Contratações 2019: vai e vem no Palmeiras

 

Atualizado 15/01/2019 11h52

Contratações confirmadas

***

Ricardo Goulart

E responda nossa enquete

O que você achou da contratação por empréstimo do meia Ricardo Goulart do Guangzhou?

  • Gostei (100%, 12 Votes)
  • Não gostei (0%, 0 Votes)

Total Voters: 12

Carregando ... Carregando …

***

Zé Rafael

E responda nossa enquete

O que você achou da contratação do meia Zé Rafael do Bahia?

View Results

Carregando ... Carregando …

***************************************

Matheus Fernandes

E responda nossa enquete

O que você achou da contratação do volante Matheus Fernandes?

View Results

Carregando ... Carregando …

***************************************

Arthur Cabral

E responda nossa enquete

O que você achou da contratação do atacante Arthur Cabral do Ceará?

View Results

Carregando ... Carregando …

***************************************

Carlos Eduardo

E responda nossa enquete

O que você achou da contratação do atacante Carlos Eduardo do Pyramids?

View Results

Carregando ... Carregando …

***************************************

Felipe Pires

E responda nossa enquete

O que você achou da contratação do atacante Felipe Pires do Hoffenheim?

View Results

Carregando ... Carregando …

***************************************

Quem jogou por empréstimo em 2018 e foi contratado para 2019

Mayke

***************************************

Marcos Rocha

  • Origem: Atlético MG
  • Posição: Lateral direito
  • Idade: 30 anos
  • No Palmeiras desde… 2018
  • Valor estimado: não informado
  • Prazo de contrato: não informado

***************************************

Quem está retornando de empréstimo em 2019

Raphael Veiga

  • Onde estava: Athletico PR
  • Posição: Meia

Erik

  • Onde estava: Botafogo RJ
  • Posição: Atacante

Juninho

  • Onde estava: …
  • Posição: Zagueiro

42 Comments Added

Join Discussion
  1. Felippe 10/01/2019 | Responder

    Podem me criticar, hoje vejo a diferença do Palmeiras como os outros times diminuir. Estou falando do estado de SP. Acompanhei o Felipão em todos campeonatos que ele dirigiu o Palmeiras, vi raça, vontade e muita sorte, mais muita sorte. Ele é fraco como treinador é ótimo como paizão. Para encerrar que São Genaro esse ano esteja pronto para dar seu melhor.

  2. Felippe 10/01/2019 | Responder

    Muitos aqui desdenhando o flajuto, lembram ano passado, graças ao Paquetá não perdemos no Rio e aqui em sampa o arbitro nos deu uma mão. Rafinha vem para eles no meio do ano.

    • Concordo. Rodrigo Caio, Arrascaeta, Gabigol. Estão tentando Bruno Henrique, Miranda e Rafinha.

      Basicamente, todos são o tipo de jogador que o Palmeiras deveria estar trazendo pra subir mais um degrau na qualidade do time: jogadores que pro mercado interno, são top.

      Mas vamos ver se vinga o super atacante que disputou a série B pelo Goiás e de lá para a reserva de um time egípcio, que torramos “só” 25 milhões. Dinheiro que poderia ter sido usado para engrossar a oferta ao Goulart ou aumentar em 2 milhões por mês o salário do Dudu pra esse ano, e não precisar, justamente, recorrer ao Carlos Eduardo…

      A única coisa que me mantém confiante, é que temos nosso trabalho adiantado, e um elenco mediano/bom e homogêneo. De forma que o cheirinho, não vai conseguir se segurar em dois campeonatos ao mesmo tempo como nós, e como vão privilegiar a liberta, mais uma vez o brasileiro ficará aberto para nós. Isso se o Carille e sua tática de retranca total e contra ataque na velocidade da luz, que consegue complicar pra 90% dos clubes desse país com essa super tática (incluindo a gente…), Não repetir a droga de 2017. E não dá pra ignorar o bambi, que com o Hernanes, qualifica muito o time delas, se lembrarem que em 2017, ele sozinho praticamente salvou o bambi do rebaixamento…

      Estamos entre os favoritos, é óbvio. Mas se não elevarmos alguns passos do nosso jogo em 2018, sei não…

    • Matheus 10/01/2019 | Responder

      Não acho que é questão de desdenhar, estão montando um time realmente muito bom. Porém, ainda temos um time mais equilibrado que o deles, sem contar que o Abel ainda está em começo de trabalho, enquanto Felipão já implantou seu sistema de jogo e agora poderá incluir variações táticas. Com a homogeneidade do nosso elenco poderemos brigar novamente em todas as frentes, enquanto eles deverão se concentrar em apenas uma competição, visto que não têm peças de reposição a altura.

      • Concordo com todos vocês, faço apenas uma ressalva: não esperem variações táticas do Felipão. O modo dele enxergar futebol é esse desde que entrou pro infantil do Aimoré e será esse até sua chegada ao além.

        Não me lembro do Palmeiras começar uma temporada com um ambiente tão leve e unido, mesmo tendo acabado de ganhar uma taça (como aconteceu no início de 2016 e 2017), e isso se deve muito ao Big Phil. Essa é a grande vantagem que temos em relação a qualquer potencial rival. Só não esperem nada diferente do que foi visto neste último semestre.

  3. Bruno Fera 10/01/2019 | Responder

    Palmeirense tá com medo do que? Temos o melhor meio campo do Brasil, Bruno Henrique (queimou minha lingua) Felipe Melo, Gustavo Scarpa e Lucas Lima, fora que tem Moises ainda que se jogar igual 2016 é titular sem duvida.. Dudu de meia atacante falta só um camisa 9 que resolva a parada, bem que o Borja poderia desencantar e mostrar que tava escondendo o jogo.. acho tb que o que falta mesmo é um lateral esquerdo ja que acredito que Maike e Marcos Rocha da conta do recado no lado direito, falta um zagueiro mas quem sabe Luan não desencanta tb e mostra que tem futebol até pra ser da seleção igual ha foi um dia.. A MELHOR COISA QUE PODERIA ACONTECER É ESSA, OS HOLOFOTES ESTÃO PARA O FALMENGO QUE TA CONTRATANDO CONTRATANDO MAS TB NÃO EH NADA DEMAIS NÃO.. ARRASCAETA PRA MIM EH UM ZÉ RAFAEL DA VIDA, SÓ QUE NÃO É BRASILEIRO, Gabigol? gol só no nome.. pereba memo, Se o Felipão fizer o time encaixar, rapaz, esses caras que estão chegando e ngm da nada pode surpreender tb.. vamo ve.. podemos brigar com tudo e com mais vantagens dessa vez!!!

    • Meu caro, não adianta ter meias talentosos se a bola praticamente não passa por eles. O esquema privilegia defesa forte e velocidade nos contra-ataques, com isso ganhamos o terceiro campeonato na escala de prioridades estabelecida pelo próprio clube. Quando foi preciso um pouco mais de talento contra times cascudos em mata-matas, fracassamos de forma incontestável (leia-se “nem deu pra culpar Globo ou arbitragem).

      • LGO 15/01/2019 | Responder

        Concordo com o tema “fracassos nos mata mata” , mas há um equívoco quando se fala que ganhamos o terceiro na escala de prioridade. Ganhamos o segundo na escala e longe do terceiro. Só dá essa falsa impressão pela Copa do Brasil também ser de meio de semana!!!
        Questão de agenda!!!!

  4. Felippe 09/01/2019 | Responder

    É melhor tentar ganhar o Paulistinha esse ano, o Flajuto esta montando uma seleção: Vitinho, Diego, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gabigol e esta para vir o Bruno Henrique dos lambaris, eles já tem a Globo e a arbitragem.não vai ser fácil derrota-los.

    • Gustavo Aroni 09/01/2019 | Responder

      Agora, a respeito de paulistinha, tem uma coisa que não entendo nesse planejamentos. É um campeonato que roubado, sem prestígio, que não dá vaga pra po.r.ra nenhuma. Então por que o Palmeiras vai jogar desde a 1ª rodada com força máxima? Pra poupar depois no brasileirão. Para depois ficar reclamando que os jogadores estão cansados, depois de jogar 70 e tantos jogos? Abandona essa me.r.da de paulista, põe os reservas pra jogar. Poupe os titulares agora. Deixe-os treinando e fazendo alguns amistosos.

    • Com Globo e arbitragem a favor eles ganharam quatro títulos relevantes nos últimos 26 anos, sendo um deles oferecido na bandeja pela nossa mais absoluta incompetência e incapacidade. Realmente, fez toda a diferença…

  5. Ed 09/01/2019 | Responder

    Se os melhores times do Brasil disputassem os principais campeonatos europeus ficariam no meio da tabela.Sim,desde que fôssemos disputar lá na Europa,no clima europeu,nos estádios deles,com as torcidas deles,etc.Tb gostaria de ver os times de lá jogando o Brasileirão ou a Libertadores,com pedradas ,bombas,ameaças,variações climáticas absurdas,estádios ótimos numa partida e péssimos na outra,torcidas brasileiras e sul-americanas.Seria interessante tb ver como eles reagiriam à essa nova realidade,jogar em Porto Alegre com 6 ou 10 graus para depois ir à Fortaleza com 40graus,enfrentar viagens longas semana após semana num país continente como o nosso por exemplo.Por isso essas comparações sempre serão num plano hipotético e as conclusões podem variar.O “se” não ganha jogo,nem perde.Opiniões sempre devem ser respeitadas,tudo é possível,até o improvável.

  6. Cássio 08/01/2019 | Responder

    É uma pena o Ganso estar com os dois joelhos estragados. Ter que correr atrás de um time até o fim do mês. Ele tem técnica, habilidade raríssimas. Trata a bola de forma refinada. Fisicamente joga um futebol dos anos 50 ou 60. Se conseguissem recupera-lo fisicamente seria espetacular tê-lo como maestro do meio-campo do Palmeiras. É um talento perdido.

  7. Felipão 08/01/2019 | Responder

    E ai turminha!!! Um ótimo 2019 para todos nós e o que o nosso Palestra tenha sucesso….Voltando a falar dos GRANDES TORNEIOS lá de fora, ontem o PODEROSO Liverpool tomou uma entubada do Wolverhampton (sim esse mesmo) …fosse aqui no Brasil o PODEROSO Liverpool figuraria entre os time da turma lá de baixo do ranking do campeonato brasileiro… ah, e o jogo me lembrou bragantino x ituano.

    • Gustavo Aroni 08/01/2019 | Responder

      O Wolverhampton tem um bom time, joga a Premier League e o Liverpool jogou com o time reserva. Lá não é essa várzea daqui, que se ganha campeonato com time B.

      • Ed 08/01/2019 | Responder

        Times e classificação da Premier League:
        1 Liverpool
        2 Man City
        3 Spurs
        4 Chelsea
        5 Arsenal
        6 Man Utd
        7 Leicester
        8 Watford
        9 Wolves
        10 West Ham
        11 Everton
        12 B’mouth
        13 Brighton
        14 Palace
        15 Newcastle
        16 Burnley
        17 Cardiff
        18 S’hampton
        19 Fulham
        20 H’field

        Convenhamos,tem muito timeco nesta lista.
        O campeonato pode ser o mais isso,o mais aquilo,organização,grana,etc mas não dá para acreditar que esses times são tudo isso.
        Tem uma meia dúzia de times melhores(os mais tradicionais) e um ou outro que faz uma boa temporada de vez em quando.
        Todos cornetam o Palmeiras porque se tem dinheiro deveria ter mais time ,jogar melhor e ganhar mais títulos então tb temos que medi-los pela mesma régua.
        Para o milionário futebol inglês,acho que ainda estão devendo em campo.

        • Matheus 08/01/2019 | Responder

          Concordo. Só para falar em valores e dar um exemplo, o Tottenham, atual 3º colocado da Premier League, vale £743M e o Palmeiras tem um valor de mercado de £84M! Por mais que eu goste do futebol dos Spurs, medindo eles com a “mesma régua”, eles estão devendo sim.

          https://www.transfermarkt.co.uk/jumplist/platzierungen/verein/148

          (segue o link caso tenham curiosidade de consultar os valores das demais equipes)

        • Ed, garanto pra você que se houvesse um campeonato de 40 clubes, com os 20 da Série A do Brasil e os 20 da Série A inglesa, teríamos no máximo uns cinco brazucas entre os 20 primeiros na tabela, nenhum no G4. Seria um vexame estarrecedor, mas principalmente um choque de realidade para acabar com qualquer soberba.

          Sim, lá existem times ruins. Mal comparando, Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock também fizeram filmes ruins, mas mesmo os piores deles são superiores à grande maioria do que se produziu por aí.

          • Thom 08/01/2019 | Responder

            Sim, pq tem 10x mais dinheiro e porque o jogador mediano prefere jogar num time médio da primeira divisão Inglesa do que num grande do Brasil, na maior parte do tempo.

            Nesse sentido, não seria vexame nenhum.

            E complementando, acho válido pontuar que times grandes europeus TB cometem vexames pra poder explicar pq um vexame do Palmeiras não significa estar no caminho errado ou ser totalmente ruim

            Acho que o melhor brasileiro seria meio de tabela (com sorte) nos 5 principais campeonatos (Itália, Inglaterra, Espanha, Alemanha e França)

            Porém, nos demais (Portugal, Holanda, Turquia, Rússia, etc), é G4 ou titulo.

            É por isso que eu não ligo a mínima de não ter mundial. Não é algo banal não, hj é um feito ou da sorte, ou de um dia completamente atípico de ambos os times

            A realidade é que seríamos o segundo escalão europeu, deixamos de ser o país do futebol há décadas.

      • Pois é, Gustavo, as mesmas pessoas que só sabem “analisar” (com muitas aspas…) resultado aqui no Brasil fazem o mesmo quando o assunto é o futebol no exterior. Como não acompanham nem se informam direito, dão vexame na hora de escrever. Só conhecem Real Madrid (ganhou o mundial, então é o melhor time do planeta, né?…), Barcelona e olhe lá.

        Isso vai de encontro à campanha da “inveja”. Deveríamos ressaltar nossas qualidades e conquistas, não ficar provocando rivais. Não temos a menor condição de competir com os melhores clubes europeus (já nos ca.ga.mos pra enfrentar um Boca Juniors que nem era tudo isso), vamos buscar ser os melhores dentro das nossas possibilidades e no nosso contexto, o que por si só já é bem difícil e não é pouca coisa.

        • Ed 08/01/2019 | Responder

          Pretensioso dizer que os outros só sabem analisar resultados(e com muitas aspas),que os outros não acompanham ,que os outros não se informam, que os outros dão vexame qdo escrevem e que só conhecem Real e Barça .
          Vencemos o campeonato com nosso elenco,fruto de um trabalho que se não é perfeito é reconhecidamente de valor e não porque aqui é várzea.
          Isto é ressaltar nossas qualidades e conquistas.

          • Ed 08/01/2019 | Responder

            Eduardo,na boa,vc não pode garantir isto,é sua impressão,sua opinião,sua convicção.Ninguém pode garantir isto,precisaríamos que essa experiência se repetisse varias vezes pra ver no que iria dar.É provável que num primeiro momento realmente acontecesse mas com o passar do tempo estariam nivelados.

            • Bianco 08/01/2019 | Responder

              É a velha síndrome do coitadismo brasileiro, onde alguns preferem inferiorizar o q temos de bom por aqui (ex: Palmeiras) e babam ovo boquiabertos para Hull City, Genoa, Marítimo, Montpellier, Stuttgart, só por que têm “””grife européia”””… como disse anteriormente, é o futebol teórico do video-game…

        • Ed 08/01/2019 | Responder

          E tb não sou pagapau do futebol brasileiro e seus “””””””craques”””””””,acho que o futebol não vive um grande momento,mesmo nos melhores centros.
          Espanha,Italia,Inglaterra,etc…..veja o nível da última Copa.
          Na história recente Real e Barça eram melhores do que agora,United idem,Milan,Inter,Bayern e outros.

        • Gustavo Aroni 08/01/2019 | Responder

          Pois é, Edu. Se fôssemos analisar apenas resultados, fomos eliminados pelo Boca, que caiu pro River, que caiu pro Al Ain, de quem o Real Madrid (o pior dos últimos anos), nem tomou conhecimento. Assisto tudo que é jogo que posso, e digo com a maior convicção que o Palmeiras tem que suar muito a tanga pra ganhar do Wolverhampton.

          • LGO 09/01/2019 | Responder

            Discussão meio sem sentido.
            É claro que o futebol inglês é muito melhor que o nosso. E também é claro que lá tem alguns times ruins e jogos ruins.
            Estou mais tedencioso a concordar com as pessoas que demonstram essa diferença de qualidade pois está mais próxima da realidade, só não o faço, pois as vezes sinto que essa análise surgi com intuito de desmerecer nosso clube!

            • Gustavo Aroni 09/01/2019 | Responder

              LGO, não é intuito de desmerecer o Palmeiras, mas sim de que o Palmeiras se reforce cada vez mais, independentemente do que São Paulo e Flamengo estão fazendo, e porque agora tem dinheiro, a fim de se chegue no nível de um grande europeu. Para mim, o Palmeiras reforçou o elenco, não o time. E nosso time mais forte caiu pra Boca e Cruzeiro jogando menos futebol.

    • Mario Galhardo 09/01/2019 | Responder

      Só pra colocar a minha colher nesse debate sobre campeonatos Brasil x Inglaterra, em grande parte provocado pela declaração do Kaká de que o Palmeiras seria meio de tabela nos campeonatos europeus. Em primeiro lugar, não me lembro do Kaká falando esse tipo de coisa quando os bambis eram campeões brasileiros.
      Em segundo lugar, discordo. Se o Palmeiras jogasse por lá, jogaria segundo a ética, a cultura e o profissionalismo dos jogadores de lá. Recentemente assisti um jogo do Tottenham x Newcastle com o olhar “vamos ver qual a diferença para o Brasil” ao invés de apenas curtir o jogo. Na minha opinião a postura dos jogadores faz muita diferença. Não se vê jogador peitando arbitragem 200 vezes no jogo. Não se vê jogador se jogando em cada contato, ou colocando a mão no rosto como se tivesse sido agredido por conta de um toque não intencional outras 174 vezes durante o jogo. A palavra chave é “respeito” pelo jogo, pelo adversário, pelos profissionais, pelo futebol (na maior parte do tempo). Em determinado momento, um jogador avança velozmente pela lateral na altura no meio campo, sofre uma marcação faltosa do adversário, que se desequilibra um pouco mas não se joga, segue, toca mais uma vez na bola e depois perde a bola. Ele preferiu o jogo. O arbitro não marcou nada e ninguém reclamou. Além disso, historicamente sempre praticaram o jogo coletivo. O “pra cima deles Denilson”, quase um súplica do narrador para que o talento individual resolva o jogo, não é a tônica na Europa. Ainda somos um país individualista, mal educado e desrespeitoso, e isso se reflete no jogo. Por isso precisamos de “xerifes” e “paizões” e “cascas grossas” no banco. Na minha humilde opinião é muito mais um problema cultural do que de talento ou esquemas táticos.

  8. Gustavo Aroni 08/01/2019 | Responder

    Falta um atacante que faça gols. Que coloque a bola na rede. Artilheiro.

    • Falta um atacante que tenha intimidade com a bola, mesmo que pra jogar no nosso pobre e chinfrim futebol brasileiro. Chega de porcarias que se destacam mais pelo folclore que pela habilidade.

  9. Luis conti 08/01/2019 | Responder

    Se sou o Mattos ofereço o Erik, o Juninho, o Allione e o Rsphael aveiga pelo Arrascaetta…
    DA um balão no flamengo e ainda se livra da folha

    • E se a diretoria do Cruzeiro aceitar, a Toca da Raposa amanhecerá em chamas, por obra e graça da torcida cruzeirense. Só nós somos espertos, né?

  10. Bianco_2019 07/01/2019 | Responder

    Falta 01 zagueiro pra ser titular ao lado do Gomez, de resto mantendo o que já temos está bom.
    Aposto que o Cabral vai encaixar bem na equipe, desde que seja mantido o Dudu e o restante do elenco.

  11. Bianco 07/01/2019 | Responder

    Falta 01 zagueiro pra ser titular ao lado do Gomez, de resto mantendo o que já temos está bom.
    Aposto que o Cabral vai encaixar bem na equipe, desde que seja mantido o Dudu e o restante do elenco.

  12. Philipe Frois 07/01/2019 | Responder

    Pra mim o ideal seria manter o time do ano passado e contratar um centroavante bom de verdade e um zagueiro pra jogar do lado do Gomez. Só isso pra mim já é o suficiente, mas até agora nada!

  13. Mário Luiz 07/01/2019 | Responder

    Desde que não perca do Dudu, não precisa trazer mais ninguém.

  14. lito 07/01/2019 | Responder

    Boas contratações. Mas falta urgente um zagueiro a altura do Gomes, pois é o único zagueiro confiável que temos.
    Falta o Goulart e um goleiro como o Armani ou Gatito.

    • Pelas falhas em jogos importantes, esse Armani já mostrou que é bem comunzinho, assim como o Gatito, que só se destaca em pênaltis. O Prass com 4.0 é melhor que os dois. Se não for pra tirar o Fábio do Cruzeiro, deixa como está.

      • ALEX CEREDA 08/01/2019 | Responder

        Concordo em relação ao Armani e Gatito, mas ainda prefiro Prass e Jaílson ao Fábio, que também gosta de falhar em momentos decisivos.

        • Se for esse o critério, então vamos atrás do Cássio. É um goleiro que falha bastante, mas não existe nenhum aqui no Brasil que tenha sido mais importante em jogos decisivos.

Leave Your Reply