho, no detalhe.

E três jogos decididos na prorrogação.
Se os jogos estão bons nada melhor que estender um pouco mais, não é mesmo?

Vamos aos resultados.

*****

Los Angeles Rams 38 x 31 Minnesota Vikings
É um prazer assistir o ataque dos Rams jogar. Sean McVay transborda criatividade na criação das jogadas e com um elenco competente em mãos a execução tem estado em alto nível.
Jared Goff lançou para 5 touchdowns. 4 ainda no primeiro tempo.

New England Patriots 38 x 7 Miami Dolphins
Os Dolphins chegaram para o confronto invictos. E os Patriots vinham de 2 derrotas seguidas.
Mas depois de domingo tudo voltou ao normal na divisão.

Cincinnati Bengal 37 x 36 Atlanta Falcons
Que jogaço. Matt Ryan lançou para 419 jardas e 3 touchdowns.
Mas mais uma vez a defesa de Atlanta não conseguiu segurar e o time tomou a virada a 12 segundos do final. Desde que levou a virada histórica no Super Bowl há 2 anos essa parece ser a sina dos Falcons.

Chicago Bears 48 x 10 Tampa Bay Buccaneers
O ataque dos Bears tirou a barriga da miséria. Mitch Trubisky lançou para 6 touchdowns.
Será que o ataque de Chicago encontrou o caminho? Ainda é cedo pra dizer, mas que a defesa dos Bucs é historicamente ruim parece que não há dúvidas.

Dallas Cowboys 26 x 24 Detroit Lions
Na esteira de um dia incrível do RB Ezekiel Elliott, que correu para 152 jardas e recebeu para mais 88, os Cowboys arrancaram um vitória no final com um Field Goal no último segundo.

Green Bay Packers 22 x 00 Buffalo Bills
Nada para ver aqui. Resultado mais que esperado.
Quase um treino de luxo para o time de Green Bay. Aaron Rodgers agradece o descanso.

Los Angeles Chargers 29 x 27 San Francisco 49ers
Sob o comando do QB reserva, CJ Beathard, os Niners deram muito mais trabalho que o esperado. Mas no final a maior qualidade do elenco dos Chargers prevaleceu.

Jacksonville Jaguars 31 x 12 New York Jets
Outro resultado esperado. Outro treino de luxo.


Seattle Seahawks 20 x 17 Arizona Cardinals

Num jogo com dois times que não devem brigar por muita coisa esse ano Seattle acabou sendo menos pior. Para Arizona a estréia de Josh Rosen ao menos deu esperança de dias melhores. A nota triste é a contusão do safety Earl Thomas, que quebrou a perna e está fora da temporada.

New Orleans Saints 33 x 18 New York Giants
Apesar dos jogadores talentosos o ataque dos Giants não consegue produzir e os dias do QB Eli Manning parecem contados. Os Saints não tiveram dificuldade para passar o trator.

Baltimore Ravens 26 x 14 Pittsburgh Steelers
Algo definitivamente está errado com esse time dos Steelers. Foram amplamente dominados pelo rival e com mais uma derrota estão em último lugar na divisão. A temporada do time de Pittsburgh está seriamente ameaçada, assim como o emprego do técnico Mike Tomlin.

 

****

E as prorrogações…

Oakland Raiders 45 x 42 Cleveland Browns
Um jogo emocionante e movimentadíssimo, cheio de altos e baixos. Vários turnovers e touchdowns incríveis. No final parecia que os Browns iriam conseguir a segunda vitória seguida depois de terem conseguido apenas uma nas duas últimas temporadas somadas.
Mas uma decisão controversa no fim do jogo deu nova chance aos Raiders (nada que surpreenda uma decisão discutível da arbitragem em favor do time de preto e branco).
E o time de Oakland conseguiu aproveitar. Com um touchdown e uma conversão de 2 pontos no último minuto, eles levaram o jogo para a prorrogação e chegaram à vitória num field goal de 29 jardas (o kicker já havia errado 2 anteriormente, um deles na própria prorrogação).

 

Houston Texans 37 x 34 Indianapolis Colts
Outro jogo de tirar o fôlego.
Andrew Luck carregou o time dos Colts passando para 464 jardas e 4 touchdowns.
No final, o time de Indianapolis conseguiu um touchdown e uma conversão de 2 pontos para empatar o jogo a 50 segundos do final.
Os Texans ainda chegaram em posição de tentar um Field Goal de 59 jardas no fim do tempo normal mas o chute foi pra fora.
Na prorrogação cada time conseguiu um Field Goal na primeira posse de bola.
Na sua segunda chance o técnico dos Colts optou por arriscar a 4ª descida para 2 jardas em vez de chutar o punt, mas não converteu.
Os Texans receberam a bola em excelente posição no campo e, depois de um longo passe para DeAndre Hopkins, converteram o Fielg Goal da vitória.
Questionado sobre sua decisão o técnico dos Colts declarou: “Eu jogo para vencer, não para empatar”.

Tennessee 26 x 23 Philadelphia Eagles
Entre os 3 jogos com prorrogação esse é o que eu considero mais relevante, pois foi entre 2 times que estiveram nos playoffs ano passado e estão entre os maiscotados para esse ano.
E foi uma jogaço. Os 2 QBs voltaram de contusão semana passada e nessa semana já se mostraram bem mais adaptados ao ritmo de jogo. Jogando contra duas defesas muito fortes os ataques tiveram que estar em alto nível para produzir. E produziram.
No fim do tempo normal Tennessee assumiu a liderança com um touchdown, mas os Eagles conseguiram chegar ao empate com um Field Goal a 20 segundos do final.
Na prorrogação Philadelphia teve a primeira chance e conseguiu um Field Goal.
Na campanha seguinte os Titans gastaram quase todo o tempo do relógio, conseguindo conversões importantíssimas como uma 4ª para 15 jardas e outra 4ª para 4 jardas.
Faltando pouco mais de 1 minuto na prorrogação Tennessee estava em outra 4ª descida, dessa vez para 2 jardas. O técnico tinha que optar entre chutar o Field Goal, e provavelmente empatar o jogo, ou arriscar para a vitória.
Assim como os Colts, os Titans foram para o tudo ou nada, mas tiveram melhor sorte e conseguiram a conversão. 3 jogadas depois chegaram ao touchdown e a uma vitória importantíssima.

****

Que final de semana.
Os resultados não foram muito favoráveis ao Green Team, com derrotas dos Eagles e dos Jets.
Mas se você gosta de futebol americano e de jogos emocionantes decididos no final o cardápio da NFL esteve repleto de opções na Semana 4.

A semana 5 já vem aí. A abertura da rodada é nessa 5ª feira, com o confronto entre os Colts de Andrew Luck e os Patriots de Tom Brady.
Os times que estarão de folga essa semana são Chicago Bears e Tampa Bay Buccaneers.

E vocês já sabem, semana que vem estaremos de volta pra contar como foi.

Sempre lembrando que queremos evoluir a coluna junto com vocês.
Por isso, deixe seu comentário com sugestões e críticas para melhorarmos o conteúdo a cada semana.

E se você já acompanha a NFL mas gostaria de aprender mais sobre o jogo, visite o canal Endzone51 no Youtube: https://www.youtube.com/c/endzone51

 

10 Comments Added

Join Discussion
  1. Rafael_PP 05/10/2018 | Responder

    A temporada tem valido pelas apresentações dos Rams, típico time que chama atenção dos novos espectadores pelos vários TDs aéreos.

    Incrível como os Colts não engrenam mais…

  2. Teruo Ogura 04/10/2018 | Responder

    Muito legal, já recomendei esse site, tanto pelo nosso Palestra e agora com esses posts muito bons sobre o futebol americano.

  3. Teruo Ogura 04/10/2018 | Responder

    Muito legal, já recomendei esse site, tanto pelo nosso Palestra e agora com esses posts muito bons sobre o futebol americano.

  4. Teruo Ogura 04/10/2018 | Responder

    Muito legal, já recomendei esse site, tanto pelo nosso Palestra e agora com esses posts muito bons sobre o futebol americano.

  5. Mário Luiz 04/10/2018 | Responder

    O que sempre me impressionou no futebol americano é o placar. Vamos ser honestos onde mais você veria uma placar do tipo “48×10”? Tá certo que para o time que está ganhando o jogo perde a graça, porque simplesmente virou lavada, mas que é único, isso é. E a propósito, por falar em único eu lí em um artigo que o futebol americano é o esporte em que mais ocorrem lesões de atletas, isso é verdade?

    • Allan Basso 05/10/2018 | Responder

      Oi Mário,

      Não conheço esse artigo. Tem como compartilhar o link conosco?

      Mas não me surpreende.
      Pela quantidade de atletas em cada time, a força e velocidade dos jogadores, e quantidade de impactos em cada jogo já seria de esperar que o Futebol Americano tivesse o maior número de lesões entre os esportes.

      Abraços!

      • mario luiz 08/10/2018 | Responder

        Vou dar uma vasculhada, mas vai ser difícil de achar proque faz um baita tempo que eu li isso. Embora nunca tivesse entendido direito os fundamentos do esporte (agora tá mais claro) sempre acei curioso de assistir porque sempre me passou a ideia de ser um jogo muito tático, talvez o mais tático de todos (em alguns momentos me lembrava uma partida de xadrez).

Leave Your Reply