Categorias
Brasileiro 2018 Jogos

Brasileiro 2018 R33 Atlético MG 1×1 Palmeiras: diferença mantida e uma rodada a menos

 

O Palmeiras empatou com o Atlético MG em Belo Horizonte pela R33. 1×1. Os gols saíram no 2o tempo. Elias fez 0x1 aos 18 e Bruno Henrique, de pênalti, empatou aos 31.

Foi bom resultado. A diferença de 5 pontos para o vice líder se manteve. O Inter empatou com o Ceará em Fortaleza.

Foi um jogo movimentado. O Palmeiras entrou com Weverton, Jean, A. Carlos, Dracena e V. Luiz; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Willian, Deyverson e Guerra. No 1o tempo o Galo era melhor mas o Palmeiras tinha mais chances de gol. Guerra perdeu gol incrível onde o goleiro Vitor defendeu com o pé. Depois Deyverson bateu de sem pulo em jogada de escanteio e Vitor também defendeu.

Mas Guerra e Moisés não pareciam bens. A torcida esperava mudanças no 2o tempo mas Felipão voltou com o mesmo time. E melhor que os mineiros. Jogando no campo deles o Palmeiras tinha mais volume. Mas Moisés saiu contundido e Felipão preferiu a defesa. Colocou Tiago Santos. E numa jogada pelo lado direito da defesa (Jean e Guerra falharam) Elias fez o gol. O Palmeiras desandou. Quase tomamos o segundo pelo mesmo lado.

Entraram Scarpa (saiu Willian cansado) e Lucas Lima (saiu um inútil Guerra). E num lance de falta cobrada por Scarpa, quando a gente menos merecia, pênalti claro em cima de Dracena. Bruno Henrique bateu bem e empatou. Coisas do futebol….

Aí quem desandou foi o Atlético. No contra-ataque poderíamos até vencer. Aos 48 o péssimo árbitro marcou falta inexistente quando Lucas Lima ia sozinho pra cima do gol.

Fim de papo. Empate até que foi bom. Cinco pontos de diferença e estamos a 5 rodadas com 3 jogos em casa e um jogo contra o Paraná em Londrina.

Nada está ganho. Mas estamos perto.

Saudações Alviverdes!

95 respostas em “Brasileiro 2018 R33 Atlético MG 1×1 Palmeiras: diferença mantida e uma rodada a menos”

Eta general, gostar de judiar de nós torcedores. Guerra, meu Deus. Que venha Lucas Pratto no próximo ano.

Palmeiras 2 x 0 Fluminense
São Paulo 1 x 0 Grêmio
Flamengo 2 x 1 Santos
Internacional 3 x 1 América-MG

Paraná 0 x 1 Palmeiras
São Paulo 2 x 1 Cruzeiro
Sport 1 x 3 Flamengo
Botafogo 2 x 0 Internacional

Palmeiras 3 x 0 América-MG (título)
Vasco 1 x 0 São Paulo
Flamengo 3 x 2 Grêmio
Internacional 2 x 1 Atlético-MG

Vasco 0 x 0 Palmeiras
Cruzeiro 1 x 2 Flamengo
São Paulo 3 x 0 Sport
Internacional 2 x 0 Fluminense

Palmeiras 2 x 0 Vitória
Flamengo 2 x 1 Atlético-PR
Chapecoense 1 x 1 São Paulo
Paraná 0 x 1 Internacional

1° Palmeiras 80
2° Flamengo 75
3° Internacional 74
4° São Paulo 68

Acho que o Grêmio tem grande chances de passar até o Flamengo. Isso se não passar o Inter também.

Cem por cento de aproveitamento para o cheirinho nas últimas cinco rodadas? Nem a pau, Juvenal!

Jango, você colocou que o flamerd@ ira ganhar todos os jogos? Eu acho que não ganha nem do Santos.

No ano de 2019 vai completa 20 anos da conquista da Libertadores, chama Marcos, Arce, Junior Baiano, Klebão ( Roque Junior ) Junior, Galeano, Cesar Sampaio, Alex , Zinho, Oseas, Paulo Nunes , Evair e Euller e do lado do Deportivo Cali traga o Zapata e o Dudamel pelo menos e faça um jogo comemorativo no Allianz Parque , dia 16 junho de 2019 aproveita que o Felipão tá morando em São Paulo, garanto que vai lotar o Allianz Parque.
Com esses jogadores e treinador a Libertadores no ano que vem, só se for de playstatiion.

É capaz do nosso treinador colocartrês volantes no jogo comemorativo…

Vai colocar três volantes e terminar o jogo com Júnior Baiano de atacante pra usar a “casquinha”…

Poderiam aproveitar o embalo e fazer outra partida-homenagem. Em dezembro do ano que vem vão se completar 40 anos que goleamos o Flamengo de Zico e cia. no Maracanã. Seria uma reunião dos veteranos daquela partida inesquecível (dentre os que ainda estão entre nós, pois alguns já partiram…) para enaltecer uma época em que o Palmeiras, mesmo com jogadores medianos e sem patrocínio milionário, entrava em qualquer estádio do mundo pra jogar bola e enfrentar seu adversário sem medo nem covardia.

Kkkkkkk com certeza, Aroni. O volante de 99 era o Rogério pedalada , o Galeano jogou no time de 2000. Acho engraçado o Felipão barra o Pierre em 2010 alegando que o camisa 5 não tinha saida de bola, o Thiago Santos tem o que ?

Os jogadores do SPFW derrubaram o treinador. Na comemoração do gol de empate o Nenê xinga o assistente do Aguirre.

O cara fez desse time líder por várias rodadas contanto apenas com dois paneleiros. Diego Souza e Nenê. Jogador brasileiro gosta de moleza. Por isso um monte bate e volta na Europa.

O treinador que levou o time medonho do Penarol a final da Libertadores, e tirou cada gota de leite das pedras que tem no SPFC foi demitido pelos “diferenciados” Raí, Lugano e Ricardo Rocha. Se o Wenger fosse brasileiro hoje estaria dirigindo algum time da Série C. Mas como é europeu hoje é cotado para dirigir o Milan. Precisamos aprender a enxergar e gerir futebol de forma diferente. E torcer também. Entender o que é uma boa temporada, um planejamento de curto e médio prazo, e não jogar fora sementes bem plantadas que darão frutos por força de opiniões alheias. Parar de ir na onda de “jornalistas padrão Bozo” ou daqueles como o Mauro César Pereira ( que eu considero sério e bom) que vê tudo que existe na Premier League como incrível , e aqui nada presta. E ontem teve um ataque de flamenguismo e quase sugeriu que faltou uma “pressaozinha mais forte” da torcida sobre os jogadores do Flamengo. Aliás ontem ele também foi um dos que bateu mais forte no Aguirre. Na Europa tem que se dar tempo ao projeto. Aqui 6 meses são suficientes para que tudo não preste. Existe um meio termo. Nem ficar 20 anos com um treinador ganhando quase nada, mas saber ler um trabalho que está no caminho certo e que com bons jogadores daria resultados, como era o caso do Aguirre. O problema no Brasil não são técnicos e jogadores, mas sim a insegurança profissional que mata a criatividade, as tentativas de inovações, o estímulo à habilidade e improviso que mata o potencial de jogadores diferenciados já na base.

Quem demitiu o Aguirre (que de fato tira leite de pedra mas que está a anos-luz de distância da competência de um Gallardo) foi o Leléco, o “triunvirato” de ex-jogadores nem sabia e só foi comunicado após a decisão ser tomada.

O Wenger no Brasil poderia treinar o Flamengo ou o Corínthians que fosse, implantando uma filosofia de posse de bola e trocas rápidas de passes. No primeiro empate com um Bonsucesso ou um Água Santa da vida num estadual inútil seria fritado porque aqui só interessa “contar taças”, dane-se a qualidade e o projeto. Enquanto não mudarmos esse conceito (a começar por nós, torcedores), continuaremos nos 7×1 dentro e fora de campo.

Sobre o Mauro Cézar, é dos poucos jornalistas esportivos sérios deste país, mas como todo “mortal” desse segmento tem um time de coração por cuja paixão muitas vezes é traído em seus comentários. A Premiere League tem defeitos, mas é impossível estabelecer qualquer nível de comparação com o que existe aqui, então é melhor nem tentar.

E, embora numa escala bem menor que dirigentes incompetentes e empresários gananciosos, jogadores e técnicos também têm culpa pelo baixíssimo nível de nosso futebol. A esmagadora maioria de “professores” por aqui reclama das condições de trabalho, mas em lugar algum do mundo ganham salários de protagonistas para serem preguiçosos e burocráticos em 90% do tempo. E jogador moderno tem tempo pra escrever mer.da em redes sociais, pra aparecer cada semana com um carro, um penteado, uma tatuagem e uma namorada diferente, mas “perder” uma hora por dia treinando falta e pênalti não dá. Não são os cavaleiros desse apocalipse, mas pouco fazer para evoluírem.

Será que se trouxer o Benedetto, ele começa a dar caneladas na bola assim que chegar? Apesar de que ele está em evidência, e é mais provável que vá jogar na Europa.

Dava pra terminar o primeiro tempo vencendo, se a qualidade nas finalizações fosse maior. Um ótimo começo de segundo tempo, mas a opção do Felipão pelo Thiago Santos, na prática, acabou chamando o Atlético pra cima, e aí levamos o gol. O pênalti me pareceu mais sorte de campeão, daquelas coisas que acontecem quando tudo tá dando certo. Vamos assim até o fim, com o pragmatismo do Felipão, jogando no erro do adversário. Que seja suficiente.

Corrigindo: 5 jogos em casa! Eu, que sou de Londrina, não vou estar na cidade. Mas tenho certeza que no estádio do Café só terá Palmeirenses.

Não ponho a mão no fogo pela palavra de ninguém que trabalhe ou esteja ligado ao futebol, no Brasil ou no mundo, mas o Ceni afirmou que com o Leléco na presidência ele não trabalha mais no SPFC.

Duvido que volte, depois do que fizeram com ele. Se voltar, será um tremendo idiota. Se bem que é capaz do Fortaleza tomar três ca.cetes nas três primeiras rodadas do Aszão19, e ele ser trocado pelo Claudinei.

Me falaram que o Bambi vai atrás do Carille. Eu acho difícil tirá-lo da Arábia.

O Grêmio vira o placar no último lance da partida com um frangaço do goleiro do Vasco, os Bambis (que começaram o ano como grandes candidatos ao rebaixamento) caem fora do G4 mas ainda têm uma boa margem para pegar a pré-Libertadores, e o até outrora “clube diferenciado” do Jardim Leonor demite o treinador faltando seis rodadas para o campeonato terminar. Esse é o nível do nosso futebol, com planejamento zero, times medianos (há vários anos) levando títulos e os “melhores jogadores de todos os tempos da última semana” amarelando em momentos-chave.

Pra mim os rebaixados serão, além do Paraná que já caiu: Chapecoense, América (já disse uns três posts atrás) e
o Vasco (se o Palmeiras não entregar)

É aquele pênalti que o juiz tem que estar muito atento. O jogador do Atlético não fica puxando o Dracena.Ele agarra a cintura e desloca o Dracena o suficiente para desequilibra-lo. E isso leva uma fração de segundos. É que esse juiz em toda bola parada ficava de olho grudado no movimento dos jogadores na área. Tem muita gente falando que não tem força suficiente para ser pênalti. Não é a força…nem precisa…Ele aproveita o deslocamento do jogador para desequilibra-lo. E pra isso basta puxar e soltar. É o que ele faz. Tanto que ele nem reclama.

Pra mim, o Dracena se jogou. A mão na cintura não foi suficiente para derrubá-lo. No Deyverson foi penalti. E o técnico é muito retranqueiro. Mesmo campeão, deveria ser demitido.

Das cinco rodadas que faltam, três adversários são comuns para Palmeiras e Inter: pegam Flu e América MG em casa e Paraná em campo neutro com maioria da torcida a favor. Eles enfrentarão um carioca que está lá embaixo (Botafogo) e nós outro (Vasco), ambos no RJ. A maior diferença dessa sequência é Vitória para nós e Atlético MG para eles, em casa. Se deixarem de lado o medo de perder e apenas jogarem bola, o Deca deverá se concretizar no dia 21, contra o América.

Concordo. Estava analisando justamente isso. São grandes as chances de ganharmos o Brasileiro contra o América-MG.

No Brasileiro o Palmeiras está 18 jogos invicto e depois do empate de hoje, neste campeonato, não perde mais. E o deca é nosso!!!

Nossa, dizer que não foi penalti no Dracena. Você deve ser gambá.

Bom, em minha defesa, assisti no celular, em 360p (talvez menos), uns 25fps, e o replay foi distante, então foi difícil ver se houve algo mais, talvez mais força do defensor do que me pareceu.

Não, assisti com imagem melhor, não tenho convicção não, acho que você está com olhos de torcedor (ou seja, totalmente parcial). Pode ter sido, mas não foi clamoroso como você fez parecer.

Caro Luís, você frequenta um blog de palmeirenses, no qual uma crítica é vista como “opinião de gambá” e um campeonato perdido é tratado como “competição arranjada”, esperava o quê?…

Mantenho a minha opinião: foi pênalti, mas se houvesse um lance idêntico marcado contra nós seria assunto até o Natal…

Assistindo Flu X Sport. Que time horrível, tem que meter a goleada nesse timeco.

Títulos, jogos muito bem os últimos 3 Brasileiros, tem um bom time, bons jogadores, joga bem…

Não dá pra pedir muito mais coisa do Palmeiras não.

Não se vc vive no mundo real.

Dá não apenas pra pedir como pra exigir coisa melhor. Vivendo neste mundo aqui. Tranquilamente, basta querer. É melhor e mais fácil que ficar menosprezando “campeonato comprado” depois que somos eliminados deles por falta de competência.

Um dos maiores problemas da nossa cultura brasileira é se contentar com miséria, seja no esporte, nas artes e na política. Por isso o tal “país do futuro” jamais será realidade.

Vc pode sim querer que o Palmeiras jogue como os melhores times europeus. Só não e a realidade.

Não só do futebol, mas se como país e sociedade nos não estamos nem perto de alguns países europeus, querer que o futebol magicamente seja equivalente não e realidade. Infelizmente, mas é isso aí.

A culpa do nível de futebol ser baixo não e apenas de dirigentes e jogadores. E bem maior que isso. E das diferenças daqui pra lá, a do futebol e a menos problemática.

Então querer que o futebol seja tão bonito quanto sem ter visto mudanças estruturais no país e no futebol e um pouco “sonhar acordado” sim…

Pra mim a Libertadores sempre foi o campeonato mais importante. Sem obsessão. É o passaporte para o Mundial, que eu quero ver, com os meus olhos, o Palmeiras vencer, não pela Gazeta Esportiva, ou pelo que meu pai, que tinha 6 anos conta (será que ele lembra mesmo?). Assaizão já vi, Copa do Brasil também. Quando ganhar esse Benedetto mundial, só vou torcer para o Palmeiras acertar todos os passes.

Jogo a jogo. No primeiro tempo perdemos a chance de vencer. No segundo tempo por “obra do senhor” conseguimos empatar. É preciso recuperar fisicamente porque o time está sentindo demais. Isso é nítido. Tem vários jogadores se machucando, outros voltando de lesão sem condições de jogar o jogo todo. 18 jogos sem perder. Isso é fora da curva.

É jogo a jogo porque na próxima rodada o Inter tem 3 pontos garantidos. Temos que vencer o Fluminense ,o Paraná e o América.Por meio a zero tá bom. É hora de garantir o campeonato.

O Palmeiras entrou em campo uma vez a cada três dias (em média) praticamente desde o final da Copa do Mundo, mas mesmo assim nesse período houve revezamento de elenco. Por isso, o que realmente faz a diferença para acentuar o desgaste físico nesta reta final de temporada são os 18 jogos inúteis de Campeonato Paulista que a equipe foi “obrigada” a fazer entre janeiro e abril. Isso precisa mudar, não é apenas questão de desprezar uma competição que nada mais agrega, mas de se preservar para os momentos cruciais do ano.

Affe, só consegui assistir o segundo tempo. Vi os melhores momentos do primeiro, o gol que o Guerra e o Deyverson perderam, que vergonha alheia… Baita chances e chutaram em cima do Victor… Gente, o gol tem 7 metros…

Me parece que disputar todas as taças está cobrando seu preço, e Dudu fará muitíssima falta ano que vem. O time todo está esgotado, e nosso pequeno gigante faz a diferença nesse momento

Superamos 2 pedreiras ganhando 4 pontos……..repito 4 pontos.
Retrospecto de campeão e cheio de desfalques.

Sem dúvida os resultados foram ótimos, Levi, e o título está a cinco dedos de distância. Mas que o desempenho poderia ser bem melhor, disso também restam poucas dúvidas.

Claro, não estou feliz com Futebol e hj Scolari errou também.
Mas quanto mais se aproximam as partidas finais, é normal que também crença o medo de fazer algo errado.
O Dudu faz muita, mas muita falta.
Nesse momento e nos jogos seguintes é a pilha de não se errar que irá imperar.
Hj atme eu fiquei na pilha kkk.

Eu fiquei alternando entre o jogo no Independência e o da Bombonera. Nunca pensei que ver Benedetto e Tevez me deixaria mais calmo…

O problema é que se for para campo nas últimas rodadas nessa condição de se equilibrar sobre a navalha com medo de cair, o primeiro tombo pode machucar feio. Tem que entrar pra ganhar logo e deixar pra administrar no final de cada partida.

sim, mas ai a bola cai nos pés de Guerra e Dayverson diante do goleiro e….nada.

Ufa…. empatemos… que alívio! Mas não podia sofrer tanto, chega a dar raiva ver tanta covardia no líder isolado do campeonato. Mas tudo bem, sabíamos que seria assim. Com o empate do chorinho e a derrota do cheirinho, só perdemos o título se o salto for grande demais…

O cara tá a 18 jogos invicto e vocês reclamando. Não ]é tão fácil vencer o Atlético lá não. O Felipão errou na escalação do time mas depois consertou.

Olhando só resultado, o Felipão está a cinco jogos (bem acessíveis) de conquistar seu segundo título invicto pelo Palmeiras, isso sem falar que só perdeu uma vez no Rio-SP 2000 e na Mercosul 1998. O cara tem estrela, ninguém questiona isso. Mas se a discussão for qualidade e repertório, neste momento ele está devendo. E muito.

E ele não consertou nada hoje, não. Pelo contrário. Mas fomos salvos por um pênalti infantil, que a arbitragem normalmente marca uma vez em cada dez lances idênticos.

Olha, depois de hoje, acho que não perdemos mais este título. Sabem porquê? Porque os concorrentes são um lixo.
Agora temos uma sequência tranquila de três jogos para sacramentar o Deca.
Ufa, ser Palestrino não é fácil.

Assistindo Palmeiras x Galo junto com a final da libertadores você entende que o problema do futebol brasileiro não é exatamente técnica. É de postura mesmo.

O futebol jogado aqui se tornou muito covarde. Todo mundo joga pra não tomar gol, mesmo os melhores elencos como Palmeiras e Cruzeiro. Boca e River, por outro lado, jogam de peito aberto, se arriscam, tentam jogadas mais ousadas.

E isso não é culpa só de técnicos e jogadores. É das torcidas também, que cada vez mais se desesperam pra vencer sempre, não importa como.

Obviamente vou comemorar o título brasileiro se ele vier, mas como eu queria ver o Palmeiras jogando como esse River! Ou o Grêmio do Renato. A gente tem elenco pra jogar nesse nível.

Thiago, dividi minha atenção entre os dois jogos (ainda sou muito jovem pra infartar…) e concordo em gênero, número e grau com seu último parágrafo. Perder esse Deca seria um dos maiores vexames da história palmeirense, e olha que já “cedermos” nossa casa pra festa gambá em abril deste ano (por menor que fosse aquele campeonato). Menos pelos nossos méritos, mais pela incompetência alheia. Não acho que vai acontecer, até porque só faltam cinco rodadas, mas quando tudo se resume meramente a resultadismo é porque o desespero já tomou conta de qualquer discussão. E o que vi do jogo de Buenos Aires hoje me deixou ainda mais convicto: se tivéssemos entrado na Bombonera como um time grande e não um bando de galinhas medrosas a Conmebol teria que engolir outra final que não essa.

Hoje tivemos mais sorte que juízo. Sem o Dudu em campo, o time tentou jogar mais pela direita. Não funcionou. Deyverson cansou, e além de ruim, passou a ser ruim sem pique e velocidade.

O pênalti, olha, tive lá minhas dúvidas. Na tv, cravaram que foi. Achei que o Dracena sentiu uma esticadinha na camisa, e se jogou. Eu não daria.

E o Inter empatou. Ótimo resultado, uma rodada a menos, passamos incólumes pela sequência de pesadas camisas, e agora, vem as babas, começando pelo Fluminense.

Já pode gritar “é deca, é deca”?

Pode comprar…falo com a boca cheia sem medo de errar. O Palmeiras JÁ É campeão brasileiro de 2018! Num campeonato onde um time ruim lidera com certa folga e os outros conseguem ser piores ainda que nem chegam a ameaçar, já podemos comemorar com 5 rodadas de antecedência.

Verdade. Um campeonato onde o Palmeiras disputa o título com ele mesmo. Se o Palmeiras é limitado, e é limitadíssimo, os outros beiram ao rídiculo extremo. Melhor pra nós, mais uma taça, mas pra Libertadores da América, precisa reforçar. Agora, pata um pote de Assaizões, é o suficiente.

Torcendo feito um doido aqui pra Palmeiras e Ceará seguraram o empate. Nosso título pode ser virtualmente sacramentado hj!

Na verdade esse campeonato merece terminar sem campeão por falta de qualidade. A ruindade é generalizada, tomou conta do país. O Thiago Santos deve agradecer a Deus a cada segundo por ter se tornado jogador de futebol e ter um salário que a grande massa da humanidade não tem…meeeeu Deus q cara grosso…e não é só ele não heim…T

Esse guerra é jogador de futebol de salão dos anos 80. Essa zaga de hoje não serve nem pra Chapecoense. Time que joga com covardia só ganha campeonato quando a sorte supera a técnica, e isso é inadmissível para um elenco que custou tão caro. O Felipao sempre foi retranqueiro, mas o 7×1 acrescentou uma generosa dose de covardia nele…. vamos torcer, mas tá osso!!!!

Pois é, a gente gosta dele mas alerta que é preciso separar a pessoa do profissional, aí é massacrado.
Se esse é o “melhor treinador que este país já viu”, imagine os meia-bocas que tem por aí…

Também acho que hoje o Felipão não foi bem, mas o momento é de agradecê-lo por salvar um ano perdido!!!!

Técnico burro, filho de uma pu.t.a! Vai perder o campeonato por ser ca.g.ão.

Se não acha um penalti (pra mim mandrake), sei não. Mexeu totalmente errado, e quase se estrepa.

Jogo muito pobre do Palmeiras. O Atlético tá dando bem mais o sangue, sempre que a bola chega em um Palmeirense, já tem alguém do Atlético colado. Luan e Cazares estão se refastelando pra cima do Jean. Não tô vendo por onde chegaremos ao gol. Acho que hoje, já era.

Mas quando a gente quer discutir qualidade de jogo, o importante é “contar taças”…

Contra o boca Thiago Santos entra toma gol
Hoje novamente
Precisa se de treinador
Felipão cagão e retranqueiro

A culpa era do Roger
Arthur e Vitinho no banco o cagao retranqueiro não vê isso

Felipão cagão retranqueiro
Novamente coloca o Thiago Santos e toma gol
Guerra e Jean manda embora amanhã mesmo

Nosso time é ruim pakaraio ….vai ser campeão mas é ruim pakaraiooo kkkk

Felipe Mello além de fora de forma , está tirando o pé em todas as bolas que o Luan parte pra cima dele. Passou da hora de sair

O gol que esse Guerra perdeu é brincadeira, chutou de qualquer jeito e em cime do goleiro.

O bandeirinha do lado direito do ataque do Palmeiras ou é ruim demais ou está mal intencionado .

Não tem jeito de confiar nesse Guerra.
Erra passe…tem várias chances cara a cara de fazer gol em vários jogos e nunca faz.

Felipe Mello vai conseguir estragar mais um jogo do Palmeiras. Incrível como é cabecinha. Eu colocaria o Thiago Santos já.

O juiz tá polpando o máximo possível para dar amarelo para o Atlético. Agora o bandeirinha enxergou um impedimento que só ele viu. Sinto cheiro de garfada no ar.

Edu Dracena de titular é dose pra leão. Sinceramente, não entendi essa zaga que falhou demais contra o Santos.

Significa nada medroso, aqui é verdão e dar-lhe dar-lhe pooorco e dar-lhe e dar-lhe poorco!!!!!!!

Significa nada medroso, aqui é verdão e dar-lhe dar-lhe pooorco e dar-lhe e dar-lhe poorco!!!!!!!

Jogo difícil, sem o Dudu o time perde muita velocidade. Porém, vamos acreditar já que uma vitória com certeza nos dará o título.

opa….. o pastor está há mrsrs sem fazer gol….sabem o que isso significa?
🙂

Os comentários estão desativados.