Brasileiro 2018 Flamengo 1×1 Palmeiras: bom resultado

 

O Palmeiras empatou em 1×1 com o Flamengo. Vantagem de 4 pontos mantida.

Jogo difícil. Pelo desenrolar podíamos ter perdido. Weverton fez duas defesas esplêndidas. Tivemos duas substituições por problemas físicos. Os que entraram, não corresponderam.

Hyoran péssimo. Dudu, Felipe Melo (enquanto esteve em campo) e Weverton os melhores.

Gol deles saiu em uma falha na lateral direita com Gómez e Antônio Carlos.

Mas o resultado está bom.Vantagem mantida. Faltam 7 rodadas. E dois jogos mais difíceis (Santos em casa e Galo fora). Campeonato Brasileiro sob controle.

Saudações Alviverdes!

116 Comments Added

Join Discussion
  1. Cássio 31/10/2018 | Responder

    Gol de mão não vale amigos. Não importa se foi sem querer.

  2. Cássio 31/10/2018 | Responder

    Só acho que quanto mais profissional fica o futebol no Brasil, não cabe mais esse tipo de coisa. O Palmeiras tá faturando perto do bilhão ano, não pode haver mais espaço para esse tipo de coisa. Não dá mais para perder campeonato por lances que você pode conferir pela TV. É absurdo, não dá pra brigar com a imagem. Falando do futebol brasileiro em geral, o faturamento só aumenta e cada dia os clubes são mais administrados como empresa. E tem que ser mesmo.Sem clubismo, você não pode perder 20 milhões por um lance que simplesmente “foi ignorado” por pessoas que estão sentadas em uma sala fechada apenas para assistir televisão por “200” ângulos. Ou os clubes brasileiros acordam e peitam a Conmebol ou continuarão a perder rios de dinheiro por coisas como essa.

  3. Philipe Frois 31/10/2018 | Responder

    Eu achei que o grêmio foi prejudicado. No lance do primeiro gol do River o último toque é no braço e pra mim gol de braço ou de mão não Vale, não pode rs….já no lance do pênalti foi claro, o Bressan está com o braço todo aberto e a bola bate na sua mão. O que ficou muito mais claro ainda é que com Var ou sem Var , se os caras quiserem roubar eles vão roubar. No primeiro lance fingiram que não viram, já no segundo lance ,foi tão rápido que nem os próprios jogadores do River reclamaram mas o Var fez um esforço enorme pra dar o pênalti, coisa que não fez no primeiro lance. Enfim, já não estava nem um pouco otimista qto ao jogo do Palmeiras, já tava achando que já era ,já foi pro brejo. Depois do jogo do Grêmio então, não tenho a menor dúvida que os caras querem Boca x River na final. A única chance que temos é jogar muita bola ,massacrar o Boca de tal forma que mesmo com qualquer interferência da arbitragem saiamos de campo classificados tamanha nossa superioridade. Eu não acredito nisso, acredito que será mais um jogo equilibrado, acho que podemos vencer mas classificar não. Ps: o Everton teve a chance de manda o River , o árbitro, a Conmebol e o Var tudo pra ponte que partiu, não teve competência pra Isso, então tbm não aceito chororô de gremista.

    • A bola resvala no braço e na mão do argentino como consequência da cabeçada, não houve o desvio proposital de mão pra que a bola entrasse. O próprio Grêmio marcou um gol na derrota para o Sport no último sábado em que a bola foi “ajeitada” acidentalmente com o braço, valeu e não havia qualquer conspiração em pauta.

      Repito: a despeito das marmeladas que a gente sabe que existem, time brasileiro em Libertadores tem mostrado muito mais mimimi que bola. Se o Cebolinha e o Paquetá fossem tão bons quanto os seus empresários querem, o Grêmio estaria na final e o Flamengo estaria a um pontinho do nosso pescoço.

      • Wagner 31/10/2018 | Responder

        Concordo.
        A arbitragem foi correta nos dois lances que originaram os gols do River.
        E agora? O Grêmio vai lembrar que existe campeonato brasileiro?

      • Philipe Frois 31/10/2018 | Responder

        Qto ao seu último parágrafo estamos completamente de acordo. Everton Cebolinha e Lucas Paquetá não passam de jogadores medianos pra bons, apenas Isso! Estão longe, muito longe de serem esses craques que os empresários vendem e a imprensa esportiva que não manja nada, compra. E são medianos pra bons aqui no Brasil pq no dia que saírem e forem pra Europa passam a ser apenas medianos e olha lá.

    • Quero ver todo esse discurso se hoje à noite, com o placar 2×0 pra nós, o Deyverson subir pra cabecear no último minuto de acréscimo, a bola correr pelo braço dele, entrar e valer…

  4. Renato 31/10/2018 | Responder

    Oslo – 06ºC – 10:00 horas.
    Amigos , não criem grandes expectativas. Praticamente , fomos eliminados na libertadores na 4ª feira da semana passada. Se a classificação vier , claro , comemoremos.
    Acho muito difícil , chance zero de acontecer.
    Grande abraço a todos.

    • Renato, sei que nesse contexto isso faz pouca diferença (é tudo geladopacarai…), mas esses seis graus são positivos ou negativos??

      • Renato 31/10/2018 | Responder

        Oi Eduardo, seis graus positivos.
        Agora esquentou um pouco, oito graus e 15:00 horas.
        Internet só vou ter acesso na próxima semana.
        Como eu falei, não criar expectativa.
        O Palmeiras entrará em campo desclassificado.
        Vai enfrentar cera , catimba e milonga.
        Pouco provável a classificação.
        Mas se ela vier, vamos comemorar.
        Boa sorte ao Palmeiras.
        Grande abraço.

  5. Gustavo Aroni 31/10/2018 | Responder

    Eu achei os dois gols do River legais. Não tenho convicção que a bola toca na mão, no 1° gol, e se tocou o braço tava junto ao corpo. No pênalti foi aplicada a regra, que neste caso é muito cruel pois acho que por mais que o Bressan estivesse com o braço aberto, para mim não trve a mínima intenção de por a mão na bola, pois estava muito próximo do chute e foi uma reação natural instantânea. Quanto ao Gallardo, foi pura várzea e o Palmeiras tem que ficar de olho para Schelloto não faça do Allianz a casa rosada.

    • No caso do Schelotto vai ser bem mais fácil burlar a suspensão: o gêmeo punido entra com o crachá de treinador e bota o gêmeo auxiliar com roupa de técnico na arquibancada sem abrir a boca e pra todo mundo ver. Só a mãe deles é que vai saber quem é quem, e até onde eu sei ela não trabalha na Conmebol…

  6. Por mais bizarro que seja… uma onda de otimismo se apossou de minha mente. Tô com um feeling que, o Palmeiras fazendo o porco louco, contra esse Boca que, se por um lado, tem tradição, por outro, tem uma equipe bem “mé” esse ano, conseguiremos fazer 2 gols ainda no primeiro tempo, e matar o jogo no segundo. Dá Palmeiras 3 x 0 ou 4 x 1…!

    • Com Deyverson e Felipe Melo em campo numa partida decisiva em que já começamos perdendo por 2×0 contra um dos times que mais sabem usar os nervos do adversário a seu favor no mundo? Acho que precisaremos de um tsunami de otimismo, sorte e principalmente competência (de todos, o mais difícil pois não depende apenas de fé), mas como isso se chama “futebol” tudo é possível e qualquer coisa tá valendo…

  7. Cássio 31/10/2018 | Responder

    O VAR funcionou para o pênalti, mas não funcionou para anular o gol dé mão do River. O Santos foi punido, times argentinos não foram pelo mesmo motivo.

    Os times brasileiros deveriam boicotar a Libertadores por um ano. Mataria o torneio. A roubalheira acabaria rapidinho.

    Enquanto os dirigentes brasileiros continuarem a aceitar que sejamos roubados divinamente, nada vai mudar.

    E falo isso mesmo que o Palmeiras meta 5×0 no Boca amanhã e seja o Campeão.

    • Os times brasileiros deveriam, antes de mais nada, jogar mais bola e cair menos nas armadilhas dos adversários (tanto as táticas quanto as técnicas e psicológicas). Jogam de maneira covarde quando têm alguma vantagem provisória e depois só sabem reclamar. Não foi o VAR quem perdeu um gol que até o Bizu faria quando a partida estava 1×0 para o Grêmio.

      Uma coisa é ignorar que a Conmebol queria essa final dos sonhos entre River x Boca e que faria o possível para que ela acontecesse. Outra é não reconhecer que dentro desse “possível” está a grande incompetência das equipes brasileiras.

  8. E o tal do zinho da Fox vem dizer que não foi pênalti. Colocar gente que não entende de regra pra comentar é um absurdo.

  9. Vamos virar isso aí Palmeiras… Tá certo que o resultado do River era menos difícil de reverter do que o nosso… Mas mostraram que nada é impossível no futebol. FORZA!!

  10. Cássio 31/10/2018 | Responder

    Detalhe, o tal de Gallardo fez o que quis. Usou comunicador. Orientou o time nos vestiários no intervalo e não vai ser nem advertido.

  11. Cássio 31/10/2018 | Responder

    O Grêmio jogou com soberba. Achou que ia passar de qualquer jeito. A cara do Renato Gaúcho. O River estava entregue, o Grêmio perdeu gol na cara do goleiro, não matou o jogo, não foi pra matar o jogo.Tomou o gol aos 36 do segundo tempo por acaso e depois foi castigado. Como diz o Muricy…a bola pune.

    Presidente da Argentina é presidente eterno do Boca, abre o olho diretoria do Palmeiras.

    • Concordo quanto ao Grêmio. Sobre o Boca, mesmo que o Maradona fosse presidente da Argentina, o Riquelme presidente da Conmebol e o Tévez presidente da AFA não justificariam a atuação pífia do Palmeiras na Bombonera, agora o prejuízo já está consolidado.

  12. Wilson 31/10/2018 | Responder

    E eu pensando que o Gremio ja havia passado para a final, agora ficou mais dificil ser campeao da libertadores, por outro lado o Gremio deve jorgar com time titular com o framengo.

    • Se amanhã acontecer o milagre de passarmos pra final, prefiro o River. E apesar da polêmica do VAR, não vamos esquecer que quando o jogo estava 1×0 o “melhor jogador que atua no Brasil” Cebolinha jogou a classificação fora.

  13. Cássio 31/10/2018 | Responder

    Incrível como o VAR foi certeiro para o time argentino . Podia ter expulso o Paulo Miranda também.

  14. Wilson 31/10/2018 | Responder

    Gol do River, par mim esta passando o mais fraco, bom para quem passar amanhã.

    • Do ponto de vista “copeiro” talvez, mas o River joga futebol (e deixa jogar), além de ter o melhor treinador que trabalha abaixo da linha do Equador.

  15. Jango 30/10/2018 | Responder

    Hoje tem Grêmio x River. Na minha opinião, o River passa. Vai dar Boca x River na final.

    • Reynaldo Zanon 30/10/2018 | Responder

      Acredito que o Palmeiras passará à final. E, passando, nas condições que serão, acaba campeão da Libertadores.

  16. Atrético está com salário atrasado. Tão fazendo corpo mole. É torcer pra que não ponham em dia até
    o nosso jogo.

  17. Dei uma olhada no jogo de alvinegros em Fortaleza, e sinceramente o Levir voltou pro Galo pra ganhar uns trocados. Há uma chance quase imperdível de fazermos três pontos lá em MG, é só deixar a covardia de lado e jogar pra ganhar. Acho que se passarmos pelo Santos no sábado o campeonato acaba.

  18. Reynaldo Zanon 29/10/2018 | Responder

    O Brasil trocou o Lula (ladrão e corintiano) pelo Bolsonaro (honesto e palmeirense). Melhorou mil por cento!

    • Vamos devagar com o andor. Não é porque é palmeirense que vai fazer tudo certo. E honestidade em político é algo mais difícil de se encontrar do que água em Saturno. Vou torcer pra dar certo (e votei por isso) sem muitas ilusões.

      • LGO 30/10/2018 | Responder

        Se está falando da campanha do Bolsonaro você está redondamente enganado, pois não houve caixa 2. Fake News bem fraquinho…

          • LGO 30/10/2018 | Responder

            As vezes, de fato, os eleitores não enxergam, mas nesse caso é só se aprofundar um pouco e pesquisar para ver que não é verdade!!!

          • Exatamente, meu caro Luís. Consulte qualquer torcedor chorolado pra ver se ele não acha que existe um “complô” pra dar o título ao Palmeiras ou ao Flamengo. Discuta isso entre palmeirenses e flamenguistas e será apedrejado. Cada um defende o seu, os outros estão sempre errados e todos têm razão…

            • Lucas 30/10/2018 | Responder

              Meu coração chora quando vê que existe gente sóbria neste país

            • Engraçado você citar isso, acabei de vir do blog vermelho, e realmente, pessoal lá tá reclamando muito de complô, embora eu tenha de admitir, tem alguns “Eduardos” e “Primeiros Campeões Mundiais” por lá, que embora reclamem dos erros de arbitragem, creditam a culpa ao fato do Inter ter jogado de forma pífia em partidas que deveriam ter ganho (Sport, Chapecoense, Vasco).

              • Reynaldo Zanon 30/10/2018 | Responder

                A taça do Brasileiro já é nossa. Não sei porque ainda há tanto receio. Fazendo uma nova projeção pessimista, mesmo que o Palmeiras perca os dois próximos jogos (Santos e Atlético-MG) e ainda some só 11 pontos (3 vitórias e 2 empates) contra as 5 babas das últimas rodadas (Fluminense, América-MG e Vitória em casa e Paraná e Vasco, fora), o Palmeiras alcançaria 74 pontos e nenhum dos concorrentes (Flamengo ou Internacional) alcançará essa pontuação. O Palmeiras será Deca, não há dúvidas. Agora temos que tentar uma classificação épica à final da Libertadores. Ainda dá para ganhar essa taça também.

                • Há receio porque ainda existem 21 pontos em dispu.ta e a diferença para o Flamengo é de apenas 4, Reynaldo. Simples assim.

                  Não quero comparar times nem contextos, mas faltando onze rodadas em 2009 o Palmeiras tinha 5 pontos de vantagem sobre o segundo colocado (SPFC), os urubus (que levaram a taça) estavam dez pontos atrás e a nossa tabela tinha Avaí, Santo André, Sport, Náutico, Botafogo e um confronto em casa contra o próprio Flamengo, e nem G4 pegamos. Na outra ponta da tabela, nessa mesma 27ª rodada, o Fluminense estava afundado na lanterna, a sete pontos de sair do Z4 e a doze do Coritiba, contra quem jogou na última rodada e, graças ao empate fora de casa, permaneceu na Série A rebaixando os paranaenses.

                  Ainda não sabemos quais serão os efeitos psicológicos da iminente eliminação da Libertadores, que todo mundo sabe que se tornou uma obsessão no clube por causa de uma piada infame. Se a recuperação for imediata, as chances de levarmos o título brasileiro são realmente enormes e eu acredito nisso, mas a taça ainda não é nossa coisa nenhuma.

                  • Reynaldo Zanon 30/10/2018 | Responder

                    Primeiro que 2009 foi um campeonato atípico que destoa de todos os outros nos pontos corridos. S

                  • Reynaldo Zanon 30/10/2018 | Responder

                    O campeonato de 2009 foi atípico e destoa de todos os outros nos pontos corridos. Além disso o nosso time era claudicante, não inspirava confianca, semelhante ao SPFC desse ano enquanto liderava. E como você mesmo disse, em 2009 faltavam 11 rodadas e agora faltam 7 e isso faz muita diferença. Por tudo isso, o Palmeiras praticamente já garantiu o Deca.

                    • Quem não aprende com os erros do passado (sejam aqueles cometidos em anos atípicos ou não) está condenado a repeti-los. Sem mais. A única coisa que está garantida até agora é que faltam sete rodadas.

              • É, meu caro, malucos existem em todos os lugares do mundo, principalmente aqueles chatos que gostam de futebol pelo que é apresentado em campo, e não apenas pelo placar e pelos resultados.

Leave Your Reply