No final, quem pagou o Pato foi o SPFC

Nos últimos dias intensificou-se a conversa sobre a vinda de Pato para o Palmeiras.

O empresário do jogador, André Cury, ofereceu o atleta que estava na China a Alexandre Mattos. O jogador tinha uma proposta do SPFC.

Se viesse, sem dúvida ajudaria o ataque palmeirense. Deyverson tem se mostrado emocionalmente instável. Borja parou de fazer gols. Arthur Cabral ainda é uma promessa. Pato viria para disputar posição com esses três. E ainda teria a sombra de Goulart que pode desempenhar no ataque.

O Palmeiras fez a proposta. Contrato de 4 anos. Os valores não foram revelados. Mas especula-se que queria pagar por produtividade. Já imaginou o jogador?

O SPFC cobriu a proposta. O empresário negociou bem e se alavancou sobre a proposta do Palmeiras. O que seriam 3 anos de contrato no Morumbi, passou para quatro. Nas redes sociais informam que o SPFC vai pagar 8 milhões de euros (R$ 35,5 milhões) por toda a operação, contando salários, luvas e a comissão para o empresário André Cury (a comissão seria pouco superior a R$ 5,5 milhões).

Outras fontes especulam que são 2 milhões de euros por ano livres de impostos mais 2,5 milhões de euros da rescisão dele lá e 1 milhão de euros de luvas pro jogador. Isso tudo daria R$ 56 milhões.

Por 35 ou 56 milhões de reais, lá ele terá menos pressão e pegará um time para se levantar. Aqui teria que mostrar serviço ou ficar na reserva.

O Blog do Menon faz uma análise interessantes sobre o negócio. Vale a pena ler clicando aqui.

Que ela tenha sorte lá, desde que a sorte dele não atrapalhe os objetivos do ano de 2019 pro Palmeiras.

E você palmeirense o que achou do Pato não vir para o Palmeiras? Responde aí.

O que você achou do Pato NÃO VIR para o Palmeiras?

View Results

Carregando ... Carregando …

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados